Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Empresa da Espanha arremata Aeroporto do Recife

(Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem)

A concessão do Aeroporto do Recife será de um grupo espanhol. A empresa Aena Desarrollo ofereceu R$ 1,9 bilhão pelo Bloco do Nordeste no leilão dessa sexta-feira (15), na Bolsa de Valores de São Paulo (SP). No Centro-Oeste, o vencedor foi o consórcio Aeroeste, com proposta de R$ 40 milhões.

Já no Sudeste, o vencedor foi a Zurich, com proposta de R$ 437 milhões. O Bloco do Nordeste teve seis interessados e o maior ágio, como já era esperado por especialistas do setor. A vencedora é considerada uma grande player do setor de aviação e opera 46 aeroportos na Espanha, incluindo os terminais de Madri e Barcelona.

No ano passado, a Aena trasportou 263,7 milhões de passageiros, realizando 2,3 milhões de operações. Na América Latina, a administra os aeroportos no México, Jamaica e Colômbia. O leilão foi autorizado pelo Governo Federal, para privatizar o serviço. Com informações do JC Online.

Governadores do Nordeste discutem criação de consórcio para unificar compras

Reunião do grupo acontece no Maranhão nesta semana (Foto: Orlando Brito)

Os gestores dos estados do Nordeste terão um encontro para discutir a criação de um consórcio com objetivo de unificar compras no bloco. A meta é baratear a aquisição de materiais, compartilhar tecnologias de gestão e integrar quadros profissionais na saúde, segurança e educação.

Nesta quinta-feira (14) será assinado um protocolo de intenções, no encontro realizado no Palácio dos Leões, sede do governo do Maranhão. Com o consórcio os governadores esperam poupar recursos e lidar com a falta de espaço no orçamento para realizar novos concursos e suprir deficiências de pessoal.

O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste, simplificado apenas para Consórcio Nordeste começou a ser gestado na Bahia e ganhou a adesão de todos os estados da região, os quais já tinham um Fórum de Governadores que vinha atuando de maneira conjunta em discussões como a reforma da Previdência.

A reunião desta semana é o primeiro passo para dar ao grupo uma personalidade jurídica, com CNPJ e Conselho de Administração, que passará a centralizar, por exemplo, as encomendas de medicamentos para a região. Na segurança, a ideia é ampliar essa sinergia com a criação da Força Nordeste – uma espécie de Força Nacional de caráter local. Com informações do Correio da Bahia.

Casa Civil faz reunião para discutir pautas para região Nordeste

De volta ao cargo de ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni comanda na tarde dessa segunda-feira (4) uma reunião interministerial no Palácio do Planalto. O tema central da discussão são demandas da região Nordeste.

Estão confirmados na reunião os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; do Desenvolvimento Regional; da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; da Educação; da Cidadania; e da Saúde. O momento é de preparar um pacote de ações para a região na qual Jair Bolsonaro (PSL) sofreu derrotas na eleição e onde a oposição ao seu governo é mais forte.

Governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) que tem aliança estadual com o PT cumpriu uma extensa agenda política na semana passada com representantes do governo federal. O foco foi estreitar as relações e buscar apoio da União para projetos no Estado. Com informações da Agência Brasil.

Mais Médicos: vagas do Norte e Nordeste têm maior índice de desistências

Norte e Nordeste concentram a maior parte das vagas com desistências no programa federal Mais Médicos. Dos 842 postos antes ocupados por profissionais cubanos e agora sem inscritos nos editais do Governo Federal, 85% estão no Norte e 51% no Nordeste.

Amazonas e Pará são os estados mais prejudicados com a falta de médicos e os dados do Ministério da Saúde mostram ainda que, um em cada quatro postos sem inscritos está em distrito sanitário indígena. Elas estão espalhadas no Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Por outro lado, nenhuma vaga no Sudeste ficou sem interessado. Já na região Sul, somente 62 vagas no Rio Grande do Sul não tiveram inscritos. Nos locais sem médicos o atendimento está sendo prejudicado, a exemplo de Paragominas, no Pará.

