Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Projeto sobre saneamento básico entra em votação na Câmara de Petrolina

(Foto: Arquivo Pessoal)

Conforme o Blog mostrou mais cedo, a Câmara de Vereadores de Petrolina está discutindo nesse momento o projeto de Lei nº 007/2019, do Poder Executivo. A matéria prevê autorização do prefeito Miguel Coelho a acrescentar no projeto de empréstimo do FINISA, para que em vez da pavimentação seja destinado uma parte de recurso ao saneamento básico.

LEIA TAMBÉM:

Projeto do Executivo sobre saneamento básico pode entrar em pauta na Câmara de Petrolina

Além do saneamento, o PL prevê também o serviço de drenagem na Bacia do Dom Avelar. O item não estava oficialmente na pauta, mas havia um adendo para sua possibilidade de discussão, iniciada pouco antes do meio dia, após a votação dos projetos do Legislativo.

Mais mudanças na pauta

O PL nº 049/2019, de Gaturiano Cigano acerca da disposição de atendimento prioritário a autistas nos estabelecimentos públicos e privados foi retirado de pauta, já que Gaturiano não estava presente na sessão. Em seu lugar deu entrada um projeto que pode beneficiar os pacientes de fibromialgia de Petrolina, com a instituição do Dia Municipal da Fibromialgia, proposto por José Batista da Gama (PSB), através do PL nº 083/2019.

A matéria foi aprovada por 20 votos a zero, assim como o PLs nº 137/2019 – Regulamenta as feiras de produtos orgânicos de Petrolina – autoria de Maria Elena de Alencar (PRTB) – e PL n° 045/2019 – Denominação sobre a denominação da UBS do Vale do Grande Rio – UBS Maria José de Farias Pereira – autoria de Gilmar Santos (PT).

 

Projeto do Executivo sobre saneamento básico pode entrar em pauta na Câmara de Petrolina

Quatro matérias estão confirmadas, mais uma deve entrar (Foto: Blog Waldiney Passos)

Depois da tumultuada sessão de quinta-feira (23) marcada por protestos contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), os vereadores de Petrolina voltaram aos trabalhos hoje (28) e terão quatro projetos de lei para analisar.

LEIA TAMBÉM:

Compesa quer continuar operando em Petrolina, segundo Miguel

Contudo, o mais esperado é o PL nº007/2019, do Poder Executivo e que poderá entrar em discussão. A matéria dá autorização ao prefeito Miguel Coelho para acrescentar no contrato do FINISA, junto a Caixa Econômica Federal, a possibilidade de execução de obras de saneamento.

Confirmados na pauta estão um Título de Cidadão Petrolinense, um sobre denominação de prédio público e outros dois que tratam da regulamentação da feira de produtos orgânicos em Petrolina (proposto por Maria Elena de Alencar) e a obrigação de estabelecimentos públicos e privados no Município de Petrolina a inserir nas placas de atendimento prioritário o Símbolo Mundial do Autismo (Gaturiano Cigano).

SAAE inicia recadastramento de usuários, na sede e interior de Juazeiro

(Foto: ASCOM)

Equipes do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) estão na sede e zona rural de Juazeiro (BA) fazendo o recadastramento dos usuários. A iniciativa busca identificar possíveis falhas no abastecimento, mediante levantamento dos dados de cada cidadão.

De acordo com o SAAE, as equipes que irão fazer o levantamento já passaram por treinamento e estarão devidamente identificadas com crachás. “Um trabalho necessário para que possamos atualizar nossos cadastros e corrigir alguma falha existente. Juazeiro cresceu muito nos últimos anos e ainda temos bairros cujos moradores não possuem registro junto ao SAAE. Essa será uma oportunidade de regularizar estes novos usuários”, disse o gestor  administrativo financeiro do SAAE, Raymundo Carvalho Filho.

A previsão é que até o final do ano todo o recadastramento esteja concluído, como explica o diretor-presidente do SAAE, Joaquim Neto. “O cadastro é uma ferramenta que possibilita uma gestão mais eficiente através do acesso a informações mais precisas e objetivas, sendo obrigatório para todos os usuários para que possamos melhorar ainda mais nossos serviços”, afirmou.

Casa Nova: Prefeito Wilker Torres discute melhoria no abastecimento de água e ampliação da rede de esgoto

(Foto: Ascom)

O Prefeito de Casa Nova (BA), Wilker Torres, em reunião com o Secretário de Estado de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), Leonardo Góes, acompanhado do Deputado Estadual Tum (PSC), na tarde da última quarta-feira (15) discutiu a realidade do abastecimento de água no município.

