Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Secretário Tiano Felix discute instalação da 1ª subestação de energia solar 100% digital em Juazeiro com empresa Atlas Energy

(Foto: Ascom PMJ)

Na quarta-feira (13), o secretário Tiano Felix da Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP) esteve reunido com representantes da empresa Atlas Renewable Energy para acompanhar o processo do encaminhamento das instalações da subestação de energia solar de Juazeiro (BA).

O engenheiro e gerente ambiental da Atlas Energy Danilo Mesquita, agradeceu a contribuição do município para que esse empreendimento seja entregue em breve. “Nossa previsão é inaugurar as usinas de Juazeiro no final do primeiro semestre desse ano, com a primeira subestação de energia solar 100% digital da América Latina. Um dos diferenciais desse projeto é que no lugar dos tradicionais cabos de cobre, iremos utilizar fibra óptica, que será algo muito mais econômico. O impacto econômico deste projeto é extremamente positivo, já empregamos de forma direta 1.300 colaboradores”, explicou.

O secretário da ADEAP, Tiano Felix, destacou que o encontro foi de extrema importância para conhecer o projeto inovador. “É um passo muito importante porque será inovadora e a primeira subestação solar do Brasil totalmente digital, a segunda usina solar do país. O prefeito tem pensado nessas parcerias para que Juazeiro seja ainda mais desenvolvido e traga mais renda e geração de emprego para nosso município”, afirma.

LEIA MAIS

Explosão em contador provoca queda de energia na Rua 14 do bairro Cohab Massangano

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Na tarde desta quarta-feira (13), uma explosão em um contador instalado ao lado de uma escola particular, localizada na Rua 14 do bairro Cohab Massangano, em Petrolina (PE), deixou professores, alunos e moradores aflitos.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com o corpo de Bombeiros de Petrolina, que confirmou o fato, e ressaltou que não foi necessário o envio de equipe ao local, já que o ocorrido foi considerado de baixa complexidade. A causa da explosão ainda é desconhecida.

Toda a rua está sem energia. Uma equipe da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) foi acionada para averiguar a situação.O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Celpe para saber maiores informações sobre a ocorrência, bem como quando o fornecimento de energia será normalizado. Até o momento a empresa não se pronunciou sobre o assunto.

O Blog também tentou contato com a escola envolvida no ocorrido para saber o que aconteceu no momento da explosão, e quias providências serão tomadas, mas ninguém atendeu as nossas ligações.

Celpe ressalta parcelamento de faturas de energia no cartão de crédito como opção para primeiros meses do ano

(Foto: Ilustração)

Para facilitar a vida dos clientes, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa do Grupo Neoenergia, reforça que a conta de energia elétrica pode ser parcelada em até 12 vezes no cartão de crédito. A facilidade é oferecida aos clientes que possuem duas ou mais faturas vencidas. Entre os meses de dezembro de 2018 e janeiro deste ano, a Celpe identificou um aumento superior a 50% na procura pela modalidade de quitação. O pagamento pode ser efetuado por meio do site da empresa, assegurando mais comodidade aos consumidores.

O parcelamento das faturas em atraso é uma das estratégias da distribuidora para contribuir com o processo de adimplência. Na nova modalidade de quitação são aceitos os cartões das bandeiras Visa, Mastercard e Hiper. Os clientes podem recorrer ao parcelamento desde que a prestação mínima seja de R$ 5,00, incluindo a taxa da operadora do cartão. A transação foi possível a partir de uma parceria da Celpe com a Flexpag, empresa especializada em pagamento por meio de cartões de crédito e débito.

LEIA MAIS

Celpe emite nota sobre queda de energia em Petrolina

(Foto: Celpe/Divulgação)

Na tarde de ontem (28), durante a ocorrência de chuva acompanhada de fortes ventos, vários bairros de Petrolina (PE) ficaram sem energia. Em algumas localidades o fornecimento só foi normalizado por volta das 22h. No decorrer da tarde os moradores ficaram preocupados com a oscilação de energia.

