Transporte complementar de Petrolina é regulamentado e pretende integrar bilhete da zona urbana e rural

(Foto: Ilustração)

Cerca de 300 táxis e 200 vans serão contemplados com a regulamentação do transporte alternativo em Petrolina. Os decretos foram assinados na noite de ontem (12) pelo prefeito Miguel Coelho, em uma solenidade no Sesi. Os motoristas estiveram em peso acompanhando essa conquista.

Um dos principais pontos da regulamentação diz respeito à implantação da bilhetagem eletrônica. “O que estamos fazendo com essa possibilidade da integração do transporte rural ao urbano é garantindo um maior fluxo de passageiros porque a partir de agora o trabalhador vai poder ter uma maior economia ao circular pela cidade. Não é apenas um decreto, é uma nova fase no serviço de transporte público que culmina com a chegada de novos ônibus para trazer dignidade aos petrolinenses”, disse Miguel.

Com isso, futuramente os usuários da área rural possam integrar o serviço aos ônibus da área urbana. Os condutores de táxis e vans devem se cadastrar juntamente à Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), órgão responsável por fiscalizar e cadastrar os profissionais.

Miguel Coelho afirma que até ameças de morte recebeu para não contratar nova empresa de ônibus para Petrolina

Imagem ilustrativa

Durante o evento de entrega do títulos de posse no bairro João de Deus, o prefeito Miguel Coelho falou das dificuldades que enfrentou para ofertar a população um transporte de qualidade. Afirmando não ter não contra os atuais donos das empresas que operam o serviço em Petrolina, Miguel informou ter sido até ameaçado de morte para não levar à frente o processo para contratação de uma nova empresa e que, apesar das ameaças e da pressão, em dezembro deverá está desfilando com 83 novos ônibus, dando mais qualidade no transporte público à população petrolinense.

“Passou do tempo de Petrolina ter ônibus de qualidade para atender nossa população. Falaram que a gente não iria conseguir, briguei com muita gente, fui ameaçado por todo tipo de gente, até de morte me ameaçaram dizendo que eu não iria tirar empresa de ônibus. Não tenho nada contra seu Leãozinho nada contra a empresa Viva Petrolina, mas aqui este tipo de serviço não era digno do morador de Petrolina, não era digno da comunidade do João de Deus que trabalha cedo, acorda no batente às 5 horas da manhã para pegar um ônibus que quebra direto não sabe se chega no centro. Nós fizemos uma nova licitação, em outubro estarei indo para o Rio de janeiro  visitar os ônibus e em dezembro o Galeguinho vai está desfilando com 83 ônibus novos aqui em Petrolina”, afirmou.

Transporte complementar será regulamentado em Petrolina

Vans da zona rural serão contempladas com decreto (Foto: Divulgação)

Conforme anunciado em uma live nas redes sociais pelo prefeito Miguel Coelho, o serviço de transporte complementar de Petrolina será regulamentado nesta quinta-feira (12). Serão contemplados taxistas e motoristas de vans.

LEIA TAMBÉM:

Ordens de Serviço da Casa de Parto e saneamento do Dom Avelar serão assinadas nesse mês, afirma Miguel Coelho

Além da regulamentação, o serviço de bilhetagem eletrônica também passará a valer nas vans da zona rural. Os decretos de regulamentação serão assinados pelo prefeito às 18h30, em uma cerimônia no Senai com a presença do diretor-presidente da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), Edilson Leite, o Edilsão do Trânsito.

“Petrolina vive um momento de progresso muito intenso que vai desde a infraestrutura até a prestação de serviço. Dentro deste processo, a Ammpla tem buscado melhorias e mantido diálogo com as categorias para que juntos possamos aperfeiçoar o serviço de transporte. Com essa regulamentação vamos traçar um retrato deste tipo de transporte e assim poder acompanhar e fiscalizar com mais propriedade”, disse o vereador licenciado.

Ordens de Serviço da Casa de Parto e saneamento do Dom Avelar serão assinadas nesse mês, afirma Miguel Coelho

(Foto: Divulgação/Ascom)

Em setembro Petrolina comemora 124 anos e a programação de aniversário foi anunciada pelo prefeito Miguel Coelho na noite da última quinta-feira (5), durante uma transmissão ao vivo em suas redes sociais. De acordo com o gestor, de hoje (6) até o dia 30 diariamente serão executadas ações de pavimentação, saneamento entre outros serviços essenciais.

