Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Fernando Bezerra Coelho aguarda definição de Bolsonaro sobre cargo de liderança do governo

(Foto: Ascom)

Convidado para assumir a liderança do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) no Senado Federal, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) afirmou que está apenas esperando uma definição de Bolsonaro, que, ainda segundo ele, deverá acontecer até a próxima segunda-feira (18). A informação foi dada na manhã desta sexta-feira (15) à Rádio Jornal, no programa Passando a Limpo.

“O Eduardo Braga disse que teve com o senador Davi Alcolumbre (DEM) e o ministro Onyx e me contou que o presidente disse que tomará uma decisão ate a próxima segunda-feira. É preciso que esses espaços já estejam definidos e por isso estamos ainda esperando uma definição até segunda”, afirmou FBC.

LEIA MAIS

Imbróglio político entre Compesa e Petrolina é discutido na Casa Plínio Amorim

Vereadores reconheceram falta de investimento, mas cobraram debate amplo (Foto: Blog Waldiney Passos)

O serviço prestado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) deu tom aos discursos dos vereadores de Petrolina na sessão de quinta-feira (14). E o tema mostrou um alinhamento de pensamentos entre as duas bancadas da Câmara.

José Batista da Gama (PSB), ex-secretário do prefeito Miguel Coelho (PSB) citou a falta de investimento da Compesa no município e foi acompanhado por Gabriel Menezes (PSL) e Gilmar Santos (PT). Os membros da oposição ratificaram a fala do colega sobre a falta de interesse da companhia com os petrolinenses.

“Interesse político”

“Desde 2003 que existe uma quebra de braço entre o município de Petrolina e o Governo de Pernambuco. Nas entrelinhas é bom que se frise: isso só existe porque existe o interesse político. O Governo de Paulo Câmara tem interesse de continuar com a Compesa porque é a menina dos ovos de ouro, porque aqui se arrecada e não se aplica um milhão em Petrolina”, destacou Zé Batista.

LEIA MAIS

Brasileiros ocupam todas as vagas deixadas por cubanos no Mais Médicos

Com isso, o ministério informa que não deve haver chamada para profissionais de outros países para este edital de reposição.

De acordo com o Ministério da Saúde, todas as 8.517 vagas do atual edital do programa Mais Médicos, que ficaram abertas após o fim da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), foram preenchidas por profissionais brasileiros.

Nessa quarta-feira (13) os brasileiros formados no exterior, que tiveram as inscrições validadas, selecionaram as 1.397 vagas que ainda estavam abertas no programa. As informações são do ministério da Saúde.

A lista com as vagas remanescentes em 667 localidades foi publicada nessa quarta no site do Programa. Os 3.828 candidatos aptos tinham até às 18h, desta quinta-feira (14), para escolherem as cidades de atuação. No entanto, todas as vagas foram ocupadas antes das 9h.

LEIA MAIS

Presidente da Comissão de Justiça e Redação, Ruy Wanderley fala em dar agilidade aos trabalhos da Câmara

Vereador Ruy Wanderley – PSC. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Ruy Wanderley (PSC) tem um novo desafio na Casa Plínio Amorim. O vereador que já foi líder do Governo na Câmara de Petrolina agora será o presidente da Comissão de Justiça, Redação e Legislação no biênio 2019/2020. E segundo o próprio edil, seu trabalho a frente da mais importante comissão não será diferente do seu antecessor, Aero Cruz (PSB).

LEIA TAMBÉM:

Fora das comissões, Aero Cruz afirma que cedeu espaço a colegas de bancada

“Nós assumimos a responsabilidade de ser presidente da Comissão de Justiça e Redação e também somos integrantes de outras comissões. O trabalho não vai ser diferente não, o antigo presidente desenvolvia um bom trabalho”, disse em entrevista ao Blog.

LEIA MAIS

Ampliação de serviços da saúde dominam pedidos de vereadores na Câmara de Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Se na terça-feira (12) os pedidos dos vereadores tiveram como fogo a infraestrutura de Petrolina, hoje (14) as reivindicações dos edis voltaram-se a área da saúde. Gilberto Melo (PR) solicitou a presença da Unidade Odontológica, para atender a Vila Chocolate.

