Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Petrolina inicia pré-temporada com 12 reforços e atletas campeões em 2018

Elenco iniciou trabalhos físicos na manhã de hoje (Foto: Blog Waldiney Passos)

O Campeonato Pernambucano 2019 começa em janeiro e o Petrolina deu a largada na manhã dessa quinta-feira (27), quando apresentou seu elenco e já iniciou os trabalhos físicos. Sob o comando de Alberto Lima a Fera Sertaneja espera cumprir a meta imposta pela diretoria: se manter na elite estadual.

Atual campeão da Série A2, quando ganhou o direito de voltar à Primeira Divisão, o elenco do Petrolina conta com 12 caras novas e conta também com a manutenção de jogadores da atual temporada.

12 reforços foram anunciados pela diretoria (Foto: Blog Waldiney Passos)

“A gente tem 12 jogadores de fora, 11 já estão na cidade. O último está chegando hoje que é o Danilo Siqueira. O restante do elenco o restante são os atletas que vieram da A2, mais quatro jogadores o professor vai fazer uns testes”, disse o presidente Jerferson Oliveira.

De acordo com o treinador Alberto Lima serão 24 dias de trabalho e um amistoso deve ser realizado antes da estreia e novos reforços não devem chegar.

“O elenco até o momento está fechado, no dia a dia, de acordo com as necessidades [a chegada de reforços] pode acontecer”, destaca.

Pré-temporada do Petrolina começa amanhã, novos reforços são anunciados

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O elenco do Petrolina para 2019 ganhou mais reforços. Na segunda-feira (24) a diretoria anunciou a chegada do meio-campista Magno e do polivalente Danilo Siqueira. Eles se juntam a nomes já conhecidos da torcida, como o experiente goleiro Diego Siqueira, o atacante Rei e o zagueiro Jefferson Bezerra.

LEIA TAMBÉM:

Pré-temporada do Petrolina começa dia 26; novo treinador já está na cidade

A pré-temporada da Fera Sertaneja começa nesta quarta-feira (26) e seguirá sem pausa para o Ano Novo. Segundo Alberto Lima, um amistoso deve ser realizado antes da estreia no Campeonato Pernambucano. Lima foi anunciado na semana passada e substitui Pedro Manta, justamente o treinador do Afogados, rival na estreia do estadual.

Atletas campeões da Série A2 renovam contrato com o Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A poucos dias de iniciar a pré-temporada o time do Petrolina já tem alguns nomes para compor o elenco de 2019. Conforme o Blog anunciou ao longo da semana o goleiro Diego Siqueira, campeão da Série A2 desse ano renovou seu vínculo com a Fera Sertaneja e terá como companheiro de posição Pezão.

LEIA TAMBÉM:

Com meta estabelecida para temporada 2019, Petrolina anuncia primeiros reforços

Pré-temporada do Petrolina começa dia 26; novo treinador já está na cidade

Além de Diego, o plantel 2019 terá outros nomes campeões em 2018. São o atacante Jonatas Rei, o zagueiro Jefferson Bezerra, o lateral-esquerdo Naná, lateral-direito Anderson e o atacante Arianderson. A diretoria anunciou também nomes de fora: Marquinhos (lateral-direito), Café (volante), Lucão (zagueiro) e Fernandinho (lateral-direito).

Segundo o treinador Alberto Lima a pré-temporada começa nesta semana, no dia 26 e seguirá até janeiro, sem pausa para as festas de fim de ano. O Petrolina faz sua estreia na Série A1 contra o Afogados da Ingazeira, fora de casa.

Pré-temporada do Petrolina começa dia 26; novo treinador já está na cidade

(Foto: Maria Akemi/Agência CH)

Conforme o Blog havia anunciado ontem (18), o novo treinador do Petrolina já está na cidade. Alberto Lima, ex-zagueiro de Náutico, Sport, Atlético Mineiro e Fluminense será o comandante da Fera Sertaneja no Campeonato Pernambucano 2019. Ele chegou na cidade no início da tarde de terça-feira e conversou com exclusividade com a nossa equipe.

