Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Saneamento: lideranças comunitárias tiram dúvidas sobre consulta pública para revisão de plano em Petrolina

(Foto: Ascom)

Um encontro promovido pela Prefeitura de Petrolina (PE) reuniu cerca de 50 líderes comunitários no auditório da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, que fica no Centro de Convenções. A ideia foi dialogar sobre a importância da realização da audiência pública que vai discutir a revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). Além disso, as lideranças comunitárias receberam materiais de divulgação da audiência pública que está marcada para o próximo dia 29.

A reunião que ocorreu na noite desta terça-feira (15) foi convocada pelo secretário de Governo e Agricultura, Simão Durando e contou com representantes da Agência Reguladora do Município de Petrolina (ARMUP) e da Câmara de Vereadores. O novo Plano Municipal de Saneamento Básico de Petrolina será revisado para melhor atender às necessidades da população quanto ao abastecimento de água e tratamento de esgoto na cidade.

O documento preliminar está disponível no site da prefeitura e dúvidas, comentários, críticas e sugestões já podem ser enviadas para o e-mail geral@ppsec.com.br. Elas vão ser respondidas durante a audiência pública ou em até 10 dias depois do evento. O encontro está marcado para às 9h do próximo dia 29, na sede da Fundação Nilo Coelho, localizada na Rua Aristarco Lopes, Centro.

Prefeitura de Petrolina realiza intervenção em canal que acumula esgoto no bairro Dom Avelar

Obra é um paliativo a fim de diminuir os transtornos causados pela falta de saneamento no bairro. (Foto: ASCOM)

Equipes da Prefeitura de Petrolina (PE) começaram a semana com trabalho intenso no bairro Dom Avelar. Por falta de saneamento básico, um canal na Avenida dos Minérios estava represando esgoto e por isso uma intervenção foi necessária. A fim de amenizar os transtornos causados para a população, a Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA) começou a fazer nesta segunda-feira (14) um desvio no canal para facilitar o escoamento do esgoto.

Ao mesmo tempo, a Prefeitura de Petrolina convocou a Compesa, responsável pela gestão do sistema de abastecimento de água e tratamento de esgoto na cidade, para que possa desobstruir a rede que se encontra entupida na Avenida dos Minérios. A expectativa da Prefeitura é retomar o diálogo com a Compesa visando o bem estar da população.

LEIA TAMBÉM:

Após protesto de moradores, Compesa afirma que não opera sistema de esgotamento do bairro Dom Avelar

Prefeitura de Petrolina e Compesa se unem para amenizar transtornos no bairro Dom Avelar

De acordo com o secretário-executivo de Serviços Públicos, Alisson Oliveira, é fundamental que as instituições trabalhem em conjunto para diminuir o esgoto que se acumula no Dom Avelar. “A prefeitura não conta com equipamentos para resolver problemas de saneamento, pois existe uma empresa concessionária desse serviço. Por isso a nossa ideia é trabalhar em conjunto para amenizar os transtornos, mesmo que de forma paliativa, até que o sistema de saneamento da Bacia do Dom Avelar possa ser construído”, destaca Oliveira.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina e  Compesa se unem para amenizar transtornos no bairro Dom Avelar

(Foto: Ascom)

A fim de promover ações que possam ajudar a amenizar os transtornos causados  aos moradores do bairro Dom Avelar, a Prefeitura de Petrolina (PE) chamou a Compesa para um diálogo. A comunidade não possui sistema de saneamento básico, o que provoca inúmeros problemas para a comunidade, como o extravasamento de esgoto em via pública.

Nesta sexta-feira (11), o secretário-executivo de Serviços Públicos, Alisson Oliveira se reuniu com a Gerente Regional da Compesa em exercício, Nadja Alencar, na entrada principal do Dom Avelar, na Avenida dos Minérios, área que serviu de palco para um protesto de moradores realizado ontem (10) . No local, um canal está cheio de esgoto e a tarefa da ação conjunta será esvaziá-lo. Para isso, a encanação existente terá de ser desobstruída para que o esgoto possa fluir e não se acumular pelas ruas do bairro.

