Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Compesa prevê falta d’água na Cohab Massangano neste domingo

(Foto: Ilustração)

Em nota divulgada na manhã deste sábado (19), a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que o abastecimento de água no bairro Cohab Massangano será interrompido neste domingo (20), em decorrência da continuidade de um reparo na rede de água de 250mm, na rua 32 da localidade, iniciado na semana passada.

Ainda segundo a Compesa, o reparo está sendo realizado para acabar com um vazamento que está caindo na rede de esgoto, e por isso não está aflorando, o que explica os problemas  constantes de extravasamentos de esgoto na área. “Esse vazamento só foi detectado com o auxílio de um equipamento de geofonagem, utilizado durante as madrugadas da última semana”, explica a Compesa.

Segundo a Companhia, a previsão para finalizar o reparo é até às 17h do domingo (20), e o abastecimento deve ser restabelecido ao logo das horas seguintes.

Cano estourado provocou vazamento de água limpa no Centro de Petrolina, afirma Compesa

Cano estourado na Coronel Amorim teria provocado problema (Foto: Reprodução/Google Maps)

Um leitor procurou a redação do Blog na manhã dessa sexta-feira (18) para chamar atenção da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), a respeito de um vazamento de água limpa no Centro da cidade. O flagrante foi registrado na Avenida Guararapes, em frente a Composé.

“Tem algum cano estourado, é muita água sendo desperdiçada aqui na frente da loja”, contou a nossa produção. O Blog entrou em contato com a Compesa e fomos informados que o problema foi registrado na Rua Coronel Amorim, onde um cano teria estourado.

Ainda segundo a companhia, equipes já foram acionadas e estão trabalhando no local. Não há informações sobre o prazo para concluir o serviço.

Confira a cotação dos produtos comercializados no Mercado do Produtor de Juazeiro

(Foto: Ascom)

Quem pretende fazer compras nesta quarta-feira (16), no Mercado do Produtor em Juazeiro (BA), vai encontrar a saca com 50kg  da batatinha comum por R$138,00; o quilo da beterraba custa R$ 2,13; o quiabo está custando R$1,50 o quilo e o jiló está sendo vendido por R$2,50 o quilo.

Clique aqui e confira a cotação completa dos produtos comercializados no Mercado do Produtor no site da Prefeitura de Juazeiro. Os preços são resultado de uma pesquisa diária feita no comércio atacadista do entreposto municipal.

Compesa envia equipe para solucionar problema no Dom Avelar

Equipes da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) finalizaram na manhã de hoje (16) o reparo na Avenida dos Minérios, bairro Dom Avelar, em Petrolina. Um cano submerso havia rompido e causou uma série de transtornos aos moradores que precisavam transitar pela avenida.

Segundo a Compesa as equipes instalaram uma nova tubulação e por ser mais firme deve amenizar o problema, evitando futuros rompimentos. Ainda de acordo com a companhia, a limpeza na Avenida dos Minérios será executada pela tarde, concluindo o serviço.

“A gente não recebeu esse sistema ainda. A rede coletora de esgoto cedeu em um canal , uma vala que foi aberta para receber água de chuva. A Compesa foi solidária para atender a população, foi feita uma parceria: a Prefeitura fez a contenção do canal e a gente fez a manutenção da tubulação que interliga o esgoto de toda a Avenida dos Minérios”, explicou o gerente regional da Compesa em Petrolina, João Raphael de Queiroz.

O gerente regional lembrou ainda que somente através de diálogo e trabalho conjunto os problemas dos petrolinenses será solucionado. “Sem parceria a gente não consegue resolver os problemas”, afirmou.

Compesa conclui reparo em adutora, mas abastecimento será normalizado de forma gradativa

O Blog recebeu algumas queixas nessa terça-feira (15) a respeito da falta d’água em alguns bairros de Petrolina, a exemplo da Cohab VI. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou em nota que o problema é reflexo do reparo na Adutora de Água Bruta, responsável por abastecer as Estações de Tratamento (ETA) 1 e 2.

