Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Ministro da Saúde anuncia campanha de multivacinação para outubro

(Foto: Internet)

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse hoje (22), após participar da abertura de um congresso sobre saúde suplementar, que o governo está preparando para o mês de outubro uma campanha de multivacinação para que as pessoas possam colocar a carteira de vacinação em ordem. Os registros já serão feitos em uma carteira digital.

“Porque é muito difícil ter em memória qual vacina e quando tomou, se vai viajar para algum lugar que exige a vacina. O aplicativo de vacinas no meio eletrônico vem para facilitar muito o controle das famílias”, explicou Mandetta.

Sarampo

O ministro ressaltou estar alerta ao controle do sarampo em São Paulo, e que já foram aplicadas quase 8 milhões de doses no estado. “Aqui em São Paulo estamos medindo dia a dia, semana a semana, e já há uma tendência de estabilização e queda. Estamos monitorando para saber como isso vai se comportar”.

LEIA MAIS

Para prevenir ‘doença do pombo’, Prefeitura de Petrolina realiza trabalho educativo

(Foto: Ascom)

Cuidados no dia a dia ajudam a evitar a proliferação do pombo e a doença causada pelo animal. Para isso, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vai intensificar o trabalho de orientação à população de Petrolina. A primeira ação acontecerá na Escola Monsenhor Bernardino, no bairro Vila Eulália, já na próxima semana.

De acordo com a coordenadora do CCZ e médica veterinária, Graziella Vasconcelos, os pombos são aves que vivem com facilidade nas cidades, onde costumam fazer seus ninhos em telhados, forros, caixas de ar condicionado e torres de igrejas.“Esses animais tem uma população que se reproduz muito rápido e o aumento de sua quantidade tornou-se um grave problema de saúde, pois, podem causar várias doenças graves que podem levar à morte”, frisou.

LEIA MAIS

Ministério da Saúde recomenda dose extra contra o sarampo em bebês menores de 1 ano

(Foto: Ilustração)

O Ministério da Saúde passou a recomendar a vacinação contra o sarampo em crianças com idade entre 6 meses e 11 meses e 29 dias para combater a disseminação do vírus no país. Nessa faixa etária, segundo a pasta, será ofertada uma dose complementar, chamada de dose zero, como já acontece em campanhas como a de combate à poliomielite. A orientação foi apresentada hoje (20) em entrevista coletiva na sede do órgão, em Brasília.

Entre 19 de maio e 10 de agosto deste ano, foram confirmados 1.680 casos de sarampo no Brasil, além de 7,5 mil casos em investigação. No período, de acordo com o ministério, não houve mortes confirmadas decorrentes da enfermidade.

Após um surto envolvendo estados da Região Norte no início do ano, um novo surto foi registrado no estado de São Paulo, que concentra, atualmente, 1.662 casos em 74 municípios – 98,5% do total de casos. Em seguida aparecem Rio de Janeiro, com seis casos, e Pernambuco, com quatro. Com um caso estão Goiás, Paraná, Maranhão, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Bahia, Sergipe e Piauí.

LEIA MAIS

Doença de Chagas: evento da prefeitura discute prevenção e controle em Petrolina

(Foto: Ascom)

A Prefeitura de Petrolina promoveu na última quinta-feira (11), no auditório da Secretaria de Saúde, o 1° Encontro do Programa de Prevenção e Controle da Doença de Chagas. O evento, que contou também com o Serviço de Infectologia de Petrolina (Seinpe); Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope) e VIII Gerência Regional de Saúde, teve o objetivo de debater a prevenção, controle e tratamento da doença, além de fortalecer o trabalho que já vem sendo realizado no município.

A doença de Chagas é a infecção causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi, que tem como o principal vetor o barbeiro. Ela apresenta uma fase aguda que pode ser sintomática ou não, e uma fase crônica, que pode se manifestar nas formas indeterminada, cardíaca, digestiva ou cardiodigestiva. Para o técnico em Epidemiologia, Francisco Freitas, que também coordenou o evento, esses encontros são importantes para uma maior efetividade no combate da doença.

“Tivemos a oportunidade de discutir e debater com todos os setores da saúde, no âmbito municipal e estadual, para ajustarmos e melhorarmos, ainda mais, o trabalho que já vem sendo feito em Petrolina. Esse foi o primeiro encontro, mas já estamos preparando outros, inclusive, com maiores abrangências”, frisou.

LEIA MAIS

Prefeitura mobiliza estudantes de Petrolina no combate ao Aedes aegypti

(Foto: Ascom)

A Prefeitura de Petrolina está promovendo diversas ações educativas nas escolas municipais, para alertar sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. O objetivo é apresentar os sintomas dessas doenças e os cuidados que os jovens devem ter para evitar a proliferação do mosquito.

Na última semana, uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde esteve na escola Adelina Almeida, no bairro Areia Branca. Na oportunidade, os estudantes participaram de palestras e tiveram todas as dúvidas esclarecidas pelos profissionais. As ações educativas nas escolas devem continuar acontecendo segundo o calendário da Secretaria de Saúde.

