Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Grávida de quadrigêmeos é acompanhada pelo Alto Risco do Hospital Dom Malan de Petrolina; parto deve acontecer em abril

Riqueline de Brito Macêdo é natural de Dormentes. (Foto: Arquivo Pessoal)

Na maioria dos casos, a notícia de uma gravidez gera dúvidas e incertezas, em alguns casos pela gestação não ter sido planejada, ou por não estar esperando, entre muitos outros motivos. Mas, para Riqueline de Brito Macêdo, de 33 anos, natural de Dormentes (PE), o que assustou não foi a confirmação da gestação, foi o número de embriões gestados: quatro. Isso mesmo, daqui há algumas semanas ela será mãe de mais três meninas e um menino.

Em 2007, Riqueline engravidou pela primeira vez de gêmeos. Na época ela se mudou com o esposo para São Paulo e foi acompanhada. Infelizmente ela não conseguiu levar a gestação adiante e teve os bebês prematuros com 7 meses. Um dos fetos faleceu ainda na barriga e o outro só viveu seis minutos.

No ano seguinte, outra gestão também sem sucesso. Ela sofreu um aborto espontâneo com apenas 5 semanas. Em 2010 foi que nasceu a primeira filha, Maria Clara, hoje com 9 anos, e em 2015 nasceu Maria Luiza. Na tentativa de vir um menino, Riqueline resolveu arriscar o terceiro filho. Então, em fevereiro de 2017 parou de tomar o anticontepcional. Ela conta que não foi tão fácil engravidar. “Tinha horas que a gente queria, depois resolvia esperar mais um pouco, até que veio a notícia”.

LEIA MAIS

Acompanhante afirma que grávida está há dois dias aguardando atendimento no Hospital Dom Malan

(Foto: Arquivo)

O atendimento no Hospital Dom Malan/IMIP voltou a ser questionado pelos petrolinenses nesse sábado (16). A acompanhante de uma grávida procurou o Blog Waldiney Passos no final da manhã, denunciando o descaso com sua cunhada.

Leidivania Leite de Souza está há dois dias na unidade sem receber atendimento. De acordo com sua cunhada a gestante não pode ter o parto normal. Apesar de o parto ter sido agendada para 8h de hoje, até 12h Leidivania segue na sala de triagem.

“Está com dois dias que ela está lá, eles sabem que é cesariana, foi encaminhado pelo postinho. Estão fazendo as cesarianas da SAMU dizendo que é urgência, o caso dela é complicado e eles só adiando o parto”, disse a cunhada de Leidivania.

Nossa produção entrou em contato com o HDM, que está apurando a situação e em breve enviará resposta oficial sobre a denúncia apresentada na matéria.

Já é carnaval no Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina

(Foto: Ascom)

A folia de momo começou mais cedo este ano no Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina e o carnaval da pediatria animou a todos nesta terça-feira (26), com o bloco “Mamãe não vai”.

A festa, que foi promovida pela equipe multiprofissional do HDM, contou com o apoio do projeto “Quem canta, seus males espanta”, do curso de licenciatura em música do IF Sertão Pernambuco, que já desenvolve um trabalho voluntário no hospital desde agosto do ano passado.

Munidos de instrumentos musicais, adereços, fantasias, brilho e muita alegria, o bloquinho fez um verdadeiro carnaval. As marchinhas e melodias infantis deram o tom da comemoração.

“Sempre que o grupo do IF Sertão vem aqui é ótimo, pois muda o clima da enfermaria. As crianças ficam mais felizes e serenas. Então, poder tê-los aqui animando o nosso carnaval é muito bom”, ressaltou a enfermeira gerente da pediatria, Roberta Rosa.

LEIA MAIS

HDM/IMIP de Petrolina alerta sobre os riscos do consumo de álcool e outras drogas durante a gestação e amamentação

(Imagem: Divulgação/Ministério da Saúde)

Neste Dia Nacional de Enfrentamento às Drogas e ao Alcoolismo (20/02), o Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) ressalta os riscos do consumo de álcool e outras drogas durante a gestação e a amamentação.

De acordo com o médico especialista em medicina fetal do HDM, Marcelo Marques, a ingestão de álcool na gravidez, mesmo que em pequena quantidade, eleva o risco de parto prematuro, sendo esta a maior causa de mortalidade infantil no Brasil. “Como consequência o bebê também pode nascer com baixo peso”, afirma o médico.