LEIA TAMBÉM:

Após protesto de moradores, Compesa afirma que não opera sistema de esgotamento no bairro Dom Avelar

A conversa rendeu resultados positivos, e a Compesa já começou o trabalho. A partir da próxima segunda-feira (14) o serviço vai ganhar um reforço de equipes da Prefeitura. Elas vão ficar responsáveis por fazer um desvio no canal, para ajudar no escoamento do esgoto acumulado, enquanto a Compesa recupera um cano que se encontra obstruído.

LEIA MAIS

Após protesto de moradores, Compesa afirma que não opera sistema de esgotamento do bairro Dom Avelar

Moradores do bairro Dom Avelar fecham três pontos da localidade em protesto contra a falta de saneamento básico (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Na manhã desta quinta-feira (10) moradores do bairro Dom Avelar em Petrolina (PE), bloquearam três pontos da localidade em protesto contra a falta de saneamento básico, o que tem tirado o sossego dos moradores, já que corriqueiramente surgem problemas relacionados ao esgotamento.

Um dos pontos bloqueados foi a Avenida dos Minérios, nesta via as reclamações referentes a estouramentos de esgotos são constantes.  Segundo os moradores e comerciantes do bairro, a fedentina no local é insuportável, sem contar o esgoto a céu aberto que coloca em risco a saúde da população.

Sobre o protesto e as reclamações dos moradores do Dom Avelar, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) emitiu uma nota informando que não é a responsável pelo sistema de esgotamento do bairro, mas que mesmo assim, tem realizado vários procedimentos paliativos para sanar demandas da comunidade. Confira a nota na íntegra:

“A Compesa informa que não opera o sistema de esgotamento sanitário do bairro Dom Avelar.Apesar de não ser responsável pelos serviços de manutenção, a Companhia tem realizado desobstruções na rede coletora de esgoto para não prejudicar os moradores da localidade.

LEIA MAIS

“SAAE em Ação” leva mutirão de serviços ao bairro Tabuleiro nesta quinta-feira (27)

(Foto: Divulgação/ASCOM)

Na última atividade do ano, o “SAAE em Ação” leva todas as equipes do órgão para atender aos moradores do bairro Tabuleiro em Juazeiro (BA) nesta quinta-feira (27). Na ocasião será feita a limpeza nas redes de esgoto e Poços de Visita (PV), retirada de vazamentos, oficinas para confecção de produtos a partir de materiais recicláveis, palestras, brincadeiras com o Palhaço Pouquinho, remoção de entulhos e novas ligações.

Além dos serviços de reparação da infraestrutura, o SAAE estará com uma equipe do ‘Programa Água Legal’ fazendo a negociação de débitos das contas de água com até 70% de desconto. Oportunidade única para os usuário que desejam regularizar seus débitos.

O usuário que estiver precisando dos serviços do SAAE deve comparecer no dia da ação das 9h às 16h no prédio da Associação de Moradores do bairro Tabuleiro e fazer a sua solicitação. Além de todos os serviços o SAAE em Ação fará também uma mini gincana com estudantes e moradores da comunidade para a coleta seletiva. Os cinco primeiros colocados com a maior quantidade de papelão, ferro, plástico, garrafas pets, alumínio e outros recicláveis ganharão brindes das equipes do SAAE e da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Juazeiro (COOPERFITZ).

Esgoto a céu aberto tira sossego de moradores do bairro Jardim Petrópolis

Há aproximadamente seis meses, moradores do bairro Jardim Petrópolis em Petrolina (PE) vivem em meio ao caos, por causa de problemas no saneamento da comunidade. Na Rua 25, a lagoa de esgoto tomou conta da área, e moradores foram obrigados a saírem de suas casas, por que a sujeira invadiu as residências.

Segundo Douglas José de Souza, morador do bairro, o esgoto que transbordou, é resultado do entupimento da rede coletora do saneamento.“Na realidade, o saneamento do Jardim Petrópolis é um saneamento que não foi concluído, e os moradores ligaram os PVs, ligaram as redes das casas, e o saneamento não tem saída e congestiona”, disse.

