Cesta básica tem inflação em Petrolina, leite integral é o maior vilão

(Foto: Arquivo)

A cesta básica em Petrolina, no comparativo entre julho e junho apresentou uma queda de 0,36% e quando comparado com o mesmo período de 2017, a redução chega a 9,89%. Entretanto, segundo o Colegiado de Economia da Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina (Facape), o mês passado teve inflação de 0,37%.

Segundo o colegiado que analisa o preço da cesta básica, muitos produtos tiveram alta e por outro lado, outros itens tiveram redução. O tomate e a banana são itens que apresentaram queda, já o pão francês teve forte aumento, pois o custo da sua principal matéria prima, a farinha de trigo, está mais elevado.

O levantamento apontou o leite integral como maior vilão na cesta básica, por consequência do período de entressafra em fortes regiões produtoras e sua consequente redução dentro do país.

Dia dos pais deve alavancar vendas em 5% em Petrolina, segundo CDL

(Foto: Ilustração)

Em realizada com os segmentos de vestuário, calçados, perfumaria, eletroeletrônicos, relojoaria, entre outros, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Petrolina constatou que os lojistas esperam um aumento de 5% nas vendas no comércio da cidade, em relação ao mesmo período do ano passado.

Para os lojistas, esse resultado é esperado devido a campanhas internas, promoções e variedades em produtos que contribui para gerar um ambiente de oportunidades de compras a preços mais acessíveis. A comemoração que se dá no segundo domingo de agosto já é tradicionalmente comemorada no comércio.

Vale do São Francisco desponta no cenário nacional do cooperativismo financeiro

(Foto: Internet)

Referência mundial na produção e exportação de frutas, o Vale do São Francisco desponta agora no cenário nacional como uma das revelações do segmento das cooperativas de crédito. Isto ficou evidenciado na noite desta quinta-feira (2), em Petrolina – PE, a partir dos pronunciamentos feitos por quatro das principais lideranças do cooperativismo financeiro no país.

Falando em nome da Sicredi Vale do Piquiri, no Paraná – uma instituição que existe há 30 anos e vai concluir 2018 com a abertura de mais 18 agências em São Paulo capital e ABC paulista, o presidente da cooperativa, Jaime Basso foi incisivo. “A Sicredi Vale do São Francisco tem um potencial enorme, grande, forte e cheio de oportunidades como as águas do rio São Francisco”.

O presidente da Central Sicredi Norte Nordeste, Wilson Moraes, também destacou as possibilidades da região enfatizando o potencial da cooperativa que começou com o nome de Unicred e hoje tem quatro mil associados e muito espaço para crescer.

LEIA MAIS

Pernambuco: quase 44 mil trabalhadores têm novo prazo para sacar Abono

Mais de 43,9 mil trabalhadores que não sacaram o Abono Salarial ano-base 2016 em Pernambuco têm outra oportunidade. A reabertura do prazo foi autorizada na quarta-feira (11), em resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).

O prazo, que terminou em 29 de junho, foi reaberto em 26 de julho, e os trabalhadores terão até 30 de dezembro para retirar o dinheiro. Vale lembrar que o pagamento do benefício referente a 2017 também começará a ser pago no dia 26 de julho.

O valor do Abono Salarial 2016 disponível para os trabalhadores pernambucanos chega a R$ 33.239.334,13. Na região Nordeste, o benefício poderá ser retirado por mais de 342,7 mil trabalhadores, totalizando R$ 262.678.164,76.

Nacional

Em todo o Brasil, são quase dois milhões de trabalhadores que não sacaram o benefício, o que corresponde a 7,97% do total de pessoas com direito ao recurso. O valor ainda disponível chega a R$ 1,44 bilhão. Este é o terceiro ano consecutivo em que ocorre prorrogação – no ano passado, essa mesma medida foi tomada. A reabertura do prazo atende um pedido dos representantes dos trabalhadores no Codefat.

LEIA MAIS

Impulsionado pela Agrovale, Juazeiro é pela segunda vez a que mais criou empregos em 2018

A Agrovale deu a maior contribuição com a assinatura de 1.494 carteiras.

Juazeiro contratou 2.462 trabalhadores e é a cidade baiana que mais criou vagas formais de emprego nos seis primeiros meses de 2018, segundo o novo levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. A Agrovale deu a maior contribuição com a assinatura de 1.494 carteiras, de janeiro a junho deste ano.

Somente a empresa foi responsável por 61% das novas admissões, que colocaram o município no ranking dos três primeiros do Nordeste, ficando atrás apenas de Quixeramobim (CE) e São Luiz (MA). Com 221.773 habitantes, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Juazeiro também supera o desafio de, pela segunda vez consecutiva, ser a maior geradora de empregos da Bahia.

