Miguel Coelho ​vai a Brasília buscar parcerias com ministros

Miguel CoelhoMiguel Coelho, prefeito eleito de Petrolina (PE), vai a Brasília nesta segunda-feira (24) para uma série de audiências com ministros da república com o objetivo de angariar recurso e parcerias para investimentos no município. Miguel vai se reunir por três dias na capital federal.

A primeira reunião será com o ministro das Cidades, Bruno Araújo. Miguel ainda se encontrará com Mendonça Filho (Educação), Helder Barbalho (Integração Nacional), Maurício Quintella (Transportes) e Marx Beltrão (Turismo). A agenda será encerrada com visitas ao Banco Mundial, Caixa Econômica e movimento Brasil Competitivo.

“Acredito que esses primeiros contatos com os ministros serão importantes para fortalecer nossa relação com o Governo Federal. Apesar de nossa gestão ainda não ter começado, já estamos trabalhando para adiantar recursos e parcerias para executar os nossos compromissos com o povo de Petrolina”, explica Miguel.

São Gonçalo é contemplado com o programa ‘Petrolina Mais Verde’

(Foto: ASCOM)

(Foto: ASCOM)

A prefeitura de Petrolina realiza há cerca de sete meses o “Programa Petrolina Mais Verde”, que visa amenizar as altas temperaturas com a ampliação de áreas verdes na cidade. Para a condução do programa, a Secretaria de Infraestrutura firmou parceria com a Secretaria-Executiva de Irrigação e realizou na última semana o plantio de 35 mudas já adultas da espécie Oiti no bairro São Gonçalo.

Ambas as pastas têm papeis definidos, sendo a de Irrigação responsável por executar o serviço de alocação das árvores e a de Infraestrutura terá a incumbência de fazer a manutenção das plantas e por consequência o serviço de poda e corte de árvores, arbustos e lianas (trepadeiras) nas calçadas,  praças, parques e jardins em todas as áreas públicas da cidade. A população também é parceria no projeto e tem o dever de zelar pela preservação das espécies.

LEIA MAIS

“Toda Sexta tem Obra” inaugura pavimentações no Novo Encontro nesta sexta-feira, em Juazeiro

(Foto: Ilustração/Internet)

A inauguração da obra acontece nesta sexta. (Foto: Ilustração/Internet)

A Prefeitura de Juazeiro (BA), cumprindo mais uma agenda de inaugurações do Programa “Toda Sexta tem Obra”, inaugura nesta sexta-feira (07), às 17h, as pavimentações em paralelo da Rua Eliete Costa e das Travessas Eliete Costa e da Creche, no bairro Novo Encontro.

A Rua Eliete Costa foi beneficiada com cerca de 200 metros de pavimentação em paralelo, além dos serviços de terraplanagem, regularização da base, e implantação de linha d’água, meio fio e calçadas. Já as travessas receberam cerca de 30 metros de pavimentação, cada, além dos outros serviços.

Com informações da ASCOM

Avenida Perimetral recebe iluminação pública

(Foto: ASCOM)

Avenida Perimetral iluminada. (Foto: ASCOM)

Após muita espera da população que trafegava pela Avenida Perimetral, em Petrolina (PE), o local está totalmente iluminado. A avenida chamava a atenção pelos diversos acidentes que aconteciam no local e pelo fato de haver os postes de iluminação instalados, mas sem energia. Após muita reclamação dos moradores e condutores que transitavam pela avenida, o serviço de iluminação foi concluído.

“Estamos constantemente tomando providências para minimizar qualquer desconforto em nossa cidade. Esta obra tinha a importante missão de fazer com que toda a população tenha uma rodovia completamente requalificada, capaz de melhorar a mobilidade de todos que por ali transitam. E esse objetivo agora foi alcançado”, disse o Prefeito Julio Lossio.

Às vésperas das eleições, governo destrava obras do Minha Casa

(Foto: Ilustração)

O governo Temer espera que o início das contratações ainda este ano contribua para aquecer o setor da construção civil. (Foto: Ilustração)

Às vésperas do primeiro turno das eleições municipais, o governo Michel Temer anuncia hoje as regras para o primeiro lote de contratações do Minha Casa Minha Vida da gestão peemedebista. A meta é contratar 40 mil novas moradias ainda em 2016 na faixa 1,5 do programa, que foi promessa de campanha à reeleição da presidente cassada Dilma Rousseff, ainda em 2014. Mas as obras nunca saíram do papel.

O governo Temer espera que o início das contratações ainda este ano contribua para aquecer o setor da construção civil e impulsionar a economia, principalmente com geração de novos empregos. Também é um agrado à classe média e uma agenda positiva para o governo em meio à recessão.

LEIA MAIS

Rua Império no bairro Antônio Conselheiro ganha pavimentação, em Juazeiro

Rua pavimentada em Juazeiro. (Foto: ASCOM)

Rua pavimentada em Juazeiro. (Foto: ASCOM)

A obra atendida pelo projeto da Intervenção Urbana do PAC 2 foi entregue na manhã desta sexta-feira, 9, pelo secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Juazeiro, Jorge Barbosa, que representou o prefeito Isaac Carvalho.

