Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Antônio Coelho, Fernando Filho e Odacy Amorim lamentam morte de Geraldo Coelho

O “Trator do Sertão” com seu sorriso largo característico.

A morte de Dr. Geraldo Coelho comoveu a comunidade política de Petrolina (PE) e região. Fernando Filho e Odacy Amorim, deputados federal e estadual, respectivamente, e Antônio Coelho, candidato a deputado estadual, lamentaram a morte do “Trator do Sertão”.

Antônio falou sobre a história de Dr. Geraldo e decidiu suspender sua campanha até a próxima segunda-feira (27). Fernando Filho lembrou da campanha em 2016, quando teve a oportunidade de andar ao lado de Geraldo. Para o parlamentar, “Sua perda é um prejuízo enorme e uma dor imensa para todos da família e de todo o sertão”.

Odacy Amorim também lamentou a morte do “Trator do Sertão” e afirmou que “Geraldo fez muito pelo nosso estado e pelos mais necessitados”.

Confira as notas de pesar

Antônio Coelho

Pernambuco perdeu um dos seus grandes homens e Petrolina fica órfã de um verdadeiro pai para nossa cidade. Dr. Geraldo Coelho foi um expressivo líder e referência não apenas de nossa família, mas de uma geração de homens públicos que ajudaram a transformar o Sertão do São Francisco numa terra de oportunidades. 

Engenheiro por formação e político por vocação, deixou grandes obras como o principal corredor que liga os bairros de Petrolina, a Avenida da Integração, além de uma porta para o mundo, o Aeroporto Nilo Coelho. Legou ainda uma herança de conhecimento ao povo sanfranciscano ao abrir o primeiro curso de ensino superior de nossa cidade, na Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape).

Estamos todos em profundo luto em nossa família e em Petrolina. Não há, portanto, clima algum para qualquer coisa que não seja homenagear dr. Geraldo pela sua passagem e grandes contribuições. Por isso, estamos suspendendo nossa campanha eleitoral até segunda-feira (27). 

Se aqui estamos em pesar, o Céu está em comemoração pela chegada do “Trator do Sertão”. Vá em paz, dr. Geraldo, sua obra ao povo sertanejo fica para sempre.

Antonio Coelho – economista e cientista político

Fernando Filho

Eu tive a alegria de, na minha primeira campanha eleitoral, em 2006, ser candidato ao lado de Tio Geraldo. Caminhei com ele e isso me deu a chance de aprender muito, compreender melhor o caminho. Forte, altivo, convicto e extremamente verdadeiro, voz firme e sorriso largo. É assim que vou me lembrar dele. Seu exemplo e sua força para trabalhar faziam jus ao apelido de Trator do Sertão. Foi um gigante para sua gente e para o estado inteiro. 

Sua perda é um prejuízo enorme e uma dor imensa para todos da família e de todo o sertão. A transformação que sua luta possibilitou a milhares de pessoas é o melhor legado para um homem inconformado e que sempre quis mais para o povo que tanto amou.

Odacy Amorim

É com grande tristeza que recebo a notícia do falecimento de Geraldo Coelho. Geraldo fez muito pelo nosso estado e pelos mais necessitados. Lutou de forma digna por melhores condições de vida para o sertanejo e o homem do campo. O “Trator do Sertão” deixa seu nome na história de Petrolina e o seu exemplo seguirá nos inspirando. Apresento meus sinceros sentimentos a toda família e amigos. Que Deus conforte a todos.”

Deixe uma resposta