Na segunda-feira (28), o Blog Waldiney Passos cobrou da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) uma explicação sobre a falta de energia. Só hoje (29), por meio de nota, a Celpe explicou o motivo das oscilações de energia, e aproveitou a ocasião para orientar a população sobre o que fazer em casos de falta de energia. Confira a nota na íntegra:

LEIA TAMBÉM

Ventania deixa rastro de destruição em Petrolina

Chuva aparece com ventos fortes em Petrolina e Juazeiro

Ventania provocou danos em rede elétrica de ETA e deixou bairros sem água, segundo Compesa

“Sobre oscilações de energia em alguns bairros do município de Petrolina, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) esclarece que, em decorrência das fortes chuvas que atingiram a região, associadas a raios e ventos de maior intensidade, registrou aumento no número de ocorrências na localidade. A concessionária solicita aos clientes que, em caso de interrupções no fornecimento de energia, entrem em contato pelo 116, para que a empresa possa averiguar cada caso especificamente. A Celpe se coloca à disposição.”

Celpe lança aplicativo de pagamento digital da fatura de energia

(Imagem: Divulgação/Celpe)

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa do Grupo Neoenergia, está apresentando mais uma alternativa para que o cliente possa realizar o pagamento da sua fatura de energia com mais facilidade, comodidade e rapidez. O aplicativo Ewally já está disponível para download e permite a quitação da conta num ambiente digital, porém sem a necessidade de vínculo com qualquer instituição bancária. A novidade, que deve incentivar os clientes a migrarem para um método mais seguro e prático de pagamento, está disponível na App Store (iOS) e Play Store (Android).

O funcionamento é simples, o aplicativo opera como uma “carteira virtual”, onde o cliente pode depositar um determinado valor, que fica registrado como crédito, podendo ser utilizado para pagar a fatura de energia. A comodidade é que o cliente não precisará se deslocar, evitando filas para conseguir pagar a sua conta, além de não necessitar ter uma conta corrente ou poupança em uma instituição financeira. Outra facilidade é que o aplicativo pode ser utilizado para pagamento mesmo por quem possui restrição financeira, permitindo ao cliente a continuidade de sua adimplência com a Celpe.

Para utilizar a novidade, basta o cliente acessar as lojas de aplicativos App Store ou Play Store, buscar pelo nome “Ewally”, baixar o app e realizar um rápido cadastro com seus documentos de identificação e comprovante de residência. Pronto! A partir daí, é só recarregar a conta por meio de depósito, em uma agência ou correspondente bancário do Banco Bradesco, pagando um boleto, emitido no próprio aplicativo e pago em qualquer rede bancaria e seus correspondentes,  utilizando o cartão de crédito ou ainda no agente Ewally mais próximo – que pode ser localizado no próprio app. Depois da recarga, o cliente já pode utilizar o saldo para pagar a fatura de energia com praticidade e segurança.

Pernambuco: lei estadual proíbe corte de água e energia durante feriados e final de semana em residências de consumidores inadimplentes

Lei estadual fortalece direito do consumidor (Foto: Reprodução/Internet)

Os consumidores de Pernambuco podem celebrar uma vitória em relação aos seus direitos. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) estão proibidas de fazer o corte no fornecimento de água e energia nas residências com pendências financeiras.

Segundo a Lei Estadual nº 16.534/2018, sancionada pelo governador Paulo Câmara (PSB) na quinta-feira (10) é vedado o corte aos finais de semana e feriados declarados por lei. A proibição vale para serviços “às dezesseis horas das sextas-feiras, aos sábados e domingos e feriados declarados por Lei”.

O texto é claro quanto a permissão para o corte no abastecimento aqueles que tiveram conta em atraso mediante “prévia comunicação por parte da empresa”. Caberá ao Poder Executivo fiscalizar as atividades da Celpe e Compesa, para que o contribuinte em débito não seja afetado conforme prevê o texto sancionado.

