Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Mulher é atropelada em Juazeiro, mas SAMU nega atendimento alegando falta de maca

Populares acionaram SAMU que negou serviço (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A família de Pedrina Delmondes Santana, de 38 anos está revoltada com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Juazeiro. Na noite de sábado (19) ela foi vítima de um atropelamento no bairro João Paulo II, próximo ao residencial Brisa da Serra.

Populares tentaram ajudar Pedrina, ligando para o SAMU. No entanto, a atendente informou que não seria possível socorrer a vítima porque não havia maca disponível. De acordo com a família de Pedrina, após quase 1 hora de espera comunitários resolveram levar Pedrina até o Hospital Universitário de Petrolina.

“Eu exijo que o poder público olhe mais pelas pessoas. Levaram ela de carro próprio, pessoas que viram a situação dela jogada ao chão agonizando”, disse a nossa produção. O momento no qual a comunidade tenta acionar o SAMU foi registrado em vídeo, confira a seguir:

Outro lado

Nossa equipe procurou o HU em busca de informações atualizadas a respeito de Pedrina. De acordo com a unidade, Pedrina foi acolhida no HU no domingo (20) com uma fratura exposta na tíbia. “A paciente passou por uma cirurgia e permanece internada para a equipe médica acompanhar a sua evolução clínica”, informa a nota.

O Blog também entrou em contato com a Prefeitura de Juazeiro, questionando quantas ambulâncias do SAMU prestam atendimento a comunidade baiana. Até o momento não tivemos retorno. Reiteramos que o espaço do Blog está aberto para os devidos esclarecimentos.

Família oferece recompensa para localizar cachorro que fugiu de casa em Petrolina

Uma família de Petrolina está a procura de informações sobre um cachorro que desapareceu por volta das 18h20 de sábado (19), próximo à Caixa d’Água do bairro Cohab VI. Otto escapou da residência ao ver o portão aberto e não retornou.

Seus donos fizeram buscas pela vizinhança, mas até a manhã desse domingo (20) não haviam localizado o cachorro da raça vira-lata, que tem pouco mais de dois anos. A procura de informações sobre Otto, os donos do cachorro estão oferecendo uma recompensa.

Otto tem pelagem na cor caramelo e, apesar do médio porte, é dócil. Os donos de Otto podem ser contactados através dos números: (87) 99912-6146, 98809-1695 ou 3867-5665.

Leitor denuncia sujeira no bairro Atrás da Banca, Prefeitura de Petrolina responde

A redação do Blog foi novamente procurada por moradores do bairro Atrás da Banca, que dessa vez denunciaram o desrespeito da própria comunidade. Um terreno localizado na Rua Major Agostinho Albuquerque Cavalcanti, nas imediações do Bom Preço está servindo como depósito de lixo.

O leitor que preferiu não se identificar contou a nossa produção que o problema é antigo. “Faz tempo que existe esse lixão ai em frente a uma creche. já fizemos a cobrança à Prefeitura há muito tempo”, disse. Pelas fotos é possível perceber que há desde restos de obras e até sofá abandonado no local.

Procurada pela nossa produção, a secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação informou em nota que “vai mandar uma equipe de Fiscalização de Obras e Posturas ao local para tentar identificar o proprietário do imóvel e notificá-lo”.

Após a notificação o dono do terreno deverá “realizar a limpeza e construção de muro estando sujeito à multa que varia de R$ 500 a R$ 1300 caso não o faça”, informa a nota.

Cano estourado provocou vazamento de água limpa no Centro de Petrolina, afirma Compesa

Cano estourado na Coronel Amorim teria provocado problema (Foto: Reprodução/Google Maps)

Um leitor procurou a redação do Blog na manhã dessa sexta-feira (18) para chamar atenção da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), a respeito de um vazamento de água limpa no Centro da cidade. O flagrante foi registrado na Avenida Guararapes, em frente a Composé.

“Tem algum cano estourado, é muita água sendo desperdiçada aqui na frente da loja”, contou a nossa produção. O Blog entrou em contato com a Compesa e fomos informados que o problema foi registrado na Rua Coronel Amorim, onde um cano teria estourado.

Ainda segundo a companhia, equipes já foram acionadas e estão trabalhando no local. Não há informações sobre o prazo para concluir o serviço.

