Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Enquete: a Compesa presta um bom serviço em Petrolina?

A Compesa presta um bom serviço em Petrolina?
Votar

 

Atual responsável pelo saneamento básico em Petrolina, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) é criticada diariamente pelo trabalho realizado no município. Embora seja eleita por revistas como uma das melhores empresas de saneamento do país, a companhia não consegue emplacar um bom serviço na cidade pernambucana.

Além da constante falta de água registrada semanalmente em diversos bairros do município, os moradores reclamam de esgotos a céu aberto e bocas de lobo estouradas, por exemplo.

A empresa, inclusive, chegou a ser multada duas vezes – em R$ 20 milhões e R$ 800 mil – pela prefeitura por despejar esgoto sem tratamento diretamente no Rio São Francisco. Na oportunidade, a Compesa negou as acusações.

Municipalização do serviço

A prefeitura de Petrolina, com a promessa de melhorar o serviço de saneamento para as comunidades, defende a municipalização do serviço, tratada como prioridade do governo municipal, que, caso se concretize, será exercida por meio de uma Parceria Público Privada (PPP).

LEIA MAIS

Câmara de Petrolina deve ganhar Comissão Suprapartidária para vistoriar serviço da Compesa

Situação e Oposição devem se unir para tratar tema (Foto: Blog Waldiney Passos)

O serviço prestado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) em Petrolina voltou a ser abordado  na Câmara de Vereadores de Petrolina, onde na sessão de quinta-feira (14) foi sugerida a criação de uma Comissão Suprapartidária.

A ideia foi apresentada por José Batista da Gama (PSB) e teria como missão fiscalizar as Estações Elevatórias de Esgoto da cidade. “[A Comissão vem] para nós visitarmos as elevatórias da Compesa, que são 31 de esgoto e para os senhores terem ideia, só depois que a Armup começou a multar a Compesa eles começaram a colocar bombas de reserva. Quando queima uma bomba o esgotamento sanitário vai todo para o rio São Francisco”, explicou o edil.

Bancadas de Oposição e Situação unidas

Para Zé Batista, a Compesa não se importa com os petrolinenses e uma prova disso é que os servidores de chefia “são servidores que não conhecem a realidade da cidade e dos munícipes”. A sugestão recebeu o apoio dos colegas de Casa Plínio Amorim e por ser suprapartidária, deve incluir membros da Oposição e Situação.

“Conte comigo que eu vou acompanhar vocês”, destacou Domingos de Cristália (PSL), membro da Bancada de Oposição. Zé Batista sugeriu visitas a sede e interior de Petrolina, para elaborar um documento a ser entregue ao Governo de Pernambuco. Contudo, apesar da solicitação não foi discutida como será formada a Comissão Suprapartidária, quantos membros terá.

Compesa emite nota sobre esgoto estourado no Jardim Petrópolis

Na manhã desta quarta-feira (6) o Blog Waldiney Passos publicou uma matéria sobre um esgoto estourado na Rua 12, no bairro Jardim Petrópolis em Petrolina (PE). De acordo com os moradores que denunciaram a situação, o problema de esgotamento sanitário já afeta sete ruas da localidade.

LEIA TAMBÉM: 

Esgoto se mistura com água da chuva e invade casas no bairro Jardim Petrópolis 

Diante da denúncia, o Blog entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) para saber quais providências seriam tomadas. Por meio de nota, a Compesa informou que “Devido as chuvas que vêm atingindo Petrolina, a empresa tem priorizado as áreas onde há a cobrança da taxa do esgotamento sanitário e em seguida, ajuda a comunidade onde for possível, uma vez que várias ruas do bairro Jardim Petrópolis não têm uma rede coletora de esgoto em condições para que haja a devida manutenção.”

Ainda de acordo com a nota, a Compesa “não opera o saneamento do bairro Jardim Petrópolis e por isso, não há cobrança de taxa de esgoto no local.”

Esgoto se mistura com água da chuva e invade casas no bairro Jardim Petrópolis

Imagine conviver com um rio de esgoto na frente de sua residência. Para os moradores do bairro Jardim Petrópolis, em Petrolina não é necessário pensar, já que a realidade é feita por mau cheiro, mosquitos e muito esgoto a céu aberto.

