“Paulo Valgueiro tem lado”, afirma vereador sobre ida de ex-aliados de Lóssio ao grupo de Miguel

Vereador já havia anunciado saída do partido e mira 2020 em nova sigla (Foto: Blog Waldiney Passos)

“Paulo Valgueiro tem lado”. Essa foi a resposta de Paulo Valgueiro (MDB) quando questionado sobre a movimentação nos bastidores da política petrolinense, envolvendo então aliados do ex-prefeito Julio Lóssio. O edil, que é líder da Oposição na Câmara, deixou claro que jamais tomaria esse caminho para ter o poder.

LEIA TAMBÉM:

Valgueiro cobra informações sobre Conselho Municipal de Saúde de Petrolina

“Eu não me encontro com ninguém às escondidas, se alguém se encontrou às escondidas que responda por seus atos. Eu respondo pelos atos de Paulo Valgueiro, você nunca vai me ver nunca fazendo encontro às escondidas, eles sabem que Paulo Valgueiro tem lado. Cada um responde por si”, afirmou durante coletiva de imprensa na sessão de terça-feira (22).

LEIA MAIS

Wilker Torres afirma que denúncia sobre terreno é “fake”

O prefeito de Casa Nova (BA), Wilker Torres enviou uma nota ao Blog para rebater as acusações feitas contra sua gestão. Um advogado denunciou na imprensa que a Prefeitura falsificou uma lei para garantir benefícios da venda de um terreno no centro da cidade.

Na nota, Wilker alega que sancionou a Lei 259/2017 autorizando a venda de um terreno após a mesma não ter qualquer indício de ilegalidade, pois não passou pelas comissões competentes e foi aprovada pelos edis. O prefeito classificou como fake a denúncia e subiu o tom contra o denunciante.

“Essa turma sabe que vai perder e se une na inconsequência de intentar um golpe que foi desmoralizado hoje na Câmara e será sepultado pela Justiça“, destacou o gestor.

Confira a seguir a íntegra da nota:

LEIA MAIS

Ronaldo Silva pede construção de escola, creche e posto de saúde próximo ao Vila Verde

Residencial fica localizado próximo à Estrada da Banana (Foto: Reprodução/Google Maps)

Ronaldo Silva (PSDB) voltou a cobrar mais atenção da Prefeitura de Petrolina para os residenciais da cidade. Na sessão de terça-feira (22) na Casa Plínio Amorim, o edil apresentou a Indicação n° 1274/2019, reivindicando uma série de ações para contemplar o Residencial Vila Verde.

“Estou pedindo ao nosso prefeito que possa olhar com carinho para esses residenciais que foram feitos na nossa cidade. Na construção esqueceram de construir a estrutura de escola, de posto de saúde e creches. Peço ao prefeito que possa fazer nos Residenciais Vila Verde e Vila Real trazer uma escola mais próxima“, disse o edil.

Em uma fala mais crítica, o vereador afirmou que o residencial é desassistido porque “os governantes que passaram comeram dinheiro dessa infraestrutura”. Além da construção de uma escola, Ronaldo Silva pede também a implantação de uma CMEI e uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

Destaques da reforma da Previdência serão votados nessa quarta-feira

A votação da reforma da Previdência será encerrada nessa quarta-feira (23), quando serão analisados os destaques da matéria. Os itens ficaram para hoje, mas na noite de ontem os senadores aprovaram em segundo turno o projeto que tem sido encarado como principal pauta do governo Jair Bolsonaro (PSL).

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) convocou uma nova sessão para 9h. Falta ser analisados um destaque do PT e outro da Rede. Segundo o Ministério da Economia, a aprovação do destaque do PT desidrataria a reforma da Previdência em R$ 23,2 bilhões.

O Senado havia derrubado dois destaques que retirariam pontos do texto e desidratariam a proposta. Durante a votação do terceiro destaque, uma série de questões de ordem sobre o regimento do Senado, aliada à diminuição do quórum, apressou o encerramento da sessão.