O município tem o maior número de vagas sem inscritos: 240 no total. Segundo o coordenador da Atenção Primária de Saúde do município, Roberto Gomes, a saída dos cubanos do Brasil representa uma perda a ser corrigida apenas quando os novos profissionais ocuparem as vagas. “Contamos que os médicos venham e fiquem no município. Eles fazem parte do nosso planejamento da atenção básica e a população conta com isso”, disse,

Com informações de A Tarde

Governadores do Nordeste não vão à posse de Bolsonaro

(Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

Os nove governadores do Nordeste não vão à posse do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). A cerimônia acontece, em Brasília nesta terça-feira (1º), pela tarde.

Todos os governadores são do grupo que faz oposição a Bolsonaro:  Rui Costa (BA), Camilo Santana (CE), Wellington Dias (PI), e Fátima Bezerra (RN) são petistas. Eleito em Alagoas, Renan Filho – filho de Renan Calheiros – também não estará presente.

Paulo Câmara (PSB) fez alianças com o PT em Pernambuco durante sua campanha de reeleição. Flávio Dino (PC do B), Belivaldo Chagas Silva (PSD) e Ricardo Coutinho (PSB) serão os outros ausentes.

Na semana passada PT, PC do B e PSOL anunciaram boicote à posse do presidente, tendo como consequência a ausência de deputados e senadores na solenidade. O governador da Bahia tomará posse amanhã, enquanto Câmara, apenas na quarta-feira (2).

Com informações do Bahia Notícias

Termina reunião entre governadores do Nordeste; Bolsonaro não compareceu ao encontro

Paulo Câmara (PSB) foi acompanhado da vice-governadora eleita Luciana Santos (PCdoB). (Foto: Luiz Pessoa/JC Imagem)

No início da tarde desta quarta-feira (21) foi finalizado o fórum entre os governadores do Nordeste. Entretanto, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), optou por não dar entrevista na saída. O socialista foi acompanhado da vice-governadora eleita, Luciana Santos (PCdoB).

Mesmo sendo convidado para o evento, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), não compareceu ao encontro e não mandou ninguém para representá-lo. Na semana passada, o governador do Piauí, Welligton Dias (PT) encontrou o capitão reformado e entregou uma lista de pautas específicas para tratar com o governo federal.

Presente por um momento na reunião entre os líderes de Estado, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB) afirmou que é correto “partilhar o dinheiro destinados ao estados e municípios, fala que a União passa por dificuldades, fala da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE) e o projeto de securitização que foi aprovado pelo Senado”.

Propostas dos governadores

LEIA MAIS

Governadores do Nordeste debatem propostas em tramitação no Congresso

O presidente do Senado, Eunício Oliveira. (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

Governadores eleitos e reeleitos do Nordeste estão reunidos em Brasília para definir uma pauta conjunta a ser negociada com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Na primeira etapa do encontro, o Fórum de Governadores do Nordeste se reuniu com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), para debater propostas em tramitação no Congresso.

Ao sair do encontro, Eunício disse que foram debatidas três propostas: a partilha da cessão onerosa com estados e municípios, a distribuição do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e a securitização das dívidas, prática financeira que consiste em converter ativos financeiros em títulos negociáveis no mercado. O projeto da cessão onerosa, que autoriza a Petrobras a vender para a iniciativa privada sua parte na exploração do pré-sal, está na pauta do Senado.

LEIA MAIS

Governadores do Nordeste fecham agenda única para levar a Bolsonaro

No encontro serão debatidos alguns pontos prioritários para a região. (Foto: Fabio Pozzebom)

Os governadores do Nordeste, incluindo os atuais e os eleitos, se reúnem nesta quarta-feira (21), em Brasília, para ajustar as propostas apresentadas ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, na semana passada. A ideia, segundo o governador reeleito do Piauí, Wellington Dias (PT), é debater detalhadamente a pauta e fechar uma agenda única que será levada ao encontro de governadores, no dia 12 de dezembro.

Nessa reunião, Bolsonaro será representado pelo ministro indicado da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. “Somos parte da federação e queremos dialogar e integrar ações com o governo federal”, afirmou Dias, que já está em Brasília preparando a reunião do Fórum de Governadores do Nordeste.

A pauta já vem sendo debatida com o governo do presidente Michel Temer, mas alguns pontos não avançaram. Os temas prioritários são segurança pública e controle das fronteiras, combate ao desemprego, crescimento econômico, retomada de obras, como a ferrovia Transnordestina e a transposição do Rio São Francisco, política de créditos, política industrial focada no Nordeste, política de recursos hídricos e equilíbrio fiscal, incluindo a reforma da Previdência.