Ainda de acordo com Douglas, em outras ocasiões, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), responsável pelo serviço, atendia o chamado da comunidade e realizava procedimentos paliativos para conter o esgoto, mas ultimamente nem isso tem sido feito. “A Compesa fazia os paliativos, mas até hoje estamos pedindo e ela não está afim de fazer isso, e nós precisamos que ela venha”, afirma o morador.

Nossa produção entrou em contato com a Compesa para saber o motivo pelo qual a comunidade não foi atendida, e quais providências serão tomadas para resolver o problema. Segundo a Compesa, o bairro Jardim Petrópolis não é atendido pela Companhia, e a responsabilidade é da prefeitura. Até o momento não obtivemos reposta da gestão municipal.

Miguel Coelho promete 2019 com melhorias no abastecimento de água, saneamento e transporte público

(Foto: ASCOM)

Durante encontro com a imprensa de Petrolina (PE), realizado no último sábado (22), o prefeito Miguel Coelho fez um balanço da gestão em 2018. Acompanhado pelo senador Fernando Bezerra (MDB-PE) e os deputados Antonio Coelho (DEM) e Fernando Filho (DEM), o chefe do executivo municipal apontou também as prioridades para o próximo ano. Miguel garantiu que a cidade terá avanços marcantes, principalmente, no transporte público e nos serviços de água e esgoto.

O prefeito listou um conjunto de investimentos realizados em Petrolina no ano de 2018. Para ele, os mutirões de cirurgias, exames e a abertura de novos postos e serviços médico/odontológicos foram sentidos pela população como um avanço notório. O gestor também citou a pavimentação como um carro-chefe do balanço deste ano. “Nosso compromisso de campanha era pavimentar 200 ruas e, com esse grande investimento atual, vamos superar facilmente esse volume. Também entregamos a duplicação da Sete de Setembro, dando uma prova de que o tempo das grandes obras voltou a Petrolina”, informou.

LEIA MAIS

Toda Sexta tem Obra entrega sistema de abastecimento à zona rural de Juazeiro

(Foto: Ascom)

Cerca de 20 famílias da zona rural de Juazeiro (BA) foram contempladas com um novo sistema de abastecimento do Programa Água Doce (PAD), entregue às comunidades de Manoel Patrício, Cruz e Pateiro, no distrito de Junco, interior da cidade baiana.

O novo sistema foi implantado através de parceria do Governo da Bahia e a Prefeitura de Juazeiro, entregue no Toda Sexta tem Obra. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) foi o responsável por executar a obra e o diretor da instituição, Joaquim Neto destacou a importância do projeto.

“Não tenho dúvida que esta é uma obra estruturante e que torna as comunidades independentes no que diz respeito ao abastecimento de água, dando mais qualidade de vida através de água para o consumo humano,  a dessedentação animal, as pequenas plantações e ainda a criação de peixes. Um grande programa que vamos levar também a outras comunidades”, disse.

O Programa Água Doce é composto de um poço que joga a água para três reservatórios destinada para o dessalinizador. Ele faz o tratamento da água, tornando-a potável ao consumo humano. Além das famílias, cerca de 600 animais também serão beneficiados com o sistema, fortalecendo a criação local.

Decreto autoriza reajuste nas tarifas de água e esgoto do SAAE

A conta de água em Juazeiro (BA) sofrerá um reajuste no começo de 2019. Na sexta-feira (7) a Prefeitura Municipal publicou o Decreto nº 853/2018 autorizando o “realinhamento das tarifas de água e esgoto” tendo como justificativa “manter o equilíbrio econômico-financeiro da manutenção dos custos e serviços” do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

O reajuste é de 4,05% e entrará em vigor no prazo de 30 dias após sua publicação, ou seja, começa a valer em 8 de janeiro de 2019. A tabela com os dados sobre o reajuste estão disponíveis no DO de ontem (páginas 3 e 4).