Para Denisson Flores, vice-presidente da Agrovale, os números positivos do Caged demonstram como a empresa está ligada ao crescimento do município e reforçam o comprometimento social e econômico que ela tem com a região. “Nós acreditamos que as conquistas da Agrovale estão associadas à melhoria da qualidade de vida dos juazeirenses, assim como o desenvolvimento, seja de Juazeiro ou de Petrolina [PE], nos motiva a avançar como empresa e contribuir produtivamente como geradora de emprego e renda”, afirma.

Ao todo, a usina possui 5.032 funcionários diretos, migrantes de todas as áreas do Vale do São Francisco. É a empresa que mais assina carteiras de trabalho no interior do estado, destacando-se na realização de pesquisas genéticas e de seleção de variedades de cana-de-açúcar adaptadas ao semiárido nordestino. A Agrovale produz açúcar, etanol e bioenergia, o que assegura sua autonomia energética e possibilita ainda o fornecimento regular de energia elétrica para uma cidade com aproximadamente 180 mil pessoas.

Agropecuária se destaca e faz com que Petrolina se torne a cidade que mais gera empregos em Pernambuco

(Foto: ASCOM)

Petrolina se destaca no Sertão do São Francisco e é a cidade que mais empregou no primeiro semestre de 2018 no estado de Pernambuco. O município bateu recorde de geração de postos formais de trabalho, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão vinculado ao Ministério do Trabalho (MT).

Nos seis primeiros meses de 2018, o saldo de vagas foi de 2.296 oportunidades com carteira assinada.  Com 350 mil habitantes, Petrolina também é destaque na região, ocupando a 4ª posição no Nordeste.

LEIA MAIS

Icofort vai produzir alimentos livres de gorduras hidrogenadas em Juazeiro

(Foto: ASCOM)

O grupo Icofort Agroindústrial inaugurou nesta sexta-feira (13) no Distrito Industrial do São Francisco, em Juazeiro (BA), a mais moderna planta industrial de processamento de óleos vegetais e produção de margarina e gordura vegetal do Nordeste. O investimento, da ordem de R$ 30 milhões, vai gerar 500 empregos diretos e 1.200 indiretos com o diferencial de produzir alimentos livres de gordura hidrogenada.

A solenidade que reuniu autoridades, funcionários, fornecedores, parceiros e distribuidores, começou com a benção religiosa e orações de agradecimento pelo padre Clayton Barros. Em seguida, o diretor-presidente do grupo, Décio Alves Barreto Júnior, enfatizou o propósito maior do investimento, afirmando que a nova planta industrial vem consolidar o compromisso com a qualidade e a eficiência dos produtos Icofort em consonância com a sustentabilidade ambiental.

LEIA MAIS

LDO pode causar impacto de R$ 100 bilhões nos cofres públicos

(Foto: Ilustração)

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) aprovada pelos deputados e senadores nessa semana deve provocar um rombo de R$ 100 bilhões nos cofres públicos. Isso porque os políticos aprovaram medidas que vão elevar os custos do país.

Entre as medidas estão a manutenção dos benefícios tributários à indústria de refrigerantes de Manaus, cujo impacto é de R$ 1,78 bilhão. Outra questão é não cobrança da dívida tributária de produtores rurais, que custará R$ 13 bilhões só este ano.

Benefícios

Os deputados e senadores também derrubaram o veto que proibia o reajuste no funcionalismo público e a criação de cargos no serviço público federal. Os políticos também rejeitaram o trecho que previa corte de 5% no custeio administrativo para 2019, composto por despesas do dia a dia do governo, como água, luz, telefone, aluguéis e diárias.

A LDO orienta a elaboração do Orçamento do ano seguinte, com parâmetros econômicos e lista de ações prioritárias para o governo. O texto aprovado manteve a meta de déficit primário (resultado negativo nas contas do governo sem o pagamento dos juros da dívida pública) em R$ 132 bilhões (1,75% do PIB).

Petrobras anuncia novo reajuste da gasolina nas refinarias

(Foto: Arquivo)

A partir de quinta-feira (11) o litro da gasolina nas refinarias ficará mais caro. Isso porque a Petrobras anunciou hoje (11) mais uma reajuste no preço. Amanhã o combustível passará de R$ 2,0369 para R$ 2,0527. Esse valor representa alta de 0,78%.

O diesel não sofreu alteração e continua sendo comercializado por R$ 2,0316, valor que vem sendo mantido desde o dia 1º de junho, após a greve dos caminhoneiros em maio.

No último final de semana já foi contabilizado um outro reajuste na gasolina, que passou a valer no sábado (7). A Petrobras não informou se o novo valor será repassado ao consumidor final.

