Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Esquema de segurança nas eleições não afetará policiamento no final de semana, afirma polícia

Urnas passaram por auditoria na semana passada (Foto: Blog Waldiney Passos)

Neste domingo (7) os eleitores de Petrolina e região vão às urnas eleger seus representantes na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Câmara dos Deputados, Senado, Governo e Presidência da República. Para manter a ordem e a segurança no pleito, as polícias Civil e Militar montaram um esquema de segurança especial.

A PM está fazendo desde às 7h desse sábado (6) a escolta do prédio das urnas da Justiça Eleitoral na Vila Mocó até as 625 seções, divididas nas três Zonas Eleitorais do município. Segundo a tenente Joseane, chefe de Planejamento e Operações do 5º BPM, 250 policiais trabalharão nesse pleito.

Além da escolta, os agentes serão responsáveis pela segurança das urnas na área interna nos locais de votação. Amanhã atuarão em dupla na parte externa, mantendo a ordem nas seções e após a votação deverão acompanhar a devolução das urnas na Justiça Eleitoral.

Não altera em nada o efetivo nas ruas, já que esses profissionais que vão trabalhar estavam em férias ou folga, recebendo diárias”, explica a tenente Joseane. Ainda segundo a tenente, caso os policiais percebam algum tipo de crime eleitoral devem acionar a Justiça Eleitoral, para que as medidas sejam tomadas.

Polícia Civil trabalha em regime de plantão

(Foto: Divulgação)

As três delegacias da Polícia Civil na cidade terão expediente em regime de plantão, assim como o efetivo de Afrânio e Dormentes também atuará nesse esquema durante a eleição. A segurança, segundo o delegado Marceone Ferreira não ficará comprometida nas ruas.

Isso porque as equipes de policiamento ostensivo atuarão normalmente na véspera e durante a eleição. De acordo com o delegado, mesmo com a determinação da Lei Eleitoral de que prisões somente devem acontecer em flagrante, ele orienta a quem for vítima de roubo, furtos ou práticas violentas.

“Tem que registrar o boletim de ocorrência normalmente, se houver flagrante [o criminoso] será preso. Somente com mandado de prisão que não pode ser cumprido”, destacou Marceone. As delegacias da Polícia Civil em Petrolina funcionam no Centro, Jardim Maravilha e no anexo do 5º BPM, na Vila Eduardo.

Deixe uma resposta