Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Esgoto no Gercino Coelho incomoda moradores e clientes de restaurante

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

O cliente de um restaurante localizado na Rua Pio XII, no bairro Gercino Coelho, em Petrolina enviou pelo WhatsApp do Blog uma queixa sobre o esgoto na via. Segundo o leitor, o problema já dura mais de 20 dias e nenhuma providência foi tomada.

“O esgoto incomoda moradores e clientes que vão almoçar, mas ficam naquele mau cheiro”, relatou à nossa produção. Segundo apuração do Blog, esse é um problema recorrente na rede de esgoto do bairro.

Nós procuramos a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), para saber quando a demanda será resolvida. Contudo, até o momento não tivemos resposta. Seguimos acompanhando a cobrança do leitor.

Leitor chama atenção da Compesa para vazamento de água limpa no Dom Avelar

Um leitor do Blog enviou para nossa Redação um vídeo mostrando um vazamento de água limpa na Rua da Motivação, no bairro Dom Avelar, em Petrolina. Segundo ele, o problema começou na noite de ontem (14) e a água está escorrendo por toda a via.

“Desde ontem, tem muita água aqui. É um cano estourado, até agora ninguém veio aqui. É um grande desperdício“, relatou o leitor à nossa produção.

Outro lado

O Blog entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (COMPESA). Segundo a Companhia, uma equipe irá ao bairro na tarde de hoje (15) para realizar o conserto.

“A Companhia orienta aos usuários que sempre registrem os problemas de vazamento ou de falta d’água através do 08000 810 195, procedimento que agiliza a solução das demandas em até 48 horas”, conclui a nota.

Leitora reclama de atendimento na UBS do Dom Avelar; Prefeitura esclarece situação

(Foto: ASCOM)

Chegou à Redação do Blog uma demanda do bairro Dom Avelar, em Petrolina. A queixa é quanto ao atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) Leonor Elisa. A esposa de um paciente afirmou à nossa produção que desde maio seu marido tenta agendar atendimento com a fisioterapeuta da unidade, sem sucesso.

“Ele fez uma cirurgia no ombro, colocou platina, passou por duas revisões no Hospital Universitário e ainda não conseguiu vaga para fisioterapia no postinho. São 40 sessões que ele precisa fazer e ainda não conseguimos marcar”, contou a leitora.

Problemas no atendimento

Ainda segundo a acompanhante do paciente, em maio a servidora responsável pelas marcações estava de licença. Em junho ela retornou e novamente se afastou para gozar férias. “Meu marido está precisando trabalhar, está parado e acho uma falta de respeito o que está acontecendo”, continuou.

Outro lado

Nossa produção entrou em contato com a Prefeitura de Petrolina. A secretaria de Saúde nos informou que a servidora mencionada na matéria “já foi substituída e o agendamento segue normalmente” na UBS do Dom Avelar. Quanto à situação do paciente, a pasta disse estar “verificando a situação e pedimos que ele compareça a unidade para mais informações”.

Leitor pede ajuda para encontrar cadela desaparecida em Petrolina

Um morador do bairro Loteamento Eduardo, em Petrolina procurou a Redação do Blog para pedir ajuda. Safira, a cachorra labradora que ilustra essa matéria desapareceu no último domingo (7) e o seu dono está fazendo um apelo para encontrá-la.

“Safira é uma cachorra bastante dócil, estou desesperado atrás dela. Ela se perdeu no Loteamento Eduardo próximo ao G Barbosa, chegaram a achá-la no Maria Auxiliadora e depois perderam novamente“, relatou Alisson Mattos, dono da cadela.

Segundo Alisson, Safira estava usando uma coleira amarelo queimado (a mesma da foto). Ela sofre de convulsões e precisa ser medicada, por isso a urgência em encontrá-la.

Quem souber alguma informação sobre a localização da labradora pode entrar em contato com Alisson pelo número: (87) 98805-7350 (também é WhatsApp).

