Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Parceria entre o SAAE e empresas de recicláveis visa coletar óleo usado na cozinha, em estabelecimentos comerciais e residências de Juazeiro

(Foto: ASCOM)

Nesta quarta-feira (19) técnicos do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE), em Juazeiro (BA) e das Empresas Soluções em Recicláveis de Resíduos (SRR) e Prest Limp estiveram reunidos a fim de consolidar a parceria para a coleta e destino final do óleo utilizado nas cozinhas de lanchonetes, restaurantes, praças de alimentação e residências.

O projeto tem como finalidade fazer o recolhimento do óleo de cozinha usado de maneira correta, contribuindo com o meio ambiente e minimizando os constantes entupimentos nas redes de esgotos. Na primeira etapa os técnicos das empresas e equipes do setor Social, Resíduos Sólidos e de Meio Ambiente do SAAE, visitarão os estabelecimentos e as residências conscientizando os proprietários da importância do projeto. “Cada estabelecimento receberá um recipiente com capacidade para 50 litros de óleo e faremos a retirada de acordo com o volume coletado”, explicou Domingos Ribeiro, da Prest Limp, empresa que já atua no mesmo segmento no Estado do Mato Grosso.

De acordo com Osmar Lonardoni, diretor da SRR, o óleo coletado será reutilizado na geração do combustível biodiesel, ração para animais e até na fabricação de alguns cosméticos. “Todo este material que diariamente vai parar nas redes de esgoto provocando os constantes entupimentos pode ter um destino, evitando contaminação do meio ambiente. Toda estrutura para inicio do projeto já está pronta e, iniciamos nessa quinta-feira (20), pelo Condomínio Country Clube o trabalho de cadastro dos moradores e entrega do kit para o descarte do óleo”, informou.

LEIA MAIS

Moradores do bairro Jardim São Paulo reclamam que terreno baldio está servindo de depósito de lixo

Terreno baldio, Rua Vitória Régia, bairro Jardim São Paulo. (Foto: moradores do bairro)

Moradores do bairro Jardim São Paulo, em Petrolina, entraram em contato com o nosso blog para denunciar um problema que está causando dor de cabeça e transtorno. Segundo eles, na Rua Vitória Régia, um terreno baldio virou depósito de lixo.

Entulho, resto de podas de árvores, tudo isso está sendo descartado no terreno. A quantidade de lixo é tão grande que os moradores têm receio de que em poucos dias, o trânsito seja prejudicado.

“De quem é a culpa? Do proprietário que não cerca seu terreno, do poder público que não fiscaliza, dos carroceiros e pessoas que pagam para retirar o entulho de sua porta e joga em qualquer lugar”, afirma uma moradora que não quis se identificar.

Por meio de nota, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade informou que vai enviar uma equipe da Gerência de Fiscalização de Obras e Posturas até o local para verificar a propriedade do terreno. Se for particular, o proprietário será notificado para realizar a limpeza e murar. Se for área pública, uma solicitação de limpeza será encaminhada para a Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA).

Para driblar o preço alto da conta de luz, juazeirenses e petrolinenses investem em energia solar

(Foto: ASCOM)

Buscando alternativas para diminuir os gastos com a conta de luz, moradores e donos de comércio de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), encontraram a solução no sol. Por meio da energia solar fotovoltaica eles estão diminuindo os custos com a conta de luz e contribuindo com a preservação do meio ambiente, por utilizar uma fonte de energia limpa, sustentável e renovável.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) anunciou que a conta de luz dos brasileiros vai continuar com a bandeira vermelha nível 2 até o final do ano. O diretor da Energia Solar Original, empresa com sede em Petrolina, Rodrigo Mesquita, explica que um dos principais fatores da procura por instalações terem aumentado foi a questão da conta de luz mais alta.

“Os motivos pela crescente demanda vão desde a preocupação com a preservação do meio ambiente, os constantes aumentos na conta de luz, os recorrentes incentivos federais, estaduais e bancários, além de representar uma fonte de rendimentos financeiros, tudo isso converge e contribui para o aumento de micro geradores em todo território nacional. Só aqui em Petrolina e Juazeiro mais de 33 clientes já estão economizando com os benefícios de um sistema solar original”, explica Rodrigo Mesquita.

O funcionamento de um sistema de energia solar é simples: o painel solar capta a luz do sol e transforma em energia

LEIA MAIS

Comitê da Bacia Hidrográfica do rio São Francisco discute prevenção a enchentes durante Audiência Pública

Mesmo no período de seca, o tema enchente chegou à Câmara de Vereadores de Petrolina na manhã dessa segunda-feira (17), em uma Audiência Pública promovida pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do rio São Francisco (CBHSF). Essa já é a segunda reunião aberta ao público e a programação será encerrada em Pirapora (MG) em outubro.

