Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Leitor cobra respostas da Prefeitura de Juazeiro sobre obra abandonada no Alto da Aliança

(Foto: Nilson Rodrigues/Arquivo Pessoal)

O leitor Nilson Rodrigues procurou o Blog para mostrar o estado de abandono de uma obra nas imediações da Câmara de Vereadores de Juazeiro (BA). Segundo nosso leitor, a obra é executada pelo município e desde a eleição de outubro está às moscas.

A obra em um canal no bairro Alto da Aliança, ao lado da Rua Dez e vizinho à Casa Aprígio Duarte foi anunciada com recurso do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC 2), com verba liberada pela então presidente Dilma Rousseff (PT), contudo hoje há apenas parte de uma base feita no canal, relata Nilson.

“Venho aqui pedir uma oportunidade para fazer esse questionamento, sabemos que não foi falta de verba. Nosso dinheiro está sendo jogado fora com ferros e concretos abandonados debaixo d’água. Pedimos algum esclarecimento sobre isso”, disse Nilson.

Outro lado

Nossa produção procurou a Prefeitura de Juazeiro na última segunda-feira (20) para apresentar a demanda do leitor. Contudo, até o encerramento dessa matéria nenhuma secretaria retornou aos nossos questionamentos. Reiteramos que o espaço do Blog segue aberto aos esclarecimentos.

Moradores do bairro Dom Tomaz, em Juazeiro cobram melhorias na infraestrutura

Sempre que chove, Rua Rodelas sofre com problemas na infraestrutura

Nessa semana o Blog recebeu uma demanda de moradores do bairro Dom Tomaz, em Juazeiro. Nas fotos encaminhadas à nossa produção é possível ver o lamaçal formado, consequência da chuva da última sexta-feira (17) que deixou a rua praticamente intransitável.

Segundo um leitor, sempre que chove o problema é o mesmo: as ruas Rodelas e e Macururé por não serem asfaltadas se transformam em lama, impedindo o fluxo de pedestres e veículos. “Venho através do Blog cobrar dos poderes públicos, nós moradores sofremos muito, quando chove é muita lama e fica intransitável“, desabafou Xavier, uma liderança comunitária do bairro.

Além da lama e sujeira, o morador chama atenção para outra demanda: a iluminação pública. “A Rua Rodelas está às escuras, em frente do número 847”, afirmou. Nossa produção entrou em contato com a Prefeitura de Juazeiro para pedir informações sobre as melhorias no bairro, todavia, até o encerramento da matéria não tivemos resposta.

Usuários de transporte alternativo denunciam superlotação após determinação da ANTT que proíbe vans de Casa Nova em Petrolina

O Blog já mostrou há alguns meses o problema vivido pelos usuários do transporte alternativo de Petrolina. Para se locomover da sede ao interior, ou vice-versa, eles têm a disposição as vans e segundo alguns relatos recebidos pela nossa produção através do WhatsApp e email, falta segurança e conforto.

Para tentar ilustrar a situação uma leitora encaminhou um vídeo ao Blog, mostrando a superlotação em uma van: estudantes do IF-Sertão são obrigados a fazer a viagem em pé, alguns estão parados próximo a porta e correm risco de cair. Confira a seguir:

Segundo ela, o problema começou quando a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) deflagrou a Operação Carranca, próximo ao carnaval desse ano. Vans de Casa Nova (BA) ficaram proibidas de pegar passageiros em Petrolina e com isso, há uma superlotação nos veículos municipais.

“A proibição foi entre o mês de fevereiro e março. Pego micro ônibus e van do projeto diariamente e todos que utilizam desse meio de transporte só fazem reclamações. Os moradores dos núcleos n4, n5 e moradores do c2 vivem em constante reclamação, porque os transportes além de sucateados, vivem lotados, pessoas tendo que ficar em pé. A situação nos dá impressão de abandono”, afirmou a estudante.