Leitor flagra cães soltos próximo a hotéis da Orla, Prefeitura afirma que CCZ fará recolhimento dos animais

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

No início da semana o Blog mostrou uma reclamação de moradores do bairro Atrás da Banca, sobre a presença de cães que estariam colocando em risco a saúde da comunidade. Nessa quinta-feira (17) nossa produção foi novamente procurada pelo leitor Dácio Quirino.

Ele é morador do Atrás da Banca e flagrou um grupo de cães correndo soltos nas proximidades da Orla, nos arredores dos hotéis. Além de assustar a população eles podem transmitir doenças. “Hoje pela manhã dezenas de cachorros soltos, causando doenças. Chamamos atenção do centro zoonoses”, relatou à nossa produção.

Procurada pelo Blog a Prefeitura informou que a equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) retornará ao bairro e fará o recolhimento dos animais soltos em até 48 horas.

Leitor cobra solução para “lagoa de esgoto” no bairro São Joaquim

Lagoa de esgoto tomou conta da rua (Foto: Arquivo Pessoal/Luis Henrique)

Os problemas no bairro São Joaquim parecem não ter fim e novamente o leitor Luis Henrique de Campos procurou a nossa redação para chamar atenção da Prefeitura de Petrolina e Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

Na Rua do Mercúrio, cruzamento com as Ruas 18 e 19 do referido bairro o leitor afirma existir um esgoto estourado há mais de um ano. O resultado é a presença de uma “lagoa de esgoto”, impossibilitando a passagem de veículos e pedestres.

Ele disse já ter procurado os dois órgãos, mas não houve mudanças. “Falam que vão mandar uma equipe pra resolver a situação mais nunca que mandam”, disse. Nós procuramos a Compesa e fomos informados que a companhia não atua no bairro.

Por outro lado, a Prefeitura informou que “a Compesa é a empresa responsável pelo abastecimento de água e tratamento e esgoto do município e por isso a companhia é quem deve tomar providências sobre o problema”.

“É um problema de saúde pública”, afirma leitor sobre animais soltos no bairro Atrás da Banca

Animais estariam transmitindo doenças (Foto: Arquivo Pessoal)

A presença de cachorros soltos no bairro Atrás da Banca, região central de Petrolina preocupa moradores e comerciantes já que muitos desses animais aparenta estar doente. Em contato com o Blog um leitor afirma que os cães se aglomeram por trás do supermercado Bom Preço e transitam por um terreno baldio na Orla.

“Eles deitam nas calçadas das casas, trazem doenças e verminoses, carrapatos. É um problema de saúde pública”, relatou a nossa produção. O Blog entrou em contato com a Prefeitura de Petrolina e a secretaria de Saúde nos respondeu que uma equipe irá ao local para recolher os animais.

“Com relação a demanda de cachorro soltos no bairro Atrás da Banca, o Centro de Controle de Zoonoses estará enviando a equipe de veterinários, em um prazo 48h, para avaliar e recolher os animais doentes”, informa a nota. Ainda segundo o CCZ, esse recolhimento pode acontecer antes do prazo.

Moradores do Parque Massangano fazem apelo a Compesa e Prefeitura

A falta de infraestrutura no bairro Parque Massangano, em Petrolina é alvo de reclamações constantes dos moradores e nossa redação recebeu um pedido de comunitários. No texto enviado ao Blog Waldiney Passos a comunidade clama por ações da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e Prefeitura de Petrolina.

Falta de saneamento, ruas sem asfalto e sujeira tiram o sossego das famílias que ali residem. De acordo com o leitor, cuja identidade será preservada, a situação mais crítica é na Avenida Altino Coelho de Macedo, corredor de ônibus.

“Na passagem de veículos, principalmente ônibus quando os pneus vão dentro das poças de esgotos, são lançados dejetos diretamente nos muros, nas calçadas e portões de residências”, disse a nossa produção.

Nossa equipe entrou em contato com a Prefeitura de Petrolina e Compesa, questionando a respeito das ações de cada órgão no bairro citado nessa matéria. Até o momento não tivemos respostas, contudo, reiteramos que o espaço do Blog permanece aberto aos esclarecimentos.

