Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Aplicação do Enem terá quatro horários diferentes

(Foto: Reprodução/Internet)

O Ministério da Educação (MEC) alerta os estudantes inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 que a partir do primeiro dia da aplicação das provas, 04 de novembro, o país terá quatro fusos horários diferentes. Devido ao horário de verão, que entrará em vigor no mesmo dia da prova, os portões dos locais de realização do exame serão abertos e fechados em horários diferentes nos estados.

Os estudantes do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal,  deverão adiantar o relógio em uma hora à meia noite de sábado (3) para domingo (4). Neste grupo de estados, com exceção de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, a abertura dos portões dos locais das provas será às 12 horas e o fechamento às 13h.

Para estudantes do Amapá, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, os portões serão abertos às 11h e o fechamento às 12h, seguindo o horário local.

LEIA MAIS

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 18 milhões

(Foto: Ilustração)

Na noite deste sábado (20), ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.089 da Mega-Sena, realizado em Santa Helena de Goiás (GO). O prêmio acumulou, e pode chegar a R$ 18 milhões. O próximo sorteio será realizado na terça-feira (23).

Dezenas sorteadas: 05 – 10 – 32 – 38 – 48 – 49.

A quina teve 29 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 53.143,74. Outras 2.665 apostas acertaram a quadra; cada uma receberá R$ 826,14.

FBC destina R$ 2 milhões ao orçamento da União para ações em proteção a mulheres e idosos 

(Foto: ASCOM)

Duas das sete emendas propostas pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) ao Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA-2019) aprovadas por três comissões do Senado, apresentadas à Comissão de Direitos Humanos (CDH), destinam um total de R$ 2 milhões ao orçamento da União do próximo ano para ações no âmbito das políticas de Igualdade e Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

“São recursos direcionados ao Ministério dos Direitos Humanos para o financiamento de ações de proteção a mulheres vítimas de violência, previstas na Lei Maria da Penha e em outras legislações”, explica Fernando Bezerra. A outra metade dos investimentos é destinada ao fortalecimento, implementação e execução de serviços e obras voltados às pessoas com deficiência. “Uma forma de estimularmos a participação social nas políticas públicas estaduais e municipais por meio dos conselhos e de outros órgãos de defesa dos direitos das pessoas com deficiências”, acrescenta o senador.

Outras duas emendas de FBC ao PLOA-2019 foram aprovadas pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Uma delas assegura recursos para o desenvolvimento de micro e pequenas empresas e também do artesanato. A outra emenda é voltada ao financiamento do Projeto KC-X.

LEIA MAIS

Maioria dos eleitores considera debates importantes, aponta Datafolha

De acordo com a pesquisa do Instituto Datafolha divulgada na quinta-feira (18), 67% dos eleitores brasileiros consideram que o debate entre os dois candidatos à Presidência da República, Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL), é muito importante.

Para 73% dos entrevistados, Bolsonaro deveria comparecer aos debates. Dos 9.137 eleitores ouvidos em 341 cidades, 23% disseram que o candidato não deve participar de debates e 4% não souberam responder à pergunta.

Enquanto sete em cada dez entrevistados consideram o confronto de ideias e propostas frente a frente muito importante, 19% dizem que o debate com os dois candidatos não é nada importante. Além disso, 13% disseram que o encontro seria pouco importante e 2% não souberam responder.

Poucas horas após a divulgação da pesquisa Datafolha, o candidato do PSL afirmou, durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, que não tem participado de debates e tem limitado os atos públicos de campanha por temer por sua segurança pessoal após ter sido esfaqueado durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), no dia 6 de setembro.

LEIA MAIS

Cartões do Enem serão liberados na próxima segunda

Os cartões de confirmação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018) de mais de 5 milhões de inscritos serão liberados na próxima segunda-feira (22) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Com o documento que pode ser obtido na página do participante será possível verificar o local onde cada candidato fará as provas.

A recomendação da pasta é que cada estudante conheça o melhor trajeto para chegar ao lugar sem imprevistos. Além do local, o cartão também indica número de inscrição, data e horários das provas, detalhes sobre atendimentos e recursos de acessibilidade – se foi solicitado –, e o idioma estrangeiro escolhido.

A assessoria do Inep afirmou que não há casos de inscritos que não encontram seus cartões ou de informações equivocadas. De acordo com o órgão, os dados preenchidos na inscrição são automaticamente inseridos nessa confirmação.

De qualquer maneira, a orientação é que, havendo algum problema, o estudante entre em contato com os canais de atendimento do Ministério da Educação (MEC) pelo telefone 0800616161 ou pelo link Fale Conosco, no site da pasta, para que a demanda seja verificada.

LEIA MAIS

Após acusações da Folha de SP, Bolsonaro nega impulsionamentos por WhatsApp

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro. (Fernando Frazão/Agência Brasil)

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) se posicionou nessa quinta-feira (18) em suas redes sociais sobre a acusação do jornal Folha de São Paulo, que afirmou que empresas estariam comprando pacotes de disparo em massa de mensagens contra o PT no WhatsApp.