O Blog entrou em contato com o setor de Comunicação do SAAE solicitando informações de como foi feito o cálculo para definir a porcentagem do reajuste e estamos aguardando mais informações.

Senador Fernando Bezerra vota favorável à MP do saneamento e comemora avanços que medida traz ao setor

(Foto: ASCOM)

Com o mandato de senador pautado a dar prioridade às questões da água e do saneamento, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) comemorou a aprovação, na noite desta quarta-feira (31), da Medida Provisória 844/2018, que altera o marco legal do saneamento básico no país. Com o voto favorável de FBC, a MP foi aprovada pela comissão mista do Congresso Nacional responsável pela análise da matéria e terá de passar pelos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado antes de perder a validade, no próximo dia 19.

De acordo com a medida provisória, a Agência Nacional de Águas (ANA) passa a regulamentar os serviços públicos de saneamento básico. A MP, relatada pelo senador Valdir Raupp (MDB-RO), também estabelece que a ANA fica responsável por atuar nas áreas de abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos e drenagem urbana.

“A gestão do saneamento nas mãos da Agência Nacional de Águas significa tratar a questão com a importância que ela merece, assim como ocorre em outras áreas, a exemplo da saúde”, destaca o senador.

LEIA MAIS

Petrolina: Moradores do bairro São Joaquim denunciam falta de saneamento básico

Rua 20, bairro São Joaquim. (Foto: Edgar Bruno Rodrigues de Oliveira)

Os moradores da Rua 20, do bairro São Joaquim, em Petrolina (PE), estão vivendo um verdadeiro caos. A rua do bairro virou uma lagoa, e segundo o leitor que entrou em contato com o nosso blog, a causa de tanto esgoto a céu aberto, é a falta de saneamento no local.

“A nossa rua está parecendo uma lagoa. Muito buraco, cheia de lama. As casas até têm estrutura para receber o saneamento, mas o serviço não chega, e aos poucos a estrutura vai se perdendo”, disse Edgar Bruno Rodrigues, morador do bairro.

Os moradores alegam que é impossível transitar pela rua. Segundo eles, além do mau cheiro e da sujeira, temem por problemas de saúde que podem ser causados pelo esgoto. Diante da situação eles cobram  dos órgãos competentes, uma solução.

Caso do saneamento das bacias dos bairros Dom Avelar e Antônio Cassimiro em Petrolina é encaminhado ao MPF

A Central Única dos Bairros de Petrolina (CUBAPE) protocolou documento no Ministério Público Federal em Petrolina (PE) pedindo que o órgão tome providências urgentes em relação a conclusão do saneamento das Bacias dos bairros Dom Avelar e Antônio Cassimiro, por parte da Compesa.

Segundo o documento, o saneamento dos bairros Antônio Cassimiro I e II, Mandacaru, Santa Luzia, Terras do Sul, São Jorge, São Joaquim, Dom Avelar e Padre Cícero tem sido o maior problema de infraestrutura de Petrolina e já se arrasta há 15 anos, deixando uma população de 40 mil pessoas vulnerável á doenças que afetam pessoas de todas as idades.

Ainda de acordo com o documento, apesar de o presidente da Compesa afirmar que já conseguiu empréstimo junto a Caixa Econômica Federal no valor R$ 38 milhões para realizar o serviço, não fará a licitação para execução da obra das bacias por causa de insegurança jurídica junto a prefeitura de Petrolina.

Por fim, o documento da CUBAPE pede ao Ministério Público Federal a “realização de uma audiência pública entre Compesa, prefeitura e as comunidades prejudicadas, ou recomenda a o remanejamento da verba para os cofres do município, tendo em vista que se trata de recursos públicos e não privados”.

“O que não pode é a gente ficar à mercê da Compesa. O dinheiro já aprovado e também já em conta da Compesa, como um documento da própria Caixa Econômica comprova que o dinheiro está liberado e a Compesa não quer fazer a licitação da obra. Por isso que a gente está provocando o Ministério Público Federal por se tratar de uma obra federal”, explicou Pedro Caldas Filho, presidente da CUBAPE, ao blog Waldiney Passos.