Responsável por levar o Flamengo de Arcoverde até a Série D do próximo ano, Lima disse não temer o atraso na pré-temporada e pretende montar uma equipe para alcançar o principal objetivo imposto pela diretoria: permanecer na elite estadual.

LEIA TAMBÉM:

Novo treinador do Petrolina será apresentado hoje (18)

“Sou um jovem treinador, essa é a minha quinta equipe e espero fazer um bom trabalho aqui no Petrolina e deixar o torcedor satisfeito. O convite foi de repente, até então a gente acompanhava que o Petrolina não ia disputar e na sexta-feira veio o convite, foi algo muito rápido” disse à nossa equipe.

LEIA MAIS

Apesar de renúncia, Ronaldo Silva crava participação do Petrolina na Série A1: “O time vai participar do Pernambucano”

(Foto: Ascom/PMP)

Na entrevista a Rádio Jornal Petrolina no sábado (15) onde anunciou sua renúncia ao cargo de presidente do Petrolina, Ronaldo Silva confirmou que a Fera Sertaneja deve participar do Campeonato Pernambucano da Série A1 em 2019.

O Petrolina conquistou a vaga depois de ser campeão da Série A2 desse ano, de forma invicta. “Eu estava pensando em não participar do Pernambucano, mas o time vai participar do Pernambucano, mas eu a frente do Petrolina colocado na ata, infelizmente Ronaldo Silva está fora“, disse.

LEIA TAMBÉM:

Ronaldo Silva renuncia à presidência da Fera Sertaneja por falta de apoio

A saída de Ronaldo se deve, como ele mesmo afirmou, que a falta de apoio financeiro foi a principal motivação para sua escolha. “Todos têm sua contribuição, o poder público e o empresariado, nós não estamos pedindo favor, é troca de serviço“, comentou o ex-presidente.

A renúncia de Ronaldo Silva deve ser apresentada nesta segunda-feira (17). Ainda não há informações a respeito de quem assumirá seu cargo. O Petrolina está sem treinador desde o final da Série A2, quando Pedro Manta deixou o comando da equipe.

Ameaçado de não disputar elite estadual, presidente do Petrolina critica falta de apoio ao esporte

Presidente já admite possibilidade de não disputar Série A1 em 2019 (Foto: Blog Waldiney Passos)

Presidente do Petrolina, Ronaldo Silva (PSDB) fez um desabafo a respeito da situação econômica da equipe campeão da Série A2 do futebol pernambucano em 2018. Com risco de não disputar a elite em 2019, a Fera Sertaneja está em débito com patrocinadores e atletas, e para o vereador é ilógico reformar o Estádio Paulo Coelho e não ter representante no futebol.

“Estamos investindo quase R$ 1,5 milhões na reforma do Estádio Paulo de Souza Coelho, se o Petrolina não participar [do estadual], pra que serviu essa reforma?”, disparou Ronaldo. O edil foi além e disse o esporte local não tiver incentivo é melhor vender o estádio.

LEIA TAMBÉM:

Com débitos da Série A2, Petrolina pode ficar de fora da elite estadual em 2019

“Na legislatura passada quase era vendido o estádio porque não tinha futebol na nossa cidade. Eu digo o seguinte: se o Petrolina Social Clube não for participar do campeonato pode mandar para aqui a venda do Estádio Paulo Coelho que eu sou o primeiro a assinar pra vender, porque não adianta um equipamento desse tamanho se não tem serventia de nada”, finalizou.

De volta à Série A1, presidente da Fera Sertaneja fala sobre preparação de 2019: “Planejamos, agora é arrumar parceiros”

Presidente da Fera comentou sobre trabalhos para 2019 (Foto: Blog Waldiney Passos)

A temporada perfeita do Petrolina no Campeonato Pernambucano da Série A2 em 2018 ficou para trás e agora, como dizem na linguagem futebolística, é necessário girar a chave e pensar no futuro. E foi justamente sobre o futuro que o presidente da Fera Sertaneja, Ronaldo Silva (PSDB) conversou com a nossa equipe.