LEIA MAIS

Leitora encontra cachorro na Areia Branca e procura por donos do animal

Uma moradora da Areia Branca, em Petrolina, entrou em contato com a produção do Blog pedindo ajuda para encontrar os donos de um cachorro. O animal foi encontrado por ela na Rua Thomaz Maia e segundo relato de outros moradores, teria sido visto perdido vagando pela Avenida da Integração.

“É um cachorro macho, está com o pelo tosado e uma guia laranja”, disse a leitora. Ela já teria entrado em contato com algumas pet shops próximas para saber se o animal havia fugido, mas nenhuma afirmou conhecer o cão.

Quem souber de informações a respeito do dono do animal pode entrar em contato através do número: (87) 99961-2436.

Leitor chama atenção para água empoçada na entrada da Ciretran de Juazeiro

A chuva da última semana trouxe um alívio ao calor sentido pelos juazeirenses, mas por outro lado, também uma dor de cabeça. Isso porque nas ruas e avenidas sem pavimentação a água ficou empoçada, dificultando o fluxo de veículos, ciclistas e pedestres.

Foi o que aconteceu na Avenida Lomanto Júnior, no acesso ao prédio da 8ª Ciretran. O leitor do Blog, David Cardoso enviou fotos tiradas por ele mostrando o lamaçal na via que não tem pavimentação. “A gente vê esse problema há muitos e muitos anos, quando dá uma chuva a mais você não consegue andar a pé. Quem precisa resolver não consegue entrar”, relatou ao Blog.

Mediante a queixa do nosso leitor o Blog questionou a Prefeitura de Juazeiro sobre quando serão executadas melhorias na via de acesso à 8ª Ciretran. Até o momento não tivemos resposta e deixamos o espaço aberto ao Poder Executivo.

Distrito de Pau Ferro está sem água há quase 10 dias, segundo leitor

Um morador do Distrito de Pau Ferro, zona rural de Petrolina entrou em contato com o Blog nessa quarta-feira (15), reclamando da falta d’água na comunidade. Ele afirma que não há água nas torneiras há mais de uma semana e o problema está longe de ser solucionado.

“Essa situação de Pau Ferro, já são nove dias sem água. Hoje ainda nem sinal de água”, disse à nossa produção. Nós procuramos a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Para mostrar a gravidade da situação, ele enviou um vídeo, confira a seguir:

Em nota a Compesa informou que “houve problemas de estouramento no sistema adutor de Afrânio-Dormentes que abastece Pau Ferro, zona rural em Petrolina”.

A situação já foi resolvida pelas equipes da Companhia, contudo, “o abastecimento voltará a ser normalizado de forma gradativa”. De acordo com o leitor, até o momento o fornecimento não foi normalizado e nossa produção continuará acompanhando a situação.

Família de São Paulo pede ajuda para reencontrar parentes em Petrolina

Seu Valdecir deixou Petrolina em 1958, mas hoje vive em Ilha Comprida, São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal)

O Blog já mostrou diversas histórias de famílias que buscam se reencontrar e através das nossas redes sociais recebemos mais um pedido de ajuda, dessa vez de São Paulo. Valdecir Henrique da Silva hoje tem residência na cidade de Ilha Comprida, litoral paulista, mas tem parentes em Petrolina.

De acordo com a filha de seu Valdecir, Valdenira Raymundo, seu pai está muito doente e desde que deixou Petrolina em 1958 nunca mais teve contato com seus familiares: pais e duas irmãs que ficaram na cidade.

“A gente não conhece ninguém da família dele, tem mais de 50 anos que ele não vê ninguém e agora ele está muito doente e a gente está procurando a família. O pouco que ele conseguiu lembrar é que ele morava na Rua Alto Cancelão”, disse Valdenira.

LEIA MAIS

Leitor chama atenção para terreno que serve como depósito de lixo no Gercino Coelho

Não contentes com lixo depositado no local, moradores estão incendiando material acumulado

Uma cena é comum em Petrolina: terrenos utilizados como depósito de lixo, acumulando desde resto de podas até vasos sanitários. E não bastasse a comunidade dar esse mau exemplo, alguns moradores ainda incendeiam o lixo para tentar diminuir o acúmulo de lixo.