Após muita polêmica nas redes sociais e até um pedido de inelegibilidade do candidato por parte do PT, Bolsonaro afirmou que a Folha não teria “prova de nada” e que a empresa estaria “jogando no time de Haddad”.

“A Folha, sempre a Folha. É um jornal que realmente cada vez se afunda mais na lama e obviamente me acusa de estar fomentando isso junto a empresários. Nós não temos necessidade disso”, disse.

Vale ressaltar que a própria matéria da Folha afirma que não há indícios de que a empresa que é responsável pelas mídias digitais do candidato tenha fechado contratos para disparos em massa.

Bolsonaro tem 59% dos votos válidos, e Haddad, 41%, indica Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira indica que o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, tem 59% dos votos válidos, enquanto o candidato do PT, Fernando Haddad, aparece com 41%. No levantamento da semana passada, o candidato do PSL tinha 58% dos votos válidos, e o petista, 42%. As oscilações dos candidatos estão dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Na contagem dos votos totais, Bolsonaro tem 50%, enquanto Haddad tem 35%. Brancos e nulos somam 10%, e 5% não souberam responder.

A vantagem de Bolsonaro sobre Haddad continua maior entre os homens (58% a 32%) do que entre as mulheres (43% a 39%).

A convicção do voto no deputado federal é maior do que dos eleitores do candidato do PT. De acordo com a pesquisa, 95% dos apoiadores de Bolsonaro dizem que estão completamente decididos. Entre os que votam em Haddad, 89% dizem o mesmo.

A rejeição a Haddad também é maior. Entre os entrevistados, 54% dizem que não votariam no petista de jeito nenhum, e 41%, no capitão.

Com voto favorável de Fernando Filho, piso salarial dos agentes de saúde é aprovado no Congresso

(Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados)

Após vários anos de luta, foi aprovado em sessão mista no Congresso Nacional o piso salarial dos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias. A decisão foi apoiada pelo deputado federal Fernando Filho (DEM), que foi um dos parlamentares a votar pela retirada do veto presidencial, nesta quarta (17), na Medida Provisória 827/2018. Com isso, não cabe mais mudança na lei e a implantação do piso começa a valer já a partir de 2019.

O vencimento mínimo estipulado para os profissionais da saúde será escalonado para facilitar a transição da medida nos cofres públicos. No primeiro ano, os agentes terão piso de R$ 1.250,00. Esse valor sobe para R$ 1.400,00 em 2020; e R$ 1.550,00 em 2021. A partir de 2022, o piso será reajustado anualmente em percentual definido na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Fernando Filho considerou a medida fundamental para os profissionais e para a melhoria do serviço de saúde nas cidades. “Milhares de trabalhadores serão beneficiados. Essa medida garante dignidade aos agentes de saúde e afeta também no serviço, pois com profissionais valorizados, o atendimento é melhorado e, por consequência, aumenta-se a qualidade da saúde básica em nosso País”, avaliou.

PDT prepara ação para pedir nulidade das eleições

(Foto: Fabio Pozzebom)

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) prepara uma ação para pedir à Justiça Eleitoral a nulidade das eleições deste ano após as denúncias de práticas ilícitas no uso de redes sociais por parte da campanha do candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta quinta-feira (18) o presidente nacional do partido, Carlos Lupi.

Segundo o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, cujo partido teve o candidato Ciro Gomes em terceiro lugar no primeiro turno da disputa pelo Palácio do Planalto, a equipe jurídica do PDT ainda estuda a forma e o conteúdo da peça a ser apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Estamos preparando uma ação. Ainda não está pronta, o jurídico está examinando o termo exato e por isso ainda não soltei”, disse o presidente do partido à Reuters.

O jornal Folha de S.Paulo desta quinta-feira, publicou uma reportagem apontando práticas ilícitas no uso de redes sociais por parte da campanha do candidato do PSL à Presidência. O jornal afirma que empresários têm bancado a compra de distribuição de mensagens contra o PT e a favor de Bolsonaro por WhatsApp, em uma prática que se chama pacote de disparos em massa de mensagens, e estariam preparando uma operação para a próxima semana, antes do segundo turno.

LEIA TAMBÉM:

Empresas bancam disparos de mensagens contra PT e a favor de Bolsonaro

Adversário de Bolsonaro no segundo turno, o candidato do PT, Fernando Haddad, acusou Bolsonaro de criar uma “verdadeira organização criminosa com empresários que, mediante caixa dois, dinheiro sujo, estão patrocinando mensagens mentirosas no WhatsApp”.

LEIA MAIS

Nascidos em outubro já podem sacar abono do PIS de 2017

(Foto: Ilustração)

A partir desta quinta-feira (18) os trabalhadores nascidos no mês de outubro já podem sacar o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS), calendário 2018/2019. Os pagamentos se referem ao ano-base 2017. Os valores variam de R$ 80 a R$ 954, conforme o tempo de trabalho durante o ano passado. Titulares de conta individual na Caixa Econômica Federal com saldo acima de R$ 1,00 e com movimentação na conta já receberam o crédito automático antecipado na última terça-feira (16).