Segundo Ronaldo, já existe um planejamento, mas o trabalho esbarra nas condições financeiras. “O planejamento está pronto, muito bom, um planejamento não só para o Campeonato Pernambucano, mas um planejamento amplo: Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Série D. Planejamos, agora é arrumar parceiros, o que está difícil”, afirmou.

Contas a pagar

O presidente afirmou que ainda existem pendências financeiras da Série A2 as quais precisam ser resolvidas antes de iniciar os trabalhos de preparação para 2019. “Não foi resolvido 100%, foi resolvido 50% de atletas e fornecedores. Depois que a gente resolver esse problema financeiro vamos atrás [de atletas]”. Logo, logo a torcida da Fera Sertaneja terá boas notícias”, disse o presidente.

A Série A1 começa em 19 de janeiro. Na primeira rodada a Fera Sertaneja enfrenta o Afogados da Ingazeira, equipe do ex-treinador do Petrolina nesse ano, Pedro Manta. A partida será fora de casa, no dia 20/01 às 16h.

FPF divulga tabela do Campeonato Pernambucano 2019, Petrolina fará estreia contra Afogados

A estreia do Petrolina na Série A1 do Campeonato Pernambucano está marcada para o dia 20 de janeiro de 2019, justamente contra o time comandado por Pedro Manta, treinador campeão com a Fera Sertaneja na Série A2 desse ano. A tabela do estadual foi divulgada pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF) na tarde de ontem (21).

O campeonato terá início no dia 19 de janeiro, com previsão de encerramento apenas em abril. A Fera Sertaneja faz seu primeiro jogo em casa contra o América em 27/01, pela segunda rodada. Em seguida vai até Recife enfrentar o Náutico, atual campeão, no dia 30/01.

A quarta rodada promete ser de casa cheia no Estádio Paulo de Souza Coelho, quando o Petrolina recebe o Santa Cruz (06/02). Completando as partidas contra os grandes da capital, a Fera vai ao Recife no dia 10 e terá como adversário o Sport.

O duelo de sertanejos contra o Salgueiro está marcado para 17 de março, no Estádio Cornélio de Barros, fora de casa. Essa será a última rodada e todas as partidas deverão acontecer no mesmo horário. Veja a tabela completa do estadual.

Uma semana após título, Petrolina celebra 20 anos de história

Elenco campeão invicto da Série A2 2018 (Foto: Blog Waldiney Passos)

O domingo (11) foi de festa para o torcedor do Petrolina Social Futebol Clube. A equipe comemorou 20 anos de fundação, uma semana após ter conquistado o título do Campeonato Pernambucano da Série A2 e o acesso à Primeira Divisão estadual.

A data foi lembrada pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF) em seu site oficial. “São 20 anos de histórias marcantes no futebol pernambucano”, afirma a mensagem da FPF.

Com o título de domingo (4) a Fera Sertaneja somou três taças da Série A2: 2001, 2010 e 2018. A conquista veio como alento para os fãs do Petrolina que ficaram 2016 e 2017 sem uma equipe para torcer. O time representou a cidade na Série C e 2008 e Série D em 2012. Em 2013 viveu seu ano mais sombrio quando foi rebaixado para a Série A2.

Para o Campeonato Pernambucano de 2019 o Petrolina não contará com Pedro Manta no comando, já que o treinador reassumiu o Afogados da Ingazeira. A competição se inicia em janeiro do próximo ano.

Presidente do Petrolina, Ronaldo Silva comenta saída de Pedro Manta e cobra apoio para campanha de 2019

Vereador relatou dificuldades na temporada (Foto: Blog Waldiney Passos)

O Petrolina Social Futebol Clube foi campeão do Campeonato Pernambucano da Série A2 de forma invicta. No domingo (4) a Fera venceu o Centro Limoeirense por 3×0 e voltou à elite do futebol estadual, motivo de celebração na Câmara de Vereadores de Petrolina, da qual o presidente do clube é membro.