De acordo com o prefeito, apesar das melhorias efetivadas no fornecimento de água, ainda há bairros e localidades do município que passam por dificuldades para receber água tratada. “Herdamos uma situação muito ruim em termos de abastecimento, da cobertura da rede de água, com equipamentos antigos e tratamento inadequado. Estamos mudando esta realidade, melhorando a qualidade da água oferecida à população, ampliando o fornecimento a diversos bairros e localidades, melhorando a captação e a distribuição”, disse Torres.

LEIA MAIS

Após impasses com a Compesa, Prefeitura anuncia investimento de R$ 6 milhões para recuperar saneamento do Dom Avelar

(Foto: Ascom)

A Prefeitura de Petrolina (PE) está dando mais um importante passo para sanar os problemas crônicos de esgotamento sanitário na cidade. Após vários impasses com a Compesa, o prefeito Miguel Coelho decidiu intervir na problemática da zona leste e anunciou um investimento de cerca de R$ 6 milhões para recuperar a bacia do bairro Dom Avelar. Com a iniciativa da prefeitura, a expectativa é de que em 30 dias seja lançada a licitação para dar andamento à obra.

De acordo com a prefeitura, a Compesa, que é a responsável pelo sistema de água e esgotos na cidade, ainda se recusa a utilizar um empréstimo de R$ 38 milhões disponível junto à Caixa Econômica e intermediado pelo prefeito para resolver os problemas da cidade. Este valor, seria suficiente para sanar problemas de esgotamento em bairros como Dom Avelar, Santa Luzia, Terras do Sul, São Joaquim, Padre Cícero, Vila Débora e Antônio Cassimiro.

Segundo o prefeito Miguel Coelho, a intervenção é mais uma prova do interesse da gestão municipal em enfrentar a questão da água e esgoto de Petrolina. “A obra no Dom Avelar é apenas uma das ações nossas para melhorar esses serviços na cidade. A maior intervenção será quando nosso processo de implantação de um novo serviço de água e esgoto começar a operar, o que trará mais investimentos para a cidade e o fim dessa polêmica que ninguém mais aguenta”, afirma o prefeito.

LEIA MAIS

Conta de água na Bahia terá reajuste de quase 5% a partir de junho

A partir do dia 12 de junho os baianos pagarão mais caro na conta de água, quando passará a valer o reajuste anual da taxa. Autorizado pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), o novo valor terá acréscimo de 4,7%.

A nova tarifa será cobrada na conta de julho. Segundo a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), o reajuste será publicado no Diário Oficial do Estado no sábado (11), e começa a vigorar a partir de domingo (12).

Mesmo próximo de 5%, a Embasa afirmou que o reajuste foi menor do que o esperado, que era de 6,22%. O percentual foi baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). (Com informações do G1 Bahia).

Compesa inicia obra para implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Lagoa Grande

(Foto: Ascom)

Depois de 20 anos de espera, finalmente a população de Lagoa Grande (PE) está sendo beneficiada com a obra de implantação do sistema de esgotamento sanitário da cidade. A obra está sendo executada pelo Governo do Estado, por meio da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

Na manhã da última quarta-feira (24), a diretora Regional do Interior da Compesa, Simone Albuquerque, ao lado de técnicos da Companhia e do prefeito da cidade, Vilmar Cappellaro, esteve no bairro Cristo Rei, acompanhando as intervenções, iniciadas no último dia 10. Um investimento de R$ 3 milhões, nesta primeira etapa, com recursos do Estado e da Compesa.

O sistema que será implantado em Lagoa Grande terá 15 mil metros de rede coletora para captar e tratar todo o esgoto gerado pela população e visa deixar Lagoa Grande 80% saneada. Os bairros contemplados com o sistema de esgotamento sanitário de Lagoa Grande são: Morada Nova, Vasco, Cristo Rei, Alto do Deca e Agrovila e Estancia. A Compesa assumiu o compromisso de concluir os serviços em 18 meses. “Com essa ação importante, de grande alcance social, toda a população de Lagoa Grande será beneficiada. O nosso compromisso é entregar a obra em junho do próximo ano”, revelou Simone Albuquerque.