Segundo a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro, os jovens são parceiros importantes no combate ao mosquito. “O trabalho de conscientização principalmente em crianças e adolescentes traz frutos imediatos. Pois eles são disseminadores de conhecimento, passando as informações para os familiares”, explicou.

Férias escolares: Celpe alerta para prevenção de acidentes domésticos envolvendo energia elétrica

(Foto: Ilustração)

A curiosidade das crianças pode levá-las a algumas situações perigosas, principalmente no período de férias escolares, quando elas ficam mais tempo em casa. Para minimizar os riscos com a energia elétrica, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa da Neoenergia, recomenda atenção redobrada dos pais ou responsáveis para prevenir e evitar acidentes domésticos, e também alerta para alguns cuidados que garantem a segurança dos pequenos e tranquilidade dos adultos.

Mais expostas ao uso da energia elétrica e contato com aparelhos eletroeletrônicos, as crianças não tem como avaliar os riscos na hora de recarregar celulares, tablets e notebooks. Sendo assim, a primeira ação, e a mais básica, é mantê-las longe de tomadas, fios e aparelhos elétricos. No caso de tomadas, devem ser utilizados protetores para que não sejam introduzidos objetos metálicos, caso muito comum devido à curiosidade das crianças. Usar o “T” (benjamim) e extensões de maneira definitiva também é perigoso, além de sobrecarregar as tomadas, pode causar curtos circuitos e incêndios.

Equipamentos eletrônicos como videogames e computadores somente devem ser ligados ou desligados da tomada por um adulto, sempre utilizando o plugue e jamais puxando diretamente o fio. A fiação, inclusive, deve estar em perfeitas condições. Se o cabo apresentar algum desgaste no isolamento, o aparelho não deve ser conectado à tomado, caso contrário pode representar perigo de choque elétrico.

LEIA MAIS

HDM e UPAE alertam sobre o risco de queimaduras no período junino

(Foto: ASCOM)

Durante as festas juninas é comum as pessoas acenderem fogueiras e comemorarem com queima de fogos. Por isso, é preciso estar bastante atento, principalmente com relação às crianças. Para ajudar com os cuidados, a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada e o Hospital Dom Malan, ambos geridos pelo IMIP em Petrolina, trazem algumas dicas simples, mas que podem fazer toda a diferença.

Soltar balão, além de muito perigoso, é crime!

No Brasil, soltar balão é considerado crime ambiental, punível com pena de até três anos e pagamento de multa. A prática pode resultar em acidentes graves, como incêndios de grande proporção. Por isso, não solte balão!

Cuidado com as comidas e bebidas quentes

Do momento do preparo até a hora de servir: cuidado com alimentos e bebidas quentes. Não permita que as crianças brinquem na cozinha e deixe sempre os cabos das panelas virados para dentro do fogão. Se possível, não use toalhas compridas onde os alimentos serão servidos. Crianças muito curiosas poderão se apoiar no tecido para ver o que tem na mesa.

LEIA MAIS

Hospital Regional de Juazeiro faz alerta sobre queimaduras

(Foto: Internet)

A sinaleira da Praça Barão do Rio Branco, área central de Juazeiro (BA), ficou mais movimentada nesta sexta-feira (14), isso porque a equipe de Humanização do Hospital Regional de Juazeiro (HRJ) alertou a população e passou orientações sobre a prevenção de queimaduras. O Hospital Regional de Juazeiro é especializado também no atendimento ao paciente vítima de queimaduras. No período junino do ano passado, o HRJ atendeu 15 pacientes,  na faixa etária de 20 a 32 anos.

João Araújo, membro da Comissão de Humanização da unidade, destaca que a ação é de fundamental importância para conscientizar sobre os riscos das queimaduras. “Sobretudo neste período do ano, quando ocorrem as festas juninas e aproximam-se as férias de julho, quando as pessoas se excedem nas brincadeiras com fogos de artifício, viajam mais e ficam mais vulneráveis às ocorrências de queimaduras”, ressaltou.

LEIA MAIS

Prefeitura alerta para riscos da obesidade infantil e reforça ações da Atenção Básica de Petrolina

(Foto: Ascom PMP)

Crianças acima do peso têm mais chances de se tornarem adultos obesos, a condição também está aliada ao aparecimento de doenças crônicas. Diante disso, a Prefeitura de Petrolina (PE), vem reforçando o trabalho de acompanhamento feito nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). O ‘Dia da Conscientização Contra a Obesidade Mórbida Infantil’, foi celebrado na última segunda-feira (3) com a proposta de alertar a população sobre os cuidados necessários para combater essa doença que afeta milhares de crianças no mundo todo.

A nutricionista do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB), Célia Regina de Oliveira, ressalta que é cada vez maior o número de crianças acima do peso. “A obesidade impacta na saúde física, elas são mais propensas a ter asma, apneia do sono, problemas nos ossos e articulações, diabetes tipo 2, colesterol alto, problemas no fígado e doenças cardíacas, além de problemas psicológicos”, explicou.