LEIA MAIS

Bolsonaro terá reunião com governadores do Nordeste

(Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

Presidente eleito em outubro Jair Bolsonaro (PSL) cumprirá uma intensa agenda nessa semana. Entre os compromissos do pesselista está uma reunião com governadores do Nordeste. O encontro está marcado para quarta-feira (21).

Antes disso Bolsonaro se reunirá com a procuradora-geral da República, Raquel Dogde e visita ao Tribunal de Contas da União (TCU). Na terça (20) o presidente eleito se reúne com o ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário.

Bolsonaro irá a São Paulo, para uma bateria de exames no Hospital Albert Einstein, para preparar a retirada da bolsa de colostomia. O presidente eleito tomará posse às 15h do dia 1º de janeiro.

Com informações do JC Online

Desemprego é maior entre nordestinos, mulheres e negros, divulga IBGE

(Foto: Ilustração)

A taxa de desocupação no Brasil caiu para 11,9% no terceiro trimestre de 2018, mas chega a 14,4% na Região Nordeste, a 13,8% para a população parda e a 14,6% para a preta – grupos raciais definidos na pesquisa conforme a declaração dos entrevistados. Quando analisado o gênero, as mulheres, com 13,6%, têm uma taxa de desemprego maior que a dos homens, de 10,5%.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa consta na Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios Contínua Trimestral (Pnad Contínua Tri). É considerada desocupada a pessoa com mais de 14 anos que procurou emprego e não encontrou.

Quatro estados do Nordeste estão entre os cinco com maior desemprego: Sergipe (17,5%), Alagoas (17,1%), Pernambuco (16,7%) e Bahia (16,2%). Apesar disso, a maior desocupação verificada no terceiro trimestre de 2018 foi no Amapá, onde o percentual chegou a 18,3%.

LEIA MAIS

Nordeste é a única região na qual Haddad vence Bolsonaro

(Foto: Internet)

A pesquisa do Datafolha divulgada na quarta-feira (10) revelou que, apesar de estar em segundo lugar nas intenções de voto para a Presidência da República, Fernando Haddad (PT) lidera no Nordeste. Ele tem 52% dos votos totais, contra 32% de Jair Bolsonaro (PSL).

O melhor desempenho de Bolsonaro é no Sul com 60% contra 26% do ex-ministro da educação. O sudeste elegeria o candidato do PSL com 55% a 32% dos votos totais. A pesquisa ouviu 3.235 eleitores em 227 municípios do país.

Segundo o Datafolha, Bolsonaro lidera com vantagem de 16% percentuais, somando 58% contra 42% de Haddad. A votação do segundo turno acontece no dia 28 de outubro, enquanto isso os políticos buscam alianças políticas.

Com o Carcará representando o sertão pernambucano, grupos para Copa do Nordeste 2019 são definidos

Competição é uma das mais importantes do país. (Foto: Internet)

Após o sorteio durante grande evento na noite desta quinta-feira (4) no Teatro Gustavo Leita, em Maceió (AL) os grupos para a Copa do Nordeste 2019 foram definidos. O Carcará, que representará o sertão pernambucano na competição, está no mesmo grupo que Santa Cruz, Fortaleza e Vitória.

O presidente do Salgueiro mostrou confiança para disputar o campeonato regional. “O Salgueiro não está parado. Estamos procurando atletas para que possamos fazer uma pré-temporada muito boa e fazer um ano competitivo”, ressaltou Carlos José, presidente do Salgueiro.

Confira como ficaram os grupos

Grupo A: Santa Cruz, Vitória, Fortaleza, CRB, Sampaio Correia, Salgueiro, Sergipe e Altos.

Grupo B: Náutico, Bahia, Ceará, CSA, Moto Club, ABC, Confiança e Botafogo-PB.

Emprego formal cresce em agosto e gera 110.431 novas vagas no Brasil

(Foto: Ilustração)

O emprego apresentou novamente crescimento no Brasil. O mês de agosto fechou com 110.431 novas vagas no mercado formal, um acréscimo de 0,29% em relação ao mês anterior. Esse desempenho foi resultado de 1.353.422 admissões e de 1.242.991 desligamentos. Com isso, o estoque de empregos no país também aumentou e chegou a 38.436.882 vínculos.