LEIA TAMBÉM:

Reparo em adutora será feito nesta segunda, informa Compesa

No final de semana a Adutora sofreu um rompimento e o fornecimento de água foi afetado na cidade. Segundo a Compesa o reparo foi concluído e a normalização das pressões vem forma gradativa.

A normalização é gradativa para evitar novos estouramentos. Alguns bairros já estão com abastecimento normal e a previsão de normalizar o abastecimento em toda a cidade é até 48 horas”, informa a nota.

Prefeitura de Petrolina realiza intervenção em canal que acumula esgoto no bairro Dom Avelar

Obra é um paliativo a fim de diminuir os transtornos causados pela falta de saneamento no bairro. (Foto: ASCOM)

Equipes da Prefeitura de Petrolina (PE) começaram a semana com trabalho intenso no bairro Dom Avelar. Por falta de saneamento básico, um canal na Avenida dos Minérios estava represando esgoto e por isso uma intervenção foi necessária. A fim de amenizar os transtornos causados para a população, a Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA) começou a fazer nesta segunda-feira (14) um desvio no canal para facilitar o escoamento do esgoto.

Ao mesmo tempo, a Prefeitura de Petrolina convocou a Compesa, responsável pela gestão do sistema de abastecimento de água e tratamento de esgoto na cidade, para que possa desobstruir a rede que se encontra entupida na Avenida dos Minérios. A expectativa da Prefeitura é retomar o diálogo com a Compesa visando o bem estar da população.

LEIA TAMBÉM:

Após protesto de moradores, Compesa afirma que não opera sistema de esgotamento do bairro Dom Avelar

Prefeitura de Petrolina e Compesa se unem para amenizar transtornos no bairro Dom Avelar

De acordo com o secretário-executivo de Serviços Públicos, Alisson Oliveira, é fundamental que as instituições trabalhem em conjunto para diminuir o esgoto que se acumula no Dom Avelar. “A prefeitura não conta com equipamentos para resolver problemas de saneamento, pois existe uma empresa concessionária desse serviço. Por isso a nossa ideia é trabalhar em conjunto para amenizar os transtornos, mesmo que de forma paliativa, até que o sistema de saneamento da Bacia do Dom Avelar possa ser construído”, destaca Oliveira.

LEIA MAIS

Pernambuco: lei estadual proíbe corte de água e energia durante feriados e final de semana em residências de consumidores inadimplentes

Lei estadual fortalece direito do consumidor (Foto: Reprodução/Internet)

Os consumidores de Pernambuco podem celebrar uma vitória em relação aos seus direitos. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) estão proibidas de fazer o corte no fornecimento de água e energia nas residências com pendências financeiras.

Segundo a Lei Estadual nº 16.534/2018, sancionada pelo governador Paulo Câmara (PSB) na quinta-feira (10) é vedado o corte aos finais de semana e feriados declarados por lei. A proibição vale para serviços “às dezesseis horas das sextas-feiras, aos sábados e domingos e feriados declarados por Lei”.

O texto é claro quanto a permissão para o corte no abastecimento aqueles que tiveram conta em atraso mediante “prévia comunicação por parte da empresa”. Caberá ao Poder Executivo fiscalizar as atividades da Celpe e Compesa, para que o contribuinte em débito não seja afetado conforme prevê o texto sancionado.

A lei é de autoria do deputado estadual Ricardo Costa (PP). De acordo com a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, as fornecedoras podem efetuar o corte desde que avisem com 15 dias de antecedência. Quem for lesado pode acionar a justiça e cobrar seus direitos.

Reparo em adutora será feito nesta segunda, informa Compesa

O problema ocasionado na Adutora de Água Bruta, responsável por abastecer as Estações de Tratamento de Água (ETA) 1 e 2, em Petrolina somente será solucionado nesta segunda-feira (14). Em nota, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que, para realizar o conserto, será necessário novamente interromper o abastecimento na cidade.