Ao contrário do que muitos dizem não existe um consenso sobre a quantidade segura que pode ser ingerida. “O ideal mesmo é que as mulheres se tornem abstêmias nesse período, ou até mesmo um pouco antes de tentar engravidar”, aconselha o profissional.

A ingestão de álcool em grande quantidade pode, inclusive, resultar na síndrome do alcoolismo fetal (SAF) que é um conjunto de sinais e sintomas apresentados pelo feto em decorrência desse comportamento da mãe. “Além da prematuridade e baixo peso também podemos citar déficit de crescimento, alterações em características faciais e atraso no desenvolvimento neuropsicomotor como sintomas da SAF”, complementa. 

LEIA MAIS

Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina apoia a campanha “Fevereiro Laranja”

(Foto: Internet)

Como de costume, o Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) apoia uma nova causa. Este mês, a unidade materno-infantil está engajada na campanha “Fevereiro Laranja” – um alerta para o combate a leucemia (tipo de câncer sanguíneo). ​
​​
“A iniciativa tem como objetivo estimular o diagnóstico precoce e a doação de medula óssea, pois a leucemia é uma doença que se inicia justamente nesse local, onde o sangue é produzido”, esclarece a oncologista pediátrica do HDM, Michelle Ribeiro. ​
​​
Esse tipo de câncer acomete os leucócitos, também conhecidos como glóbulos brancos, que começam a se reproduzir de maneira descontrolada, dando início aos primeiros sinais da leucemia, que são: anemia, palidez, sonolência, fadiga, palpitação, sangramentos na gengiva e nariz, manchas roxas na pele ou pontos vermelhos.​

LEIA MAIS

Especialista do HDM/IMIP fala sobre riscos da gravidez na adolescência

(Foto: Arquivo)

De 01 a 07 de fevereiro acontece, em todo o país, a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, instituída pela Lei nº 13.798/19. A campanha visa conscientizar a população sobre os riscos da gestação precoce e tem como objetivo disseminar informações sobre medidas preventivas e educativas.

Como hospital materno-infantil de referência para mais de 50 municípios da Rede de Saúde Pernambuco/Bahia (PEBA), o Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) recebe quase que diariamente adolescentes da faixa etária de 9 a 18 anos. Muitas delas são meninas, que saíram a pouquíssimo tempo da infância e estão prestes a trocar a boneca por um bebê de verdade. Por isso, o HDM não pode deixar de fazer o seu papel nessa campanha.

Para se ter uma ideia, em 2017, dos 7.147 partos realizados pelo HDM, 597 (8,35%) foram em adolescentes. Já em 2018, dos 7.173 partos realizados, 887 (12,36%) envolveram o público dessa faixa etária. Os números mostram um aumento de 4,01% nesse percentual. “O nosso índice está abaixo do registrado em Pernambuco, que é de 23% na rede SUS, mas ainda é preocupante”, analisa o coordenador médico do Alto Risco, Marcelo Marques.

LEIA MAIS

Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina abre processo seletivo para eletricista

(Foto: Arquivo)

O Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) abriu inscrições para o processo seletivo simplificado, com quatro vagas para eletricista. Para participar, o candidato deve inscrever seu currículo no site do IMIP.

Após a triagem curricular, os concorrentes serão convocados para a segunda etapa. Na oportunidade da entrevista o candidato deve apresentar certificado do curso de eletricista e comprovante da NR 10 atualizado.

Todos os classificados farão parte de um cadastro de reserva. O processo seletivo simplificado tem duração de seis meses.

UPAE e HDM reforçam importância da prevenção à hanseníase

(Foto: Ilustração)

De acordo com informações divulgadas recentemente pela Secretaria de Saúde de Pernambuco, o estado é o 8º com mais notificações de novos casos de hanseníase, quando se leva em conta a população geral. Na faixa etária de até 15 anos, Pernambuco fica em 3º lugar nacional.

O mesmo boletim também aponta que houve uma queda de cerca de 10% no aparecimento de novos casos entre 2017 e 2018, além de uma redução de 30% com relação ao público infanto-juvenil. Mas, esses números ainda estão longe do ideal, principalmente entre crianças e adolescentes.

A hanseníase é uma doença traiçoeira, que chega sem alardear e se instala no corpo com lentidão, podendo deixar sequelas emocionais, além de físicas. Por isso, as pessoas devem procurar o serviço de saúde ao primeiro sinal de aparecimento de manchas, de qualquer cor, em qualquer parte do corpo, principalmente se a área apresentar diminuição de sensibilidade ao calor e ao toque.