De acordo com leitores que procuraram a nossa Redação, o problema no esgotamento sanitário não se restringe a uma única rua. “Essas fotos são da Rua 12, mas está assim nas Ruas 14, 15, 18, 21, 28 e 29. O esgoto extravasado é antigo e a Compesa não anda aqui”, relatou um morador.

A situação se agravou com a chuva de terça-feira (5). “As águas [suja e limpa] estão misturadas invadindo as casas sempre que chove. Vem se agravando cada vez mais e mais”, continuou o leitor. Para evitar ter as casas tomadas por esgoto a comunidade se uniu e está buscando por conta própria amenizar a situação.

Outro lado

O Blog procurou a Compesa, solicitando informações sobre quando será feita alguma ação no sentido de melhorar o problema denunciado pelo leitor. Até o momento não tivermos retorno sobre nossos questionamentos e deixamos o espaço aberto a companhia.

Fornecimento de água para Cohab Massangano já foi normalizado, segundo Compesa

Os bairros da zona leste e oeste de Petrolina que ficaram sem água desde quinta-feira (28) já estão com o abastecimento normalizado desde a tarde de ontem (1º), segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

De acordo com a Compesa, o motivo para a interrupção foi um estouramento na Avenida Mário Rodrigues Coelho, no bairro Cohab Massangano. As equipes foram ao local e normalizaram a situação. Foi necessário fazer o reparo de uma tubulação.

A operação das Estações de Tratamento de Água (ETA) II e Vitória serão normalizadas gradativamente. Durante o feriado de carnaval as lojas da Compesa em Petrolina estarão fechadas, ficando apenas o telefone disponível para registro de ocorrências: extravasamento esgoto e vazamentos deve ser feitas pelo telefone 0800 081 0185. Para os demais serviços e informações os clientes precisam ligar para 0800 081 0195.

Por meio de nota, Compesa informa retomada de operação do Sistema Adutor Afrânio-Dormentes

Na manhã desta sexta-feira (1), a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou por meio de nota, que está retomando o serviço de operação do Sistema Adutor Afrânio-Dormentes, após um problema elétrico paralisar o Sistema esta semana.

“Os moradores das cidades de Afrânio e Dormentes, dos distritos de Pau Ferro, Rajada, Caboclo e Extrema e da zona rural de Petrolina estão voltando a ser abastecidos pela Companhia Pernambucana de Saneamento – Compesa”, diz um trecho da nota.

Ainda de acordo com a Compesa,  “o sistema está sendo restabelecido gradativamente e a previsão para que esteja operando com 100% da sua capacidade é de sete dias, devido às extensões da adutora principal e das redes de distribuição da zona rural que são de 180 e 200 quilômetros, respectivamente.

Abastecimento de água: reunião entre líderes comunitários e representantes da Compesa é realizada no Ministério Público em Petrolina

(Foto: Ilustração)

Na manhã desta quinta-feira (28), líderes comunitários de diversos bairros de Petrolina (PE) se reuniram com representantes da Compesa e Ministério Público de Pernambuco, na 4ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Petrolina, para discutir ações no intuito de resolver o problema de abastecimento na cidade.

O Blog Waldiney Passos teve acesso à ata da reunião que relata como se deu o encontro entre as partes. De acordo com informações do documento, a reunião que teve como finalidade tratar de um inquérito civil instaurado pela necessidade de fiscalizar possível irregularidade no abastecimento de água e esgotamento sanitário pela Compesa, começou com a fala do Presidente da Comissão de Líderes Comunitários que listou os bairros da cidade que mais sofrem com o desabastecimento, a exemplo dos bairros Henrique Leite, Vila Vitória, Carneiros, Rio Jordão, Loteamento Geovana, Fernando Idalino, Jatobá II, Loteamento Novo Horizonte, São Gonçalo, Areia Branca, Dom Avelar, Terras do Sul, Mandacaru e José e Maria.