Segundo informações do levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho nesta sexta-feira (21), o saldo de janeiro a agosto teve um acréscimo de 568.551 vagas, um crescimento de 1,50%. Nos últimos 12 meses, o aumento foi de 356.852 postos, uma variação de 0,94%.

A pesquisa apontou crescimento em sete dos oito setores econômicos, sendo que o principal destaque foi na área dos Serviços, responsável por mais de 60 mil novos postos, mais da metade das vagas abertas em agosto no país. O resultado foi registrado graças aos desempenhos dos subsetores de Ensino; Comércio e Administração de Imóveis, Valores Mobiliários e Serviço Técnico; Serviços de Alojamento, Alimentação, Reparação, Manutenção e Redação; e Serviços Médicos, Odontológicos e Veterinários.

Agosto fechou em alta para o comércio que teve o segundo melhor desempenho com saldo de 17.859 vagas, abertas principalmente no subsetor do Comércio Varejista. O terceiro melhor saldo de agosto foi na Indústria de Transformação, que teve criação de 15.764 novos postos, puxados pela Indústria de Produtos Alimentícios, Bebidas e Álcool Etílico; Indústria Química de Produtos Farmacêuticos, Veterinários, Perfumaria; e Indústria Mecânica. Apenas a Agropecuária registrou desempenho negativo com o fechamento de 3.349 vagas.

O salário médio de admissão em agosto foi de R$ 1.541,53 e o salário médio de desligamento foi de R$ 1.700,80. Em termos reais considerando a deflação medida pelo INPC, houve ganho de R$ 5,26 (0,34%) no salário de admissão e de R$ 9,90 (0,59%) no salário de desligamento em comparação ao mês anterior.

Desempenho regional

LEIA MAIS

Ciro e Haddad disputam intenções de votos no Nordeste

(Foto: Sérgio Lima/Poder360)

Um em cada quatro eleitores vive no Nordeste e a região virou o principal palco da disputa entre Ciro Gomes (PDT) e Fernando Haddad (PT) na corrida à Presidência da República. O petista foi anunciado candidato na semana passada e conta com a transferência de votos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O principal trunfo de Ciro é o forte apoio que tem no Ceará, onde já governou e cuja máquina é controlada por seu irmão, Cid Gomes, candidato ao Senado pelo PDT. Apesar de ser petista, o atual governador, Camilo Santana, é afilhado político dos irmãos Gomes.

Ciro aparecia em segundo lugar nas intenções de voto para presidente e venceria Jair Bolsonaro (PSL) com vantagem em um possível segundo turno. Seu crescimento vinha sendo impulsionado principalmente pelo desempenho no Nordeste.

LEIA MAIS

Alerta! Novo golpe do INSS já fez mais de 200 vítimas, em Pernambuco

Beneficiários do INSS denunciam que encontram as contas zeradas ao tentar fazer saque. (Foto: Agência Brasil)

Desde a primeira semana de setembro, a Polícia Federal investiga um novo golpe que está tirando o sono de centenas de pessoas que recebem mensalmente o benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). De acordo com as vítimas, ao tentarem fazer o saque de dinheiro, elas encontram as contas zeradas. O estado de Pernambuco parece ter sido o alvo escolhido pelos bandidos.

Somente na semana passada, mais de 200 pessoas procuraram a Delegacia de Casa Amarela, no Recife, para denunciar que foram vítimas do golpe. Elas relataram à polícia que procuraram funcionários da Caixa Econômica Federal para pedir ajuda, mas foram orientados a prestar queixa, porque se tratava de um golpe. Segundo elas, o dinheiro estaria sendo desviado para outros estados do Nordeste.

No Agreste Pernambucano, vários casos semelhantes foram registrados. Pelo menos 40 pessoas procuraram a Delegacia de Gravatá (PE), para denunciar o golpe. Em Caruaru (PE), mais de 20 já registraram o boletim de ocorrência.

Como o INSS se trata de um órgão federal, as queixas registradas pela Polícia Civil de Pernambuco estão sendo encaminhadas à Polícia Federal. Uma delegada já assumiu as investigações, mas por enquanto nenhuma informação sobre o novo golpe foi divulgada.

Com a onda do novo golpe, fica o alerta aos beneficiários de Petrolina (PE) e cidades circunvizinhas. Se ocorrer algo parecido, procure a gerência da agência e em seguida faça o boletim de ocorrência para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

123