Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Operação da PF mira desvios no Ministério do Trabalho

(Foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)

A Polícia Federal deflagrou nessa quinta-feira (13) mais uma fase da Operação Registro Espúrio, cujo objetivo é apurar desvios no Ministério do Trabalho (MTE). Segundo a PF, uma organização criminosa atuava em fraudes para desviar registros sindicais, somando quase R$ 13 milhões.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin determinou o afastamento do consultor jurídico do Ministério do Trabalho e ministro em exercício, Ricardo Leite por envolvimento nas fraudes. A PF identificou que o esquema funcionava em três etapas.

Primeiro, a organização criminosa arregimentava entidades interessadas na obtenção fraudulenta de restituições de contribuição sindical supostamente recolhidas indevidamente ou a maior na CEES. Em seguida, os pedidos, feitos com base na Portaria n. 3.397/1978-MTE, eram manipulados pelo grupo criminoso, com o reconhecimento indevido do direito creditório. E por fim, os valores eram transferidos da CEES para a conta da entidade, com posterior repasse de um percentual para os servidores públicos e advogados integrantes do esquema.

Os 14 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Brasília, Goiânia, Anápolis e Londrina. Os investigados irão responder pelos crimes de peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, falsificação de documento público e lavagem de dinheiro.

Com informações do Diário de Pernambuco

Caso Beatriz: defesa de Alisson Henrique recorrerá da decisão do TJPE; suspeito poderá não se apresentar às autoridades

Caso já dura três anos e continua sem solução (Foto: Blog Waldiney Passos)

A defesa de Alisson Henrique de Carvalho, apontado pela Polícia Civil de Petrolina como responsável por apagar imagens das câmeras de monitoramento do Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora no dia em que Beatriz Angélica Mota foi morta, afirmou que recorrerá da decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

De acordo com o advogado de defesa de Alisson, Wank Medrado, será protocolado um recurso contra a decisão tomada pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Na quarta-feira (12) o TJPE aceitou o recurso do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) que pedia a prisão de Alisson.

Nossa equipe apurou que Alisson não deverá se apresentar às autoridades, apesar de já ser considerado foragido. Ele trabalhava na instituição no setor de monitoramento e, de acordo com a PC, apagou imagens que mostravam o assassino no colégio.

Hoje (13) os pais de Beatriz retornaram à Petrolina e fizeram um ato público em frente ao Colégio, veja o vídeo a seguir:

Caso Beatriz: “Essa preventiva é um recomeço pra tudo”, afirma delegada Polyana Neri

Delegada Polyana Neri. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Para a delegada Polyana Neri, responsável pelo Caso Beatriz, a aceitação do pedido de prisão preventiva de Alisson Henrique de Carvalho pode representar o recomeço das investigações. Alisson é acusado de fraude processual e falso testemunho e segundo a Polícia Civil, teria apagado imagens que mostravam o provável suspeito de matar Beatriz Angélica Mota.

“Essa preventiva é um recomeço pra tudo novamente, nós vamos trabalhar tudo novamente e procurar buscar encerrar a investigação”, afirmou Polyana durante coletiva de imprensa no Recife, na quarta-feira (12).

LEIA TAMBÉM:

Caso Beatriz: delegada Polyana Neri afirma que Alisson pode ser considerado foragido; veja vídeo dele entrando na sala

Caso Beatriz: Após três anos, primeiro grande passo é dado

Caso Beatriz: TJPE aceita recurso e decreta prisão preventiva de suspeito de apagar imagens

Obstrução do colégio

Questionada a respeito da demora da polícia em obter as imagens das câmeras de monitoramento do Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora, a delegada disse que a instituição sempre adiava a entrega dos materiais.

“Apenas desculpas de que não poderia ser entregue naquele momento até que aconteceu o dia da apreensão daquele aparelho e descobriu-se que havia sido apagado”, disse a delegada. Além de Alisson há outra funcionária do colégio sendo investigada, mas sua identidade não foi revelada.

Petrolina: Polícia Militar apreende cerca de 15 kg de maconha sendo transportado em ônibus

Droga apreendida pela Polícia Militar.

Na noite dessa quarta-feira (12), por volta das 22h30, a Polícia Militar do 5º BPM/GATI, em operação conjunta com o NIS-4, prendeu indivíduos, próximo à rodoviária de Petrolina, transportando grande quantidade de maconha.

A droga foi encontrada em um ônibus de linha interestadual. Ao todo foram apreendidos 14.650 kg do entorpecente, que foi apresentado, juntamente com o suspeito, na Delegacia da Polícia Civil.

Atirador de Campinas usou pistola comprada ilegalmente, diz polícia

Ao ser encurralado, Euler se matou com um tiro na cabeça.

A pistola usada por Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, para matar cinco pessoas e ferir outras três na Catedral Metropolitana de Campinas foi comprada ilegalmente. Essa é uma das poucas conclusões que a Polícia Civil tem sobre o ataque dessa terça-feira (11).