Segundo o edil, a comunidade é carente de atendimento médico e é necessária uma maior atenção do município nesse quesito de assistência. “A gente precisa que essa unidade possa servir essa comunidade que é carente”, destacou Gilberto.

Zenildo Nunes (PSB) pediu ampliação no atendimento voltado a saúde do homem. Através da Indicação nº 072/2019, ele cobrou da secretaria de Saúde a realização de um mutirão de cirurgia de próstata. “São muitos idosos que precisam disso“, justificou o vereador.

Todas as Indicações e Requerimentos foram aprovados por 16 votos a zero. Nesse momento a sessão segue com pedido de ordem dos vereadores. Não há projetos na pauta de hoje.

Alepe cria comissão para monitorar situação do Velho Chico

(Foto: Reprodução/Ministério da Integração Nacional)

Os deputados estaduais de Pernambuco instauraram a Frente Parlamentar em Defesa do Rio São Francisco, com a intenção de monitorar os impactos negativos com a chegada dos rejeitos da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG).

A Frente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) fará audiências públicas, visitas técnicas e produzirá relatórios sobre a situação. Na semana passada o Blog Waldiney Passos conversou com o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda e ele foi categórico ao afirmar que o Velho Chico sofrerá impactos.

LEIA TAMBÉM:

Presidente do CBHSF faz alerta sobre rejeitos de Brumadinho no rio São Francisco: “Sem dúvida alguma haverá um impacto”

Isso porque os rejeitos de Brumadinho atingiram o rio Paraopeba e a pluma se encaminha a Três Marias, já na bacia do São Francisco. A Frente tem como coordenador-geral Lucas Ramos (PSB), que se encontrará com a comissão da Câmara dos Deputados.

A intenção da Alepe é promover debates também na Bahia, Rio Grande do Norte, Sergipe, Paraíba e Ceará, por onde o rio São Francisco passa. A pluma de rejeitos é monitorada pelo Instituto Mineiro de Gestão de Águas (IGAM) com apoio da Agência Nacional de Águas (ANA).

Gilberto Melo apresenta requerimento que pode beneficiar CRELPS de Petrolina

Quarta sessão do ano acontece logo mais às 9h (Foto: Blog Waldiney Passos)

Logo mais às 9h os vereadores de Petrolina se reúnem para mais uma sessão ordinária, a quarta de 2019. Sem projetos de lei para votação os edis vão analisar seis Requerimentos e 27 Indicações. Entre os destaques está o Requerimento nº 021/2019 de Gilberto Melo (PR).

O vereador que agora é líder do partido na Câmara solicitou ao Poder Executivo o envio de um projeto de lei aos vereadores, para regulamentar o prédio no qual hoje funciona o Centro de Recuperação Evangélico Livres para Servir (CRELPS).

Na ordem do dia consta apenas o uso da Tribuna Livre pelos líderes de oposição e situação e dos partidos, além de dois oradores que hoje serão Maria Elena de Alencar (PRTB) e José Batista da Gama (PSB).

Oposição comemora conquista de espaço nas Comissões da Câmara de Petrolina

Bancada da oposição começou 2019 em alta (Foto: Blog Waldiney Passos)

A celeuma das Comissões Permanentes da Câmara de Petrolina chegou ao fim na segunda-feira (11) quando foi batido o martelo e anunciada a presidência de cada segmento. Para surpresa de muitos a oposição conseguiu espaço e saiu fortalecida, emplacando três presidências das nove possíveis.

Gabriel Menezes (PSL) será o presidente da Comissão de Agricultura, Interior e Meio Ambiente; Gilmar Santos (PT) assume a Comissão de Direitos Humanos e Cidadania, cuja relatoria será de Paulo Valgueiro (MDB); Cristina Costa (PT) foi escolhida presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher.

LEIA TAMBÉM:

Fora das comissões, Aero Cruz afirma que cedeu espaço a colegas de bancada

Além das presidências a bancada terá ainda a relatoria da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude, com Costa; e duas secretarias, uma em Agricultura, Interior e Meio Ambiente, com Elismar Gonçalves (MDB) e outra com Valgueiro na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher.

