Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Após manifestação de alunos, reitor da Univasf afirma que demandas de competência da instituição estão sendo analisadas

Reitor esteve reunido com alunos na semana passada ouvindo as demandas do movimento (Foto: Blog Waldiney Passos)

O Blog mostrou a manifestação dos estudantes da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) na sexta-feira (24), quando um grupo trancou os portões do campus Juazeiro e zona rural de Petrolina, protestando contra a mudança nas rotas dos ônibus fornecidos pela instituição.

De acordo com o reitor da Univasf, Julianeli Tolentino de Lima, uma reunião proposta pelos alunos no hall da Reitoria tratou dos pontos colocados em pauta pelo grupo e já estão em análise pela instituição.

LEIA TAMBÉM:

Estudantes da Univasf trancam portões do Campus Juazeiro em protesto contra mudança na rota de ônibus

“A pauta principal era as adequações que nós estamos fazendo em relação a rota do transporte estudantil que nós oferecemos hoje. A Univasf hoje tem rotas de transporte entre os campi CCA [zona rural], sede e o campus de Juazeiro”, disse em entrevista por telefone.

Segundo Julianeli, as modificações precisaram ser feitas em decorrência do orçamento disponível à Univasf nesse ano. Mas a pedido dos estudantes, a nova rota será iniciada apenas no próximo semestre, a partir de outubro e não mais a partir de agosto.

Orçamento reduzido

Outro tema colocado em pauta pelos alunos da Univasf foi o corte nas bolsas de assistência estudantil. No entanto, Julianeli afirma que a instituição não teve corte. “Nós não tivemos um corte no orçamento, tivemos um congelamento no orçamento. Desde 2016 estamos recebendo exatamente o mesmo volume de recurso, porém a demanda aumenta gradativamente e estamos fazendo os ajustes para continuar oferecendo os serviços”, destacou o reitor.

Nova manifestação

Entre 120 e 150 alunos estiveram presentes na assembleia com o reitor da Univasf. Nesta terça-feira (28) uma nova manifestação marcada pelo grupo acontecerá às 8h no campus central, com novos pontos de reivindicação, entre eles o passe livre, direito a meia passagem entre Juazeiro e Petrolina e o incremento do transporte estudantil da Univasf com os recursos públicos direcionados ao transporte.

Deixe uma resposta