Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Prefeito de Santa Maria garante recursos para aquisição de máquina para abertura de poços

Prefeitos de municípios integrantes do COMRIO solicitam máquina a ministro.

Durante encontro com o Ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua, nesta quarta-feira (12), o prefeito de Santa Maria da Boa Vista (PE), Humberto Mendes, garantiu recursos para aquisição de máquinas que serão usadas na abertura de poços artesianos na cidade.

Humberto entregou um ofício ao ministro juntamente com os prefeitos de Cabrobó, Lagoa Grande e Orocó – que fazem parte do Consórcio de Municípios do Submédio São Francisco (COMRIO).

O documento solicitava a entrega de uma máquina perfuratriz para atender as demandas dos municípios. Dessa forma, a oferta de água para as comunidades mais carentes seria aumentada consideravelmente, principalmente nos períodos de grande estiagem.

Abastecimento de água será interrompido em vários bairros de Petrolina neste sábado (1º)

Pelo menos 15 bairros de Petrolina ficarão sem água neste sábado (1º). Segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) a interrupção no abastecimento se deve a manutenções nos sistemas e também, para um conserto em vazamento.

A partir das 8h uma equipe irá ao Quati retirar um vazamento na rede de 400 mm na entrada da comunidade. Dessa forma serão atingidos os bairros Jardim Amazonas, Alto do Cocar, Pedro Raimundo, Pedro Raimundo, Quati, Bela vista, Jardim São Paulo.

A partir de 13h serão paralisadas as captações das Estações de Tratamento de Água (ETA) 1 e 2 com o intuito de realizar uma manutenção elétrica. De acordo com a Compesa a previsão é de que o sistema seja religado às 18h. Os seguintes bairros serão afetados nessa ação:

LEIA MAIS

“Até o carnaval do ano que vem vamos despachar a Compesa de volta para Recife”, garante Miguel Coelho

Miguel fala durante evento do “Petrolina Cresce”. (Foto: Reprodução/PeD)

Na noite dessa quarta-feira (28), durante evento do programa “Petrolina Cresce” no Loteamento Recife, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, além de falar sobre o investimento na área de pavimentação no bairro, garantiu que até o carnaval de 2019, que acontece no dia 5 de março, vai mandar a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) “de volta para Recife”.

Ainda de acordo com Miguel, o trabalho de saneamento da Compesa deve abranger toda a cidade, o que a companhia não tem feito, mesmo embolsando R$ 9 milhões todo mês, segundo o prefeito. “Agora mesmo acabou de deixar nossa cidade uma semana sem água na periferia, o centro passou três dias. Escola tendo que ser fechada porque não tinha água. Isso é falta de compromisso”, disse.

Após falar sobre o mau serviço prestado pela empresa na cidade, Miguel garantiu que a companhia deixará de atuar em Petrolina. “É por isso que até o carnaval do ano que vem eu coloco a licitação na rua e nós vamos embrulhar e despachar a Compesa de volta para Recife”, finalizou.

Prefeitura garante abastecimento a famílias de Petrolina que estavam sem água há mais de um mês

Cerca de 20 caminhões-pipa abasteceram as cisternas dos moradores, que há mais de 35 dias não recebiam água.

Os agricultores que convivem com as falhas no abastecimento d’água por parte do governo de Pernambuco ganharam um alívio em Petrolina com o programa ‘Água Boa’ da prefeitura chegou ao Assentamento Rio Pontal, zona rural do município, onde o prefeito Miguel Coelho e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, José Batista da Gama, acompanharam o abastecimento de água na localidade nesta terça-feira (27).

“Estamos reafirmando nossa preocupação com o povo do interior com mais uma etapa do Programa Água Boa. Neste ano, dobramos para 20 unidades de carros-pipa para ampliar o abastecimento nas áreas que foram negligenciadas pelo Governo do Estado. Estamos fazendo um grande esforço, mas não poderíamos deixar tanta gente sem um bem tão fundamental como a água”, explicou o prefeito Miguel Coelho.

LEIA MAIS

Situação de emergência na zona rural de Juazeiro é prolongada por mais 180 dias

(Foto: ASCOM)

Um Decreto do Poder Executivo de Juazeiro prolongou a situação de emergência na zona rural da cidade. Conforme o Artigo 1º “fica prorrogado por mais 180 dias o prazo estabelecido no Decreto nº 439 de 10 de maio de 2018, que declara situação de emergência nas áreas rurais do município de Juazeiro, município da Bahia, afetadas  por estiagem“.