Entidades como Agência Nacional de Águas (ANA), o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a CHESF, Defesa Civil estiveram na reunião. Representando os poderes Executivos, o prefeito de Lagoa Grande, Vilmar Capellaro e do Legislativo, apenas o vereador Gilmar Santos (PT) marcaram presença na Audiência.

Presidente do CBHSF, Anivaldo de Miranda Pinto destacou a importância de se discutir a prevenção de enchentes durante a estiagem. “Esse é o momento certo, se você esperar que as águas cheguem aí não vai dar tempo para nada. Numa seca tão prolongada as pessoas ficam imaginando que não haverá mais cheia e no século do aquecimento global, as secas cada vez serão mais prolongadas e as cheias mais concentradas e destrutivas”, afirmou.

LEIA MAIS

Reintrodução da ararinha-azul na natureza deve começar no ano que vem

(Foto: Internet)

A ararinha-azul (Cyanopsitta spixii), extinta na natureza desde 2000, deve voltar a voar nos céus brasileiros em breve. A ave, natural da Caatinga nordestina, principalmente nas cidades de Juazeiro e Curaçá, ambos na Bahia, ainda é criada em cativeiro. Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), ainda existem cerca de 150 ararinhas mantidas por criadores no Brasil e no exterior.

O processo de reintrodução deve começar em março do ano que vem, quando deverão chegar ao Brasil 50 ararinhas que serão trazidas da Alemanha, por meio de uma parceria do governo federal com criadores europeus.

Para receber as ararinhas-azuis, a União criou em junho deste ano um refúgio de vida silvestre de cerca de 30 mil hectares em Curaçá, que será envolvido por uma área de proteção ambiental de mais cerca de 90 mil hectares.

O processo de reintrodução da ave envolve a readaptação dos indivíduos à natureza, o que leva algum tempo. De acordo com Pedro Develey, diretor executivo da Save Brasil, que colaborou com o projeto de criação da unidade de conservação de Curaçá, as aves deverão ser soltas entre 2020 e 2023.

LEIA MAIS

Dia Mundial da Limpeza termina com 6 toneladas de lixo recolhidos na Orla de Petrolina

(Foto: Ascom)

Durante o sábado (15) alunos da Faculdade UNINASSAU Petrolina e equipes da Prefeitura Municipal atuaram na limpeza da Orla da cidade, no Dia Mundial da Limpeza. A ação terminou com seis toneladas de lixo recolhidos às margens do Rio São Francisco.

“O lixo é um problema mundial e precisamos unir forças com a comunidade, através da educação ambiental. Em Petrolina, temos um agravante por conta do lixo que é descartado nas margens do Rio São Francisco. Além de intensificar a fiscalização, precisamos desenvolver ações que estimulem a consciência ambiental na comunidade”, disse o diretor de Projetos Ambientais da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA), Victor Flores.

O Dia Mundial da Limpeza foi criado como incentivo à limpeza do ambiente público e para despertar a reflexão sobre a conservação e limpeza das cidades. Nesse ano a Orla foi escolhida como local da ação em Petrolina.

Orla Nossa: Prefeitura avança com ações de revitalização do Velho Chico em Petrolina

As baronesas retiradas passarão pelo processo de compostagem, transformando-se em adubo.

O projeto “Orla Nossa”, em Petrolina (PE) – que teve início em 2017 com o desenvolvimento de diversas ações das obras de revitalização do trecho urbano do Rio São Francisco – segue em mais uma etapa com a fiscalização dos pontos de despejo de esgoto in natura. Além disso, algumas baronesas estão sendo retiradas na Orla 1.

Técnicos observaram nas últimas semanas, em um trecho da Orla I, o extravasamento de ligações clandestinas de esgoto que tinham como destino o São Francisco. As equipes da prefeitura, através da Agência Municipal do Meio (AMMA) estão investigando a origem desse esgoto para, assim, autuar os responsáveis.

“Nesse momento, estamos promovendo uma manutenção do ‘Orla Nossa’. A proposta é manter a circulação da água para garantir a navegabilidade e uso pessoal. Logo em seguida retomaremos o processo de oxigenação da água. Não podemos esquecer que essa situação é resultado de anos de descaso com o Velho Chico”, afirma o Diretor-presidente da AMMA, Geraldo Miranda.

Ações

As ações do ‘Orla Nossa’ já removeram mais de 3.500 toneladas de sedimentos das águas do Rio São Francisco e aumentou mais 500% a oxigenação da água. As baronesas retiradas passarão pelo processo de compostagem, transformando-se em adubo. O projeto é resultado da parceria entre a AMMA, Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA), Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE).