Tentando agilizar a tramitação, o presidente do Senado tentou articular a votação de todos os destaques para ontem, mas não teve apoio dos colegas. Seguindo recomendação do líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), o presidente do Senado decidiu encerrar a sessão e concluir a votação hoje.

Votação em segundo turno da Previdência deve acontecer nessa tarde

Plenário do Senado Federal, durante sessão deliberativa ordinária de votação da cessão onerosa do pré-sal

A votação em segundo turno da reforma da Previdência está marcado para 14h dessa terça-feira (22). Para que seja aprovado e seja promulgado são necessários 41 votos dos 81 senadores. Na primeira votação, a PEC foi aprovada por 56 votos a favor e 19 contra.

Hoje mais cedo, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou três mudanças no projeto em uma reunião de 25 minutos. Apesar da provável aprovação nessa tarde, a reforma ainda não é unanimidade. Vários pontos polêmicos considerados importantes, mas que não têm consenso no Senado e na Câmara. Um dos pontos relevantes na atual discussão é a cobrança da bancada feminina.

Elas querem regras de transição atenuadas para mulheres cumprirem a exigência de idade para a aposentadoria, com mudanças para garantir mais recursos para as viúvas, pois as mulheres são mais de 80% dos beneficiários das pensões por morte. (Com informações da Agência Brasil).

Valgueiro cobra informações sobre Conselho Municipal de Saúde de Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O vereador Paulo Valgueiro (MDB) solicitou informações sobre o Conselho Municipal de Saúde de Petrolina na sessão dessa terça-feira (22). O Requerimento n° 333/2019 foi aprovado por 18 votos a zero e o líder da Oposição celebrou a vitória no Plenário. “Milagrosamente foi aprovado”, alfinetou.

“O Conselho, assim como a Câmara tem o papel de fiscalizar e a gente tem recebido inúmeras reclamações, tivemos semana passada uma denúncia feita pelo Gabriel Menezes e o Conselho tem recebido também, principalmente de pessoas madrugando nas filas e de pessoas fura fila”, justificou o edil à imprensa.

No pedido, Valgueiro solicita a relação nominal dos conselheiros da Saúde e de qual entidade eles pertencem, relatório das ações, programação anual e calendário das datas e reuniões. O vereador disse ainda que ouviu do colega Gilberto Melo que essas informações já estavam prontas e seriam entregues a ele.

Eduardo Bolsonaro consegue apoio e é o novo líder do PSL na Câmara

Filho do presidente ganhou liderança do partido (Foto: Fernanda Calgaro/G1)

A briga interna no PSL ganhou um novo capítulo nessa segunda-feira (21). O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) é o novo líder do partido na Câmara. O nome dele apareceu no sistema da Câmara como novo ocupante do cargo no início da tarde.

Pouco antes da confirmação, o agora ex-líder, Delegado Waldir (PSL-GO), havia divulgado um vídeo no qual reconhecia que a liderança havia passado para Eduardo. O embate pelo comando da sigla já durava duas semanas, quando o presidente da República, Jair Bolsonaro criticou o presidente do partido, Luciano Bivar.

Desde então um grupo fiel a Bolsonaro tentava dar o comando do partido na Câmara a um de seus filhos. Fato concretizado hoje, quando Eduardo teve apoio via 29 assinaturas (mais da metade da bancada), que foi validada pela Câmara.

Com apoio de Odacy e Dulcicleide, Doriel Barros é eleito presidente do PT em Pernambuco

Doriel Barros foi eleito com quase 200 votos(Foto: Ascom)

O deputado estadual Doriel Barros foi eleito o novo presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) em Pernambuco. Ele teve apoio de 199 delegados a seu lado, enquanto Glaucos teve 79 apoiadores. Com o resultado, Doriel não apenas assume o controle da legenda, como consolida o nome de Odacy Amorim como forte candidato à Prefeitura de Petrolina em 2020.

LEIA TAMBÉM:

Com proposta de interiorizar o partido, PT promove eleições internas e tem Cristina Costa como candidata a vice

Doriel foi apoiado pelo presidente do IPA e sua esposa, também deputada estadual Dulcicleide Amorim. Por telefone ao programa Super Manhã com Waldiney Passos dessa segunda-feira (21), ele comentou sobre a eleição interna do PT e já pensa em fortalecer a sigla em 2020.