LEIA TAMBÉM:

Petrolina: Incidente provoca rompimento de tubulação e grande parte da cidade ficará sem água

No sábado (12) boa parte de Petrolina ficou sem água, em decorrência de um rompimento na tubulação da Adutora. Segundo a Compesa, o abastecimento nos bairros afetados já foi restabelecido. Confira a seguir a nota da Compesa:

LEIA MAIS

Petrolina: Incidente provoca rompimento de tubulação e grande parte da cidade ficará sem água

Por meio de nota, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), informou que um incidente ocorrido neste sábado (12) provocou o rompimento da tubulação da adutora  de água bruta que atende as ETAS  1 e 2, comprometendo grande parte do abastecimento da cidade.

Ainda segundo a Companhia, operadores estão em campo trabalhando para fazer o reparo no menor espaço de tempo possível. De acordo com a Compesa “a previsão é que o serviço de reparo entre pela madrugada e o restabelecimento do abastecimento só deve ocorrer amanhã [13].”

Bairros que ficarão sem água: Loteamento Recife, Vila Marcela, Vila Eulália, parte do José e Maria, Mandacaru, Terras do Sul, Santa Luzia, São Jorge, Vila Débora, Loteamento Padre Cícero, Dom Avelar, São Joaquim, Monsenhor Bernardino, Loteamento Santa Bárbara, Vivendas I e II, Buona Vita, Centro, Jardim Amazonas, Alto do Cocar, Pedro Raimundo, Quati, Jardim São Paulo, Bela Vista, Vila Eduardo, Vila dos Ingás,

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina e  Compesa se unem para amenizar transtornos no bairro Dom Avelar

(Foto: Ascom)

A fim de promover ações que possam ajudar a amenizar os transtornos causados  aos moradores do bairro Dom Avelar, a Prefeitura de Petrolina (PE) chamou a Compesa para um diálogo. A comunidade não possui sistema de saneamento básico, o que provoca inúmeros problemas para a comunidade, como o extravasamento de esgoto em via pública.

Nesta sexta-feira (11), o secretário-executivo de Serviços Públicos, Alisson Oliveira se reuniu com a Gerente Regional da Compesa em exercício, Nadja Alencar, na entrada principal do Dom Avelar, na Avenida dos Minérios, área que serviu de palco para um protesto de moradores realizado ontem (10) . No local, um canal está cheio de esgoto e a tarefa da ação conjunta será esvaziá-lo. Para isso, a encanação existente terá de ser desobstruída para que o esgoto possa fluir e não se acumular pelas ruas do bairro.

LEIA TAMBÉM:

Após protesto de moradores, Compesa afirma que não opera sistema de esgotamento no bairro Dom Avelar

A conversa rendeu resultados positivos, e a Compesa já começou o trabalho. A partir da próxima segunda-feira (14) o serviço vai ganhar um reforço de equipes da Prefeitura. Elas vão ficar responsáveis por fazer um desvio no canal, para ajudar no escoamento do esgoto acumulado, enquanto a Compesa recupera um cano que se encontra obstruído.

LEIA MAIS

Moradores do Parque Massangano fazem apelo a Compesa e Prefeitura

A falta de infraestrutura no bairro Parque Massangano, em Petrolina é alvo de reclamações constantes dos moradores e nossa redação recebeu um pedido de comunitários. No texto enviado ao Blog Waldiney Passos a comunidade clama por ações da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e Prefeitura de Petrolina.

Falta de saneamento, ruas sem asfalto e sujeira tiram o sossego das famílias que ali residem. De acordo com o leitor, cuja identidade será preservada, a situação mais crítica é na Avenida Altino Coelho de Macedo, corredor de ônibus.

“Na passagem de veículos, principalmente ônibus quando os pneus vão dentro das poças de esgotos, são lançados dejetos diretamente nos muros, nas calçadas e portões de residências”, disse a nossa produção.

Nossa equipe entrou em contato com a Prefeitura de Petrolina e Compesa, questionando a respeito das ações de cada órgão no bairro citado nessa matéria. Até o momento não tivemos respostas, contudo, reiteramos que o espaço do Blog permanece aberto aos esclarecimentos.

Após protesto de moradores, Compesa afirma que não opera sistema de esgotamento do bairro Dom Avelar

Moradores do bairro Dom Avelar fecham três pontos da localidade em protesto contra a falta de saneamento básico (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Na manhã desta quinta-feira (10) moradores do bairro Dom Avelar em Petrolina (PE), bloquearam três pontos da localidade em protesto contra a falta de saneamento básico, o que tem tirado o sossego dos moradores, já que corriqueiramente surgem problemas relacionados ao esgotamento.