Moradores e comerciantes pedem mais segurança no bairro Vila Eduardo

(Foto: Reprodução/Google Maps)

Uma onda de assaltos a estabelecimentos comerciais no bairro Vila Eduardo, em Petrolina, tem assustado a comunidade. Nossa redação recebeu alguns relatos de moradores que narraram o medo de sair à noite ou voltar para casa depois do trabalho.

A maior queixa da comunidade é que o Batalhão da Polícia Militar fica localizado no bairro e quase não existe policiamento ostensivo no período noturno. “Semana roubaram a pizzaria aonde trabalho e ontem assaltaram uma hamburgueria. A onda de violência tem aumentado e o policiamento é pouco”, desabafou uma moradora que preferiu não se identificar.

Ainda segundo os comunitários a situação piora depois das 22h quando os criminosos começam a usar drogas, invadem residências e mesmo assim não há presença da PM no local. “É uma zona considerada centro devido o tanto de comércio, nós moradores estamos assustados e com medo de voltar do trabalho para casa”, comenta.

Outro lado

Nossa produção entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Polícia Militar de Pernambuco, questionando a respeito das ações de segurança no bairro Vila Eduardo. Até o encerramento dessa matéria não tivemos retorno, reiteramos que o Blog continua aberto aos esclarecimentos.

Leitora relata dificuldade em acessar Portal da Educação, Prefeitura de Juazeiro afirma não ter registrado problemas no site

(Foto: Reprodução/Internet)

O período de pré-matrículas na rede municipal de ensino em Juazeiro (BA) teve início às 9h dessa terça-feira (8), mas alguns leitores entraram em contato com o Blog afirmando estar enfrentando dificuldades. Uma das queixas afirma que o Portal da Educação estava em manutenção por volta de 9h.

“Ontem a noite estava funcionando e aparecia a mensagem de que as pré-matriculas poderiam ser feitas a partir das 09 horas de hoje, mas estou desde 09 horas de hoje tentando e só aparece a mensagem em manutenção”, disse uma leitora.

Outro lado

Em contato com a nossa produção a secretaria de Educação e Juventude (SEDUC) informou em nota, não ter havido registro de instabilidade no portal e que somente nas primeiras horas, 100 pré-matrículas foram realizadas.

“A Secretaria da Educação e Juventude (Seduc) informa que não há registro do sistema de pré-matrículas ter ficado offline (fora do ar). Conforme anunciado previamente, as pré-matrículas iniciariam a partir das 9h do dia 08 de janeiro, como aconteceu e, até o momento, cerca de 100 pré-matrículas já foram realizadas”, informa a nota.

A pré-matrícula pode ser feita até o dia 11 de janeiro, via internet. Mais informações sobre o cronograma e procedimento de confirmação podem ser obtidas no site do Portal da Educação.

Mototaxista de Petrolina é assaltado em Juazeiro e pede ajuda para recuperar veículo

Moto roubada é do modelo Honda FAN 150 (Foto: Ilustração)

Um mototaxista de Petrolina foi assaltado em Juazeiro (BA) na noite de sábado (5). A ação criminosa aconteceu por volta de 19h50 quando ele estava em uma farmácia de Petrolina quando foi solicitado por um homem que também estava no estabelecimento comercial.

O passageiro afirmou que a corrida teria como destino o bairro Alto da Aliança, na cidade vizinha. No decorrer do percurso o bandido pediu para mudar a rota e anunciou o assalto. “Ele [o criminoso] falou que queria só o dinheiro e o celular, mas depois disse que queria a moto para fugir”, relatou a esposa da vítima.

A moto levada é uma Honda Fan 150 ESDI, vermelha de placa PGE-5693. O mototaxista registrou um Boletim de Ocorrência ainda no sábado e quem souber de alguma informação sobre o veículo pode entrar em contato através do número: (87) 99649-8545.

Nova Semente: candidatos pedem prorrogação do período para solicitar isenção da inscrição

(Foto: ASCOM)

A seleção simplificada do programa Nova Semente anunciada pele Prefeitura de Petrolina é uma oportunidade para quem está desempregado, mas alguns candidatos estão enfrentando dificuldades para solicitar a isenção da taxa de inscrição.

