Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Médico da UPAE/IMIP de Petrolina fala sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata 

(Foto: ASCOM)

Neste sábado (17), Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, o urologista da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (PE), Flávio Costa, fala sobre a importância do diagnóstico precoce como caminho para a cura de uma das doenças mais comuns no sexo masculino.

Quando excluídos os tumores de pele, o câncer de próstata figura como o mais incidente no grupo acima de 50 anos. Segundo estimativas, um a cada seis homens terá o problema, sendo este mais frequente em negros e naqueles que possuem parentes de primeiro grau que tiveram o câncer.

A doença, em geral, evolui lentamente, mas existem casos mais agressivos. “É preciso estar bastante atento, pois, na fase inicial, o câncer de próstata não costuma apresentar sintomas. Nos tipos mais avançados, o paciente pode sentir dores nas costas, pernas, quadris e até ossos”, alerta o especialista.

Quando a doença é detectada em sua fase inicial, a chance de cura ultrapassa os 90%. “O diagnóstico rápido pode salvar vidas”, ratifica Flávio.  Para que isso aconteça os homens devem fazer dois exames essenciais: a dosagem no sangue do PSA e o toque retal. “O rastreamento deve ser iniciado após ampla discussão de riscos e potenciais benefícios, em decisão compartilhada entre médico e paciente”, ressalva.

Por fim, Dr. Flávio destaca que o tratamento é baseado nas características individuais do paciente e pode envolver cirurgia, radioterapia, hormonioterapia, quimioterapia e vigilância ativa: “O importante é que o paciente não deixe de ser acompanhado por um urologista. O tratamento ideal é personalizado e busca sempre a melhor forma de combater o câncer com o menor grau de agressão ao paciente”.

“Campanha Novembro Azul”: prefeitura leva serviços de saúde para pessoas em situação de rua em Petrolina

(Foto: ASCOM)

As pessoas em situação de rua tiveram uma tarde diferenciada ontem (13), em Petrolina (PE). Cerca de 50 pessoas foram atendidas pelos profissionais da Secretaria de Saúde, através das equipes do “Consultório na Rua” e do Programa Municipal de Tuberculose, dentro da programação da campanha ‘Novembro Azul’.

Durante a ação, que aconteceu em frente ao Restaurante Popular, foi feita a coleta de material para casos suspeitos de tuberculose; solicitações de exames laboratoriais e raios-X; aferição de pressão arterial; entrega de preservativos, além de informações sobre prevenção do câncer de próstata e saúde integral do homem.

LEIA MAIS

UPAE/IMIP de Petrolina promove roda de conversa sobre câncer de próstata

(Foto: ASCOM)

Aconteceu, nesta segunda-feira (12), na Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (PE) (UPAE/IMIP) uma roda de conversa sobre o câncer de próstata, com o urologista do serviço, Flávio Costa. A atividade foi proposta pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, em parceria com o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), e faz parte das ações do “Novembro Azul” – campanha de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce dessa neoplasia, que é a segunda mais comum entre os homens.

No momento, a ação foi voltada para os funcionários e colaboradores, mas outras atividades acontecerão ao longo do mês. “A CIPA e a Segurança do Trabalho têm como missão zelar pela saúde e segurança do trabalhador. Para isso, acreditamos que a educação em saúde seja o melhor caminho”, justifica a presidente da Comissão, Síngryd Lima.

Todo ano a UPAE/IMIP de Petrolina adere à campanha e faz uma alerta a população: O rastreamento deve ser realizado após ampla discussão de riscos e potenciais benefícios, em decisão compartilhada entre médico e paciente. Quanto mais cedo verificado, mais chance de cura.

“Novembro Azul”: falta de sintomas torna câncer de próstata perigoso e reforça necessidade de cuidar da saúde

O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens – perde apenas para o de pele – e de acordo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), é responsável por 28,6% das mortes da população masculina que desenvolve neoplasias (doença na qual as células anormais se dividem incontrolavelmente e destroem o tecido do corpo) malignas.