Dia Mundial da Limpeza será marcado por atividade voltada ao Velho Chico, em Petrolina

(Foto: ASCOM)

Para celebrar o Dia Mundial da Limpeza, a Prefeitura de Petrolina (PE) vai promover uma ação neste sábado (15). Nos quatro cantos do mundo, a data é marcada por mutirões em bairros, parques e locais públicos. Em Petrolina, a prefeitura também está empenhada, contando com a disposição de voluntários e equipes da gestão promoverá a conscientização da população sobre os prejuízos do descarte de lixo em locais inapropriados e da importância preservação ambiental.

As atividades em alusão à data vão mobilizar pessoas em 150 países em prol de um problema global: o lixo. Segundo a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), existem hoje em Petrolina alguns pontos de descartes em áreas de preservação permanente. A prefeitura está fiscalizando e autuando os responsáveis, mas ressalta a importância de a população ficar atenta para a forma correta de eliminar os resíduos sólidos urbano.

“O lixo é um problema mundial. Em Petrolina temos uma problemática recorrente de descarte de resíduos em locais incorretos. Uma maneira de resolver a questão é através da educação ambiental e ações coletivas, como o Dia Mundial da Limpeza, para a comunidade sentir a realidade e o tamanho do problema”, destaca o diretor de Projetos Ambientais, Victor Flores.

A mobilização deste sábado é aberta ao público e pretende envolver os setores público, privado e a população em geral. A partir das 8h, na Orla I, os interessados poderão se juntar aos voluntários e representantes de instituições parceiras, para recolher a maior quantidade possível de material não orgânico encontrado nas margens do Rio São Francisco.

Estudo indica que Ararinha-azul, encontrada em Juazeiro e Curaçá, está provavelmente extinta da natureza

A ararinha azul ganhou fama internacional com o filme Rio. (Foto: Internet)

Um estudo divulgado pela organização ambiental BirdLife Internacional revelou que oito espécies de pássaros estão extintas ou com alta probabilidade de terem sido extintas da natureza.

Quatro dessas espécies de aves são brasileiras, sendo a ararinha-azul (Cyanopsitta spixii), o limpa-folha-do-nordeste (Philydor novaesi), o trepador-do-nordeste (Cichlocolaptes mazarbarnetti) e o caburé-de-pernambuco (Glaucidium mooreorum) – que é uma coruja.

Para o estudo, foram analisadas 51 espécies apontadas com risco de extinção a partir dos seguintes fatores: intensidade das ameaças e confiabilidade dos registros.

Encontrada nos municípios de Juazeiro e Curacá, ambos na Bahia, a Ararinha-Azul é uma espécie de aproximadamente 57 centímetros com plumagem em tons de azul. Segundo alguns dados, as últimas espécies vivendo em liberdade foram identificadas até 2001.

No entanto, especialistas informam que a Ararinha-Azul é um tipo de ave com “perigo de extinção”. Há informações não confirmadas da existência dela em Pernambuco e no Piauí.

LEIA MAIS

Motorista de caminhão-pipa é multado em R$ 5 mil por crime ambiental em Petrolina

Caminhão estava dentro do Rio contaminando a água.

Nesta sexta-feira (24), nas proximidades de uma choperia na Orla de Petrolina, uma equipe da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) flagrou o dono de um caminhão-pipa realizando a captação de água com todo o veículo dentro do Rio São Francisco, contaminando assim a água com sustâncias oleosas. O condutor foi multado em R$ 5 mil.

“Nossa equipe estava na área fazendo vistoria para as próximas ações do projeto ‘Orla Nossa’, quando presenciou a situação. O interesse da gestão municipal é recuperar o trecho do Rio e conscientizar a população para a preservação do Velho Chico”, relata o diretor de projeto, Victor Flores.

O responsável pelo caminhão foi autuado no artigo 62 do Decreto Federal de nº6.514/08, que pune aquele que causar poluição de qualquer natureza, que possa resultar em danos à saúde humana, animal ou a biodiversidade. Ele tem 20 dias, a partir da autuação, para recorrer à AMMA e pagar a multa. Em caso de reincidência, além de multa, o veículo pode ser apreendido.

A Prefeitura de Petrolina ressalta que a captação de água no rio, quando feita de forma regular, não se configura como crime.

Crime ambiental: prefeitura multa empresa têxtil em mais de R$ 16 milhões em Petrolina

Uma fiscalização realizada na manhã desta quinta-feira (23), pela Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) com o apoio da Guarda Municipal, resultou na aplicação de uma multa de mais de  R$ 16 milhões a uma empresa de fabricação têxtil localizada no Distrito Industrial de Petrolina.

Após receber denúncia, através da Ouvidoria do Município, sobre uma tubulação despejando um líquido escuro no canal, as equipes da prefeitura se deslocaram para o endereço onde foi constatado o crime ambiental.

Após investigação, as equipes constataram que a empresa estava despejando efluentes de resíduos químicos sem tratamento em um canal que tinha como destino o Rio São Francisco, através de uma tubulação de concreto camuflada com madeira e vegetação, dificultando a visualização e identificação da origem.