A Caixa reservou R$ 1,3 bilhão apenas para o pagamento de 1,8 milhão de trabalhadores nascidos em outubro e que têm direito ao benefício. O início do pagamento se deu em julho, com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos beneficiários ficam disponíveis até 28 de junho de 2019. No total, ao longo do calendário de pagamentos, serão disponibilizados o valor de R$ 16,3 bilhões destinados a mais de 22,3 milhões de beneficiários.

Os trabalhadores que não sacaram o Abono Salarial PIS/Pasep calendário 2017/2018, ano-base 2016, que terminou em 29 de junho, também terão nova oportunidade para sacar o benefício. Para esses trabalhadores, cerca de 8% dos beneficiários, o valor está disponível para saque até 28 de dezembro deste ano.

Quem tem direito

LEIA MAIS

Mega-sena: aposta da Bahia ganha R$ 2,5 milhões

(Foto: Ilustração)

Uma aposta feita em Castro Alves (BA) acertou as seis dezenas do concurso 2.088 da Mega-Sena, realizado ontem (17) em Santa Helena de Goiás (GO). O prêmio é de R$ 2,52 milhões.

Dezenas sorteadas: 03 – 14 – 24 – 27 – 38 – 56.

A quina teve 56 apostas ganhadoras, com prêmio de R$ R$ 24,4 mil cada. A quadra teve 3.262 apostas contempladas, cada uma irá receber R$ 600.

O próximo concurso será realizado no sábado (20), com prêmio estimado em R$ 3 milhões.

Medida Provisória que permite renegociação de dívidas da agricultura familiar é aprovada pelo Senado

(Foto: ASCOM)

Na tarde desta terça-feira (16), o Plenário do Senado aprovou a Medida Provisória (MP) 842/2018, que concede descontos para a liquidação de operações de crédito rural; principalmente, no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Com prazo de validade que venceria no próximo dia 5, a MP já havia sido aprovada tanto pela comissão mista do Congresso Nacional responsável pela matéria – da qual o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) foi relator – como também pelo Plenário da Câmara dos Deputados. Em ambas as votações, prevaleceu o relatório de Bezerra Coelho.

“Só no Nordeste, que enfrenta as maiores adversidades climáticas e de infraestrutura, esta medida provisória ajudará mais de 1 milhão de agricultores familiares”, destaca o senador. De acordo com o projeto de lei de conversão aprovado, fica autorizada, até 31 de dezembro de 2019, a concessão de rebates para a liquidação de operações de crédito rural referentes a uma ou mais operações do mesmo mutuário contratadas até 31 de dezembro de 2011.

A medida vale para dívidas até R$ 200 mil e é direcionada a empreendimentos localizados na área de abrangência das superintendências de desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Amazônia (Sudam), com descontos que podem chegar a 95%.

LEIA MAIS

2º turno: eleitores devem consultar local de votação com antecedência

(Foto: Ilustração)

Com registro de mais de 2 milhões de abstenções durante o primeiro turno das Eleições Gerais 2018, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) alerta aos eleitores que pretendem participar do 2º turno do pleito, marcado para o próximo dia 28 de outubro, para que busquem – com antecedência – informações quanto aos seus respectivos locais de votação.

A consulta pode ser feita por meio do site do TRE-BA, Disque-Título (71 – 3373-7000), aplicativo E-título, e ainda, presencialmente, no cartório eleitoral de sua respectiva cidade.

A orientação pretende evitar que um grande volume de eleitores busque por essa informação apenas no dia do pleito, o que – durante a realização do 1º turno – provocou congestionamento dos sistemas e instabilidade dos sites da Justiça Eleitoral.

Com informações do TRE-BA

Correios fecham 41 agências de 15 estados do Brasil

(Foto: Arquivo)

Nesta terça-feira (16), os Correios encerraram as atividades em 41 agências de 15 estados do país. De acordo com a estatal, as unidades que serão desativadas estão em imóveis alugados, localizadas muito próximas a outras agências (menos de dois quilômetros) e não geram lucros. A empresa informou que os funcionários que trabalham nesses locais serão realocados.

Atualmente, os Correios têm pouco mais de 6,3 mil agências próprias em todo o país, além de 4,3 mil comunitárias, 1 mil franqueadas e 127 permissionárias. Segundo a empresa, o encerramento das atividades dessas agências faz parte do processo de remodelagem da rede de atendimento, que prevê a substituição gradativa de unidades convencionais “por soluções diferenciadas e mais adequadas às necessidades dos clientes”.

“O processo de remodelagem prevê a ampliação dos pontos de atendimento, dos atuais 12 mil para 15 mil, em todo o país, até 2021, melhorando os serviços para a população”, informou a estatal, em nota.

LEIA MAIS

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 2,5 milhões

A Mega-Sena pode pagar hoje (17) um prêmio estimado pela Caixa em R$ 2,5 milhões para o apostador que acertar sozinho as seis dezenas do concurso 2.088.

O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) desta quarta-feira, no Caminhão da Sorte estacionado na cidade de Santa Helena de Goiás.

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília), em qualquer uma das mais de 13 mil casas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país. A aposta mínima, com seis dezenas, custa R$ 3,50.

123