De acordo com o delegado-chefe do Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (Deinter 2), José Henrique Ventura, disse que a arma com a qual o atirador fez 22 disparos, incluindo o que tirou a própria vida, é de uso exclusivo das Forças Armadas ou Polícia Federal.

Além da pistola 9 milímetros, no momento da tragédia Euler Grandolpho também estava com um revólver. A polícia ainda quer esclarecer agora como ele conseguiu comprar o armamento.

LEIA MAIS

Caso Beatriz: delegada Polyana Neri afirma que Alisson pode ser considerado foragido; veja vídeo dele entrando na sala

(Foto: Polícia Civil/Ascom)

No início da tarde dessa quarta-feira (12), o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) acatou o pedido de prisão preventiva de Alisson Henrique, ex-funcionário do Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora, acusado de obstruir as investigações do Caso Beatriz.

A delegada responsável pelas investigações, Polyana Neri, concedeu entrevista coletiva na capital Recife e afirmou que Alisson pode ser considerado foragido. Sobre as acusações contra ele, ela afirma que o ex-funcionário do colégio responderá por falso testemunho e fraude processual.

LEIA TAMBÉM:

Caso Beatriz: Após três anos, primeiro grande passo é dado

Caso Beatriz: segundo TJPE, prisão de Alisson deve ser cumprida até esta quinta

Caso Beatriz: TJPE aceita recurso e decreta prisão preventiva de suspeito de apagar imagens

“Estamos com o mandado em mãos, tem duas equipes em Petrolina a procura dele. [Ele] pode sim ser considerado foragido. A gente estava em contato com uma pessoa da família e ele não se apresentou, até o momento não foi apresentada a prisão”, disse.

O chefe da Polícia Civil, Joselito Kehrle, disse que a aceitação do pedido de prisão é um avanço no caso. “Foi importantíssimo esse passo, terá reflexo na investigação, muito positivos. Nós conseguimos provar cabalmente essa participação [de Alisson]. Nós já iniciamos as buscas e tão logo encontrado, será preso”, afirmou.

De acordo com Kehrle, tão logo seja preso, Alisson será novamente ouvido e a Polícia Civil espera que a partir dessa prisão o caso seja solucionado, já que novas informações podem surgir através do depoimento do acusado de apagar imagens das câmeras de monitoramento.

A Polícia Civil também divulgou imagens do momento no qual Alisson Henrique entra na sala de monitoramento do Colégio Auxiliadora e teria apagado as gravações do dia em que Beatriz foi morta. Veja a seguir.

Condenado pela morte do irmão do ex-prefeito de Lagoa Grande é preso

A polícia prendeu, nessa terça-feira (11), o homem acusado de participar do homicídio do irmão do ex-prefeito de Lagoa Grande, Robson Amorim. Fabrício Ramos de Amorim foi assassinado em 2012, no município.

O suspeito foi preso quando saia de casa, localizada nas margens da BR-232, próximo a entrada do município de Mirandiba (PE). João Batista da Silva, de 53 anos, estava foragido desde a época do crime. O acusado foi condenado à revelia, em 2017, a 13 anos de prisão.

LEIA MAIS

Homem é preso em flagrante após furtar loja no Centro de Petrolina

Na tarde desta quarta-feira (12), por vota das 14h40, a polícia foi acionada pelo proprietário da Loja Skala Modas, localizada no centro de Petrolina (PE), para averiguar uma ocorrência de furto.

Um indivíduo foi flagrado pelas câmeras de segurança do estabelecimento furtando um tênis da marca Nike.

Após rondas pelo centro da cidade, os policias encontraram o suspeito e o detiveram. O acusado afirmou que havia vendido o tênis por R$ 50 e comprado três pedras de crack.

O acusado foi encaminhado à delegacia para que fossem tomadas as medidas cabíveis.

Caso Beatriz: segundo TJPE, prisão de Alisson deve ser cumprida até esta quinta

Nessa segunda-feira (10) fez três anos do caso. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Após a decretação da prisão do ex-funcionário do Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora, Alisson Henrique de Carvalho, pela 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), na manhã desta quarta-feira (12), o TJPE afirmou que o mandado de prisão contra o suspeito deve ser cumprido pela Polícia Civil até esta quinta-feira (13).

Os desembargadores acataram o recurso apresentado pelo Ministério Público (MPPE) pedindo a prisão preventiva de Alisson. A votação terminou 3 a 1 a favor da prisão do suspeito, que foi pedida pela delegada Polyana Neri em julho deste ano, mas negada em primeira instância pela juíza Elayne Brandão.

5º BPM cumpre mandado de prisão no José e Maria, em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Na madrugada dessa quarta-feira (12) a Polícia Militar de Petrolina cumpriu um mandado de prisão no bairro José e Maria. Segundo o 5º BPM, policiais do GATI e do Malhas da Lei montaram uma campana na comunidade e prenderam um homem pelo crime de homicídio.