LEIA MAIS

Balanço 2018: HDM/IMIP de Petrolina registra aumento em todos os atendimentos e serviços 

(Foto: Arquivo)

Há quase dez anos o Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) aceitou o desafio de atender a uma população de aproximadamente 2 milhões de pessoas, de mais de 50 municípios, e ser a referência em alto risco materno-infantil para a Rede de Saúde Pernambuco-Bahia (PEBA). Desde então, a unidade hospitalar vem se superando nas suas lutas diárias. Prova disso é que o número de atendimentos e serviços vem aumentando gradativamente.

De acordo com os dados do balanço de 2018, os atendimentos de urgência e emergência saltaram de 111.757 em 2017 para 115.208 no ano passado. O número de partos também aumentou e chegou a 7.173, com uma média de quase 600 por mês; a oferta de consultas ambulatoriais passou de 83.419 para 86.837 em um ano; e o número de cirurgias de urgência e eletivas fechou em 6.322.

LEIA MAIS

HDM/IMIP Petrolina realiza nova entrega de doações à Casa de Apoio Santo Expedito

(Foto: Ascom)

A equipe do Hospital Dom Malan/IMIP realizou, na terça-feira (22), mais uma entrega de donativos à Casa de Apoio Santo Expedito em Petrolina (PE). A ação ainda faz parte do Natal Solidário, que no mês passado entregou 3,7 toneladas de alimentos não perecíveis e material de higiene/limpeza ao estabelecimento filantrópico, destinado a acolher acompanhantes de várias cidades da região, que estão com pacientes em internamento nos hospitais de Petrolina.

Neste segundo momento a equipe fez a entrega de quase 60kg de proteína (entre frango, carne e outros). De acordo com a fundadora e coordenadora da casa, Leodete Pires (Dona Léa), a estimativa é de que a doação de dezembro consiga abastecer a casa por seis meses. “Como estou aqui dentro consigo gerenciar bem os mantimentos e esticar a feira”, contou sorridente e otimista.

O Hospital Dom Malan já ajuda a Casa de Apoio há alguns anos. “Desde o início do nosso Natal Solidário escolhemos essa instituição para receber os donativos. Primeiro pelo belo trabalho que realizam, segundo porque eles nunca negaram um acompanhante que mandamos para lá. A casa de Dona Léa é tão generosa quanto o seu coração”, ressalta a coordenadora da campanha, Kátia Cilene.

LEIA MAIS

Psicóloga do HDM/IMIP pontua cuidados com saúde mental da mulher e da criança

(Foto: Arquivo)

Neste “Janeiro Branco”, o Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) traz como foco a saúde mental de crianças, grávidas e puérperas. Para isso, a psicóloga Ralliny Soares pontua os principais pontos ligados a este público. “O período de gestação e puerpério é uma fase de grande incidência de transtornos psíquicos, sendo este um momento importante de acolhimento e promoção de cuidado em sua saúde mental. Dessa forma, visa-se prevenir adoecimentos futuros ligados a ansiedade e depressão pós-parto”, disse.

De acordo com a literatura, estudos mostram que as alterações psicológicas, nestes casos, dependem muito de fatores familiares, conjugais, sociais, culturais e da personalidade da gestante. Mas, a rede de apoio à sua volta é determinante para a promoção da sua saúde emocional.

“Muitas vezes a mulher sente que deixa de existir enquanto indivíduo. Então, o mais importante é lembrar que ela também deve ser cuidada, não só o bebê. Acredito que o acompanhamento profissional correto, amor e a paciência sejam a chave”, esclarece. Transtornos psicológicos não tratados na gravidez podem ser causa, inclusive, de baixo peso, prematuridade e reação maior da criança ao estresse.

LEIA MAIS

Estoque do Banco de Leite do Hospital Dom Malan é considerado crítico, Secretaria Estadual de Saúde reforça importância de doação

Atualmente, no estoque do Hospital Dom Malan há apenas 2 litros de leite. (Foto: ASCOM)

Considerado um dos alimentos mais importantes para o ser humano, o leite materno é a bebida que contém todos os ingredientes necessários para o crescimento saudável da criança, além de funcionar como um fator de proteção para doenças. Ele também é um importante aliado na redução do óbito infantil, da fome, da desnutrição e dos quadros alérgicos que podem ser apresentados pela criança.

De acordo com informações da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, para meninas e meninos prematuros ou de baixo peso, o leite materno se torna ainda mais indispensável. Por isso, os quatro hospitais do estado de Pernambuco que contam com bancos de leite convocam as mães para realizar esse gesto de solidariedade. O apelo é ainda mais urgente após as festas de fim de ano, e durante o período de férias, já que normalmente, os estoques reduzem. É importante reforçar que não há quantidade mínima estabelecida para doação.