A Rua Império tem extensão de quase 300 metros. Trinta e seis famílias residem no local. Muitas das casas são de taipa e os moradores jamais acreditaram que um dia pudessem ver a rua calçada. “Melhorou muito. Quando chovia a gente nem andava. Agora está assim, calçada. E vai melhorar a nossa saúde também”, disse a moradora, Luciene Nascimento.

O relato de Lucilene é bem parecido com o da dona de casa, Maria Simone da Silva de Souza. “A gente saía de casa para ir à rua e quando chegava ficava com vergonha porque os pés estavam cobertos por terra”, descreveu. Maria agora tem o que comemorar: “O calçamento foi maravilhoso. O prefeito Isaac prometeu e cumpriu. Tenho duas netas e essa obra será muito boa pra saúde delas e de todos nós aqui”, completou.

LEIA MAIS

Câmara aprova MP que promove Reforma Administrativa

(Foto: Internet)

Com a aprovação da emenda, os partidos de oposição acusaram o governo de fazer uma manobra. (Foto: Internet)

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (30), a Medida Provisória 726/16, que reorganiza a estrutura do Executivo federal em razão da reforma administrativa feita pelo governo Temer. A matéria precisa ser votada ainda pelo Senado.

A proposta transforma, incorpora, cria e extingue ministérios, que passam a ser 24. A MP 728, editada 15 dias depois da MP 726, recriou o Ministério da Cultura após protestos de atuantes no setor, como artistas e entidades culturais.

O texto aprovado é de uma emenda aglutinativa do líder do governo, deputado Andre Moura (PSC-SE), que incorporou a maior parte do projeto de lei de conversão do deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG).

LEIA MAIS

Governo planeja privatizar gestão de presídios, creches e hospitais

(Foto: Internet)

As medidas que devem ser anunciadas após a viagem que Temer fará à China, para a reunião do G-20. (Foto: Internet)

Assim que for encerrado o capítulo do impeachment, o presidente interino, Michel Temer, terá de tomar medidas para acabar com a sensação de governo provisório e dar continuidade à construção de estabilidade e credibilidade para os próximos dois anos. Para dar a feição que seu governo quer ter, além dos já anunciados teto para gastos públicos e reforma da Previdência, Temer terá mais uma prioridade: a abertura para o capital privado em todos os setores possíveis, fugindo do formato tradicional de fazer concessões apenas na área de infraestrutura.

Entre as medidas que devem ser anunciadas após a viagem que Temer fará à China, para a reunião do G-20, estão um programa de concessões em parceria com os estados, voltado para áreas essenciais como hospitais, creches, presídios e saneamento. O modelo já é adotado por estados como Goiás e municípios como Belo Horizonte para instituições de ensino.

“Vamos acabar com o conteúdo nacional exacerbado, que só traz superfaturamento. Só vamos manter aquilo em que formos competitivos. Ao invés de generalizado, será setorizado. Temos que mudar a visão do investimento público, ampliando ao máximo as concessões. Faremos PPPs (parcerias público-privadas) para esgoto, penitenciárias, hospitais e creches, comprando vagas para as crianças. É mais racional do ponto de vista do gasto público”, disse um auxiliar de Temer envolvido nos programas.

LEIA MAIS

Governo adia leilão de linhas de transmissão de energia para rever condições

(Foto: Ilustração)

(Foto: Ilustração)

O governo federal resolveu adiar e rever as condições do leilão para a concessão de linhas de transmissão de energia elétrica agendado para 2 de setembro, que tinha como objetivo atrair R$ 12,6 bilhões em investimentos, afirmaram à Reuters duas fontes com conhecimento direto do assunto nesta segunda-feira (22).

De acordo com as informações, havia temor no Ministério de Minas e Energia de que se repetisse no certame o fracasso da tentativa de licitação da distribuidora Celg-D, da Eletrobras, cuja privatização foi desmarcada na semana passada devido à total falta de interesse do mercado.

A pasta entendeu que o leilão envolveria muitos lotes e que talvez seja necessário elevar a receita oferecida para ter participantes, disse a fonte, sob a condição de anonimato.

LEIA MAIS

Polícia Militar de Pernambuco recebe novas viaturas nesta quinta-feira

(Foto: Internet)

A previsão é que até o final do ano, 833 novas viaturas serão distribuídas pelo Estado à PMPE. (Foto: Internet)

Nesta quinta-feira (11), 100 novas viaturas estão sendo entregues à Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), pelo governador Paulo Câmara. Visando o reforço da guarnição, a administração estadual investirá R$ 264 mil por mês. A cerimônia acontece no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, com as presenças do secretário Estadual de Defesa Social, Alessandro Carvalho, do comandante geral da Polícia Militar, coronel Carlos D’Albuquerque, e do chefe da Polícia Civil, Antônio Barros.

