Asfalto que liga Remanso a Campo Alegre de Lourdes cede após fortes chuvas

(Foto: WhatsApp)

Uma cratera se abriu no trecho da BR-235, que liga Remanso a Campo Alegre de Lourdes. A estrada ficou comprometida em vários pontos, onde o asfalto cedeu. A situação tem comprometido o trânsito na via.

Em um desses locais, parte da pista desmoronou e os condutores só dispõem de uma mão para transitar. Com as chuvas caindo, a população teme que o resto da pista seja levada pela água.

Cuidado

Os motoristas que transitam pelo local devem ficar atentos a possíveis desmoronamentos das vias, já que a água das fortes chuvas continuam passando por cima de vários trechos da via.

Grilagem de terra em Campo Alegre de Lourdes pode expulsar famílias de seu território

Desde o final de janeiro, as comunidades, que já são impactadas pela mineradora Yara/Galvani, estão vivendo um clima de tensão e insegurança. Segundo os integrantes da Associação de Fundo de Pasto das comunidades de Angico dos Dias e Açu, no município de Campo Alegre de Lourdes (BA), pessoas sem autorização estão medindo a área coletiva e ameaçando os trabalhadores rurais, dizendo que estes não têm terras e que serão expulsos do local.

Famílias camponesas da região do Angico dos Dias, formada por oito comunidades e localizada a cerca de 70 Km da sede de Campo Alegre de Lourdes, são alvo, mais uma vez, de ameaças de expulsão do território. Uma grilagem de terras de 83 mil hectares, que abrange a região noroeste do município e parte de Pilão Arcado, está colocando em risco o jeito de viver tradicional das comunidades de fundo de pasto que vivem há várias gerações no local.

“Tão medindo as terras, eles vão de dia e de noite fazer o variante”, diz Dona Maria de Souza, 70 anos, que nasceu e foi criada na comunidade do Angico dos Dias junto com dez irmãos. Com as ameaças constantes, a rotina na comunidade não é mais a mesma. “Eu não tô conseguindo mais ir trabalhar por causa do medo de ir sozinho pra roça”, afirma Seu Salvador Mendes, membro da Associação.

De acordo com relatos dos associados, as pessoas que estão ameaçando a comunidade dizem estar a mando de José Dias Soares, conhecido como Zé do Salvo e que mora na região, e do empresário português Carlos Manuel Subtil Duarte.

LEIA MAIS

Água, um sonho que se torna realidade em Campo Alegre de Lourdes-BA

Gean Antunes e Pérsio Antunes, em Brasília, ao lado da Presidente da CODEVASF, Kênia Régia Anasenko

Campo Alegre de Lourdes é um município no extremo norte da Bahia. Com mais de 2.700 quilômetros de área territorial e em torno de 30 mil habitantes, calor o ano inteiro, Campo Alegre, já foi Peixe e Catita nos tempos em que era distrito de Remanso. Se não lhe faltavam nomes; nunca do agrado dos que lá nascem e vivem, sempre faltou água.

Ao longo de 70 anos, desde o reconhecimento como vila em 1938, inúmeros políticos faturaram votos e liderança com duas promessas básicas ao povo de Campo Alegre: Estrada e Água. Poucos levaram a sério as promessas, que apesar do esforço de alguns, nunca saíram do papel.

Esta realidade começou a mudar em 2012. Gean Antunes, Presidente da Associação Popular Campo Alegrense em Prol da Adutora do Rio São Francisco, com a colaboração dos Agentes Comunitários de Saúde, recolheu 7.649 assinaturas e, com o abaixo assinado em baixo dos braços, caminhou por todos os órgãos estaduais e federais reivindicando a construção da adutora a partir do Rio São Francisco, a menos de 100 quilômetros.

Naquele ano, de deputados à presidente da República e dirigentes de órgãos federais receberam o documento e em 2013, o então Ministro Fernando Bezerra Coelho, atendendo a população de Campo Alegre e ao vereador de Petrolina, Pérsio Antunes (Campo Alegrense), autorizou a execução do projeto da adutora, conforme contrato 0.118.00/2013, no valor de 79,6 milhões, com data de início em 25/01/13 e término em 21/03/17. Em outubro de 2013, o governador da Bahia Jacques Wagner e o Presidente da Codevasf, lá em Campo Alegre, sob o sol de 40 graus, assinaram a ordem de serviço de execução da adutora.

Gean Antunes não se acomodou, continuou acompanhando as obras, se informando das dificuldades de liberação dos recursos. No último dia 25, Gean Antunes e Pérsio Antunes, em Brasília, conseguiram junto ao Senador Fernando Bezerra e à Presidente da CODEVASF, Kênia Régia Anasenko, interferência junto ao Ministério do Planejamento para a liberação de um aditivo, no valor de 19,2 milhões, necessários para o término da obra. Além disso a Presidente da CODEVASF liberou os recursos necessários à COELBA para energização da adutora.