Ronaldo Silva (PSDB) havia prometido levar o título da competição à Casa Plínio Amorim caso fosse campeão e ontem (6) subiu à Tribuna Livre para agradecer ao apoio de quem acreditou no projeto de 2018. “Quero agradecer ao prefeito Miguel Coelho, aos meus patrocinadores, a cada um de vocês colegas de Casa pelo incentivo, pelas palavras. Quero agradecer em especialmente à minha Torcida Jovem do Petrolina”, discursou o edil.

LEIA TAMBÉM:

Pedro Manta confirma saída do Petrolina após título e acesso à elite estadual

De volta à Série A1, Ronaldo pediu apoio dos colegas de Câmara para aprovar no orçamento emendas destinando verbas aos Petrolina. “Que a gente possa colocar uma emenda para o esporte, não só para o Petrolina, mas para o 1º de Maio que a volte a disputar a Primeira Divisão porque não é fácil”, desabafou o presidente da Fera Sertaneja.

Ao fim de sua fala na Tribuna Livre, Ronaldo Silva conversou com a nossa equipe e comentou a saída de Pedro Manta que voltará ao Afogados da Ingazeira. “Pedro Manta eu já sabia, ele já veio com o intuito de fazer esse trabalho e a gente deu as condições necessárias para ele fazer o trabalho dele. Agora vamos procurar outro [treinador], alguns [atletas] vão ficar e outros vão sair”, antecipou.

Sobre a questão salarial, Ronaldo afirmou que existe uma pendência salarial. “Estamos devendo de outubro, venceu ontem (5), vamos acertar durante essa semana até para os próprios jogadores de fora possam tirar as férias deles”, disse o presidente.

Pedro Manta confirma saída do Petrolina após título e acesso à elite estadual

Manta comandou equipe pela quarta vez e somou mais um acesso à elite estadual (Foto: Blog Waldiney Passos)

Treinador do Petrolina na temporada 2018, Pedro Manta oficializou sua despedida da Fera Sertaneja. Essa foi sua quarta passagem pelo clube e ainda nesse ano Manta retornará ao Afogados da Ingazeira. No domingo (4) ele conquistou de forma invicta o título do Campeonato Pernambucano da Série A2 e o seu sexto acesso na carreira.

Durante a manhã de hoje (6) Manta conversou com a nossa equipe e confirmou sua saída. “O coração [fica] um pouquinho apertado depois da comemoração, mas a gente já tinha um compromisso pré-estabelecido com o Afogados [da Ingazeira] e eu sempre fui sincero, sempre confirmei minha palavra”, disse Manta.

Identificação com a cidade

Querido pela torcida e pelo grupo, Manta fez história no futebol local, com passagens vitoriosas e revelou um misto de tristeza e felicidade pela despedida. “A gente tem um carinho muito grande por Petrolina, minha primeira equipe profissional foi o Petrolina em 2004, me marcou. Dói um pouquinho, claro que dói pelo trabalho, pelas amizades que eu tenho aqui, pela adoração que eu tenho por essa cidade”, afirmou o comandante.

Segundo Manta, o compromisso firmado com o Afogados se deu no meio do ano. Sua comissão do Petrolina permanecerá na cidade e ele deixou em aberto reaproveitar atletas do seu plantel em sua nova casa. “Essa montagem ainda vai ser feita, tô a fim de passar uma semana em casa descansando“, finalizou.

Petrolina garante acesso de forma invicta na Série A2

(Foto: Agência CH)

O acesso do Petrolina foi incontestável. Melhor equipe da fase de grupos, a Fera Sertaneja somou 16 pontos em 6 partidas. Terminou a primeira fase com cinco vitórias – duas por WO – e apenas um empate. Foram oito gols marcados e apenas dois sofridos, se consolidando como melhor defesa e melhor ataque.

Na fase mata-mata a Fera Sertaneja empatou três partidas e venceu outras três. O ataque marcou 10 gols e a defesa sofreu cinco. Cinco dos gols do Petrolina na competição saíram dos pés do meia Douglas, artilheiro da equipe e tido por muitos como grande destaque do grupo.