É isso que vem acontecendo no bairro Gercino Coelho, em um terreno particular localizado entre a Rua Raposo Tavares e Maurício de Nassau. Um morador entrou em contato através do nosso WhatsApp pedindo ajuda. “Tem um homem, sem compromisso com a vizinhança, ateia fogo e compromete o descanso e bem estar dos moradores. São inúmeras crianças e idosos com problemas respiratórios, a cada semana que isto ocorre”, disse.

Outro lado

Em nota, a secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDURBH) informou que o terreno em questão é particular. Uma equipe de fiscalização irá até o bairro tentar identificá-lo e notificá-lo, para que faça a limpeza e construa um muro no local.

LEIA MAIS

Moradores do Jatobá reclamam de falta d’água nas torneiras desde quarta-feira

Moradores do Park Jatobá entraram em contato coma  redação do Blog afirmando que estão sem água nas torneiras desde quarta-feira (8). O fornecimento foi interrompido por volta de 11h daquele dia, sem aviso prévio e hoje (10) o bairro está na lista das comunidades que ficarão sem água devido a um serviço da Companhia Pernambucana de Água e Saneamento (Compesa).

“Cortaram o fornecimento de água sem nenhum aviso, nem sinal de quando vai voltar. É uma falta de respeito. Que precisa de manutenção eu entendo, mas é um caos quando se mora em uma cidade absurdamente quente”, desabafou uma leitora.

Outro lado

Nossa produção entrou em contato com a Compesa e em nota a companhia informou que o motivo na interrupção do abastecimento foi “um estouramento próximo ao bairro na tarde de quarta-feira, 8. O problema foi resolvido nesta quinta, dia 9, e o abastecimento na região voltará de forma gradativa”.

A Compesa lembrou que o Jatobá é atingido pela manutenção na Estação de Tratamento Petrolina 1 e que “o serviço tem previsão de conclusão ainda nesta sexta, bem como o abastecimento que retornará de forma gradativa”.

Estrutura da UBS do Gercino Coelho revolta leitor, secretaria de Saúde responde

Leitor citou estado das cadeiras, banheiro interditado e paredes sujas (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um usuário da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Gercino Coelho, em Petrolina, procurou a nossa produção para fazer uma queixa a respeito da estrutura do prédio, localizado próximo ao Terminal Rodoviário da cidade.

Segundo o leitor – mantido em sigilo a pedido – que acompanhava sua mãe em uma consulta na semana passada, o prédio carece de melhorias. “Você vê bancos quebrados, paredes com infiltrações, o são sujo e no banheiro feminino existe um cartaz afirmando que um dos boxes está interditado. É um desrespeito”, disse ao Blog.

Em reposta ao comentário do nosso leitor, a Prefeitura de Petrolina, através da secretaria de Saúde informou que “já mandou retirar as cadeiras quebradas. Quanto aos problemas de estrutura, já foi colocado no cronograma do setor para ser verificado e dar seguimento aos consertos necessários”, informa a nota.

Moradores do Caminho do Sol cobram limpeza no bairro, Prefeitura iniciou serviços nessa segunda-feira

Os moradores do bairro Caminho do Sol convivem com um cenário nada agradável. Os terrenos se transformaram em lixões, servindo de depósito a materiais como galhos de árvore, sofás e até mesmo assento sanitário. Não bastasse o problema da lixeira, o canal do bairro é outra preocupação.

Através do WhatsApp do Blog um leitor relatou a situação dramática enfrentada pela comunidade.Existem várias ruas sem saneamento básico, várias casas fazem usos de fossa séptica. É um dos bairros mais sujos da cidade, carroceiros e caçambeiros fazem uso indevido dos terrenos baldios existentes no bairro e diariamente colocam lixo”, disse à nossa produção.

Procurada pelo Blog, a Prefeitura de Petrolina respondeu através de nota que uma equipe de limpeza manual começou a trabalhar no bairro nessa segunda-feira (29) e as máquinas de limpeza devem chegar ao Caminho do Sol na próxima semana.