Durante o encontro, o engenheiro Carlos Henrique Vieira Macedo, representante da Compesa, informou que a maioria dos bairros citados acima, fazem parte do Distrito IV, e que um trabalho está sendo feito para modificar a forma de abastecimento do referido distrito. Ainda de acordo com o engenheiro, “os problemas da falta de abastecimento são ocasionados, muitas vezes, por clandestinos que afetam todo o abastecimento, bem como pela necessidade de manutenção na rede e falta de energia.”

LEIA MAIS

Em nota, Compesa afirma que problema do esgoto na Avenida das Nações será resolvido até amanhã

Na manhã de hoje (28) o Blog Waldiney Passos publicou uma matéria sobre o drama de comerciantes do Centro de Petrolina (PE) com um esgoto estourado. Há uma semana a fedentina tomou conta da Avenida das Nações e colocou em risco motociclistas que passam pelo local tomado de lama, e afetou diretamente o comércio.

LEIA TAMBÉM:

Esgoto estourado há uma semana gera transtornos a comerciantes na Avenida das Nações

Em nota enviada ao Blog na tarde desta quinta-feira (28), a Compesa esclareceu que já está atuando para resolver o problema do esgoto na Avenida das Nações. Ainda de acordo com a empresa, “na semana passada, a Companhia enviou a equipe técnica ao local para realizar um diagnóstico e foi verificada a necessidade de substituição de um trecho da rede coletora de esgoto no local”.

Segundo a Compesa, os serviços para a troca da tubulação foram iniciados na terça-feira (26) e a previsão é de que sejam concluídos até amanhã (1).

Moradores de Pau Ferro cobram resposta da Compesa sobre falta d’água 

Cinco dias sem água nas torneiras. Essa é a realidade dos moradores do distrito de Pau Ferro, zona rural de Petrolina. Em contato com o Blog, um leitor afirmou que desde o final de semana a população vem sendo prejudicada.

E a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) não justificou o motivo para o corte no fornecimento, nem mesmo buscou normalizar a situação. “Gostaria de pedir ajuda através do seu blog cobrar da Compesa que solucionar o problema sobre falta de água em Pau Ferro, há mais de 4 dias sem água”, disse a nossa produção.

O Blog procurou a Compesa e apresentou a demanda do leitor, contudo até o momento não tivemos retorno. Reiteramos que o espaço está aberto aos esclarecimentos por parte da companhia.

Petrolinenses reclamam de mais um final de semana sem água nas torneiras

Virou rotina a comunidade petrolinense ficar sem água durante os finais de semana. E, segundo os moradores dos bairros atingidos, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) não informou previamente a interrupção no abastecimento.

LEIA TAMBÉM:

Diversos bairros de Petrolina ficam sem água no final de semana e população cobra resposta da Compesa

Leitores procuraram o Blog nessa segunda-feira (25) relatando que faltou água no Park Jatobá,  São Joaquim, São Jorge, Santa Luzia, Dom Avelar, Terra do Sul, Mandacaru 1, Mandacaru 2, Parker Cassimiro, Cassimiro 1, Cassimiro 2, Topázio e Residencial Bernardino.

LEIA MAIS

Boca de lobo estourada há mais de um ano revolta moradores do bairro São Joaquim em Petrolina

Há mais de um ano, moradores do bairro São Joaquim, em Petrolina (PE), vivem o drama de residir ao lado de uma lagoa de esgoto. O problema está instalado na Rua do Mercúrio, mais precisamente na travessa das ruas 18 e 19. Desde que uma boca de lobo estourou no local, a população convive com o esgoto a céu aberto.

“Venho aqui mais uma vez pedir ajuda a vocês pra juntos cobramos da Compesa e da Prefeitura Municipal de Petrolina (PE), uma solução. […] A Rua já se formou uma Lagoa de Esgoto, não tem como passar trânsito pelo local de maneira alguma. Já cobrei da Compesa e da Prefeitura, mais ficam jogando a responsabilidade pra um e outro, falam que vão mandar uma equipe pra resolver a situação mais nunca que mandam”, diz um morador que entrou em contato com o Blog Waldiney Passos, na tentativa de resolver o problema.

Em nota enviada ao Blog, a prefeitura de Petrolina reiterou que o problema do bairro São Joaquim não é responsabilidade da gestão municipal, mas da Compesa, que segundo a nota, “apesar dos recursos arrecadados, se nega a assumir a responsabilidade pelos serviços locais.”