LEIA TAMBÉM:

Petrolina vence Centro Limoeirense e volta à Primeira Divisão do Pernambucano

Com a conquista de domingo (4) o Petrolina levou seu terceiro título da Série A2, o primeiro veio em 2002 e o segundo em 2012. A Fera é, ao lado do Vera Cruz, a equipe que mais conquistou a Segunda Divisão. Pedro Manta, treinador multicampeão soma mais um acesso na sua carreira, chegando a seis.

LEIA MAIS

Petrolina vence Centro Limoeirense e volta à Primeira Divisão do Pernambucano

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Foi o domingo perfeito para o Petrolina e sua torcida que lotou o Estádio Municipal Paulo de Souza Coelho. A Fera Sertaneja venceu o Centro Limoeirense por 3×0, garantiu o título do Campeonato Pernambucano da Série A2 e voltou à Primeira Divisão do estadual.

Os gols da partida foram marcados por Naldo, Jeferson Belo e Eduardo. A vantagem foi construída na primeira etapa, antes dos 25 minutos com os chutes de fora da área de Naldo e Jeferson. Já na etapa final, o camisa nove da Fera, Eduardo definiu o resultado.

Como apenas o campeão garantia vaga na Série A1, o Centro Limoeirense disputará novamente a Segunda Divisão em 2019. O Campeonato Pernambucano da Primeira Divisão começa em janeiro.

Petrolina e Centro Limoeirense decidem hoje quem disputará Série A1 do Pernambucano em 2019

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Falta apenas um jogo para saber quem retornará à elite do futebol pernambucano. Petrolina e Centro Limoeirense se enfrentam às 16h no Estádio Municipal Paulo de Souza Coelho e quem vencer ficará também com o título da Série A2.

No primeiro jogo as duas equipes empataram em 1×1 e caso haja um novo empate, a partida será definida nos pênaltis. A única mudança esperada na equipe de Pedro Manta é a volta do zagueiro Wellington que cumpriu suspensão no jogo de quarta-feira.

Os ingressos custam R$ 10,00 meia e R$ 20,00 inteira. A partida terá arbitragem de Tiago Nascimento dos Santos, auxiliado por Clovis Amaral da Silva e Marcelino Castro de Nazare. Kleber de Souza Batista Duarte será o quarto árbitro.

Final do Campeonato Pernambucano da Série A2 acontece neste domingo (04) em Petrolina

Estádio Paulo Coelho (Foto: Internet)

Amanhã (04) é dia de finalíssima no Estádio Paulo Coelho em Petrolina (PE). A Fera sertaneja enfrenta o Centro Limoeirense. O vencedor se consagra campeão da Série A2 do campeonato e garante vaga na Série A. A partida está marcada para às 16h.

O Petrolina teve a melhor campanha da fase de grupos e até então está invicto. Outro trunfo da Fera, é o volante Douglas, vice artilheiro da competição. Falta pouco para o Petrolina conseguir o acesso à Primeira Divisão do Campeonato Pernambucano.

Sobre as expectativas para a partida, o treinador do Petrolina, Pedro Manta, falou sobre a preparação do time e os fatores que podem levar a Fera Sertaneja a vitória tendo em vista o adversário que também busco o título.  “Na decisão, muita garra, muita gana, e principalmente comprometimento.  É um jogo que a gente tem que levar em conta todos os fatores, o que a gente fez no passado não vale a gora nesse jogo, nessa decisão. Humildade para jogar, ter foco, determinação saber jogar com inteligência por que o adversário tem qualidade, muito bom o time, não chegou nessa final por acaso, mas a gente também lutou para chegar nessa final”, disse.

“Final sempre é final, tem um friozinho na barriga diferente. Final se joga mais com o coração do que com as pernas, por isso nós vamos trabalhar a mentalidade do grupo, mesma equipe, mesma postura, mas decisão a gente tem que jogar com o coração na chuteira”, concluiu.

A equipe de arbitragem responsável por apitar o duelo é composta pelo árbitro Tiago Nascimento dos Santos, assistente 1: Clovis Amaral da Silva, assistente 2: Marcelino Castro de Nazaré, e quarto árbitro: Kleber de Souza Batista Duarte.

123