Prefeitura afirma que responsabilidade pelo saneamento do São Joaquim é da Compesa

Esgoto toma conta de frente das casas do São Joaquim por falta de saneamento. (Foto: Leitor)

Mais cedo o Blog Waldiney Passos mostrou a denúncia de um morador do bairro São Joaquim. Desde 2007 a comunidade espera por melhorias nesse quesito e a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) havia dito que não opera no local porque o mesmo ainda não é saneado.

Nossa equipe procurou a Prefeitura de Petrolina, que através da Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA) informou que a responsabilidade por operar o saneamento básico na cidade é da Compesa.

LEIA TAMBÉM:

Compesa se posiciona sobre reclamação da falta de saneamento no bairro São Joaquim

Petrolina: Leitor reclama de falta de saneamento no bairro São Joaquim

Os moradores que se sentirem prejudicados devem acionar a companhia a fim de solucionar as demandas. De acordo com a SEINFRA, a questão do saneamento do São Joaquim deverá ser sanado com a conclusão de obras na bacia do Dom Avelar, cuja responsabilidade é da Compesa.

LEIA MAIS

Compesa se posiciona sobre reclamação da falta de saneamento no bairro São Joaquim

Esgoto toma conta de frente das casas do São Joaquim por falta de saneamento. (Foto: Leitor)

O leitor Luís Henrique de Campos, residente do bairro São Joaquim, em Petrolina (PE), entrou em contato com o blog Waldiney Passos para fazer uma reclamação sobre a falta de saneamento na comunidade, especificamente na rua do Mercúrio.

Segundo Luís, entre os anos de 2007 e 2008, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) começou as obras de rede de esgoto nos bairros Dom Avelar, São Joaquim, Santa Luzia e São Jorge, mas só teriam sido instaladas as bocas de lobo e os canos. Com isso, moradores começaram a ligar seus esgotos com a rede instalada, mas como não existem bacias de tratamento, a rede enche e começa a estourar em diversos pontos.

Em nota, a Compesa informou que não atende ao bairro São Joaquim pois o mesmo ainda não foi saneado, mas a partir de uma parceria com a comunidade, por solicitação do líder comunitário do local, a Compesa coloca na previsão de atendimento e executa os serviços de reparos quando é possível. O blog ainda aguarda um posicionamento por parte da prefeitura.

SAAE assegura continuidade da obra de saneamento no Antônio Guilhermino

(Foto: ASCOM)

O Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) de Juazeiro iniciou em janeiro desse ano a obra de esgotamento sanitário no Bairro Antônio Guilhermino. Entretanto, por conta da grande quantidade de rochas no subsolo, a empresa responsável está enfrentando algumas dificuldades na execução do serviço.

Na noite da última quarta feira (18) as equipes dos setores de engenharia e social estiveram  reunidas com os moradores,  explicando sobre o projeto e tirando duvidas sobre o andamento da obra.

A engenheira Louise Chiochetta, explicou, durante encontro com os moradores do local, que todos os trâmites do projeto estão adiantandos e que a intenção é concluir a obra até o final desse ano. “O bairro foi dividido em duas bacias compreendendo as avenidas principais e todas as ruas transversais. A maior dificuldade é exatamente pela quantidade de rochas, mas a empresa já adquiriu uma máquina com tecnologia mais avançada para a continuidade dos serviços. A população pode ficar tranquila que o compromisso do governo, através do SAAE é o de deixar essa comunidade com 100% de esgotamento sanitário”, explanou.

A assistente  social Ester Soares, lembrou  da importância dos moradores participarem destas reuniões a fim de conhecerem todo o funcionamento da obra,  que foi projetada para uma melhor qualidade de vida  de toda comunidade.

“Vamos continuar as visitas domiciliares informando todo o processo, criar a Comissão de Acompanhamento da Obra (CAO), realizar oficinas com cursos de geração de renda, palestras informativas e plantão social.  Tudo isso para que possamos minimizar os possíveis transtornos com a realização da obra através da informação e participação de todos vocês”, reforçou.

LEIA MAIS
1234