O novo Decreto de número 832/2018 (página 3 do DO) foi publicado no Diário Oficial de terça-feira (27), ratificando os termos do seu antecessor. Assim sendo, todo os órgãos municipais permanecem autorizados a atuar sob comando da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC).

Pela decisão municipal está assegurada a desapropriação em locais considerados inseguros. Licitações de bens “considerados necessários às atividades de resposta ao desastre” estão dispensadas. Em vigor desde ontem, data de sua publicação, a situação de emergência permanecerá até o primeiro semestre de 2019.

Mais de 10 bairros de Juazeiro ficarão sem água amanhã (29)

Pelo menos 15 bairros ficarão sem água das 8h às 14h30 em Juazeiro (BA) nesta quinta-feira (29). De acordo com o Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE), o motivo na interrupção do abastecimento é a troca de um flutuante na Estação de Captação.

Serão atingidos os bairros Residencial Mairi, Pirangas I e II, Quidé, Malhada da Areia, Expedito Nascimento, Condomínios Terra dos Sonhos,  Assunção de Maria e Colina do Rio, Palmares I e II, Dom José Rodrigues, Pedro Raimundo, Pedra do Lorde, Country Clube, Alto da Maravilha, Santo Antônio e Alto do Alencar.

O fornecimento poderá ser normalizado antes do previsto, segundo o SAAE. “Caso o serviço seja concluído antes do tempo previsto, o abastecimento voltará á normalidade”, afirmou em nota.

IF Sertão-PE realiza chamada pública para aquisição de alimentos da agricultura familiar

(Imagem: Divulgação/ IF Sertão-PE)

O IF Sertão-PE publicou, nesta segunda-feira (19), a Chamada Pública nº 01/2018, destinada à aquisição de alimentos de agricultores familiares pelos campi Petrolina (PE) e Petrolina Zona Rural. Os produtos são destinados à alimentação e merenda escolar dos estudantes, e deverão ser oriundos, exclusivamente, da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural, organizados ou não em grupos formais.

Na chamada pública constam 28 itens: abacaxi, abóbora, abobrinha, alface, banana-prata, batata-doce roxa, berinjela, beterraba, brócolis, carne caprina/ovina, de primeira qualidade, cebola, cenoura, coentro, couve-flor, couve-folha, farinha de mandioca fina, feijão de corda / fradinho / macáçar, goiaba vermelha, Iogurte integral, sabor morango ou frutas vermelhas, macaxeira, mamão formosa, melancia, melão, pepino, pimentão verde, quiabo, repolho branco e tomate cereja.

Cada produto tem suas especificações, quantidades e preços, por isso é necessário que o candidato interessado leia atentamente o edital da chamada. No edital também constam os procedimentos, documentos, orientações, questões legais e critérios para participação na seleção. 

LEIA MAIS

Água Boa: 20 caminhões pipa garantem abastecimento na zona rural de Petrolina

(Foto: Ascom)

20 caminhões-pipa estão abastecendo as cisternas dos moradores da zona rural de Petrolina que estão com problemas no serviço prestado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Em seu segundo ano o programa Água Boa busca amenizar os problemas enfrentados pelos produtores rurais.

Nessa semana o Assentamento Lindolfo Silva foi contemplado e o serviço foi monitorado de perto pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, José Batista da Gama. A localidade conta com 33 famílias assentadas.

“Quero reforçar a disponibilidade do prefeito Miguel em desenvolver ações que possam amenizar o sofrimento da população rural, pois é ouvindo os reclames da população que podemos realizar ações necessárias em benefício de todos”, disse o secretário.

Além do assentamento citado, os caminhões- pipas estão trabalhando em Aranzel – Caititu; Santo Antônio – Rajada; Almas – Simpatia; Volta do Riacho – Pau Ferro; Baixa da Melancia – Pau Ferro; Sítio Curral do Barreiro – Pau Ferro; Garcinha – Pau Ferro; Castanheiro I; Volta do Pascácio; Baixa do Mundo Novo; Barreiro – Pau Ferro; Emparedade – Pau Ferro; Sítio Surubim; Malhadinha; Sitio Lagoa Funda – Rajada; Poço Dantas; Alegria – Cristália; Caroá; Alfavaca; Baixa do Tatú; Sitio Canudos; Jacaré Tigre – Pau Ferro; Baixa Alegre; Caititu; Mudubim- Cruz de Salinas; Sítio Pereiro; Capim; Sítio Lajedo.

