Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Uma semana após título, Petrolina celebra 20 anos de história

Elenco campeão invicto da Série A2 2018 (Foto: Blog Waldiney Passos)

O domingo (11) foi de festa para o torcedor do Petrolina Social Futebol Clube. A equipe comemorou 20 anos de fundação, uma semana após ter conquistado o título do Campeonato Pernambucano da Série A2 e o acesso à Primeira Divisão estadual.

A data foi lembrada pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF) em seu site oficial. “São 20 anos de histórias marcantes no futebol pernambucano”, afirma a mensagem da FPF.

Com o título de domingo (4) a Fera Sertaneja somou três taças da Série A2: 2001, 2010 e 2018. A conquista veio como alento para os fãs do Petrolina que ficaram 2016 e 2017 sem uma equipe para torcer. O time representou a cidade na Série C e 2008 e Série D em 2012. Em 2013 viveu seu ano mais sombrio quando foi rebaixado para a Série A2.

Para o Campeonato Pernambucano de 2019 o Petrolina não contará com Pedro Manta no comando, já que o treinador reassumiu o Afogados da Ingazeira. A competição se inicia em janeiro do próximo ano.

Presidente do Petrolina, Ronaldo Silva comenta saída de Pedro Manta e cobra apoio para campanha de 2019

Vereador relatou dificuldades na temporada (Foto: Blog Waldiney Passos)

O Petrolina Social Futebol Clube foi campeão do Campeonato Pernambucano da Série A2 de forma invicta. No domingo (4) a Fera venceu o Centro Limoeirense por 3×0 e voltou à elite do futebol estadual, motivo de celebração na Câmara de Vereadores de Petrolina, da qual o presidente do clube é membro.

Ronaldo Silva (PSDB) havia prometido levar o título da competição à Casa Plínio Amorim caso fosse campeão e ontem (6) subiu à Tribuna Livre para agradecer ao apoio de quem acreditou no projeto de 2018. “Quero agradecer ao prefeito Miguel Coelho, aos meus patrocinadores, a cada um de vocês colegas de Casa pelo incentivo, pelas palavras. Quero agradecer em especialmente à minha Torcida Jovem do Petrolina”, discursou o edil.

LEIA TAMBÉM:

Pedro Manta confirma saída do Petrolina após título e acesso à elite estadual

De volta à Série A1, Ronaldo pediu apoio dos colegas de Câmara para aprovar no orçamento emendas destinando verbas aos Petrolina. “Que a gente possa colocar uma emenda para o esporte, não só para o Petrolina, mas para o 1º de Maio que a volte a disputar a Primeira Divisão porque não é fácil”, desabafou o presidente da Fera Sertaneja.

Ao fim de sua fala na Tribuna Livre, Ronaldo Silva conversou com a nossa equipe e comentou a saída de Pedro Manta que voltará ao Afogados da Ingazeira. “Pedro Manta eu já sabia, ele já veio com o intuito de fazer esse trabalho e a gente deu as condições necessárias para ele fazer o trabalho dele. Agora vamos procurar outro [treinador], alguns [atletas] vão ficar e outros vão sair”, antecipou.

Sobre a questão salarial, Ronaldo afirmou que existe uma pendência salarial. “Estamos devendo de outubro, venceu ontem (5), vamos acertar durante essa semana até para os próprios jogadores de fora possam tirar as férias deles”, disse o presidente.

Pedro Manta confirma saída do Petrolina após título e acesso à elite estadual

Manta comandou equipe pela quarta vez e somou mais um acesso à elite estadual (Foto: Blog Waldiney Passos)

Treinador do Petrolina na temporada 2018, Pedro Manta oficializou sua despedida da Fera Sertaneja. Essa foi sua quarta passagem pelo clube e ainda nesse ano Manta retornará ao Afogados da Ingazeira. No domingo (4) ele conquistou de forma invicta o título do Campeonato Pernambucano da Série A2 e o seu sexto acesso na carreira.

Durante a manhã de hoje (6) Manta conversou com a nossa equipe e confirmou sua saída. “O coração [fica] um pouquinho apertado depois da comemoração, mas a gente já tinha um compromisso pré-estabelecido com o Afogados [da Ingazeira] e eu sempre fui sincero, sempre confirmei minha palavra”, disse Manta.

Identificação com a cidade

Querido pela torcida e pelo grupo, Manta fez história no futebol local, com passagens vitoriosas e revelou um misto de tristeza e felicidade pela despedida. “A gente tem um carinho muito grande por Petrolina, minha primeira equipe profissional foi o Petrolina em 2004, me marcou. Dói um pouquinho, claro que dói pelo trabalho, pelas amizades que eu tenho aqui, pela adoração que eu tenho por essa cidade”, afirmou o comandante.