A gestão municipal aproveitou a provocação da comunidade para explicar o que motivou a prefeitura a defender a municipalização dos serviços: “Vale salientar que é justamente devido à negligência da Companhia, que a prefeitura vem defendendo a municipalização dos serviços para que, só assim, os recursos arrecadados com tarifas possam ser revertidos em investimentos. Contudo, sobre o problema específico neste bairro, a prefeitura infelizmente não dispõe do equipamento necessário para fazer a drenagem e assim resolver o problema.”

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Companhia de saneamento, que de forma objetiva informou apenas que ainda não opera no bairro São Joaquim.

Diversos bairros de Petrolina ficam sem água no final de semana e população cobra resposta da Compesa

Santa Luzia, Pedra Linda, Fernando Idalino Bezerra, Antônio Cassimiro, Quati I e Vila Mocó. Esses foram alguns dos bairros de Petrolina nos quais os moradores registraram falta d’água durante todo o final de semana. E segundo os leitores que entraram em contato com o Blog, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) não informou previamente sobre a interrupção do abastecimento.

LEIA TAMBÉM:

Bairro Santa Luzia amanhece sem água e moradores cobram Compesa

No sábado (16) o Blog mostrou a queixa de moradores do Santa Luzia, mas no Fernando Idalino Bezerra a situação foi ainda mais crítica. “Sexta-feira sábado e domingo sem água. Estamos nesse momento sem água 3 dias seguido. É uma falta de respeito”, disse um leitor.

LEIA MAIS

Bairro Santa Luzia amanhece sem água e moradores cobram Compesa

Está faltando água no bairro Santa Luzia, em Petrolina desde a manhã desse sábado (16). Moradores entraram em contato com o Blog e relataram que desde às 6h30 não cai um pingo nas torneiras.

Para piorar a situação, eles afirmam que não estão conseguindo contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

“Hoje amanheceu sem água e a Compesa não informou nada, como sempre”, disse uma moradora. Nossa produção entrou em contato com a companhia, mas até agora não tivemos retorno de quando o abastecimento será restabelecido.

Imbróglio político entre Compesa e Petrolina é discutido na Casa Plínio Amorim

Vereadores reconheceram falta de investimento, mas cobraram debate amplo (Foto: Blog Waldiney Passos)

O serviço prestado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) deu tom aos discursos dos vereadores de Petrolina na sessão de quinta-feira (14). E o tema mostrou um alinhamento de pensamentos entre as duas bancadas da Câmara.

José Batista da Gama (PSB), ex-secretário do prefeito Miguel Coelho (PSB) citou a falta de investimento da Compesa no município e foi acompanhado por Gabriel Menezes (PSL) e Gilmar Santos (PT). Os membros da oposição ratificaram a fala do colega sobre a falta de interesse da companhia com os petrolinenses.

“Interesse político”

“Desde 2003 que existe uma quebra de braço entre o município de Petrolina e o Governo de Pernambuco. Nas entrelinhas é bom que se frise: isso só existe porque existe o interesse político. O Governo de Paulo Câmara tem interesse de continuar com a Compesa porque é a menina dos ovos de ouro, porque aqui se arrecada e não se aplica um milhão em Petrolina”, destacou Zé Batista.

LEIA MAIS

Compesa deixa serviço incompleto na Cohab Massangano e irrita moradores

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Moradores do bairro Cohab Massangano estão insatisfeitos com o serviço prestado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Em contato com o Blog um morador relatou que há duas semanas equipes foram até a Rua 32 e na rua do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU).

Nesses locais foram registrados problemas na rede de esgoto, conserto executado com sucesso. Contudo, os buracos abertos no asfalto continuam por lá e isso tem prejudicado o itinerário do transporte coletivo municipal.

“Os ônibus estão com problemas pra manobra e em dias de feira e um caos, aí fica transtorno“, disse o morador à nossa produção. O Blog entrou em contato com a Compesa solicitando informações sobre quando a recuperação asfáltica será feita, porém ainda não tivemos retorno.

123