LEIA TAMBÉM:

Após impasses com a Compesa, Prefeitura anuncia investimento de R$ 6 milhões para recuperar saneamento do Dom Avelar

Os destaques são a assinatura da ordem de serviço para o saneamento do bairro Dom Avelar e a regularização dos motoristas de transporte alternativo, as famosas vans. “É a primeira vez que vamos regularizar o transporte alternativo da cidade, é a forma de transporte para muitas pessoas. Já são todos cadastrados e não tinham um regulamento”, destacou Miguel.

LEIA MAIS

Licitação da AGERBA para 36 linhas de ônibus de Juazeiro e Jacobina é adiada

(Foto: Internet)

Por meio de um comunicado divulgado na tarde desta segunda-feira (2), a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia – AGERBA, informou a suspensão da licitação que autorizaria a concessão do serviço público de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros para as cidades de Jacobina e Juazeiro.

LEIA TAMBÉM:

Agerba licitará 36 linha de ônibus no interior da Bahia; Juazeiro está na lista 

A licitação estava marcada para eta terça-feira (3), às 10h, no auditório da Agerba, localizado no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador (BA). Ao todo, seriam licitadas 36 linhas, em dois lotes.  “A sessão de abertura fica suspensa, até ulterior deliberação, em razão de decisão judicial”, diz um trecho do comunicado feito pelo Diretor Executivo Carlos Henrique de Azevedo Martins.

“Os interessados em participar da licitação deverão acompanhar o site da Agerba e o Diário Oficial do Estado da Bahia, onde será publicado o chamamento para a abertura da nova sessão”, informou a AGERBA.

Agerba licitará 36 linhas de ônibus no interior da Bahia; Juazeiro está na lista

Reclamações de usuários sobre serviços das empresas eram constantes

As linhas das empresas Falcão Real e São Luiz em Juazeiro (BA) serão licitadas pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos e Energia (Agerba) na próxima terça-feira (3), às 10h, em Salvador. No total, a Agerba incluiu 36 linhas, englobando também a cidade de Jacobina.

Constam no processo linhas como Salvador x Juazeiro, Feira de Santana x Juazeiro, Juazeiro x Miguel Calmon e Senhor do Bonfim x Ponto Novo. Os contratos com as duas empresas foram interrompidos pela Agerba em junho desse ano.

Entre as motivações apresentadas pela Agência estão o não cumprimento de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) e atrasos em licenciamentos. A licitação prevê concessão de 36 meses e vencerá quem der a maior oferta.

Governo divulga concorrência para exploração de linhas rodoviárias em Juazeiro e Jacobina

O Governo do Estado, por meio da Agerba, agência que regula serviços públicos na Bahia, realiza, no dia 3 de setembro, a concorrência pública número que trata da exploração de linhas rodoviárias que ligam as cidades de Juazeiro e Jacobina a Salvador e outros municípios. Os trechos estavam sob responsabilidade da empresa Falcão Real, mas reclamações sobre o serviço, externadas por meio do mandato do deputado estadual Tum (PSC), levaram o Estado a suspender a licença.

De acordo com o deputado, as reclamações contra a empresa são volumosas. Ao gabinete do parlamentar chegaram denúncias de ônibus que não terminavam as viagens por apresentar problemas mecânicos, limpeza deficitária e sistema de refrigeração ineficiente. A empresa também é acusada de não cumprir horários, o que acarretava em prejuízos severos à população.

Além de buscar uma nova operadora para os trechos que ligam Juazeiro e Jacobina a diversas cidades baianas, a concorrência pública do próximo dia 3 vai reativar a linha Canudos-Juazeiro, que estava sem operar por falta de veículo. A demanda para o trecho é grande e voltará a ser suprida com a escolha da nova concessionária.

“As empresas precisam entender que as concessões públicas existem para servir bem a comunidade e tentamos, por várias vezes, dialogar e assegurar melhores condições ao serviço prestado pela Falcão Real, mas não surtiu efeito. Agora, com a nova concorrência, solicitada através de nosso gabinete, os problemas serão sanados, sem dúvidas”, finaliza Tum.

Com informações do Bahia Notícias.

