Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Consumidor pode encontrar produtos da Semana Santa no Mercado do Produtor de Juazeiro

Ceasa estará fechado nesta sexta-feira (19), mas reabre no sábado (20) (Foto: Ascom/PMJ)

Quem deixou para a última hora a compra para a Semana Santa pode encontrar os produtos típicos dessa época no Mercado do Produtor de Juazeiro (BA). A batatinha, por exemplo, é encontrada a R$ 205,00 a saca com 50 kg.

O quilo do quiabo sai a R$ 2,00, enquanto o amendoim sem casa custa R$ 10,50 também o kg. Devido ao feriado da Sexta-Feira Santa, o Ceasa estará fechado amanhã (19). Contudo, a unidade reabre normalmente no sábado (20), véspera do domingo de Páscoa, até 17h.

Confira a seguir a cotação completa dos itens comercializados nessa quinta-feira (18).

Acompanhe a cotação dos produtos comercializados no Mercado do Produtor

Hoje (4) o litro do feijão verde vendido no Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) custa R$4,00. Já o inhame sai a R$6,00 o quilo.

O abacaxi é vendido a R$170,00 o cento e o quilo da romã custa em média R$2,25. Os preços são monitorados diariamente pela equipe de economia do CEASA.

O entreposto funciona até 2h. Confira a cotação completa dessa quinta-feira (4).

Em parceria com a prefeitura, ‘Feira do MEI’ vai impulsionar segmento de alimentos e bebidas em Petrolina

(Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Petrolina se reuniu com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) para discutir a realização da ‘Feira do Microempreendedor Individual (MEI) 2019’. O evento será realizado em maio, em três polos: Recife que irá focar no segmento de salão de beleza; Caruaru com confecções e Petrolina com alimentos e bebidas.

O encontro contou com a presença do secretário executivo de Desenvolvimento Econômico, Thiago Brito e do diretor-presidente da Agência do Empreendedor de Petrolina (AGE), Sebastião Amorim, que analisou um modelo ideal para o evento. Outra novidade é que além da ‘Feira do MEI’, será realizada ao mesmo tempo a Semana Nacional de Educação Financeira, com seminários e palestras. Os polos serão integrados e transmitirão, ao vivo, as atividades das outras cidades.

A ‘Feira do MEI’ é uma realização do SEBRAE com apoio da Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo.

Vendas na Páscoa devem crescer 1,5% em relação ao ano passado

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

A Páscoa de 2019 será de alta nas vendas. É o que prevê a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A CNC estima aumento de 1,5% em relação ao ano passado, quando o faturamento cresceu 2%. As vendas devem atingir R$ 2,4 bilhões em todo o país.

O desemprego dos brasileiros, somado a alta do dólar atrapalham um crescimento maior, segundo o economista-chefe da CNC, Fabio Bentes. Ainda segundo a Confederação, os ovos de Páscoa e os chocolates, assim como azeite e peixes estão mais caros.

“Acho que isso está por trás desse número decepcionante das vendas de Páscoa”, disse Bentes. O aumento de 1,5% projetado para o faturamento do varejo na Semana Santa está bem distante da alta de 9,5% registrada em 2010. (Com informações da Agência Brasil).

Brasil cai para 27º lugar entre os maiores exportadores do mundo

(Foto: Divulgação/Portal Governo Brasil)

O Brasil caiu da 26ª posição para o 27º lugar entre os maiores exportadores do mundo, em 2018, segundo relatório anual divulgado hoje (2) pela Organização Mundial do Comércio (OMC). Entretanto, houve aumento de 10% nas vendas em comparação a 2017.

No ano passado, as exportações chegaram a US$ 239,5 bilhões, com aumento de 9,6%. As importações cresceram 19,7% ao totalizarem US$ 181,2 bilhões. O saldo da balança comercial em 2018 ficou em US$ 58,3 bilhões.

O 26º lugar foi assumido pelo Vietnã. O primeiro lugar no ranking é da China, seguida por Estados Unidos e Alemanha. O último lugar é da Indonésia, em 30º lugar.

Comércio mundial

Segundo dados preliminares da OMC, o comércio mundial cresceu 3%, em 2018, abaixo do previsto em setembro pela organização (3,9%). O resultado menor que o esperado é explicado principalmente por piora no comércio mundial, no quarto trimestre.