A previsão é que até o final do ano, 833 novas viaturas serão distribuídas pelo Estado à PMPE. A medida dialoga com os esforços da gestão estadual, como a realização de concursos públicos da PMPE (1.500), da Polícia Civil (650) e da Polícia Científica (360), para a consolidação de uma cultura de paz em Pernambuco.

Desde 2014, o Governo do Estado tem investido na estruturação da frota da PMPE com investimento médio de R$ 60 milhões anuais. Só em 2015, a administração estadual aportou R$ 61 milhões na locação de veículos por meio da Secretaria de Defesa Social (SDS) e suas Operativas.

 

R$ 9,4 bilhões é o custo com partidos em 10 anos no Brasil

dinheiro-2

Durante muito tempo os cofres públicos conseguiam sustentar as verbas destinadas aos partidos, contudo, a crise econômica mudou o panorama. (Foto: Ilustração)

Os mais de trinta partidos políticos do Brasil custaram, nos últimos dez anos, aproximadamente R$ 9,4 bilhões. Os valores são de repasses do fundo partidário, renúncias fiscais que bancam as propagandas no rádio e na TV, custeio de aluguéis de sedes, compra de equipamentos, dentre outros.

Durante muito tempo os cofres públicos conseguiam sustentar as verbas destinadas aos partidos, contudo, a crise econômica mudou o panorama. Outro fator que pesou na disputa por esses recursos foi a proibição do financiamento de campanhas por empresas. 

LEIA MAIS

R$ 790 milhões são liberados pelo governo para ações de combate à seca no Nordeste

seca NE

O valor total de R$ 789.947.044, foi creditado em favor do Ministério da Integração Nacional. (Foto: Arquivo)

O presidente interino Michel Temer assinou ontem (29) uma medida provisória (MP) abrindo crédito extraordinário de cerca de R$ 790 milhões para ações e despesas emergenciais de combate à seca em estados do Nordeste.

O montante, no valor total de R$ 789.947.044, foi creditado em favor do Ministério da Integração Nacional e, além das ações de combate à seca, também poderá ser usado em situações de emergência e desastres naturais. O texto deve ser publicado no Diário Oficial da União de segunda-feira (1º).

LEIA MAIS

Comissão susta autorização para ministro solicitar Força Nacional de Segurança

(Foto: Internet)

Projeto susta a parte do decreto que dispensa a solicitação dos governadores de Estado.(Foto: Internet)

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional aprovou, no último dia 13, o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 834/13, do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que susta a parte do Decreto Presidencial 7.957/13 que autoriza ministros de Estado a solicitarem o uso da Força Nacional de Segurança em qualquer parte do território nacional, mesmo sem o pedido dos governadores.

O Decreto Presidencial 7.957/13 faz alterações em outro decreto – 5.289/04, que originariamente instituiu o denominado programa de cooperação federativa da Força Nacional de Segurança Pública, e permitiu o emprego desta em qualquer canto do País, “mediante solicitação expressa do respectivo governador de Estado ou do Distrito Federal”.

LEIA MAIS

Governo de Minas sabia da situação da barragem da Samarco que ruiu, segundo a Folha

A tragédia no município de Mariana, em Minas Gerais, levou poluição à bacia do rio Doce e ao mar no litoral norte do Espírito Santo

A tragédia no município de Mariana, em Minas Gerais, levou poluição à bacia do rio Doce e ao mar no litoral norte do Espírito Santo. (Foto: Arquivo)

O governo de Minas Gerais vistoriou e recebeu informações sobre as obras apontadas como responsáveis pela ruptura da barragem da Samarco em Mariana (MG), embora diga em inquérito não ter recebido qualquer dado sobre as alterações no local.

Documentos obtidos pela Folha mostram que a Secretaria de Meio Ambiente fiscalizou as intervenções no reservatório alvo da tragédia ao menos uma vez por ano – de 2013 a 2015, nos governos de Antonio Anastasia (PSDB), Alberto Pinto Coelho Jr. (PP) e Fernando Pimentel (PT).

LEIA MAIS

Miguel Coelho visita Belo Horizonte para conhecer modelo de gestão inovador

(Foto: ASCOM)

Miguel recebeu informações sobre o sistema de atendimento que reduziu o tempo de emissão de licenças, alvarás e outros documentos da prefeitura. (Foto: ASCOM)

Miguel Coelho, pré-candidato a prefeito de Petrolina, visitou, nesta quarta-feira (29), Belo Horizonte. O socialista foi recebido pelo prefeito da capital mineira, Márcio Lacerda, que mostrou uma série de programas para agilizar e modernizar os serviços públicos na cidade.  O encontro faz parte de uma série de visitas do pré-candidato que buscará conhecimento sobre gestão de municípios.

Na conversa com o prefeito Márcio Lacerda, Miguel recebeu informações sobre o sistema de atendimento que reduziu o tempo de emissão de licenças, alvarás e outros documentos da prefeitura. “Lá, é tudo automatizado e rápido. Ninguém precisa ir na prefeitura e preencher papel. Basta ter acesso a um computador ou celular com internet para realizar algo que as pessoas levam horas e até semanas para resolver”, resumiu deputado.

LEIA MAIS
17181920