Segundo Manta, o compromisso firmado com o Afogados se deu no meio do ano. Sua comissão do Petrolina permanecerá na cidade e ele deixou em aberto reaproveitar atletas do seu plantel em sua nova casa. “Essa montagem ainda vai ser feita, tô a fim de passar uma semana em casa descansando“, finalizou.

Petrolina garante acesso de forma invicta na Série A2

(Foto: Agência CH)

O acesso do Petrolina foi incontestável. Melhor equipe da fase de grupos, a Fera Sertaneja somou 16 pontos em 6 partidas. Terminou a primeira fase com cinco vitórias – duas por WO – e apenas um empate. Foram oito gols marcados e apenas dois sofridos, se consolidando como melhor defesa e melhor ataque.

Na fase mata-mata a Fera Sertaneja empatou três partidas e venceu outras três. O ataque marcou 10 gols e a defesa sofreu cinco. Cinco dos gols do Petrolina na competição saíram dos pés do meia Douglas, artilheiro da equipe e tido por muitos como grande destaque do grupo.

LEIA TAMBÉM:

Petrolina vence Centro Limoeirense e volta à Primeira Divisão do Pernambucano

Com a conquista de domingo (4) o Petrolina levou seu terceiro título da Série A2, o primeiro veio em 2002 e o segundo em 2012. A Fera é, ao lado do Vera Cruz, a equipe que mais conquistou a Segunda Divisão. Pedro Manta, treinador multicampeão soma mais um acesso na sua carreira, chegando a seis.

LEIA MAIS

Petrolina vence Centro Limoeirense e volta à Primeira Divisão do Pernambucano

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Foi o domingo perfeito para o Petrolina e sua torcida que lotou o Estádio Municipal Paulo de Souza Coelho. A Fera Sertaneja venceu o Centro Limoeirense por 3×0, garantiu o título do Campeonato Pernambucano da Série A2 e voltou à Primeira Divisão do estadual.

Os gols da partida foram marcados por Naldo, Jeferson Belo e Eduardo. A vantagem foi construída na primeira etapa, antes dos 25 minutos com os chutes de fora da área de Naldo e Jeferson. Já na etapa final, o camisa nove da Fera, Eduardo definiu o resultado.

Como apenas o campeão garantia vaga na Série A1, o Centro Limoeirense disputará novamente a Segunda Divisão em 2019. O Campeonato Pernambucano da Primeira Divisão começa em janeiro.

Petrolina e Centro Limoeirense decidem hoje quem disputará Série A1 do Pernambucano em 2019

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Falta apenas um jogo para saber quem retornará à elite do futebol pernambucano. Petrolina e Centro Limoeirense se enfrentam às 16h no Estádio Municipal Paulo de Souza Coelho e quem vencer ficará também com o título da Série A2.

No primeiro jogo as duas equipes empataram em 1×1 e caso haja um novo empate, a partida será definida nos pênaltis. A única mudança esperada na equipe de Pedro Manta é a volta do zagueiro Wellington que cumpriu suspensão no jogo de quarta-feira.

Os ingressos custam R$ 10,00 meia e R$ 20,00 inteira. A partida terá arbitragem de Tiago Nascimento dos Santos, auxiliado por Clovis Amaral da Silva e Marcelino Castro de Nazare. Kleber de Souza Batista Duarte será o quarto árbitro.

Final do Campeonato Pernambucano da Série A2 acontece neste domingo (04) em Petrolina

Estádio Paulo Coelho (Foto: Internet)

Amanhã (04) é dia de finalíssima no Estádio Paulo Coelho em Petrolina (PE). A Fera sertaneja enfrenta o Centro Limoeirense. O vencedor se consagra campeão da Série A2 do campeonato e garante vaga na Série A. A partida está marcada para às 16h.

O Petrolina teve a melhor campanha da fase de grupos e até então está invicto. Outro trunfo da Fera, é o volante Douglas, vice artilheiro da competição. Falta pouco para o Petrolina conseguir o acesso à Primeira Divisão do Campeonato Pernambucano.

Sobre as expectativas para a partida, o treinador do Petrolina, Pedro Manta, falou sobre a preparação do time e os fatores que podem levar a Fera Sertaneja a vitória tendo em vista o adversário que também busco o título.  “Na decisão, muita garra, muita gana, e principalmente comprometimento.  É um jogo que a gente tem que levar em conta todos os fatores, o que a gente fez no passado não vale a gora nesse jogo, nessa decisão. Humildade para jogar, ter foco, determinação saber jogar com inteligência por que o adversário tem qualidade, muito bom o time, não chegou nessa final por acaso, mas a gente também lutou para chegar nessa final”, disse.