Para 2019, a previsão é crescimento de 2,6% no comércio mundial, em linha com a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, de 2,6%. Em 2020, o comércio mundial deve atingir crescimento de 3%, com previsão para o PIB em 2,6%.

Fonte: Agência Brasil

Inadimplência de empresas cresce 5,02% em fevereiro no país

(Foto: Internet)

O número de empresas com contas em atraso e registradas no cadastro de inadimplentes cresceu 5,02% em fevereiro na comparação com o mesmo mês do ano de 2018. No entanto, o ritmo de alta perdeu força em todas as regiões do país. O número de dívidas contraídas em nome de pessoas jurídicas avançou 1,84% na comparação anual.

Além disso, cada empresa devedora continua acumulando, em média, duas pendências financeiras. Os dados, divulgados hoje (29), são da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

De acordo com o indicador de inadimplência das empresas, o maior crescimento quanto ao número de empresas negativadas foi observado no Sudeste, com alta de 8,65%. No Sul chegou a 2,99%, no Centro-Oeste a 1,54% e no Nordeste a 1,31%. O Norte apresentou a menor variação entre as cinco regiões, com -0,03%.

LEIA MAIS

Cooperativa financeira  anuncia implantação de novas agências em Petrolina e Senhor do Bonfim

(Foto: Ascom)

O Sicredi, instituição financeira cooperativa que foi destaque em janeiro deste ano na revista ‘IstoÉ Dinheiro’, como uma das melhores opções para investimento em 2019, anunciou na noite de quarta-feira (27), em Petrolina (PE), que vai ampliar a oferta de serviços no Vale do São Francisco com a instalação de mais duas agências.

O anúncio das novas unidades, uma será construída em terreno já adquirido na avenida da Integração, importante via de Petrolina – e a outra na cidade baiana de Senhor do Bonfim, foi feito pelo presidente do Conselho de Administração da Sicredi Vale do São Francisco, Antônio Vinícius, durante assembleia geral ordinária, que reuniu um número recorde de associados.

LEIA MAIS

Preço do diesel será reajustado a cada 15 dias

(Foto: Arquivo)

O preço do diesel será reajustado a cada 15 dias. O anúncio foi feito pela Petrobras nessa terça-feira (26) que fará mudanças em sua política de preços, aprovada pela diretoria da estatal em reunião ontem. Essa é a segunda mudança na política adotada pela estatal desde 2017.

No início do ano, a Petrobras anunciou que poderia segurar reajustes do preço do diesel, como já vinha fazendo com a gasolina,usando mecanismos de proteção financeira para evitar prejuízos.

Agora os reajustes serão feitos “em períodos não inferiores a 15 dias”. A estatal disse que manterá o acompanhamento das cotações internacionais, com margens para remunerar os riscos de operação. Folha de Pernambuco.

Secretário de Agricultura se reúne com produtores para discutir criação de laticínios e frigoríficos na zona rural de Juazeiro

(Foto: Ascom)

O secretário da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP), Tiano Felix, realizou na manhã desta segunda-feira (25), em seu gabinete,  uma reunião com o médico veterinário Rafael Sene e produtores do distrito de Itamotinga para discutir a viabilidade da criação de um laticínio e uma câmara frigorífica, voltados à agricultura familiar, em comunidades da zona rural de Juazeiro.

“Essa parceria tem por objetivo viabilizar plantas frigoríficas e rede de laticínio em torno do empreendimento Vermelho da Mineração Caraíba para conseguir viabilizar projetos aos produtores da agricultura familiar, beneficiando espaços à produção de queijos e carnes”, observou o médico veterinário, Rafael Sene.

A reunião também contou com a presença dos produtores José Roberto Neto, José Cavalcante Dias e Márcio Irivan Passos. “É uma forma de oportunizar a todos os produtores de caprinos e ovinos, bem como os produtores de queijo para aprimorar os produtos, beneficiando desde a criação do animal, o abate e por fim os cortes especiais”, destacou o produtor José Roberto Neto.