Cesta básica de junho teve alta de 1,64%, aponta Colegiado de Economia da Facape

Preços foram comparados entre maio e junho de 2018 (Foto: Arquivo)

O valor da alimentação na família dos petrolinenses ficou 1,64% mais caro no mês de junho, é o que afirma o Colegiado de Economia da Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina (Facape). A inflação da cesta básica foi vista quando se comparado os valores do mês de maio desse ano.

No mês passado a cesta básica representou um custo de R$ 295,80 em Petrolina. Apesar da alta, a inflação de 2018 foi de 0,72% na cidade, bem abaixo dos 2,28% em Juazeiro (BA). Segundo a pesquisa, somente o pão francês e o café em pó não tiveram alta em junho na cidade pernambucana.

A recomendação do Colegiado de Economia é que o consumidor faça uma pesquisa de preço antes de realizar a compra do mês, já que a variação entre os produtos pode ultrapassar 200%.

Alta no preço da gasolina nas refinarias já está em vigor

(Foto: Ilustração)

O reajuste no preço da gasolina em julho já está valendo a partir desse sábado (7). O novo valor foi anunciado pela Petrobras na sexta-feira e será de 1,07% nas refinarias da estatal.

Dessa forma o combustível está custando R$ 2,0249 por litro. No mês a gasolina acumula alta de 3,92%, totalizando oito centavos nas refinarias.

Apesar de não mencionar o consumidor final, espera-se que o reajuste seja sentido no bolso do brasileiro.

Segundo ANP, preço da gasolina tem queda nos postos de combustíveis

(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) anunciou nessa terça-feira (26) que o preço médio da gasolina nos postos de combustíveis do país teve redução pela terceira semana consecutiva. Hoje comercializado a R$ 4,538 (preço médio), a gasolina teve redução de 0,74%.

Segundo a ANP, a última alta foi registrada em 2 de junho. O diesel também apresentou redução, custando R$ 3,397 por litro, contabilizando queda de 1,08%. O mesmo aconteceu com o diesel S10, que soma queda de 10,82% e passou a custar R$ 3,477 na semana passada .

Por outro lado o gás de cozinha (gás liquefeito de petróleo) apresentou um aumento de 0,09% custando R$ 68,91 o botijão de 13 kg.

Ampliação do pagamento do PIS/PASEP vai injetar mais de R$ 39 bilhões na economia

(Foto: Internet)

A previsão do Ministério do Planejamento é de que haja uma injeção de R$ 39,8 bilhões na economia nacional com a ampliação do público que pode sacar o PIS/PASEP. Isso representaria um impacto de 0,55 ponto percentual no Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

O Governo Federal anunciou hoje (13) a ampliação de quem poderá sacar os recursos, durante uma cerimônia no Palácio do Planalto. Todos os trabalhadores – independentemente da idade – que tiveram emprego formal entre 1971 e 1988 poderão sacar recursos das contas do PIS/Pasep até 28 de setembro.

Pessoas com mais de 60 anos têm prioridade no saque. A consulta do benefício pode ser feita nos canais de atendimento do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Governo Federal reduz estimativa de salário mínimo para 2019

(Foto: Internet)

O salário mínimo do próximo ano será menor do que o previsto pelo Governo Federal. Antes estimado em R$ 1.002,00 agora o salário será de R$ 998,00. A informação foi divulgada em uma nota técnica emitida pela Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional.

A Comissão analisa o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano seguinte, assim o salário de 2019 será feito com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), acumulada em 12 meses.

Soma-se a isso a variação reação do Produto Interno Bruto (PIB). Dessa forma, o salário mínimo de 2019 será corrigido pelo índice de 2018, com aumento real equivalente à taxa de crescimento do PIB de 2017.

Novas regras para rotativo do cartão passam a valer hoje (1º)

A partir dessa sexta-feira (1º) entraram em vigor as novas regras sobre o rotativo do cartão de crédito no país. Por determinação do Conselho Monetário Nacional (CMN), cada instituição definirá o valor percentual, alterando a medida anterior que previa 1,5% fixos.

O rotativo do cartão agia quando o cliente optava por efetuar o pagamento mínimo (15%) no valor da fatura, com 239% de juros por ano na categoria regular. Quem não quitava os 15% acumulava taxas de 397%. Com as mudanças na lei, o proprietário do cartão deve ser avisado sobre o valor a ser cobrado.

A mudança foi estabelecida para diminuir as dívidas em atrasos e reduzir as taxas de juros do cartão. Entretanto, o cliente que pagar o percentual mínimo do cartão de crédito na data do vencimento terá uma parcela maior a ser paga depois, com juros ainda mais altos.

123