Família de Petrolina inicia campanha de conscientização sobre doação de medula óssea

Ao se cadastrar como doador de medula você poderá ajudar a salvar várias vidas

Uma corrente de solidariedade está chamando a atenção para a necessidade da doação de medula óssea. Servidora pública aqui de Petrolina, Denise Nancy foi diagnosticada com leucemia mieloide aguda e precisa de transplante de medula.

Ela foi diagnosticada pela primeira vez há mais de um ano, quando à época recebeu a medula doada pelo seu irmão. A doença voltou e amigos próximos a Denise iniciaram uma campanha nas redes sociais. O objetivo é fazer com que mais pessoas se cadastrem como doadoras e possam salvar vidas.

O Blog conversou com o marido de Denise, o engenheiro Eurico Pedrosa que fez um apelo. “Ela está em Recife, internada e precisa de doações. Basta ir ao Hemope ou no Hemoba, em Juazeiro e se cadastrar como doador de medula óssea. A pessoa está indo lá por conta de Denise, mas ela se torna doador universal”, disse à nossa produção.

LEIA MAIS

Petrolina: leitora pede ajuda para encontrar gata que desapareceu há uma semana

Cristal desapareceu no bairro Jardim Amazonas, em Petrolina

Uma leitora entrou em contato com a produção do Blog pedindo ajuda para encontrar seu animal de estimação. A gata Cristal tem um ano e quatro meses; e desapareceu há uma semana na Rua 15, do bairro Jardim Amazonas, em Petrolina.

Segundo sua dona, a felina estava com uma coleira rosa brilhante, como é possível ver na imagem acima. Além da preocupação com seu paradeiro, a dona de Cristal pede ajuda porque a gata sofre de uma doença imunológica e precisa ser medicada.

Ela sumiu na quarta-feira passada, ela precisa tomar a medicação e de cuidados especiais”, disse Alieny Silva, dona da gata. Quem tiver alguma informação sobre Cristal pode entrar em contato com Alieny através do número: (87) 98805-9245 (também é WhatsApp).

Compesa responde leitor sobre obra no Portal da Cidade

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

No último final de semana o Blog mostrou a queixa de um leitor a respeito do bairro Portal da Cidade, em Petrolina. A comunidade chamava atenção para uma obra na Rua do Pandeiro que está causando muita dor de cabeça as moradores.

LEIA TAMBÉM:

Obra no Portal da Cidade provoca transtornos a moradores do bairro

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) respondeu através de nota desconhecer qualquer problema de falta d’água na rua. Contudo, uma equipe será enviada ao endereço a fim de apurar possíveis irregularidades na obra. “Caso seja comprovado os danos à rede de distribuição de água, a Compesa adotará as providências para executar os serviços de reparo”, informa a nota.

Confira a seguir a resposta da Companhia:

LEIA MAIS

Leitor critica Compesa por serviço na Monsenhor Ângelo Sampaio; Prefeitura notifica Companhia

Compesa foi multada pela Prefeitura de Petrolina (Foto: Reprodução/WhatsApp)

“As avenidas todas pavimentadas ai a Compesa destrói”. A frase é de um leitor que encaminhou a foto de um buraco aberto na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, em Petrolina durante o final de semana. A faixa da avenida que vai sentido a Orla foi interditada e a Prefeitura de Petrolina notificou a Compesa pelo buraco aberto.

De acordo com o diretor presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Município de Petrolina (Armup), Rubem Franca, a Companhia tem um prazo de até cinco dias para recuperar os danos causados na via.

“A Armup tem feito fiscalizações constantemente para assegurar que os petrolinenses tenham seus direitos preservados, principalmente, quando se trata de segurança. Por isso, não podemos admitir que a Compesa deixe serviços pela metade ou não recupere as vias públicas danificadas pelos seus serviços”, disse o diretor-presidente.

Nossa produção também procurou a Compesa, que até o momento não se pronunciou a respeito do problema. A Prefeitura ressalta que a população pode denunciar casos como o mostrado na matéria através do número 0800-2812479 (Armup) ou ainda na Ouvidoria Municipal: 156, no site da prefeitura e WhatsApp (87) 99190-7475.