LEIA MAIS

Aves apreendidas durante ações de fiscalização no Sertão são soltas

Os animais resgatados passam por uma triagem para avaliar o estado de saúde de cada espécime.

Técnicos da equipe Fauna do programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI/PE) realizaram nesta terça-feira (31) a soltura de 109 aves das espécies Galo de Campina, Tico-tico, Maria Fita, Cancão e Papa-capim.

Os animais silvestres devolvidos à natureza foram resgatados via apreensão ou entregas voluntárias durante as ações de diagnóstico e  combate aos danos ambientais, que acontecem desde o último final de semana em municípios da região do Pajeú. Um total de 342 aves, incluindo exóticos em situação de maus tratos, foram recolhidas até o momento.

Os flagrantes foram realizados com a atuação da Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Companhia Independente de Polícia do Meio Ambiente (Cipoma).

As equipes realizaram as primeiras apreensões em uma feira popular em Afogados da Ingazeira, onde foram encontradas diversas aves silvestres e exóticas sendo comercializadas. Durante a ação foram lavrados Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) contra três homens, pelo comércio irregular dos animais, e recolhidas 20 armadilhas para capturar pássaros.

Após receber denúncias, os agentes encontraram cerca de 100 aves em um galpão, sem água e alimentação adequada.  Foi lavrado um TCO em desfavor de um homem, que se encontrava no imóvel. Já no domingo (29), outras 79 aves foram entregues voluntariamente pela população, que compreendeu a importância de preservar os animais.

Na segunda-feira (30), animais foram recolhidos no município de Tabira. Nesta terça-feira, durante o trajeto até o local de soltura, ainda foram recolhidos animais que estavam sendo conduzidos irregularmente.

LEIA MAIS

OAB realiza conferência em Juazeiro em defesa do Rio São Francisco

Com o tema “Dá no coração o medo que algum dia o mar também vire sertão”, a Ordem dos Advogados do Brasil na Bahia, realiza em Juazeiro a I Conferência Estadual da Advocacia em Defesa do Rio São Francisco. O evento acontece nos dias 27 e 28 de julho, na sede da OAB em Juazeiro que fica no bairro algadiço, em frente ao Fórum da Justiça do Trabalho.

No primeiro dia serão realizadas várias palestras, uma delas proferida pelo Ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, que fará uma exposição geral sobre o tem central da Conferência. No dia 28, será realizada uma caminhada em Defesa do Rio São Francisco, com saída às 7h da sede da OBA até Orla nova de Juazeiro, finalizando o evento com um café da manhã.

Aberto a comunidade, as inscrições são gratuitas e podem ser feitas na sede da OBA/Juazeiro, em horário comercial. A Conferência é realizada pela OAB/BA, NOVA CAAB, Subseção Juazeiro e Comissão Especial de Proteção ao Rio São Francisco.

Denúncia: pelo menos dez gatos foram mortos neste domingo no bairro São Gonçalo, em Petrolina

Um fato triste surpreendeu moradores da rua 36 do bairro São Gonçalo, em Petrolina (PE). Segundo informações, pelo menos 10 gatos foram mortos na noite deste domingo (15). Não se sabe ao certo a causa das mortes, mas há suspeita de que os mesmos tenham sido envenenados, já que estavam espumando pela boca.

Matar gato, cachorro, ou qualquer outro animal, é crime. Não importa se o animal é doméstico, domesticado, silvestre, nativo ou exótico. O que trata disso é o artigo 32 da Lei dos Crimes Ambientais, de 1998. A lei prevê prisão de três meses a um ano, além de multa, para quem “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar” qualquer tipo de animal. Se houver a morte do bichinho, a pena aumenta em até um terço.

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Petrolina, informa que o procedimento nestes caso, como o do bairro São Gonçalo, é fazer um boletim de ocorrência na polícia, ou uma denúncia junto ao Ministério Público. Só eles tem poder para investigar, já que envenenamento é algo criminoso, e o CCZ não tem atribuição para cuidar de casos como esse.

Programa Escola Verde abre inscrições para minicursos em julho

(Foto: Divulgação)

Com o objetivo de abordar temáticas ambientais, o Programa Escola Verde (PEV) realizado pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) realizará 14 minicursos entre julho e novembro desse ano.

Podem participar estudantes de quaisquer níveis de escolaridade e também professores. As inscrições são feitas pela internet, até cinco dias antes do início das aulas, mas também existe a possibilidade de inscrição presencial no dia do curso.

As aulas serão oferecidas nos campi Juazeiro (BA) e em Petrolina (PE), na modalidade semipresencial dividida em três módulos. É necessário efetuar o pagamento de R$ 20,00 para alunos e R$ 30,00 professores. Os horários dos cursos e outras informações estão disponíveis no site do PEV.

123