Candidatos afirmam que há pouco tempo hábil para pedir a isenção e apresentar a documentação solicitada pela banca examinadora. Conforme o cronograma divulgado pela Prefeitura a solicitação deve ser feita entre 4 e 6 de janeiro, mas a ADM&TEC exige autenticação dos documentos no Capítulo 10 do edital.

LEIA TAMBÉM:

Prefeitura de Petrolina divulga edital para contratação temporária do Nova Semente

Contudo, os cartórios não funcionam durante o final de semana e os candidatos pedem a prorrogação do prazo. “As inscrições começaram ontem e a organizadora do concurso queria já pra ontem a autenticação dos documentos para quem iria fazer isenção da taxa inscrição num período totalmente inviável”, afirma uma das candidatas que preferiu não se identificar.

Nossa produção entrou em contato com a Prefeitura de Petrolina em busca de informações sobre a possibilidade de ser prorrogado o prazo da isenção. Estamos aguardando um posicionamento e reiteramos que o espaço do Blog permanece aberto aos esclarecimentos.

Moradores de Lagoa Grande voltam a cobrar Compesa sobre abastecimento no bairro do Vasco

A situação no abastecimento no bairro do Vasco, em Lagoa Grande continua tirando o sossego dos moradores. O Blog Waldiney Passos mostrou a situação no começo da semana, quando um leitor entrou em contato e citou os problemas no rodízio implementado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

Segundo Jailson Oliveira, morador do Vasco, o bairro é o mais prejudicado. “Só tem dois dias água na semana, mas ouvi falar que tem bairro que todo dia tem água, só falta uma vez na semana. Por que o bairro do Vasco está sendo mais prejudicado?”, questionou.

LEIA TAMBÉM:

Moradores de Lagoa Grande reclamam de rodízio de abastecimento de água feito pela Compesa

Procurada pela nossa produção a Compesa esclareceu que o sistema de rodízio no Vasco prevê quatro dias sem água. A companhia ressaltou ainda que a situação deve ser normalizada apenas na segunda quinzena.

“É sistema de rodízio. São dois dias com água e quatro dias sem, para melhorar o Vasco a gente vai fazer uma interligação a partir do dia 14 para abastecer pelo reservatório da agrovila”, afirmou a Compesa.

Compesa e Prefeitura respondem leitor sobre demanda no Terras do Sul

(Foto: Arquivo Pessoal/Luis Henrique)

Na manhã de hoje (27) o Blog Waldiney Passos mostrou a situação da Avenida do Petróleo, no bairro Terras do Sul em Petrolina. Segundo um leitor há 30 dias esgotos escorrem a céu aberto pelas vias públicas e as autoridades não tomam providências para sanar a demanda.

Procurada por nossa equipe a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que não pode atender às demandas, já que não opera no bairro e cabe à Prefeitura de Petrolina resolver o problema.

LEIA TAMBÉM:

Esgoto estourado há 30 dias tira sossego de moradores do Terras do Sul

A Prefeitura respondeu através de nota encaminhada pela secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA) que compete à Compesa atender o bairro já que é “a empresa responsável pelo abastecimento de água e tratamento de esgoto do município”.

De acordo com a Prefeitura, “a falta de infraestrutura de esgoto, principalmente no bairro Terras do Sul, se dá diante da falta de investimentos da companhia na cidade, a exemplo da não aplicação dos R$ 38 milhões que estão à disposição junto à Caixa Econômica Federal para a adequação da bacia do Dom Avelar”.

Esgoto estourado há 30 dias tira sossego de moradores do Terras do Sul

(Foto: Arquivo Pessoal/Luis Henrique)

A dor de cabeça dos moradores do bairro Terras do Sul, em Petrolina parece não ter fim. O Blog vem mostrando a vários dias a situação do esgotamento sanitário na comunidade e segundo o leitor Luis Henrique, há mais de 30 dias o cheiro de fezes predomina na comunidade.

A situação mais crítica é na Avenida do Petróleo e as autoridades ficam no jogo de empurra-empurra. “A única resposta que a Prefeitura nós dá é que a Compesa é a responsável pelo saneamento básico da cidade”, afirmou a nossa produção.

Enquanto isso os moradores são obrigados a conviver com esgoto a céu aberto e o mau cheiro que invade as casas. Nossa produção está em contato com a Prefeitura de Petrolina e a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) buscando informações sobre o bairro.

123