Compesa fiscaliza Adutora do Sertão e encontra ligações clandestinas entre Salgueiro e Cabrobó

O furto de água em adutoras têm sido um grande problema para a Compes. (Foto: ASCOM)

A partir das queixas de moradores sobre falta de água e queda de pressão em localidades de Salgueiro, Serrita, Terra Nova e Verdejante, na região do Sertão Central, os técnicos da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) constataram uma perda de vazão estimada de 42 litros de água por segundo no Sistema Adutor do Sertão.

Com a queda súbita da vazão desse sistema, a Companhia iniciou uma ação de fiscalização em um trecho de 45 quilômetros dessa adutora, no último sábado (10), para identificar a existência de ligações clandestinas e furtos de água. Nos primeiros 30 quilômetros vistoriados, foram encontradas seis ligações clandestinas de água na zona rural, entre os municípios de Salgueiro e Cabrobó.

Segundo o gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Alex Chaves, as fraudes estavam desviando 16 litros de água, por segundo, para irrigação de propriedades particulares. O volume recuperado nos primeiros dois dias da fiscalização é suficiente para abastecer 2.300 famílias com água 24 horas.

LEIA MAIS

Moradores do N-5 recebem adutora após parceria entre prefeitura de Petrolina e Codevasf

A comunidade participou no preparo da terra e escavação de valetas. (Foto: ASCOM)

Os moradores do Projeto Senador Nilo Coelho, N-5, em Petrolina (PE), foram beneficiados com uma adutora para melhorar a oferta d´água na localidade. A instalação do equipamento foi feita através de uma parceria entre a prefeitura municipal e a Codevasf.

A iniciativa da gestão municipal, coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, irá atender principalmente às comunidades de Vila Velha e Vila do Meio, onde não havia sistema de abastecimento.

Em mutirão com a comunidade, as máquinas e a equipe técnica da Secretaria executaram os trabalhos de preparo da terra e escavação de valetas que corresponde a mais de 500 metros de adutora e mil metros de tubos doados pela Codevasf.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, José Batista da Gama, esta é mais uma parceria exitosa entre a prefeitura e a Codevasf, que resulta em melhorias e vai beneficiar a comunidade.

“Estamos trabalhando junto às comunidades rurais desenvolvendo ações que beneficie a todos. Pois é uma das determinações do prefeito Miguel Coelho investir nos sistemas de captação da água. E esta adutora vai levar água para atender às necessidades da comunidade e, consequentemente melhorar a vida do homem do campo”, disse o secretário.

Compesa informa sobre possível falta d’água em vários bairros de Petrolina na próxima segunda-feira (12)

(Foto: Ilustração)

Nos últimos dias, moradores de vários bairros de Petrolina (PE) têm reclamado de falta d’água e os transtornos causados por esse desabastecimento. Sobre as reclamações, por meio de nota, a Compesa informou que “com o aumento da temperatura, aumentou também o consumo de água na cidade e em virtude disso, a Companhia vem realizando testes de adequação das pressões da água na rede para melhor atender a população, sem provocar estouramentos na rede de distribuição”.

A nota ainda informa sobre uma possível falta de água na próxima segunda-feira (12), a partir das 08h, que deve acometer os bairros Quati, Jardim Amazonas, Jardim São Paulo, Pedro Raimundo e Alto do Cocar, num período de 72 horas, devido a um teste de inversão de abastecimento que pode provocar diminuição nas pressões, e consequentemente afetar o abastecimento. “Dessa vez, a manobra no abastecimento será a mudança de reservatório da Eta Centro para Eta Vitória”, explica a nota.

Compesa divulga calendário de abastecimento em Afrânio e Dormentes

Moradores de Afrânio e Dormentes, no Sertão pernambucano devem ficar atentos ao cronograma de abastecimento de água. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) divulgou o calendário para novembro, dividido por dias da semana e as áreas de abrangência.