A lei é de autoria do deputado estadual Ricardo Costa (PP). De acordo com a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, as fornecedoras podem efetuar o corte desde que avisem com 15 dias de antecedência. Quem for lesado pode acionar a justiça e cobrar seus direitos.

Canudos: obras par fornecer energia elétrica são iniciadas na comunidade de Lagoa do Mota

(Foto: ASCOM)

Com investimento de mais de R$ 1 milhão, estão sendo iniciadas mais obras de fornecimento de energia elétrica em comunidades rurais de Canudos (BA), através do Programa de Eletrificação Rural. Na última sexta-feira (04), o processo de instalação foi iniciado na comunidade de Lagoa do Mota, que já comemora a realização de um sonho.

O Programa Eletrificação Rural chega a Canudos graças ao trabalho da gestão municipal e do Deputado José Nunes. “A chegada da energia elétrica é uma transformação da vida das pessoas. Significa conforto, qualidade de vida, saúde e novas possibilidades, inclusive de geração de renda. Estamos avançando com esse projeto que já beneficiou as comunidades da Pedra Sozinha, o povoado do Simplício, Região do Alto Redondo, Assentamento Malhador da Jurema e o Assentamento Veneza, graças ao nosso trabalho e do Deputado José Nunes, em prol do desenvolvimento do município”, destacou o Prefeito de Canudos, Genário Rabelo.

Além da Lagoa do Mota, as obras para fornecimento de energia elétrica foram aprovadas para as comunidades da Barriguda, Tubatinga e extensão do perímetro irrigado Vaza Barris, previstas para serem iniciadas em breve.

Conta de energia em janeiro terá bandeira verde

(Foto: Ilustrativa)

Em 2019 a conta de energia começará o ano sem cobrança adicional ao consumidor. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a bandeira tarifária será verde, resultado das chuvas nesse final de ano que está possibilitando a produção de energia nas usinas hidrelétricas.

Do ponto de vista técnico, a explicação é que houve recuperação do risco hidrológico (GSF) e manutenção do Preço de Liquidação de Diferenças (PLD) em patamar reduzido. Esse será o segundo mês consecutivo na bandeira mais barata que já foi utilizada em dezembro.

O sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o “custo real” da energia gerada ao consumidor. Elas são definidas mensalmente a partir das cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2), indicando se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

Com informações do Diário de Pernambuco

Celpe monta operação especial para o Réveillon

(Foto: Celpe/Divulgação)

A partir de amanhã (29), a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) coloca em operação o esquema especial para assegurar o fornecimento de energia elétrica para os que vão  aproveitar as comemorações do Réveillon em todo o Estado. Para a festa da virada, a concessionária realizou diversas ações preventivas, além de dobrar o número de profissionais que estarão trabalhando, ininterruptamente, para garantir o atendimento em eventuais ocorrências.

Foram realizadas inspeções termográficas na rede de distribuição e transmissão, medições de nível de tensão, serviços de poda de árvores e manutenções preventivas e corretivas em toda a rede elétrica. O trabalho se concentrou principalmente nas redes que abastecem os principais pontos de concentração para a festa.

Em caso de ocorrência, os clientes podem entrar em contato com a Celpe por meio dos diversos canais de relacionamento da empresa. Além do teleatendimento gratuito 116, a concessionária oferece um aplicativo para Smartphones no qual os usuários podem solicitar o serviço de prontidão. A concessionária disponibiliza, ainda, um serviço para comunicar falta de energia por meio de torpedos via celular. É preciso enviar uma mensagem de texto para o número 26560, informando apenas o número da conta contrato do imóvel onde está ocorrendo a interrupção de energia. A resposta da concessionária com o registro do protocolo e a informação sobre o prazo de atendimento da solicitação será enviada ao cliente em torno de três minutos.

