Em Petrolina, senador Humberto Costa reafirma que PT continua trabalhando na candidatura de Lula

Senador cumpriu agenda política no Sertão nesse fim de semana (Foto: Reprodução/Instagram)

Em visita ao Sertão do estado, o senador Humberto Costa (PT) concedeu uma entrevista exclusiva ao Blog Waldiney Passos na manhã desse domingo (22). O líder do PT no Senado Federal falou sobre o cenário nacional para as eleições de outubro, a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua busca pela reeleição.

Antes de Petrolina, Costa visitou Granito, Parnamirim, Salgueiro e Serra Talhada. Durante a semana o senador esteve em Curitiba, para averiguar as condições nas quais Lula está cumprindo a pena determinada pelo juiz federal Sergio Moro.

“O objetivo era averiguar as condições de lá onde ele está, as condições para a execução da decisão judicial. O lugar que ele está é bastante adequado, ele está em situação de privacidade, o único problema que a gente identifica é o isolamento a que ele está submetido porque só são permitidas apenas as visitas dos familiares e dos advogados.”, comentou o senador que é membro da Comissão dos Direitos Humanos.

Liberdade de Lula

De acordo com Humberto Costa, Lula se encontra hoje em uma situação de solitária, o que fere a Lei da Execução Penal. “A Lei de Execução Penal permite a visita de amigos e isso é uma situação difícil, porque de fato é um isolamento de quase uma solitária”, destacou.

Mesmo com o isolamento, Lula está bem, porém indignado com a decisão da Justiça e crê que logo estará em liberdade, segundo Humberto Costa. Questionado sobre uma possível desistência do ex-presidente da corrida eleitoral, o senador afirmou que o posicionamento do partido continua o mesmo.

Candidatura

“Nós não estamos trabalhando com essa mudança, ele é o que está em primeiro lugar nas pesquisas e nós achamos que existem de fato espaços por meios dos quais ele pode viabilizar do ponte de vista legal a candidatura e por enquanto nós não temos ideia de nenhum outro nome para candidatura”, explicou Humberto Costa.

O PT somente definirá um outro nome caso a candidatura de Lula seja impugnada pela Justiça Eleitoral. “Se houver impugnação e for aceita, nesse caso nós vamos discutir outra alternativa”, afirmou.

Reeleição

Humberto Costa confirmou que pretende disputar as eleições, buscando a reeleição como senador, mas depende do partido sobre o futuro do PT nas eleições de outubro. “Pretendo ser candidato a senador, acho que fiz um bom mandato até agora, tenho defendido Pernambuco, tenho defendido nosso estado e defendi a conclusão da Transposição, a Adutora do Agreste, a Adutora do Pajeú, no Congresso tenho estado sempre ao lado dos trabalhadores, voltei contra a Reforma Trabalhista, contra aquela emenda que limitou os gastos do orçamento, votei contra a Reforma da Previdência e me destaque no Senado como líder do PT, fui último líder do governo Dilma e hoje sou líder da oposição, então eu acho que tenho todas as condições e as credenciais para pedir o voto novamente“, afirmou.

Deixe uma resposta