Obra no Portal da Cidade provoca transtornos a moradores do bairro

Segundo morador, obra é irregular e vem causando transtornos (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Uma obra na Rua do Pandeiro, no Portal da Cidade, em Petrolina vem tirando o sossego da população. Segundo um morador do bairro além de obstruir a via pública para execução do serviço, o proprietário de um imóvel acabou danificando a rede da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), deixando a população sem água.

Essa obra teria inciado há dois meses. Desde então nenhuma equipe da Prefeitura ou da Compesa foi ao local fiscalizar os problemas denunciados pelos moradores. “Fiz um registro na Ouvidoria através do WhatsApp e até hoje não tive resposta”, relatou o leitor.

Os moradores também se queixam da Compesa, já que além da obra danificar a obra, ligações clandestinas estariam sendo feitas na rua. “Com essas ligações o bairro está ficando sem água, mas ninguém fiscaliza“, continuou.

LEIA MAIS

Acompanhante reclama de atendimento na UPA de Petrolina; unidade esclarece que não faz internamentos

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O Blog recebeu o desabafo de uma filha que acompanhava sua mãe na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Segundo a leitora, a mãe é uma idosa de 69 anos que deu entrada na unidade durante o feriado de segunda-feira (24), com dengue.

A paciente ficou internada durante a noite, recebendo medicação na veia. De acordo com a queixa, é comum os idosos serem tratados com desrespeito na UPA. “Têm paciente idosos internados com três dias, dormindo dia e noite nas cadeiras. [Quando estava lá vi] uma senhora de 86 anos, outro de 78 e uma de 69 sendo, que é a minha mãe”, contou à nossa produção.

A queixa da acompanhante é o atendimento prestado ao público idoso, que fica jogado nas cadeiras enquanto aguarda pela medicação ou a tão esperada alta. “Você fica na sala de medicamentos e não consegue dormir. Eles estão ficando nas cadeiras por falta de maca”, afirmou.

Outro lado

Nossa produção entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da UPA, que se pronunciou através de nota. Apesar da queixa mostrada no Blog, o texto esclarece que “não faz internamento em seu serviço” e presta “assistência de urgência e emergência clínica”.

A UPA também informou como é o procedimento de assistência médica aos pacientes e ratifica que está se esforçando para acomodar quem vai em busca da Unidade. Confira a seguir a íntegra da nota:

LEIA MAIS

Morador da Vila dos Imbiras, em Petrolina, cobra resposta da Compesa para serviços no bairro

Obra inacabada irrita moradores

Nossa produção recebeu através do WhatsApp reclamações de moradores da Vila dos Imbiras, em Petrolina, a respeito do serviço prestado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na comunidade. Segundo um leitor, dois problemas têm tirado o sossego dos moradores.

O primeiro deles foi um serviço executado na Rua Estrela Fênix, próximo à Unidade Básica de Saúde (UBS) que está sendo construída no bairro São José. “A primeira denúncia é que, aqui está sendo construída uma UBS, a rua tem o calçamento com tijolo intertravado e eles quebraram tudo pra fazer o esgoto da unidade, mas até hoje não voltaram para fazer o conserto“, disse um morador.

Esgoto faz rua virar “lagoa”

A segunda demanda é na Rua Constelação Cruzeiro do Sul, onde existe uma “lagoa” de esgoto no local de uma rua. “Este problema de esgoto é recorrente, mensalmente e esta rede traz esgoto do Hospital Unimed. Até hoje não foi feita nenhuma melhoria”, continuou.

Outro lado

O Blog entrou em contato com a Compesa para apresentar as demandas expostas na matéria. Até o momento não tivemos retorno da Companhia, mas deixamos o espaço aberto a uma resposta .

Sem contato há mais de 40 anos, irmãs pedem ajuda para encontrar mãe que estaria morando em Juazeiro

Laudineide pede ajuda para localizar mãe que estaria morando em Juazeiro

Duas filhas estão em busca da mãe que segundo elas, reside em Juazeiro (BA). A história de Laudineide Galdino da Silva e Libânia Galdino da Silva chegou a conhecimento do Blog através do filho de Laudineide, Wagner. Em conversa via WhatsApp ele pediu ajuda para tentar localizar sua avó, Jasmelina Galdino da Silva.