Em 60 dias, a sede de Campo Alegre dará fim à sede; dentro de mais algum tempo Angico dos Dias, comunidade de Campo Alegre também receberá água do São Francisco; graças a Gean Antunes, ao Senador Fernando Bezerra Coelho, à Pérsio Antunes e à vontade, fé e determinação do povo de Campo Alegre que nunca desistiu do sonho.

“Na inauguração, já garantida a presença do Senador Fernando Bezerra e a Presidente da CODEVASF, teremos o Povo e todos aqueles que contribuíram com a realização deste sonho” – comemora Pérsio Antunes e completa – “Dessa vitória todos vão querer se apropriar, mas a História, documentada, mostra quem realmente foi à luta”.

Deflagrada a Operação ‘Retorno do Estado’ em Campo Alegre de Lourdes na Bahia

prefeitura-campo-alegre

A operação ‘Retorno do Estado’ foi deflagada na manhã desta quarta-feira(5) na cidade baiana de Campo Alegre de Lourdes. A autuação da polícia objetiva cumprir  23 mandados de prisão, sequestros de bens e valores, busca e apreensão e condução coercitiva dos envolvidos que por ventura resistirem o cumprimento dos mandados judiciais.

A ação é capitaneada pela segunda Promotoria de Justiça Criminal da comarca de Remanso, que investiga supostas fraudes em processos licitatórios que desfalcou os cofres públicos do município em aproximadamente 13 milhões de reais.

Na realização da operação foram efetuadas as prisões de Averaldo Dias da Rocha – Secretário de Finanças, Agenor Dias Boson e Geovane Almeida Santos- que figuravam como sócios da empresa Loventos.

Falta cumprir os mandados de prisão da filha da prefeita Maria Maria Luíza Borges Dias – Secretária de Gabinete- e do irmão da prefeita Luiz Carlos de Sousa.

Encontra-se também foragido do município de Campo Alegre de Lourdes  o Secretário de Administração Carlos Augusto dos Santos.

Durante as buscas foram apreendidas jóias, cheques, dinheiro e veículos e conduzidos para prestarem depoimentos advogado Willian Santos Dias, Raimunda Maria de Santana Passos e Renata Carine Marques Dias.

Toda a operação é uma ação conjunta da  Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Polícia Militar de Juazeiro (Rondesp), do Comando da Polícia Militar de Remanso, do Delegado da Polícia Civil de Remanso e equipe,  do Delegado da Polícia Civil  de Campo Alegre de Lourdes e equipe e do Comando da Polícia Militar de Campo Alegre de Lourdes.

Justiça Eleitoral cassa mandato do presidente da Câmara de vereadores de Campo A. de Lourdes por compra de votos

Foto vereador

Vereador Valfrides Martins tem mandato casado em Campo Alegre de Lourdes-BA

O juiz Eleitoral da 67ª Zona de Remanso, Dr. Dario Gurgel de Castro, cassou o mandato do Vereador Valfrides Martins Mendes, por compra de voto no período eleitoral das últimas eleições municipais. Na decisão o magistrado também imputou multa a Edson Mendes e Quelé.

Confira trecho da sentença:

Firme em tais considerações, estando plenamente comprovada a prática de captação indevida de sufrágio (corrupção eleitoral) pelos Investigados VALFRIDES MARTINS MENDES, EDSON MENDES e QUELÉ, todos qualificados nos autos em prelúdio, tem-se como violada a lisura e a igualdade de oportunidade na disputa eleitoral, pelo que JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE o pedido inicial, cassando o mandato de VALFRIDES MARTINS, vereador diplomado, como também fica divisado em face do mesmo e dos Investigados Edson Mendes e “Quelé”, a multa de que trata o art. 41-A da Lei das Eleições, no importe de 7.000 (sete mil) UFIR para cada um dos investigados, condenados.

Com informações do Blog Lucas Nunes.

Tudo em família: prefeita de Campo Alegre de Lourdes beneficia empresa de irmã com contratos milionários

Campo Alegre de Lurdes

A farra com o dinheiro público é uma particularidade também do município de Campo Alegre de Lourdes, região Norte da Bahia. Segundo matéria postada no Blog Josué Mariano, durante os três anos de mandato da atual prefeita, Delaneide Borges Dias, foram realizados cinco contratos entre a empresa Nossa Senhora Material de Construção e a prefeitura. Os contratos somam o valor total de R$ 3.682.960,20 ( Três milhões, seiscentos e oitenta dois mil, novecentos e sessenta reais e vinte centavos). Detalhe: a empresa Nossa Senhora Material de Construção pertence a Isabel Borges de Souza, uma das irmãs da prefeita.

Nossa Senhora Material de Construção é o nome fantasia, a inscrição na receita federal é de atividade individual que recebe o nome de ISABEL BORGES DE SOUZA – ME.

Quase todas as despesas que são lançadas no Diário Oficial, referentes a pessoa jurídica, são lançadas com o nome fantasia de cada empresa. O problema é que não colocam também o nome empresarial. Outro detalhe é que raramente no extrato de contrato consta algum CNPJ.

Delaneide Borges Dias é esposa do médico e ex-prefeito Campo Alegre de Lourdes, Levi Rodrigues Dias.