LEIA MAIS

Em nota sobre pesquisa, Lucas Ramos diz que o mais importante é que haverá segundo turno

As especulações com base no resultado da pesquisa realizada pelo Instituto Opinião sobre as eleições de 2020 para a cidade de Petrolina (PE), ainda permeiam as discussões que envolvem o pleito municipal, assim como os posicionamentos de políticos.

LEIA TAMBÉM

Deputado Lucas Ramos sinaliza união com Julio Lossio

65% aprovam governo de Miguel Coelho, segundo pesquisa

Em nota, o deputado estadual Lucas Ramos (PSB), afirma que Petrolina terá segundo turno e ressalta o empenho da oposição na construção desta possibilidade. “Será decidido em dois turnos, com todas as candidaturas de oposição desempenhando papel estratégico para provocar esse cenário”, diz o parlamentar.

LEIA MAIS

Fernando Filho cumpre agenda no Agreste de Pernambuco

(Foto: Ascom)

O deputado federal Fernando Filho (DEM) cumpriu uma extensa agenda política em Pernambuco na sexta-feira (18). Ele visitou Poção e também Tupanatinga, na região Agreste, onde se encontrou com aliados e vistoriou obras. A primeira parada foi em Poção, onde inaugurou a reforma de uma escola.

Em seguida, foi a Tupanatinga visitar lideranças políticas da cidade. Temos buscado ampliar nossa participação no estado, e estamos fazendo isso faltando muito tempo para a eleição de deputado, ou seja, teremos tempo para mostrar nosso trabalho. Temos conversado para ajudar os grupos que disputarão as eleições municipais, e até o Natal algumas ações que temos articulado em Brasília devem chegar nessas cidades“, disse o deputado.

Para Fernando Filho, é através das visitas que se torna possível descobrir quais são as necessidades prioritárias de cada município e assim buscar recursos federais. “Com nosso acesso que temos junto ao governo federal, certamente poderemos fazer um bom trabalho e mostrar que é possível fazer uma política diferente, fazer mais e fazer melhor“, afirmou.

Fiéis a Bivar, parlamentares articulam medidas para enfraquecer aliados de Bolsonaro no PSL

(Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

A briga pelo poder no PSL continua. De acordo com o jornal Correio Braziliense, uma convenção extraordinária composta apenas por aliados do presidente do partido, o deputado Luciano Bivar (PSL-PE), membros da sigla tomaram uma série de medidas para tornar sem efeito as ações de deputados ligados ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL).

Na reunião, cinco dos principais articuladores da ala bolsonarista: Carla Zambelli (SP), Bibo Nunes (RS), Alê Silva (MG), Filipe Barros (PR) e Carlos Jordy (RJ) tiveram seus poderes suspensos. Dessa forma, eles perdem o direito de assinar qualquer lista ou documento em nome do partido e de falar na tribuna da Câmara.

Cerca de 40 parlamentares do PSL estavam na reunião, entre eles Zambelli que estuda a possibilidade de invalidar a reunião. Líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), argumentou que o encontro foi legal e protocolado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Outro tema tratado no encontro foi a destituição do deputado Eduardo Bolsonaro (PSLSP) da presidência do diretório paulista do PSL, e a do senador Flávio Bolsonaro (PSLRJ) da chefia do partido no Rio de Janeiro. O clima de tensão entre Bolsonaro e o partido já dura algumas semanas e ganhou novos contornos nos últimos dias.

Gonzaga Patriota afirma que Bolsonaro foi desrespeitoso com Paulo Câmara

Deputado federal criticou Bolsonaro (Foto: ASCOM)

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), companheiro de partido de Paulo Câmara também se manifestou sobre as críticas feitas por Jair Bolsonaro ao governador de Pernambuco. Segundo Gonzaga, o presidente da República tem uma fala “desrespeitosa, desonesta e injustificada”.