Reajuste na conta de energia será menor em 2019

(Foto: Reprodução)

2019 ainda não começou, mas o brasileiro recebeu uma boa notícia. Depois de dois anos com fortes altas na conta de luz, no próximo ano haverá um alívio e o reajuste ficará abaixo das taxas impostas em 2017 e 2018.

Em 2019 a tarifa deverá ficar praticamente estável, com elevação média de 0,38%. No Nordeste foi registrada a maior alta, de 3,09%, seguido pelo Centro-Oeste, com 2,13% e Sudeste, que registrou 0,94%.

Em 2018, a forte alta da conta de luz foi impactada principalmente pelo regime de chuvas fraco, que reduziu a capacidade de geração das usinas hidrelétricas, a principal fonte de energia do país.

Para compensar esse déficit hídrico, é preciso acionar mais usinas térmicas, movidas a óleo diesel ou gás natural, que são mais caras.

Com informações da Folha de São Paulo

Ligações provisórias de energia para o réveillon devem ser solicitadas à Celpe

(Foto: Divulgação/Celpe)

Os preparativos para as festas de final de ano já começaram, e quem vai promover comemorações deve ficar atento às ligações provisórias de energia elétrica em palcos, barracas e toldos. Para evitar acidentes e assegurar o suprimento de qualidade no Réveillon, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) alerta para a necessidade de solicitar com antecedência a ligação provisória do espaço da celebração. É importante que os pedidos sejam realizados no mais curto espaço de tempo, uma vez que a concessionária precisa fazer uma vistoria no local antes da execução do serviço.

Os interessados em solicitar o serviço devem se dirigir a qualquer Loja Celpe, no horário comercial, e apresentar a licença de funcionamento concedida pela Prefeitura e órgãos competentes. Também devem ser apresentados documentos de identidade e CPF e informados os equipamentos que serão instalados. De acordo com a Companhia, não será possível o atendimento a cargas móveis como carroças, automóveis e caminhões.

Ao declarar a carga a ser utilizada e o período, o cliente receberá uma fatura de consumo de acordo com a carga instalada e outra, referente aos serviços de vistoria, ligação e desligamento. É importante que a pessoa observe e informe à Celpe a existência de rede elétrica no trecho onde pretende se instalar. Será necessário que o cliente instale o padrão de entrada e apresente condições de segurança (como disjuntores, aterramento, condutores, tomadas, etc.) para receber a ligação provisória de energia. No ato da solicitação, ele receberá orientações técnicas referentes à instalação.

Conta de energia em dezembro terá bandeira verde

(Foto: Ilustração)

Dezembro começou com uma boa notícia aos brasileiros. A conta de energia nesse mês terá bandeira verde, sem cobrança extra pelo consumo. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), apesar de os reservatórios ainda apresentarem níveis reduzidos, com a chegada do período chuvoso o nível de produção de energia nas hidrelétricas deve se manter normal.

Desde maio a agência vinha utilizando as bandeiras mais altas: amarela e vermelha, tornando a conta mais cara. O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica.

Na bandeira verde não há cobrança extra, diferente da amarela e vermelha (patamar 1 e 2). Na primeira há um custo adicional de R$ 1 a cada 100 kWh consumidos. As vermelhas variam entre R$ 3,00 (1) e R$ 5,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh).

Com informações do JC Online

Conta de luz terá bandeira verde em dezembro

A bandeira tarifária na cor verde significa que não terá custo extra para os consumidores de energia elétrica. (Foto: Ilustração)

A bandeira tarifária da conta de luz para o mês de dezembro será verde, ou seja, sem custo extra para os consumidores de energia elétrica. Desde maio deste ano, a bandeira estava nos níveis amarelo ou vermelho. O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de cada bandeira, nas cores verde (sem cobrança extra), amarela e vermelha (patamar 1 e 2), está relacionada aos custos da geração de energia elétrica. 