LEIA MAIS

Projeto quer ampliar limite de pontos para condutor ter CNH suspensa

(Foto: Reprodução)

Uma matéria que tramita na Câmara dos Deputados promete gerar um longo debate entre os políticos. O deputado de São Paulo, Roberto de Lucena (Podemos) apresentou o Projeto de Lei nº 11.173/2018 no qual amplia de 20 para 50 pontos o limite para o condutor ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa.

Atualmente o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê punição ao motorista que atingir 20 pontos acumulados. Na proposta de Lucena deixariam de pontuar na CNH por infrações de trânsito cometidos policiais, bombeiros, médicos, taxistas, motoristas de ônibus e servidores cuja função é dirigir. “Tais profissões também devem ter tratamento diferenciado perante a lei dada sua natureza, não devendo ser computada qualquer pontuação em suas CNH pelas infrações cometidas”, afirma o deputado.

Com a proposta, veículos de polícia, ainda que descaracterizados, e veículos particulares de policiais federais, civis ou militares terão livre circulação, estacionamento e parada. Hoje esse benefício é garantido apenas para ambulâncias, viaturas policiais e de bombeiros oficiais e veículos particulares que atendam necessidade pública, como ambulâncias de instituições particulares.

O Projeto de Lei será analisado pelas comissões de Viação e Transportes; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Com informações do JC Online.

Zé Batista pede união no grupo e afirma que bancada “é cheia de ego”

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O biênio 2017/2018 na Câmara de Vereadores de Petrolina não contou com a presença de José Batista da Gama (PSB), que se licenciou do seu mandato para ser secretário nos primeiros anos da gestão do prefeito Miguel Coelho (PSB). De volta ao Legislativo, Zé Batista teceu críticas a bancada governista durante a sessão de ontem (12).

Ele foi duro ao avaliar o bloco da situação que ficou rachado durante a escolha das Comissões Permanentes para o biênio 2019/2020. A nossa bancada é cheia de ego, é totalmente desunida. É cada um querendo empurrar o outro. É cada um querendo subir na costa dos outros. Vamos ser mais amigos, ser mais companheiros, ser mais grupo”, declarou o vereador.

Para Zé Batista, cada edil tem direito de brigar por seu espaço, contudo isso não significa derrubar o outro. “Grupo seguro, honesto, de responsabilidade não se desfaz e o nosso a cada dia que observa, é o ego. Meu espaço ninguém toma, cada um que tenha seu espaço e que brigue sem derrubar os outros”, finalizou.

Ronaldo Silva acusa assessor especial da Prefeitura de fazer manobra na escolha das Comissões Permanentes

Ronaldo Silva acusou Tolentino de fazer manobras nas comissões (Foto: Blog Waldiney Passos)

A sessão de terça-feira (12) foi marcada por mais uma confusão na base do governo municipal, que desde o retorno das atividades legislativas na última semana tem demonstrado publicamente que falta harmonia entre os pares da situação.

Ronaldo Silva (PSDB) discursou na Tribuna Livre e expôs aos edis da oposição, imprensa e comunidade presente uma suposta “manobra” imposta na eleição das Comissões Permanentes, articulada pelo assessor especial do prefeito Miguel Coelho, Orlando Tolentino.

“Pessoas do próprio Governo que trabalharam [para criar atrito na base]. Da mesma forma que fazia comigo chegava para o vereador Elias Jardim, pro vereador Alex de Jesus e pro vereador Gaturiano Cigano dizendo que eu queria usar. Eu não brinco com o sentimento das pessoas. Aqui está o nosso assessor especial do nosso prefeito, o secretário Orlando Tolentino. Você que se diz meu amigo, que fez tudo isso e chegava essa confusão todinha [das comissões], não foi oposição nem nada, foi você que chegava e fazia isso. Isso não acontecerá mais”, afirmou Ronaldo Silva.

LEIA MAIS

Deputado Antonio Coelho questiona governo do estado por não executar emendas parlamentares

Antonio Coelho. (Foto: Ivaldo Reges)

O deputado estadual Antonio Coelho (DEM), vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco, anunciou que enviará nesta semana um ofício ao secretário estadual da Casa Civil, Nilton Mota. O parlamentar questiona o governo do estado por não executar as emendas dos deputados estaduais, o que seria um descumprimento da constituição estadual.