LEIA MAIS

Família de Minas Gerais busca informações sobre parentes que residem em Casa Nova

Dona Amarante nasceu na Bahia, foi para MG e perdeu contato com a família (Foto: Arquivo Pessoal)

É muito comum familiares que se mudam do interior para outros estados perderem contato com seus parentes. O Blog Waldiney Passos já mostrou alguns casos e hoje contaremos a história de dona Amarante Araújo dos Santos, nascida em 10 de outubro de 1934.

Ela residia em Poço da Pedra, no município de Casa Nova (BA) e se mudou para Minas Gerais na década de 1950. Desde então dona Amarante – que tinha o nome de solteira de Amarante Brasileiro de Araújo – nunca mais conseguiu retomar contato com seus parentes baianos.

Quem fez o contato com o Blog foi seu neto, Lucas Venícius, que nasceu e mora em Minas. Segundo ele, dona Amarante já morreu, porém sempre nutriu o desejo de reencontrar sua família que ficou em Casa Nova.

LEIA MAIS

Sem água desde ontem, comunidade do João de Deus cobra resposta da Compesa

(Foto: Ilustração)

“Cadê a água?”. Foi com esse questionamento que uma leitora, moradora do bairro João de Deus fez contato com a nossa produção através do WhatsApp. Segundo ela, desde o início da manhã de terça-feira (23) a comunidade está sem água nas torneiras.

Para piorar, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), não teria avisado previamente que faltaria água no bairro. “Faltou logo cedo, é uma falta de respeito”, desabafou a leitora.

A Compesa afirmou ao Blog que foi executado um reparo emergencial na Estação de Tratamento (ETA) Vitória, encerrado apenas durante a noite, o que teria provocado a falta d’água no bairro. A previsão é que o fornecimento seja restabelecido até 18h.

Água da chuva continua empoçada no Dom Avelar e comunidade pede serviços emergenciais

Moradores pedem drenagem nas ruas e avenidas do bairro (Foto: Reprodução)

A Redação do Blog recebeu durante o final de semana e hoje (22) várias fotos e vídeos de moradores do Dom Avelar, mostrando a situação das ruas e avenidas do bairro. As vias que não são asfaltadas se transformaram em lama e ainda há muita água acumulada, após a chuva que caiu recentemente.

O problema atinge as Ruas da Oração, Sensações e Prudência.“Isso é água da chuva, quando chega à noite é muita muriçoca. Estamos pedindo ajuda, liguei para Ouvidoria mas der o um prazo de 30 dias”, disse o leitor Rafael Ribeiro.

Na Avenida dos Minérios e na Rua Ananás a situação não é diferente. “A situação só está piorando, cada vez mais aparece buraco. A gente registra queixa na Ouvidoria, mas não tem previsão. Tem mais de 20 anos que moro aqui, não vemos um beneficiamento no bairro”, desabafou outro leitor.

Outro lado

Procurada pela nossa produção a secretaria Municipal de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA) informou que a pasta já tem ações previstas para o bairro. Ainda nessa segunda-feira será iniciado o patrolamento da Avenida dos Minérios. Os demais serviços serão executados conforme as demandas já existentes.

Morador de Lagoa Grande volta a criticar sinal das operadoras Tim e Vivo

O serviço prestado pelas empresas de telefonia móvel na região são alvo de constantes críticas dos leitores do Blog e a situação no interior de Lagoa Grande, no Sertão de Pernambuco é conhecida é uma dor de cabeça sem solução aparente.

O Blog vem mostrando há alguns meses os problemas enfrentados pelos moradores da zona rural, já que o sinal pega de maneira estável até certo ponto da cidade. Novamente um leitor procurou nossa Redação para denunciar o descaso da Tim e da Vivo.

“A única que pega é a Tim, a vivo não aumenta a potência dela e a Tim não faz melhorias no seu sinal. A gente só tem sinal se colocar antena na altura de um poste. Como a gente vai ficar sem poder fazer ligação?”, questiona.

Novamente nossa produção entrou em contato com as operadoras citadas, entretanto não obtivemos respostas a respeito da melhoria no serviço prestado em Lagoa Grande.

123