LEIA MAIS

Relatório de Fernando Bezerra que amplia oferta de energia e torna conta mais barata é aprovado pela CCJ do Senado

(Foto: ASCOM)

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou na manhã de hoje (21), por unanimidade, relatório do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) a projeto de lei (PLS 232/2016) que amplia o chamado “mercado livre de energia”, aumentando a concorrência no setor, reduzindo os custos para o consumidor e expandindo a geração por fontes renováveis. O PLS ainda permite a portabilidade da conta como também a venda de energia elétrica por consumidores e a prorrogação das concessões de geração destinadas à produção independente de energia.

“O projeto tem a finalidade de estabelecer normas legais consistentes e seguras para uma prestação pública mais eficiente de energia elétrica”, afirmou Fernando Bezerra. “Ele reduz desigualdades regionais ao aperfeiçoar ou eliminar subsídios tarifários que oneram os cidadãos de menor poder aquisitivo e as regiões menos desenvolvidas. Ao mesmo tempo, promove a livre concorrência, a defesa do consumidor e a proteção ao meio ambiente”, acrescentou o relator.

Acatado hoje pela CCJ com emendas ao texto que foram apresentadas e aprovadas na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado nesta terça-feira (20), o PLS 232/2016 – de autoria do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) – tem como um dos principais objetivos reduzir gradualmente os limites de carga para que os consumidores regulados.  A ideia é que eles passem a ter o direito de escolher o fornecedor do qual contratarão a compra de energia elétrica.

Atualmente, só têm esta liberdade os consumidores com carga igual ou superior a 3 mil KW e aqueles com carga igual ou superior a 500 KW e inferior a 3 mil KW que compram energia das chamadas “fontes incentivadas” (empreendimentos hidrelétricos com potência de até 50 mil KW e também com base em fontes solar, eólica e de biomassa, cuja potência injetada nos sistemas de transmissão ou distribuição seja, menor ou igual a 50 mil KW). “A liberdade de escolha por parte do consumidor aumenta a concorrência entre as empresas, o que reduz o preço e melhora a qualidade do serviço prestado”, pontuou o senador Fernando Bezerra.

“Fica claro, portanto, que este projeto de lei promove a defesa do consumidor quando ele dá direito de escolha ao usuário. A livre concorrência também é incentivada quando se eliminam reservas de mercado, quando se estimula a concorrência entre fontes de geração e quando se permite que o consumidor tenha um papel efetivo no setor elétrico”, destacou o relator. O PLS 232/2016 segue à análise da Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado.

Produção independente

LEIA MAIS

Celpe dá dicas de como fazer a decoração natalina com cuidado e sem gastar muita energia 

Celpe dá dicas de como caprichar na decoração de Natal sem que as luzes pesem na conta de energia e também orienta sobre os cuidados de segurança na hora de decorar. (Foto: Internet)

O Natal está chegando e, com ele, toda a energia e a magia que este período do ano proporciona. É no início de dezembro que começamos a ver as residências e comércios enfeitados com decorações natalinas. As luzes, conhecidas como pisca-pisca, são os enfeites favoritos. Mas eles também representam um aumento no valor da conta de energia. Por isso, a Celpe dá uma dica importante de como caprichar na decoração e, ainda assim, economizar.

O segredo é optar pelas luzes com lâmpadas de LED. A título de comparação, cerca de 100 lâmpadas mini convencionais possuem em média uma potência de 35W, enquanto a mesma quantidade de lâmpadas de LED possui potência média de 5W, sete vezes menor. Elas são um pouco mais caras, mas também duram até seis vezes mais e são mais eficientes, consumindo menos energia, o que impacta diretamente no bolso do consumidor. Outra dica bacana é desligar os pisca-piscas quando não tem ninguém em casa ou quando todos estiverem dormindo.

Decoração Segura

LEIA MAIS
123