Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Gerente operacional da Celpe explica cobrança da bandeira vermelha no patamar 2 a partir de julho

O segundo semestre continuar com um peso a mais na conta de energia. Isso porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) determinou a vigência da bandeira vermelha desde junho. O gerente operacional da Companhia Elétrica de Pernambuco (Celpe), Hugo Vidal explicou por qual motivo será utilizada essa cobrança.

“Pela primeira vez no ano a Aneel ligada ao Ministério de Minas e Energias do Governo Federal determina a bandeira vermelha, é uma ação preventiva”, disse no programa Super Manhã com Waldiney Passos.

No entanto, a partir de julho a bandeira vermelha entrará no patamar dois e começará a ser cobrado R$ 5,00 a cada 100 kWh. Segundo Hugo, prevendo a estiagem dos próximos meses a geração de energia elétrica contará com o uso das térmicas.

“Nós vamos começar a usar usinas térmicas, aquela que usa todo derivado de petróleo e para que o acionamento dessas máquinas seja feita com segurança, se faz o uso dessa bandeira”, comenta o gerente operacional.

O representante da Celpe também orienta a população a economizar na conta de energia. Para isso basta adotar medidas simples dentro de casa e no trabalho. “Estamos em féria, a dica aos pais é que coloquem as crianças para brincar nas ruas com segurança, além de fazer bem não se estará usando o videogame”, disse Hugo.

Outros hábitos listados pelo gerente operacional incluem diminuir a abertura de refrigeradores, ar condicionado e aparelhos eletrônicos, entre eles a máquina de lavar e ferro de passar roupa. “O tempo de uso desses equipamentos, o consumo é menor quando você junta as roupas para lavar e passar do que lavar e passar em quantidades pequenas”, destaca.

Deixe uma resposta