LEIA MAIS

UPAE/IMIP de Petrolina realização ação contra arboviroses

(Foto: Ascom)

A Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) realizou na última quinta-feira (16), uma ação contra as arboviroses, com foco no combate ao mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

A iniciativa que contou com o apoio da Segurança do Trabalho, Supervisão Operacional, Manutenção e Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) – teve como base a conscientização através da informação e do lúdico. “Distribuímos panfletos, cartazes, conversamos com profissionais, usuários e tivemos a participação de um colaborador nosso fantasiado de mosquito para que as pessoas consigam identificar em suas casas o agente transmissor”, esclarece a técnica em segurança do trabalho, Monaliza Carvalho.

De acordo com a coordenadora médica da Unidade, Bruna Spíndola, a campanha veio em boa hora. “Nós temos percebido um aumento no número de pacientes que têm chegado à UPA 24h com sintomas típicos das arboviroses, e não há forma de prevenção melhor do que educação em saúde”, garante.

LEIA MAIS

Com apenas 51% do público alvo vacinado, Secretaria de Saúde de Juazeiro alerta população sobre a importância da vacinação contra gripe

(Foto: Ascom)

Faltando apenas 19 dias para o fim da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, a Secretaria Municipal da Saúde informa que o registro de cobertura está em 51% do seu público alvo vacinado. A campanha teve inicio no dia 10 de abril e em Juazeiro a meta é vacinar 54.356 pessoas pertencentes aos grupos prioritários.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. A meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

LEIA MAIS

Mais de 11 mil alunos de escolas municipais são beneficiados com kits de saúde bucal em Petrolina

(Foto: SESAU)

A tarde de quinta-feira (9) foi de muitos sorrisos para as 100 crianças da creche municipal Criança Esperança, no N-9, zona irrigada de Petrolina (PE). É que os alunos receberam kits para prevenção de saúde bucal, além de atividades educativas, escovação e aplicação tópica de flúor.  A ação faz parte do projeto ‘Um Sorriso do Tamanho do Brasil’, uma parceria da prefeitura, através da Secretaria de Saúde com a Associação Brasileira de Odontologia (ABO) e Colgate, que já entregou cerca de 11 mil kits em 33 escolas municipais.

A proposta do projeto é promover saúde bucal em crianças de 0 a 13 anos. Cada aluno recebe a sacolinha do “Dr. Dentuço”, contendo uma escova, creme dental, sabonete e folheto explicativo. Aliado à entrega, a diretoria de Saúde Bucal de Petrolina procura desenvolver atividades lúdicas com os alunos.

LEIA MAIS

Gripe já matou 99 pessoas no Brasil; vacinação segue até 31 de maio

(Foto: ASCOM)

Até 27 de abril, pelo menos 535 pessoas foram hospitalizadas este ano no Brasil por síndrome respiratória aguda grave causada por influenza e 99 morreram em decorrência do quadro. De acordo com o Ministério da Saúde, do total de óbitos, 90% ocorreram em pessoas que já apresentavam fatores de risco para a gripe, como idosos, pacientes com doença crônica, crianças, gestantes, indígenas e puérperas.

LEIA MAIS

Médico especialista do HDM/IMIP alerta sobre os perigos da endometriose 

(Foto: Arquivo)

Especialista em medicina fetal do HDM/IMIP, o médico Marcelo Marques, alerta sobre os perigos da endometriose,  doença que não tem cura, mas que pode ser manejada para uma melhor qualidade de vida e alívio dos sintomas, através de práticas simples, como alimentação saudável e exercícios físicos.

A endometriose é caracterizada pelo crescimento do endométrio (tecido que reveste a parte interna do útero) e atinge cerca de 6 milhões de mulheres no país, de acordo com dados da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia.

Entre os sintomas mais comuns estão presentes cólicas e outras dores intensas na região íntima. “Apenas de 20% a 25% das pacientes com endometriose não sentem dores. A dor começa durante o período menstrual, mas com o avanço da doença a paciente começa a sentir dor em todo o ciclo, podendo atingir toda a pelve. A localização da dor depende do avanço da doença e do foco da endometriose”, esclarece Marcelo.

LEIA MAIS

Casa Nova: Dia D de vacinação contra a gripe atinge expectativas

(Foto: Ascom)

De acordo com os resultados preliminares do Dia D de Vacinação contra a gripe, apresentados por Samantha Ravenna Vieira de Araujo, enfermeira responsável pela vacinação no município de Casa Nova (BA), os índices não são excelentes, mas estão dentro das expectativas. O dia D aconteceu no última sábado (4) em todo o país.

“Sempre queremos atender a todos, vacinar todos, mas Casa Nova é um imenso município, de mais de 9 mil quilômetros, e com pessoas em localidades acima de 200 quilômetros da sede. Por isso, ainda há gente dentro do grupo de risco sem receber a vacina. Intensificamos os chamados para que possamos repetir o que fizemos ano passado: Nenhuma notificação de gripe, nenhum óbito”, disse Samantha Ravena.

LEIA MAIS
12345