Wagner mora em Cuiabá (MS), mas sua mãe e tia nasceram em São Bento do Una, no Agreste pernambucano. “Minha mãe procura minha avó, que tem entre 70 e 80 anos. Segundo informações ela saiu de São Bento do Una e mudou-se para Juazeiro na Bahia”, contou à nossa produção.

Família perdeu contato nos anos 1980

De acordo com Wagner, já faz mais de 40 anos que sua mãe não tem contato com dona Jasmelina. “Minha mãe saiu de cassa quando engravidou de mim nos anos 80 e nunca mais soube do paradeiro dela”, continuou.

LEIA MAIS

Serviço não concluído da Compesa no Portal da Cidade irrita moradores

Serviço deveria reparar vazamento e provocou transtorno maior

O Blog recebeu uma queixa de moradores do bairro Portal da Cidade, em Petrolina, a respeito de um serviço inacabado da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Segundo uma leitora, o problema mostrado na foto acontece na Rua do Saxofone.

Ela relata que o problema é antigo. “Ali é água limpa, a gente chamou a Compesa e a equipe veio. Solucionou o extravasamento de água limpa. Então eles quebraram a boca de lobo de esgoto, fizeram um buraco para encontrar o vazamento e deixaram a rua sem saída com um paredão de terra“, disse à nossa produção.

Para piorar a situação, a rua não é pavimentada, o que facilita a formação de um lamaçal devido ao espaço acumular água, se transformando em uma lagoa em plena via pública. “Tem mais de mês que tá esse esgoto, é um mau cheiro e está juntando uma quantidade absurda de muriçocas”, desabafou.

Nossa produção procurou a Compesa para saber quando o serviço será finalizado. Até o momento não recebemos um posicionamento da Companhia.

Onda de violência assusta comerciantes do Centro de Petrolina

Depois de empresário ser ameaçado, uma loja foi arrombada nessa semana

A imagem de um flanelinha com um pedaço de pedra na mão, ameaçando um comerciante na Avenida Souza Filho, Centro de Petrolina preocupou empresários da região. Não bastasse essa ocorrência registrada no final de semana, um estabelecimento comercial foi arrombado na madrugada de terça-feira (4).

De acordo com um leitor do Blog, o flanelinha é conhecido na região por ser violento e sempre ameaçar clientes dos estabelecimentos na Avenida. “Ele ameaçou um amigo meu, ameaçando jogar uma pedra dentro da loja com os clientes dentro. As pessoas dizem que ele é envolvido com crime, é acostumado a fazer coisa errada aqui, tem um histórico violento”, relatou à nossa produção.

LEIA MAIS

“É revoltante”, desabafa moradora de Rajada sobre falta d’água

Imagine passar 30 dias sem um pingo de água na torneira de sua residência. É assim que os moradores do Distrito de Rajada, no interior de Petrolina estão vivendo. Segundo uma leitora que procurou o Blog através do WhatsApp, há mais de um mês ela não sabe o que é ter água para cozinhar, lavar a roupa e cuidar da casa.

“Já estamos com mais de 30 dias sem água e a situação só piora. É revoltante, sou moradora da Rajada, moro na rua Antônio Vaz Figueira e quando abrimos as torneiras não pinga água”, contou à nossa produção.

Outro lado

Ontem (4) nossa produção procurou a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), para saber o que estaria acontecendo na rua citada nessa matéria. Em nota a Companhia respondeu hoje (5) que “por causa de um vazamento ocorrido no sistema adutor que abastece a localidade, na última segunda-feira (3), o sistema precisou ser desligado para reparo”.

Os técnicos ainda estão no local fazendo o reparo e o prazo para conclusão do serviço é na tarde dessa quarta-feira. “Após esse prazo, o sistema de rodízio no abastecimento, será normalizado, conforme o calendário da localidade que é de dois dias com e dois dias sem água”, finaliza a nota.

123