A PM não deu mais informações a respeito do mandado, mas disse que o mesmo foi expedido na Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Petrolina. O preso foi apresentado à 213ª Delegacia de Polícia Civil na cidade.

Homem é encontrado morto na zona rural de Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Na manhã desta terça-feira (11), o corpo de um homem, foi encontrado em uma estrada vicinal no Núcleo 9 do Projeto Senador Nilo Coelho, zona rural de Petrolina (PE).

A vítima foi identificada no local como Sandro Ramon G. Galvão. No corpo haviam marcas de disparos de arma de fogo. Ainda não se sabe a autoria, nem o que teria motivado o crime.

A equipe do Instituto de Criminalística (IC) foi até o local e após os procedimentos de praxe, liberaram o corpo para ser recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Homem entra armado na Catedral de Campinas mata quatro pessoas e em seguida comete suicídio

Multidão na frente da Catedral, em Campinas (Foto: Fernando Evans / G1)

Um homem matou quatro pessoas durante uma missa na Catedral Metropolitana de Campinas (SP) no início da tarde desta terça-feira (11) e se suicidou dentro da igreja. A Missa começou por volta das 12h15, e segundo testemunhas, o homem entrou armado na Catedral às 13h. De acordo com informações da Polícia Militar, além das pessoas que foram assassinadas, outras quatro ficaram feridas.

O hospital municipal Mário Gatti, para onde foram encaminhados dois feridos, informou que Jandira Prado Monteiro, de 65 anos, foi atingida no tórax e na mão e está fora de risco. Heleno Severo Alves, 84, foi atingido no tórax e no abdômen e às 15h30 estava no centro cirúrgico em estado muito grave.

Segundo o hospital Beneficência Portuguesa para onde foi encaminhado um homem de 64 anos atingido nos dois braços, o quadro de saúde do paciente é considerado estável. Ainda não há informações sobre o quarto ferido, atendido no hospital da Unicamp.

LEIA MAIS

Senadores são alvo de operação da PF, Aécio Neves é um deles

(Foto: Internet)

O senador Aécio Neves (PSDB) foi um dos alvos de uma operação da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público na manhã dessa terça-feira (11). Foram cumpridos mandados 24 mandados de busca e apreensão, 48 intimações no Distrito Federal, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Bahia, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Amapá.

A PF investiga crimes como corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e associação criminosa. Além de Aécio, sua irmã Andrea Neves e o primo dele, Frederico Pacheco de Medeiros também são investigados. Outros senadores observados são Antonio Anastasia (PSDB-MG) e José Agripino Maia (DEM-RN).

Também são investigados na Operação Rosss os deputados Paulinho da Força (Solidariedade-SP) e Benito Gama (PTB-BA). A PF apura irregularidades cometidas entre 2014 e 2017, totalizando R$ 100 milhões recebidos pelos políticos citados.

Com informações da Agência Brasil

Polícia Civil de Pernambuco afirma trabalhar “incansavelmente na apuração” do caso Beatriz

Procurada pelo Blog Waldiney Passos a respeito do andamento das investigações do Caso Beatriz, que ontem completou três anos, a Polícia Civil de Pernambuco informou que trabalha as investigações seguem em sigilo, mas que trabalha incansavelmente na elucidação do fato.

De acordo com a PC, os trabalhos atualmente estão sob a competência da delegada Polyana Neri, que trabalha exclusivamente nas investigações com uma equipe de quatro policiais e apoio do Ministério Público e Diretoria de Inteligência da polícia.

LEIA TAMBÉM:

Caso Beatriz: Colégio Maria Auxiliadora nega ter atrapalhado investigações

Caso Beatriz: “A gente quer saber porquê o Colégio está atrapalhando as investigações”, afirma Lucinha

Ainda segundo a nota enviada à nossa equipe, nos três anos foram ouvidas 50 pessoas e um mandado de prisão foi expedido – o de Alisson Henrique – mas negado pela Justiça. Ontem (10) os pais de Beatriz afirmaram que vão a Recife acompanhar uma audiência que pode terminar com a prisão de Alisson e pedirão a manutenção da delegada Neri no caso.

Confira a seguir a nota da Polícia Civil:

LEIA MAIS

Equipe da RONDESC apreende celular com restrição de roubo em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

No início da manhã desta segunda-feira (10), por volta das 5h30, a GE Rondesc prendeu um homem em posse de um celular com restrição de roubo em Petrolina (PE). A identificação do crime foi feita pelo policiais, através do Aplicativo “Alerta Celular”.

De acordo com informações da PM, o aparelho foi furtado no dia 29 de setembro deste ano, no Centro de Petrolina. Ainda segundo a polícia, o celular pertence a Maria José de Mello Martins. O acusado foi apresentado à Delegacia de Polícia Civil para serem tomadas as medidas cabíveis.

123