Um dos pontos bloqueados foi a Avenida dos Minérios, nesta via as reclamações referentes a estouramentos de esgotos são constantes.  Segundo os moradores e comerciantes do bairro, a fedentina no local é insuportável, sem contar o esgoto a céu aberto que coloca em risco a saúde da população.

Sobre o protesto e as reclamações dos moradores do Dom Avelar, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) emitiu uma nota informando que não é a responsável pelo sistema de esgotamento do bairro, mas que mesmo assim, tem realizado vários procedimentos paliativos para sanar demandas da comunidade. Confira a nota na íntegra:

“A Compesa informa que não opera o sistema de esgotamento sanitário do bairro Dom Avelar.Apesar de não ser responsável pelos serviços de manutenção, a Companhia tem realizado desobstruções na rede coletora de esgoto para não prejudicar os moradores da localidade.

LEIA MAIS

Morador da Cohab VI reclama de esgoto entupido há mais de dois meses

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um morador da Cohab VI em Petrolina (PE), entrou em contato com nossa equipe de reportagem, via WhatsApp, para denunciar o entupimento de um esgoto que tem causado transtornos para a população da comunidade.

Segundo o morador, o esgoto localizado na Rua 78, está entupido há mais de dois meses. Ainda de acordo com ele, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) já foi acionada várias vezes para resolver o problema, mas até o momento nada foi feito.

A equipe de produção do Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Compesa para saber quais providências serão tomadas diante da reclamação, e quando o esgoto será desobstruído. Segundo a Assessoria de Comunicação da Companhia, o problema deve ser resolvido até amanhã (8).

Moradores de Lagoa Grande voltam a cobrar Compesa sobre abastecimento no bairro do Vasco

A situação no abastecimento no bairro do Vasco, em Lagoa Grande continua tirando o sossego dos moradores. O Blog Waldiney Passos mostrou a situação no começo da semana, quando um leitor entrou em contato e citou os problemas no rodízio implementado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

Segundo Jailson Oliveira, morador do Vasco, o bairro é o mais prejudicado. “Só tem dois dias água na semana, mas ouvi falar que tem bairro que todo dia tem água, só falta uma vez na semana. Por que o bairro do Vasco está sendo mais prejudicado?”, questionou.

LEIA TAMBÉM:

Moradores de Lagoa Grande reclamam de rodízio de abastecimento de água feito pela Compesa

Procurada pela nossa produção a Compesa esclareceu que o sistema de rodízio no Vasco prevê quatro dias sem água. A companhia ressaltou ainda que a situação deve ser normalizada apenas na segunda quinzena.

“É sistema de rodízio. São dois dias com água e quatro dias sem, para melhorar o Vasco a gente vai fazer uma interligação a partir do dia 14 para abastecer pelo reservatório da agrovila”, afirmou a Compesa.

 Petrolina: Compesa identifica furto de água em imóvel de grande porte

(Foto: ASCOM/Compesa)

Na tarde de quarta-feira (2) a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) identificou mais um caso de furto de água em Petrolina (PE). A fraude foi descoberta em uma residência de grande porte, de quase 500 metros quadrados, com uma média de consumo de apenas dois metros cúbicos por mês. O baixo consumo chamou a atenção dos técnicos da Compesa que foram até o endereço, no bairro Jardim Guararapes, na zona Oeste da cidade, para realizar vistorias e análises necessárias.

A  equipe técnica confirmou as suspeitas de desvio de água, encontrando a irregularidade. A ligação do by pass (tubulação usada para a passagem da água furtada), que foi construída embaixo de um muro de concreto, foi retirada e os proprietários notificados. Segundo a gerente  em exercício da Unidade de Negócios da Compesa, Nadja Alencar, ainda não foi possível quantificar o volume de água desviada e o período estimado da  fraude, assim como o valor do prejuízo financeiro causado à empresa.

LEIA MAIS
123