Antonio Fernando defende profissionais do transporte alternativo de passageiros

Para parlamentar, é preciso simplificar o processo de regulamentação das vans no Estado. Foto: Roberto Soares

Em discurso na Reunião Plenária desta terça (6), o deputado Antonio Fernando (PSC) mostrou-se preocupado com a situação dos trabalhadores e usuários do transporte alternativo de passageiros em Pernambuco. Lei federal sancionada em julho aumentou as penalidades para os profissionais que não estiverem regulares. Para o parlamentar, é preciso simplificar o processo de regulamentação no Estado.

“Centenas de trabalhadores têm o transporte alternativo como sustento, e outros milhares dependem dele para se deslocar diariamente”, afirmou, alegando que a dependência das vans é ainda maior no Interior. “Só no Sertão do Araripe, as lotações transportam dez mil pessoas diariamente. Se tirarmos as vans, essa população fica praticamente impedida de se locomover”, exemplificou.

O deputado defende que as regras para regularizar esse tipo de transporte em Pernambuco sejam simplificadas. “Atualmente, apenas ônibus e micro-ônibus podem receber placa vermelha no Estado. É importante que a Alepe, junto com o Poder Executivo Estadual, legalize essa placa também para vans”, sugeriu, informando que a ação ainda traria resultados positivos para a arrecadação estadual.

O discurso recebeu os apartes dos deputados José Queiroz (PDT), Sivaldo Albino (PSB), Fabrizio Ferraz (PHS),Dulcicleide Amorim (PT) e Doriel Barros (PT), todos em apoio aos profissionais do transporte alternativo. “A mudança é negativa, também, para a economia dos municípios”, afirmou o pedetista, falando sobre a importância das vans para o Polo de Confecções de Caruaru. “O Governo do Estado deve mandar para a Alepe, nos próximos dias, um projeto de lei que contemple esses profissionais”, informou Albino.

“São cidadãos que querem trabalhar, gerar renda para nosso Estado e garantir o transporte de milhares de pessoas que precisam”, complementou Ferraz. Dulcicleide Amorim declarou ter sido procurada por representantes de cooperativas que atuam no Sertão e disse que o Executivo Estadual já se organiza para facilitar a regulamentação dos veículos. “É um serviço essencial para a população do nosso Estado”, concluiu Barros.

Leilão do Detran-BA oferece mais de mil lotes com lances a partir de R$ 50

(Foto: Elói Corrêa/GOVBA)

Para quem pretende driblar a crise econômica, comprando carros em bom estado e por preço abaixo do valor de mercado, a Comissão de Leilão do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) programou três eventos que podem ser a oportunidade ideal.

A nova rodada de leilões do Detran-BA acontece este mês, com a oferta de veículos e sucatas, removidos das vias por irregularidades e que não foram retirados do órgão pelos proprietários, no prazo de 60 dias. No dia 12, o evento será realizado no Hotel Pena Branca, em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano. No dia 13, ele estará no Hotel Caju de Ouro, em Feira de Santana, na região centro norte. O último está marcado para o dia 14, no Real Bahia Classic Hotel, na Pituba, em Salvador. Ao todo, serão comercializados 1.026 lotes, com lances presenciais e online, a partir das 9h.

O menor lance custa R$ 50 e o destaque é um SUV Mitsubishi Outlander 2014, com oferta inicial de R$ 6 mil. O edital e termo de condições do leilão estão disponíveis no site do DETRAN-BA, que irá entregar os carros e motos arrematados livres de multas e impostos, exceto o IPVA do atual exercício.

Contra exigências da regulamentação, motoristas de aplicativo farão protesto nesta terça-feira em Petrolina

(Foto: Ilustração)

O  período para cadastramento de empresas e motoristas interessados em atuar com transporte de passageiros por aplicativo, em Petrolina (PE), encerra nesta sexta-feira (9). O prazo foi estabelecido para todas as Operadoras de Tecnologia de Transporte (OTT).

Diante do fim desse prazo, motoristas de aplicativo que atuam em Petrolina, insatisfeitos com as exigências presentes no decreto de regulamentação que rege a atividade no município, farão um protesto nesta terça-feira (6).

LEIA MAIS

Ônibus da MobiPetrolina são alvos de vândalos durante o fim de semana

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Dois ônibus da empresa MobiPetrolina foram depredados por vândalos durante o último fim de semana, em Petrolina (PE). Segundo informações preliminares, a ação dos criminosos aconteceu nos bairros Nova Petrolina e São Gonçalo.

“Eles ficaram esperando os ônibus virem, aí começaram a jogar várias pedras. Um absurdo! Acontece isso, e eles não querem nem saber quem está dentro, seja criança ou idoso”, disse uma testemunha que presenciou a ação.