De acordo com a Compesa, no cronograma constam três áreas de abastecimento, confira a seguir na imagem:

LEIA MAIS

Por meio de nota, Compesa esclarece falta d’água no Residencial Novo Tempo e informa que o problema já foi solucionado

Materiais de construção encontrados na tubulação da estação do Residencial Novo Tempo. (Foto: ASCOM)

Ontem (29), o nosso blog publicou uma matéria sobre a falta d’água no Residencial Novo Tempo, localizado no bairro Pedra Linda em Petrolina (PE). A denúncia partiu de uma moradora que relatou o problema, afirmando que os moradores do residencial citado, estavam sofrendo com a falta d’água há mais de dez dias.

LEIA TAMBÉM:

Moradora do Residencial Novo Tempo reclama de falta d’água

Em nota, a Compesa, responsável pelo abastecimento da comunidade, informou que “as altas temperaturas dos últimos dias em Petrolina provocaram o aumento do consumo no residencial Novo Tempo, que antes estava sendo abastecido com a pressão da caixa de água do Centro. O abastecimento do bairro necessitou do reforço de uma estação elevatória, que foi projetada na época da construção do empreendimento, para manter as pressões da água normais ao longo do dia.”

Segundo a Compesa, a causa do problema no abastecimento se deu por que a estação que foi construída para atender as necessidades do residencial, apresentou alguns problemas de obstrução quando precisou ser acionada.

De acordo com a nota, “os problemas já foram resolvidos e através de monitoramento realizado pela COMPESA,  foi verificado que chegou água em todas as casas do residencial no dia de hoje terça feira, 30 de outubro, mas a normalização das pressões nos horários de pico só deve acontecer de forma gradativa até o final da semana devido ao longo período em que o residencial ficou sem água.”

Moradora do Residencial Novo Tempo reclama de falta d’água

(Foto: Ilustração)

Em contato com o nosso blog, uma moradora do Residencial Novo Tempo, localizado no bairro Pedra Linda em Petrolina (PE), relatou um problema recorrente que os moradores do residencial estão enfrentando: a falta d’água.

De acordo com a moradora, há mais de dez dias não tem água no residencial. Segundo ela, a água chega de vez em quando por volta das 02h da manhã e depois acaba, gerando transtorno e prejuízo. “Como trabalhamos precisamos descansar em vez de ficar aparando gotas de água. É uma falta de respeito da Compesa com nós. Temos que comprar água para beber e cozinhar”, informou a moradora que não quis se identificar.

A nossa produção entrou em contato com a Compesa para saber qual a causa da falta d’água no Residencial Novo Tempo, bem como a previsão de normalização do abastecimento. Infelizmente, até o momento não obtivemos resposta.

Com mais de 2.500 cisternas entregues, Constesf amplia o acesso a água no norte da Bahia

(Foto: ASCOM)

Mais de 2.500 famílias tiveram suas vidas transformadas em 10 municípios do norte da Bahia, graças ao ‘Projeto Cisternas’, desenvolvido pelo Consórcio Sustentável do Território do São Francisco (Constesf), que está construindo e entregando equipamentos tecnológicos de captação de água de chuva, capazes de armazenar até 500 mil litros de água e garantir a sobrevivência das famílias durante meses de seca.

São 2.564 tecnologias sociais dividas entre cisternas de consumo humano (16 mil litros), cisternas de produção (52 mil litros) e barreiros (500 mil litros) que estão distribuídas nos seguintes municípios baianos: Juazeiro, Sobradinho, Casa Nova, Curaçá, Uauá, Remanso, Sento-Sé, Pilão Arcado, Canudos e Campo Alegre de Lourdes.

Foram beneficiadas famílias de baixa renda, que moram na zona rural atingidas pela seca ou falta regular de água. “O trabalho do Constesf tem proporcionado a essas famílias de baixa renda um sertão diferente para se viver, um sertão vivo e com possibilidades, através de tecnologias sociais de combate à pobreza e de inclusão social produtiva”, explicou o presidente do Constesf e Prefeito de Canudos, Genário Rabelo.

O Projeto Cisternas ajuda famílias garantindo o direito à renda, segurança alimentar e saúde, a partir da captação e armazenamento adequado da água da chuva, para o consumo, a preparação de alimentos, o cultivo agroecológico e a criação de animais. Portanto, gerando saúde, qualidade de vida e renda.

123