Câmara de Vereadores de Paulo Afonso discute renovação de contrato com Embasa

Gestão quer renovar vínculo com Estado (Foto: Reprodução/Google Maps)

O convênio entre a Prefeitura de Paulo Afonso (BA) e a Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa) está sendo discutido na Câmara Municipal hoje (25), em uma sessão extraordinária. Os edis analisam o projeto de Lei nº 026/2019, encaminhado pelo Poder Executivo.

A intenção do prefeito Luiz de Deus é renovar o vínculo entre município e Estado. “Vejo com grande importância a aprovação desse projeto, tendo em vista a experiência da Embasa com o serviço de água e saneamento. Tem que se observar também os valores cobrados por outras empresas, como por exemplo se vier uma de São Paulo, com certeza terá um valor muito superior ao que é hoje”, destacou o gestor ao defender sua matéria.

Segundo informações da Câmara, o PL aborda pontos como regulação, fiscalização e prestação dos serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, bem como para o apoio do Estado para o planejamento dos mesmos serviços. Até o encerramento dessa matéria os vereadores discutiam o projeto e não haviam votado a matéria.

Prefeitura anuncia ação emergencial para reduzir esgotos no Antônio Cassimiro

(Foto: Ascom)

Apesar de não ser a responsável pelos serviços de água e esgotos na cidade, a Prefeitura de Petrolina anunciou uma medida emergencial para amenizar os transtornos provocados pelos esgotos que se espalham pelo bairro Antônio Cassimiro. As intervenções terão início nesta terça-feira (16) e serão possíveis após uma parceria entre a Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA) e a Compesa.

Durante visita à comunidade na manhã desta segunda-feira (15), o secretário-executivo de Serviços Públicos, Alisson Oliveira, ressaltou que a prefeitura não possui responsabilidade pelos serviços, mas agirá de forma excepcional diante da problemática na comunidade. “É importante, mais uma vez, lembrar que a prefeitura não tem responsabilidade sobre isso. Trata-se de uma área onde a Compesa não opera, e por isso, foi necessário esse acordo pontual para tentar resolver essa problemática que aflige toda a população desta área”, disse.

Quem também acompanhou a visita foi o secretário executivo de infraestrutura, Anderson Freire. Segundo ele, os serviços irão contemplar as ruas 5, 7 e 8 do Antônio Cassimiro nas quais a prefeitura disponibilizará uma retroescavadeira e também fará a recuperação do pavimento. Já a Compesa, ficará responsável pela desobstrução do esgoto e ainda pela recomposição da tubulação.

Compesa investe em obras de esgotamento sanitário em Petrolina; Cidade Universitária e Alto do Cocar II são os bairros beneficiados

(Foto: Ascom/Compesa)

Os moradores do bairro Cidade Universitária, zona leste de Petrolina, já estão sendo beneficiados pela obra de esgotamento sanitário autorizada pelo governo de Pernambuco e executada pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Na localidade foram implantados quatro mil metros de rede coletora e de rede condominial, com investimento de R$ 200 mil, recursos próprios da estatal.

De acordo com o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, João Raphael de Queiroz, essa era uma reivindicação antiga dos moradores do bairro, uma área com escolas e faculdades. “Trata-se de um empreendimento de grande relevância para a vida das pessoas, que contam agora com serviços de coleta e tratamento de esgoto”, afirmou o gerente.

No Alto do Cocar II, a Compesa está realizando uma obra para implantação de rede coletora de esgoto. Também com recursos próprios e o mesmo investimento de R$ 200 mil, 900 moradores da localidade terão acesso aos serviços de esgotamento sanitário. Os serviços começaram em setembro de 2018 e devem ser concluídos até o mês de julho deste ano.

LEIA MAIS

Enquete: mais de 85% dos petrolinenses desaprovam serviço prestado pela Compesa

A Compesa presta um bom serviço em Petrolina?
Votar

Uma enquete realizada pelo blog Waldiney Passos mostrou o descontentamento da população petrolinense com a atuação da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na cidade. Dos participantes, 87,36% afirmaram que a empresa não presta um bom serviço na cidade. 8,24% aprovaram o trabalho da companhia e 4,40% disseram que não podiam opinar.

O resultado da pesquisa evidencia o descaso da Compesa com Petrolina. Além da constante falta de água registrada semanalmente em diversos bairros do município, os moradores reclamam de esgotos a céu aberto e bocas de lobo estouradas, por exemplo.

A municipalização do serviço, tratada como prioridade do governo municipal, se mostra uma saída plausível para a solução do problema. Caso se concretize, o serviço de saneamento e abastecimento será exercido por meio de uma Parceria Público Privada (PPP).