“Desde 2013, o governo é obrigado a executar as emendas indicadas pelos deputados estaduais ao orçamento anual. No entanto, isso não vem ocorrendo, nem com deputados da base governista, e muito menos com deputados da oposição”, afirmou Antonio.

O deputado cita a Emenda Constitucional 36, de junho de 2013, oriunda de um projeto de emenda constitucional feito pelo então governador Eduardo Campos e aprovado na Alepe. A matéria tornou obrigatória a execução de créditos constantes da Lei Orçamentária Anual (LOA) oriundos de emendas parlamentares.

LEIA MAIS

Texto da reforma da Previdência está pronto e aguarda parecer de Bolsonaro

(Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

O texto-base da reforma da Previdência foi concluído pela equipe de governo e agora aguarda a análise do presidente Jair Bolsonaro (PSL), ainda internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Segundo o secretário especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, que esteve hoje (12) reunido com o ministro da Economia, Paulo Guedes, em Brasília, o presidente dará a palavra final sobre o projeto que será enviado à Câmara dos Deputados.

O secretário informou que o texto foi construído por diversas áreas do governo, além da contribuição de economistas e avaliação do projeto enviado pelo ex-presidente Michel Temer ao Congresso. Ele não antecipou nenhuma regra.

Marinho disse que o texto final é “bem diferente” da minuta do projeto que vazou para a imprensa na semana passada. Nessa minuta, o governo proporia idade mínima única de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem no Brasil. Além disso, a minuta de projeto ainda previa um mínimo de 20 anos de contribuição para o trabalhador receber 60% da aposentadoria chegando, de forma escalonada, até o limite de 40 anos, para o recebimento de 100%. 

LEIA MAIS

“Poder do voto”: aplicativo de acompanhamento do trabalho parlamentar é lançado

(Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil)

Para marcar o lançamento do aplicativo ‘Poder do Voto’, um binóculo gigante apontado para o Congresso Nacional foi instalado hoje (12) em frente ao Parlamento, na Esplanada dos Ministérios. O aplicativo pode ser baixado gratuitamente nas plataformas Android e IOs.

Por meio do aplicativo, o cidadão poderá acompanhar as discussões no Congresso dos projetos de lei em pauta e conhecer a opinião de diferentes entidades sobre determinada matéria. O cidadão pode seguir, no aplicativo, até três senadores e um deputado, e saber como votaram. O usuário também poderá comentar se é a favor ou contra uma lei.

Segundo Mario Mello, fundador do Poder do Voto, instituição sem fins lucrativos criada em 2017, ao se cadastrar no aplicativo, o usuário recebe alertas de leis relevantes antes de a matéria ser votada em plenário. “Você coloca a sua opinião e o parlamentar receberá um relatório de quantos são contra ou a favor”, explicou.

LEIA MAIS

Câmara de Juazeiro conta com dois novos vereadores; atividades legislativas serão retomadas após o carnaval da cidade

Ao lado do presidente, Alex Tanuri, os dois novos vereadores fizeram o juramento. (Foto: Ascom)

Tomaram posse na tarde da última segunda-feira (11), os vereadores Josafá Alves da Mota (PTC) e José Inaldo do Nascimento (PCdoB), em solenidade realizada na Câmara Municipal de Vereadores de Juazeiro (BA). A cerimônia contou com a presença dos vereadores, do prefeito Paulo Bomfim (PCdoB), lideranças políticas e comunitárias, além de amigos e familiares dos novos parlamentares.

Josafá e Inaldo assumem as vagas deixadas por Tia Célia (PTC) e Agnaldo Meira (PC do B), que atendendo ao pedido do executivo municipal, licenciaram-se para assumir cargo de Assessoria Especial de Gabinete e diretor executivo da Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA), respectivamente, em solenidade realizada no Paço Municipal na manhã de segunda-feira (11).

“Quero agradecer ao Prefeito Paulo Bomfim que me ligou e disse: Você vem para Câmara para poder ajudar a governar Juazeiro e o que for bom você vai apoiar e o que for ruim, você vai questionar”, disse Josafá no tempo que lhe foi concedido pelo Presidente.

LEIA MAIS
123