“Final sempre é final, tem um friozinho na barriga diferente. Final se joga mais com o coração do que com as pernas, por isso nós vamos trabalhar a mentalidade do grupo, mesma equipe, mesma postura, mas decisão a gente tem que jogar com o coração na chuteira”, concluiu.

A equipe de arbitragem responsável por apitar o duelo é composta pelo árbitro Tiago Nascimento dos Santos, assistente 1: Clovis Amaral da Silva, assistente 2: Marcelino Castro de Nazaré, e quarto árbitro: Kleber de Souza Batista Duarte.

Série A2: primeiro jogo da final tem horário alterado

(Foto: Agência CH)

A partida de ida da final do Campeonato Pernambucano da Série A2 acontece nesta quarta-feira (31) no Estádio José Vareda, em Limoeiro e conforme pedido da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) o jogo foi alterado das 15h para 20h.

Ontem (29) a FPF definiu o trio de arbitragem responsável pelo jogo entre Centro Limoeirense e Petrolina.  Luiz Cláudio Sobral será o árbitro principal, auxiliado por Bruno Vieira e Daniele Andrade. A volta, até então está confirmada para o domingo (4), às 16h no Estádio Paulo de Souza Coelho.

Para essa terça-feira (30) o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) analisará a denúncia do Decisão, por suposta escalação irregular do zagueiro Alemão, ainda na primeira fase. Ontem o Blog publicou uma matéria sobre o pedido de liminar que foi negado pelo auditor do tribunal, classificando o pedido como “tapetão”.

Série A2: auditor do TJD classifica denúncia do Decisão como “tapetão”

O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) de Pernambuco se reunirá nesta terça-feira (30) para julgar a denúncia feita pelo Decisão contra o Petrolina, por uso de atleta irregular no Campeonato Pernambucano da Série A2. A equipe de Bonito alega que a Fera Sertaneja escalou o zagueiro Alemão quando ele deveria cumprir suspensão.

LEIA TAMBÉM:

Série A2: Decisão aciona TJD por suposta irregularidade no Petrolina, mas Fera Sertaneja segue focada na final

Apesar de o julgamento estar marcado para amanhã, na sexta-feira (26) o auditor Hilton de Carvalho Brandão publicou seu parecer quanto ao pedido de medida uma cautelar solicitada pelo Falcão do Agreste. No seu despacho, Galvão entende que o Decisão busca “alterar as regras do jogo quando campeonato já atinge o seu apagar das luzes” e classificou a denúncia como tentativa de “resolver no tapetão o que não conseguiu alcançar nos gramados”.

Com o posicionamento de Galvão, é provável que a denúncia colocada em pauta amanhã seja rejeitada e a final ocorra sem atrasos, diferentemente da situação que resultou na desclassificação do 1º de Maio. Petrolina e Centro Limoeirense estão na final da Série A2 e a primeira partida da decisão acontece nesta quarta-feira (31), fora de casa.

Centro Limoeirense vence Serrano e será adversário do Petrolina na final da Série A2

O Centro Limoeirense é o último finalista do Campeonato Pernambucano da Série A2. A equipe venceu o jogo de volta contra o Serrano, por 3×2 na noite de sexta-feira (26) e será o adversário do Petrolina na grande final da competição.

Os gols da partida foram marcados por Daniel e Renan no primeiro tempo, Kennedy diminuiu para os visitantes antes do intervalo. Mas novamente Renan ampliou a vantagem, Mathaus chegou a descontar para o Jumento de Aço, mas não houve tempo para reação.

A partida realizada no Estádio José Vareda, em Limoeiro teve um atraso de 25 minutos por problemas na iluminação. Na súmula a arbitragem também relatou a presença de laser nas arquibancadas, instrumento proibido já que pode atrapalhar os jogadores.

Petrolina e Centro Limoeirense fazem a primeira partida da final nesta quarta-feira (31), às 15h. A volta será em Petrolina, no domingo (4). A Fera Sertaneja está invicta na competição e pode fazer história se terminar a Série A2 sem perder.

Serrano e Centro Limoeirense decidem hoje adversário do Petrolina na final da Série A2

O Petrolina conhecerá seu adversário na grande final do Campeonato Pernambucano da Série A2 nessa sexta-feira (26). O Centro Limoeirense recebe a equipe do Serrano, às 20h no Estádio José Vareda. O primeiro jogo terminou empatado em 1×1 e caso haja empate, a vaga será definida nos pênaltis.