Caos em Juazeiro: esgoto a céu aberto afeta moradores de várias ruas do bairro Antônio Guilhermino

“Nós moradores do bairro Antônio Guilhermino em Juazeiro, estamos sofrendo há mais de um ano com o esgoto jorrando a céu aberto nas portas, e até entrando nas  residências. Nós moradores estamos revoltados com o descaso do poder público municipal.”

Este é o desabafo de Felipe Juliano, morador do bairro Antônio Guilhermino. Em contato com o Blog Waldiney Passos, ele denunciou o drama vivido pela comunidade. São mais de três ruas cortadas por esgoto que escorre pelo bairro, colocando em risco a saúde da população.

Através do WhatsApp, Felipe Juliano enviou fotos de diferentes pontos do bairro onde o problema é mais crítico. Na Rua 8, por exemplo, uma senhora é vista passando por dentro do esgoto; na Rua 7, onde está localizado o posto de saúde, os porcos passeiam por dentro da lama de dejetos. E na Rua 13, casas estão rodeadas de esgoto.

LEIA MAIS

Enquete: a Compesa presta um bom serviço em Petrolina?

A Compesa presta um bom serviço em Petrolina?
Votar

 

Atual responsável pelo saneamento básico em Petrolina, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) é criticada diariamente pelo trabalho realizado no município. Embora seja eleita por revistas como uma das melhores empresas de saneamento do país, a companhia não consegue emplacar um bom serviço na cidade pernambucana.

Além da constante falta de água registrada semanalmente em diversos bairros do município, os moradores reclamam de esgotos a céu aberto e bocas de lobo estouradas, por exemplo.

A empresa, inclusive, chegou a ser multada duas vezes – em R$ 20 milhões e R$ 800 mil – pela prefeitura por despejar esgoto sem tratamento diretamente no Rio São Francisco. Na oportunidade, a Compesa negou as acusações.

Municipalização do serviço

A prefeitura de Petrolina, com a promessa de melhorar o serviço de saneamento para as comunidades, defende a municipalização do serviço, tratada como prioridade do governo municipal, que, caso se concretize, será exercida por meio de uma Parceria Público Privada (PPP).

LEIA MAIS

MPBA recomenda a Prefeitura de Campo Formoso elaborar Plano Municipal de Saneamento

A Prefeitura de Campo Formoso (BA) deverá elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico em até seis meses. Foi o que recomendou o Ministério Público da Bahia (MPBA), em decisão publicada nessa semana (13). Segundo o promotor de Justiça, Pablo Almeida, em até 30 dias o município deverá criar um Comitê de Coordenação.

O Comitê funcionará como instância deliberativa, tendo como objetivo principal a condução e elaboração do Plano. Segundo o promotor de Justiça, o Município também deve criar, de igual modo, um Comitê Executivo com a atribuição de funcionar como instância responsável pela operacionalização do processo de elaboração do documento.

O MPBA recomendou ainda que a Prefeitura se inscreva em um chamamento público aberto pelo Comitê da Bacia do São Francisco, “para que tente ser contemplado com a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico”, ressaltou.

Nossa produção entrou em contato com a Prefeitura de Campo Formoso para saber se o município acatará a recomendação, mas até o momento não tivemos resposta. O Blog segue aberto aos esclarecimentos.

Bueiros do João Paulo II entopem após chuva e moradora acorda com esgoto dentro de casa

A chuva que caiu durante a madrugada foi muito celebrada pelos sertanejos, mas também trouxe alguns problemas em decorrência da falta de infraestrutura de alguns bairros. Em Juazeiro, no bairro João Paulo II uma moradora entrou em contato com o Blog para mostrar a situação caótica na qual está vivendo.

Segundo Marivalda da Silva, sua casa amanheceu com o esgoto voltando para dentro do banheiro. Isso porque os bueiros da Rua 6, onde ela residem, estão entupidos devido a chuva. “Depois da chuva os bueiros ficaram entupidos e o esgoto volta toda para dentro de casa. Esperamos anos por um saneamento e agora é ter que conviver com o esgoto dentro de casa?”, questionou a leitora.

A situação fica ainda mais complicada, pois segundo Marivalda, todas as residências vizinhas estão do mesmo jeito e até o momento nenhuma providência das autoridades foi tomada. O Blog buscou contato com a Prefeitura de Juazeiro pedindo respostas a respeito do saneamento do João Paulo II, porém, ninguém retornou a nossa cobrança.

12345