Para o secretário Tiano Felix a intenção é potencializar as aptidões que os produtores já possuem na criação desses empreendimentos e realizar a certificação através do Serviço de Inspeção Municipal(SIM). “A ADEAP tem realizado ações em busca de aprimorar e potencializar os pequenos e médios empreendedores do município, oferecendo cursos e orientações para que esses profissionais estejam aptos a receber a certificação através do Selo de Inspeção Municipal. Essa parceria com a Mineração Caraíba é de suma importância para a criação desses empreendimentos”, disse o secretário.

Acompanhe a cotação dos produtos comercializados no Mercado do Produtor de Juazeiro

(Foto: Divulgação)

A segunda-feira (18) no Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) começa com a cebola custando R$ 35,00 o saco com 20 kg do tipo roxa. A comum é encontrada a R$ 47,00 também o quilo.

Já a abóbora comum custa R$ 1,00 o kg, enquanto a jacarezinha sai a R$ 0,90 também o quilo. A alface que variou entre R$ 6,00 e R$ 8,00 é comercializada a R$ 10,00 o molho.

Confira a cotação completa de hoje: Cotação.

Acompanhe a cotação dos produtos comercializados no Mercado do Produtor de Juazeiro

Quem for ao Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) nessa sexta-feira (15) encontrará o melão com preço em conta. O do tipo amarelo é vendido a R$ 1,30 o kg.

Já o orange sai a R$ 1,25 também o quilo e o do tipo pele de sapo custa R$ 1,10. o kg. Hoje (15) o Ceasa funciona até 2h, no sábado (16) o expediente é das 2h às 17h.

Confira a seguir a cotação completa: Cotação.

Acompanhe a cotação dos produtos comercializados no Mercado do Produtor de Juazeiro

(Foto: Reprodução/Internet)

A quarta-feira (13) no Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) é de bons preços entre os produtos comercializados no entreposto. A abóbora comum custa R$ 1,00 o quilo, enquanto a beterraba é vendida a R$ 2,00 também o kg.

O molho da alface teve queda e hoje é vendido a R$6,00, o jiló está sai a R$2,50 o quilo. Confira a seguir a cotação completa de hoje: Cotação.

Acompanhe a cotação dos produtos comercializados no Mercado do Produtor de Juazeiro

Entre os itens comercializados no Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) nessa terça-feira (12), o tomate custa R$ 65,00 a caixa com 26kg.

Já a cebola do tipo roxa pode ser encontrada a R$ 1,75 o quilo, enquanto que a cebola pera sai a R$ 2,10 também o kg e o saco com 20 kg sai a R$ 42,00.

Acompanhe a seguir a cotação completa de hoje: Cotação.

Bolsa tem a maior alta diária em dois meses e dólar volta a cair

(Foto: Ilustrativa)

Em um dia de ganhos no mercado de ações, o índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), teve a maior alta diária em mais de dois meses. O indicador encerrou esta segunda-feira (11) com avanço de 2,79%, aos 98.027 pontos.

Desde 2 de janeiro, quando subiu 3,56%, o Ibovespa não avançava tanto em um único dia. Esta foi a terceira alta consecutiva da bolsa, que está se recuperando depois de quatro sessões de queda.

No mercado de câmbio, o dia foi de estabilidade. O dólar comercial fechou a segunda-feira vendido a R$ 3,842, com queda de 0,73%. A cotação da moeda norte-americana caiu pela segunda sessão seguida.

Fonte Agência Brasil

Segurança e economia se destacam com saldo positivo na festa de Momo em Petrolina

(Foto: Ascom/Divulgação)

O Carnaval de Petrolina chegou ao fim e nos quatro dias, o público compareceu em peso. Ao todo, cerca de 75 mil pessoas dançaram e curtiram a festa em quatro polos: 21 de Setembro; Orla; Multicultural Matingueiros e Areia Branca. No setor turístico, o trade comemora resultados positivos: mais de 3.600 pessoas fizeram os passeios na região, e o faturamento do ramo foi de mais de R$ 250 mil.

Destaque também para a segurança. Durante o Carnaval, trabalharam cerca de 280 pessoas entre Guardas Civis; agentes da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA); Polícia Militar e segurança privada. Todo esse cuidado permitiu que em 2019 houvesse uma redução de 76% no número de agressões e uma queda em 65% no número de pessoas detidas com relação ao ano anterior. A Polícia Civil classificou a festa como ‘tranquila’.

LEIA MAIS
123