Enquanto não há definição do segundo finalista, a Fera Sertaneja treina normalmente no Estádio Paulo de Souza Coelho. Na tarde de quinta-feira (25) os atletas fizeram um treino leve e de acordo com o treinador Pedro Manta, o clima é de tranquilidade, mesmo com a denúncia do Decisão.

“Eles alegam uma questão de data, que o atleta [Alemão] entrou no dia 17 [de agosto], mas o atleta assinou com a gente no dia 22 e só caiu no BID no dia 24”, explicou Manta. Ainda segundo o comandante da Fera que se encaminha para seu sexto acesso na Série A2, o jurídico da equipe está confiante de que não haverá punição.

As finais da Segunda Divisão acontecem na próxima semana. O primeiro jogo está marcado para quarta-feira (31) e a grande final que acontece em Petrolina, no domingo (4), às 16h.

Série A2: Decisão aciona TJD por suposta irregularidade no Petrolina, mas Fera Sertaneja segue focada na final

(Foto: Agência CH)

Primeiro finalista do Campeonato Pernambucano da Série A2, o Petrolina foi denunciado pelo Decisão no Tribunal de Justiça Desportivo (TJD) pela suposta escalação de um atleta irregular. O Falcão protocolou a denúncia na segunda-feira (22), alegando que o zagueiro Alemão deveria ter cumprido suspensão e foi escalado no início do campeonato.

LEIA TAMBÉM:

Presidente do Petrolina, Ronaldo Silva pede apoio da cidade na final da Série A2: “A bandeira hoje é o Petrolina Social Futebol Clube”

Petrolina empata e vai à final da série A2 do Pernambucano

Segundo o responsável pela regularização dos atletas da Fera Sertaneja, Valdir Lins, não há irregularidade na situação de Alemão e classificou a atitude do rival como uma forma de lutar fora de campo pela vaga. “Ele foi suspenso no dia 12 quando jogava pelo América [no sub-20], cumpriu suspensão automática no dia 18 e só entrou no BID do Petrolina no dia 24 de agosto”, comentou ao Blog.

LEIA MAIS

Petrolina e Decisão definem primeiro finalista da Série A2

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Logo mais às 15h o Petrolina entra em campo para enfrentar o Decisão no segundo jogo da semifinal do Campeonato Pernambucano da Série A2. A Fera Sertaneja venceu na ida, por 4×2 diante de sua torcida no último final de semana e agora jogando em Bonito (PE), pode até perder por 1×0 e mesmo assim garante sua vaga na final.

O jogo será realizado no Estádio Artur Tavares e terá transmissão ao vivo no site da Federação Pernambucana de Futebol (FPF). Antes do jogo, o presidente da Fera Sertaneja conversou com a FPF e falou sobre a expectativa de voltar à Série A do estadual.

“O sonho do Petrolina e de todo o torcedor é que o clube volte a disputar o Pernambucano Série A1, mas passamos por dificuldades e passamos mais de três anos sem participar do campeonato. Este ano me convocaram para assumir a presidência e eu procurei juntar uma diretoria que gostasse de futebol para que a gente pudesse formar uma grande equipe”, disse Ronaldo Silva.

Petrolina goleia Decisão e abre vantagem na semifinal

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Diante de sua torcida o Petrolina goleou o Decisão na primeira partida da semifinal do Campeonato Pernambucano da Série A2. Atrás do placar no primeiro tempo, a Fera Sertaneja buscou o empate, virou o jogo para 4×2 e agora pode até perder por 1×0 na volta.

Os gols da partida foram marcados por Candinho e Ere para os visitantes, Waguinho, Jefferson Silva, Alemão e Douglas para a Fera Sertaneja. A volta acontece nesta quarta-feira (17), às 15h na casa do Decisão.

Petrolina e Decisão fazem a primeira semifinal da Série A2

(Foto: Agência CH)

Depois de confirmar a vaga na semifinal durante a semana, o Petrolina recebe na tarde deste domingo (14) o Decisão, no primeiro jogo valendo vaga na grande final do Campeonato Pernambucano da Série A2. A Fera Sertaneja joga em casa, às 16h e busca abrir vantagem para o jogo de volta.

Dono da melhor campanha da fase de grupos, a Fera Sertaneja ainda não perdeu na competição e empatou apenas dois dos oito jogos feitos até o momento. Luiz Cláudio Sobral será o árbitro da partida, auxiliado por Marcelino Castro de Nazare e Francisco Chaves Bezerra Junior. Hugo Soares Dias Figueirêdo será o quarto árbitro.

O 1º de Maio foi punido com a perda de três pontos no julgamento de quinta-feira (11) no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) e não disputará o mata-mata. A vaga nas quartas de final ficou com o Serrano, terceiro colocado no Grupo A.

123