Atualmente, a situação mais crítica é do Hospital Dom Malan (HDM), em Petrolina (PE). No estoque, há apenas 2 litros de leite, praticamente o consumo de um único dia. No Jesus Nazareno (HJN). Além das doações, as unidades estimulam as mães das crianças a fazerem a ordenha do insumo para os seus bebês. As unidades também apoiam as mulheres em suas dificuldades no processo de amamentação.

Como doar

As mães interessadas em doarem seu leite excedente devem entrar em contato com o Hospital Dom Malan, via ligação telefônica, através do número (87) 3202.7000. É possível retirar a bebida na própria unidade ou combinar a busca na casa da doadora.

Para retirar o leite da mama, a indicação é que a mãe use um lenço para proteger a boca e a cabeça, além de higienizar as mãos antes de iniciar o processo. O produto deve ser armazenado em potes de vidro com tampa de plástico. O papel que vem na parte interna da tampa precisa ser retirado antes de todo o processo. Para higienizá-los, deve-se lavá-los em água corrente e com sabão neutro. Em seguida, colocá-los em uma panela com água e levá-los ao fogo. Após a água começar a ferver, deixa por mais 15 minutos.

HDM/IMIP entrega 3,7 toneladas de alimentos e materiais de higiene à Casa de Apoio Santo Expedito

(Foto: ASCOM)

O Natal Solidário 2018 do Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) foi um sucesso. A equipe da unidade materno infantil arrecadou 3, 7 toneladas de alimentos não perecíveis e materiais de higiene, que foram doados à Casa de Apoio Santo Expedito, no dia 21 de dezembro.

Para tornar esse momento real, a comissão organizadora começou ainda em novembro a mobilizar as pessoas. “Esse já é o nosso quinto ano de campanha e nós percebemos que teríamos que inovar. Então, além da nossa arrecadação voluntária tivemos a ideia de fazer uma rifa entre os profissionais. Para acirrar a competição oferecemos um prêmio à equipe vencedora”, esclarece a supervisora do Serviço Social, Kátia Silene Carreiro.

Dona Léa (Leodete Pires) agradeceu: “Mantenho essa casa há 17 anos com muito esforço e oração. Deus, em sua infinita bondade, não nos deixa faltar nada. Quando estamos em situação difícil sempre aparecem anjos para nos ajudarem”.

LEIA MAIS

Solidariedade: mães da Casa de Apoio do Hospital Dom Malan recebem doações

(Foto: ASCOM)

Sabe aquela correria do dia a dia e a falta de tempo que a maioria das pessoas reclama? Há quem diga que o segredo é estabelecer prioridades. E foi acreditando nisso que a jornalista e mãe da pequena Joana, Lara Cavalcanti, encontrou espaço na agenda para o trabalho voluntário.

Tudo começou com a vitória de Joana ao vencer a prematuridade e a superação de uma mulher, mãe e guerreira que encontrou força na luta. “Eu, Joana e toda a família passamos por dias muito difíceis. Foi preciso, sobretudo, fé para alcançar a graça de comemorar o seu primeiro aninho no início de dezembro”, relata.

“Desde que ela voltou para casa pensei que deveria haver um jeito de agradecer a Deus e através de duas amigas cheguei ao Dom Malan. Conheci todo o mundo do prematuro e me encantei. Claro que também foi autoidentificação. Mas, achei ali o meu jeito de retribuir”, esclarece. 

LEIA MAIS

Voluntariado do Dom Malan/IMIP realiza mais um evento natalino para as crianças 

(Foto: ASCOM)

O voluntariado do Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) realizou, pelo oitavo ano consecutivo, o tradicional Natal das Crianças. A festa aconteceu na última quinta-feira (20) e contou com a participação do Papai Noel, Mamãe Noel, Coral Infantil da Primeira Igreja Batista, funcionários, colaboradores, estudantes, residentes e, é claro, dos voluntários.

O grupo passou pela oncologia, pediatria, PSI infantil e a cantata natalina emocionou a todos. “Primeiro buscamos despertar o verdadeiro espírito do Natal, que se baseia na generosidade, solidariedade, compaixão e amor. Para isso, contamos com a participação do coral, que entoou um Auto de Natal. Depois agradecemos, confraternizamos e realizamos a entrega dos presentes”, conta o coordenador do voluntariado, Rui Holanda.

LEIA MAIS
12