Até o momento, o que se sabe é que ninguém se feriu. O Blog Waldiney Passos procurou a empresa, proprietária dos veículos para saber maiores detalhes do ocorrido, bem como as providências que foram tomadas. Até o momento a MobiPetrolina não se posicionou sobre o caso.

“Vou partir do pressuposto de que ele não leu a lei”, diz Daniel Coelho após declaração de Gonzaga Patriota sobre lei das Vans

Deputado Federal Daniel Coelho, autor da Lei 13.855.

Após o deputado Gonzaga Patriota (PSB) se posicionar contra a Lei Federal 13.855, que, segundo o parlamentar, “praticamente acaba com o transporte alternativo”, o autor do texto legal, Daniel Coelho, rebateu as declarações de Gonzaga.

Segundo Daniel, a lei apenas estabelece a punição para quem atua de forma fraudulenta. “É um texto claro. não diz se fica proibido transporte ‘x’ ou permitido transporte ‘a’. A legislação que diz quem tem direito de circular é a local, estadual ou municipal”, disse.

LEIA TAMBÉM

Gonzaga Patriota afirma que vai lutar para revogar Lei que endurece punição para vans

Proprietários de Vans fazem protesto em Petrolina contra lei federal

Gonzaga Patriota se reúne com representantes de transporte alternativo em Petrolina

Daniel alfinetou, ainda, o deputado Gonzaga, afirmando que o parlamentar foi a favor do projeto de Lei, aprovado por todo o Congresso Nacional. “Não sei se ele sabe que votou, que participou. O projeto é tanto dele, quanto meu. (…) vou partir do pressuposto de que ele não leu a lei”.

LEIA MAIS

Gonzaga Patriota se reúne com representantes de transporte alternativo em Petrolina

(Foto: Ascom)

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) se reuniu, na manhã desta sexta-feira (2), em Petrolina (PE), com dezenas de representantes de Associações de Transporte Alternativo do Sertão do São Francisco, Sertão Central, Araripe, além de Sergipe, Alagoas e Bahia para discutirem sobre a Lei nº 13.855, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que dispõe sobre transporte escolar e transporte remunerado não licenciado.

LEIA TAMBÉM:

Gonzaga Patriota afirma que vai lutar para revogar Lei que endurece punição para vans

De acordo com o parlamentar, esse projeto foi aprovado irregularmente, já que não passou por votação no Plenário da Câmara dos Deputados, nem no Senado. O parlamentar ainda adiantou que apresentará um Projeto de Lei para suprimir o PL n° 13.855.

LEIA MAIS

Ministério da Infraestrutura revoga tabela do frete

Caminhoneiros organizaram manifesto contra tabela (Foto: Luciney Araújo/ TV Gazeta)

A nova tabela do frete, principal queixa do grupo de caminhoneiros que articulava uma manifestação para hoje (22) está suspensa. A informação foi confirmada pelo ministério da Infraestrutura na manhã dessa segunda-feira.

O ministério pediu à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) suspensão cautelar. A tabela foi publicada na última quinta-feira (18) e resultou na mobilização de grupos de caminhoneiros no WhatsApp. Os manifestantes deverão se reunir com o ministro Tarcísio de Freitas nesta quarta-feira (24).

A nova tabela para cálculo do frete mínimo foi criada em conjunto com o Grupo de Pesquisa e Extensão em Logística Agroindustrial, ligado à Universidade de São Paulo (USP), e gerou críticas de caminhoneiros. (Com informações do G1 e Folha de Pernambuco).

Segundo jornal, grupo de caminhoneiros estaria mobilizando manifestação para segunda-feira

Caminhoneiros se organizam via grupos de WhatsApp (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um grupo de caminhoneiros está mobilizando uma manifestação na próxima semana. A mobilização dos quase dois mil profissionais está sendo feita em grupos de WhatsApp, tendo como pauta a tabela de preços de frete, imposta pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Contudo, segundo a Folha de São Paulo apurou, a realização da paralisação não é consenso entre os participantes. Parte dos grupos não é favorável, pela questão dos custos de ficar sem trabalhar. Ainda de acordo com o jornal, a mobilização se distancia do grupo de 2018, tendo novas lideranças.

A possível paralisação noticiada pela Folha já pode acontecer na segunda-feira (22), contudo não há informações sobre os locais onde essas manifestações aconteceriam.

123