LEIA TAMBÉM:

Após ser criticado por Bolsonaro, Paulo Câmara recebe apoio de governadores do Nordeste

Na nota, Gonzaga afirma que Bolsonaro tem um trabalho ruim contra o povo e desconhece a lei estadual a qual assegura o 13º do Bolsa Família aos beneficiários de Pernambuco, aprovado “em novembro de 2018, quando entrou em vigor e vai continuar em ação”.

Confira a nota:

LEIA MAIS

Após ser criticado por Bolsonaro, Paulo Câmara recebe apoio de governadores do Nordeste

Clima azedou entre Bolsonaro e Câmara (Foto: Blog Waldiney Passos)

Depois de ser chamado de “espertalhão” por Jair Bolsonaro (PSL), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) recebeu apoio dos governadores do Nordeste. Eles assinaram uma carta em solidariedade a Câmara, contrários a fala de Bolsonaro sobre o 13º do Bolsa Família.

Assinam a carta Rui Costa (Bahia), Renan Filho (Alagoas), Camilo Santana (Ceará), Flávio Dino (Maranhão), João Azevedo (Paraíba), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte) e Belivaldo Chagas (Sergipe). O grupo alega que o ataque foi “descabido” e “desrespeitoso”, citando ainda que Bolsonaro propaga “falsidades”.

“Além de inverídica, a mensagem publicada possui um tom inaceitável, em qualquer situação, tornando-se ainda mais grave ao ser assinada pela mais alta autoridade do Poder Executivo nacional. “É profundamente lamentável que a missão confiada ao atual presidente seja transformada em um vergonhoso exercício de grosserias e, neste caso, também na propagação de falsidades“, diz a carta.

LEIA MAIS

Em seu primeiro mandato na Câmara de Petrolina, Rodrigo Araújo afirma que disputará reeleição

Vereador deixou claro que disputará eleição em 2020 (Foto: Blog Waldiney Passos)

Já é 2020 na Câmara de Vereadores de Petrolina. Às vésperas de ano eleitoral no município, muitos edis já se articulam para buscar a reeleição e Rodrigo Araújo (PSC) deixou claro que disputará o pleito do próximo ano. O edil está em seu primeiro mandato e buscará a reeleição.

“Quero deixar um recado para quem fica ligando pros rádios, não venha esculhambar vereador não. Vá procurar o que fazer. Quero dizer que estou firme, sou candidato à reeleição, estou trabalhando. Sou um dos vereadores que mais tem projeto nessa Casa“, afirmou na sessão de quinta-feira (17).

Rodrigo antecipou que para ele a corrida eleitoral já começou. “Ando todos os dias no interior, estou na luta“, destacou. Ele vai na contramão do colega José Batista da Gama, que até o momento, foi o único a se colocar fora do pleito de 2020.

Deputado Lucas Ramos sinaliza união com Julio Lossio

Ao que tudo indica o resultado da primeira pesquisa realizada sobre as eleições 2020 mexeu com determinados setores da oposição em Petrolina. O levantamento realizado pelo Instituto Opinião mostra uma vantagem de 32% do prefeito Miguel Coelho (MDB), que vai tentar a reeleição, para os principais candidatos cotados para a disputa.

Apesar de ter declarado que o mais importante é que a pesquisa indica segundo turno em Petrolina, o deputado Lucas Ramos (PSB), que apareceu com apenas 4% das intenções de voto, postou hoje em sua página no Instagram, uma foto ao lado do ex-prefeito Julio Lossio (PSD). Nas entrelinhas Lucas deixa entender que a oposição já começa a se movimentar e que a possibilidade de uma união já no primeiro turno não está descartada.

“Encontro com o ex-prefeito Júlio Lossio na manhã desta sexta-feira (18). Está na hora de ampliar o que deu certo, reparar o que está errado. Petrolina no rumo certo, trabalhando efetivamente para quem precisa”, postou.

Recentemente, o ex-secretário de Infraestrutura Ricardo Rocha, deixou claro não acreditar na candidatura de Julio em 2020. Será que o ex-gestor já está se articulando com o governo do estado para apoiar Lucas na eleição? É esperar, pois muita água vai correr por baixo dessa ponte.

123