Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

De volta à Câmara, Cristina Costa espera uma “guerra da paz” entre apoiadores de Bolsonaro e Haddad

Edil visitou Blog e disse esperar debate propositivo com opositores (Foto: Blog Waldiney Passos)

Licenciada para disputar as eleições de outubro, a vereadora Cristina Costa (PT) deve fazer seu retorno à Casa Plínio Amorim nesta quinta-feira (11) em meio ao segundo turno para presidente. Entrevistada pelo Blog nessa semana, a edil foi questionada sobre o que esperar dos colegas durante essa “guerra” entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) e prezou pelo respeito mútuo.

LEIA TAMBÉM:

“Sai uma vitoriosa”, afirma vereadora Cristina Costa após campanha para deputada estadual

“Eu espero que a gente possa, nesse clima de guerra, fazer uma guerra da paz. Que a gente possa debater as propostas, vamos respeitar quem apoia Bolsonaro, o processo democrático é isso. Eu encontrei muita gente que votava em mim, mas não votava no presidente Haddad, encontrei muita gente que votava em Bolsonaro, mas não votava nos candidatos apoiado por Jair Bolsonaro”, disse a vereadora.

Apoiadora de Haddad, Costa reiterou a postura de “defender o lado dos injustiçados, das minorias, do trabalhador” e se diz mais sábia nessa volta à Câmara de Vereadores.

“Eu voto pra Câmara com espírito arguido para debater com meus companheiros bolsonaristas, que defendem o outro projeto do processo democrático e chamá-los e que eles tenham a capacidade de argumentar, respeitando o outro lado”, comentou.

A vereadora encerrou sua fala com uma afirmação forte sobre as trocas de acusação entre os vereadores que chamam o PT de ladrão. “Eu sempre coloco muito claro por onde passei: só um ladrão conhece o outro, só outro partido que é ladrão conhece o outro partido que é ladrão. É muito fácil a gente estar julgando”, ressaltou Cristina.

Deixe uma resposta