- Blog do Waldiney Passos - http://www.waldineypassos.com.br -

Inscrições para o Festival Edésio Santos 2018 são prorrogadas até o dia 05 de novembro

(Foto: Divulgação/ASCOM)

A Prefeitura Municipal de Juazeiro (BA), através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes, prorrogou o período de inscrição da 21ª edição do Festival Edésio Santos da Canção para o dia 05 de novembro. Cada inscrição deverá ser encaminhada à SECULTE (situada na Praça da Bandeira, nº 20, Centro, Juazeiro-BA), das 08h às 12h e das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira, em envelope lacrado, contendo dez cópias impressas da letra da música (com título) e o CD com as músicas gravadas na íntegra. Na inscrição pelos Correios, os interessados deve adquirir regulamento e ficha de inscrição através do site da prefeitura.

O Gerente de Cultura da SECULTE Ramon Raniere, explica que tem havido muita procura por informações do FESC, mas que as inscrições têm demorado a chegar. “Tomamos a decisão de prorrogar a inscrição para que dê tempo as canções chegarem e podermos fazer um festival bonito, com muitas participações. Apesar de darmos um período longo de inscrições, atendemos ao pedido dos músicos e prorrogamos as inscrições. Até agora, a maior parte dos inscritos é de outros Estados”, explica.

O Superintendente de Cultura Maurício Dias, ressalta que “para que o Festival Edésio Santos da Canção aconteça, precisa seguir algumas recomendações que estão na própria Lei do Festival. É necessário haver 24 canções e um terço dessas deve ser de músicos de Juazeiro, erradicados na cidade há no mínimo, dois anos. Estamos prorrogando o prazo e chamando a turma da música, da arte, da poesia, para participar”, ressalta Maurício.

O Gerente de Cultura, Ramon Raniere ressalta que “o Festival Edésio Santos tem uma das melhores premiações do país e melhor da Bahia e Nordeste. São R$10 mil para o primeiro lugar, R$8 mil ao segundo lugar, R$6 mil para a terceira melhor canção. Melhor Música Local leva R$ 5 mil, Melhor Intérprete R$3 mil e ainda tem um prêmio especial do Júri Popular de dois mil reais”.