Para 2018 o Inca estimava o surgimento de 68 mil novos casos da doença no país, 23 mil se concentrariam em Pernambuco. Desse total, 11.380 seriam em homens. A nível regional o estado ocupa a segunda colocação no índice de pacientes futuramente diagnosticados com a doença. Sergipe apresenta uma taxa de 77,27 casos a cada 100 mil homens, Pernambuco vem logo atrás com 68,20, seguido pelo Piauí, com 63,42.

Ações do Novembro Azul em Petrolina

Justamente para alertar aos homens nesse mês as atenções na saúde se voltam à campanha do Novembro Azul, dedicado à conscientização desse grupo sobre a prevenção ao câncer de próstata. Para reforçar o diálogo com essa parte da população as unidades de saúde de Petrolina trabalham com uma programação especial.

LEIA TAMBÉM:

“Novembro Azul”: Blog Waldiney Passos faz série de reportagens sobre a campanha e aborda diversos temas

Semanalmente mutirões levarão uma série de serviços gratuitos ao público masculino, a exemplo do que aconteceu no último sábado (10) quando a Cohab VI, Cosme e Damião, C1 e São Gonçalo receberam as equipes de saúde do município.

LEIA MAIS

Monumentos de Petrolina ganham iluminação especial em alusão à campanha “Novembro Azul”

(Foto: ASCOM)

Até o final de novembro, os principais monumentos de Petrolina (PE) vão exibir a iluminação na cor azul. A ação da prefeitura busca alertar a população sobre o “Novembro Azul”, mês de conscientização sobre a importância do combate ao câncer de próstata.

 Já estão iluminados em azul o Monumento da Integração, a Catedral, o Cruzeiro da Concha Acústica, o Monumento da Bíblia e o prédio da Prefeitura Municipal. Iluminar a cidade na cor referente a campanha é apenas uma das formas mais eficientes de lembrar a população sobre a prevenção da doença.

Para o diretor de Iluminação Pública da Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA), Francisco Chagas, aderir à nova iluminação é muito importante pois tem o poder de atingir um grande número de pessoas. “A Prefeitura de Petrolina tem dado muita importância para esse trabalho de conscientização. A iluminação em azul nos principais prédios e monumentos da cidade tem poder de atingir um grande número de pessoas. Além de relembrar da importância do exame para prevenir o câncer de próstata”, diz.

“Novembro Azul”: Blog Waldiney Passos faz série de reportagens sobre a campanha e aborda diversos temas

Blog Waldiney Passos promove série de matérias sobre o “Novembro Azul”.

O blog Waldiney Passos, em comemoração aos seus três anos de existência, está promovendo uma série de matérias para falar sobre a campanha do “Novembro Azul” e chamar a atenção da população masculina para este assunto que é de grande importância, mas que ainda sofre preconceitos sobre a prevenção do câncer de próstata.

O “Novembro Azul” surgiu em 2003 na Austrália com o objetivo de conscientizar os homens, em especial, sobre doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata.

No Brasil, a campanha foi lançada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida com o intuito de acabar com a resistência dos homens em irem ao médico para realizar o exame de toque, responsável pela identificação, ou não, da doença e indicado para homens acima dos 45 anos.

Além do câncer de próstata, o mês é reservado para discussão de outras doenças masculinas como depressão, câncer de testículo e para cultivar a saúde em geral do homem.

Câncer de próstata

O câncer de próstata é o segundo tipo de neoplasia que mais atinge a população masculina, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), que estima 68.220 casos novos somente neste ano.

Além do câncer, outras duas doenças podem afetar a próstata: a prostatite, que é uma inflamação na região, e a hiperplasia prostática benigna, que é um aumento da próstata.

As três enfermidades podem ser identificadas através do exame de toque retal, que deve ser feita a partir dos 45 anos, principalmente para aqueles com histórico da doença na família e negros, que são mais propensos a desenvolver esse tipo de câncer.

Série de matérias

Ao longo deste mês, o blog Waldiney Passos desenvolverá uma série de matérias para abordar o assunto. Falaremos sobre a prevenção, exame, tratamento, ações realizadas em Petrolina (PE), com dados sobre os números da doença na região e, ainda, a respeito do pós-tratamento.