Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Justiça recebe denúncia contra condutor responsável por atropelar e matar ciclistas em Petrolina

No acidente, um ciclista morreu no local, e o outro a caminho do hospital. (Foto: Reprodução WhatsApp)

Na tarde de quarta-feira (13) o Juiz Elder Muniz de Carvalho Souza da 2ª Vara Criminal da Comarca de Petrolina (PE) decidiu acatar a denúncia do Ministério Público de Pernambuco contra Lucas Roberto da Silva Amorim, acusado de atropelar e matar Anaelton Rodrigues Macedo e Rogério Teles de Siqueira, que pedalavam pela BR-428, em dezembro do ano passado.

De acordo com a denúncia feita pelo MPPE, subscrita pelo promotor de Justiça Djalma Valadares, Lucas dirigia um carro que  saiu da pista em direção ao acostamento, onde estavam os ciclistas e atingiu as vítimas com seu veículo. Anaelton morreu no local, Rogério chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

LEIA TAMBÉM:

MPPE denuncia condutor que atropelou e matou ciclistas em Petrolina

“A materialidade e a autoria dos crimes estão comprovadas pelo teste de alcoolemia, pelas perícias tanatoscópicas e pelo exame pericial do local de ocorrência de trânsito”, disse o promotor.

Na decisão expedida pelo TJPE, o Juiz Elder Muniz afirma que a acusação apresentou argumentos que foram determinantes para o recebimento da denúncia. “A petição acusatória contém os requisitos do art. 41 do CPP, com descrição do fato criminoso e suas circunstâncias, qualificação do acusado, classificação do crime e rol de testemunhas, de modo que mantém a regularidade formal necessária a um juízo positivo de admissibilidade.”

Com intuito de dar celeridade ao processo, a decisão definiu a data e o horário da audiência de instrução e julgamento do acusado. “De antemão, sem qualquer prejuízo na análise da peça de defesa a ser apresentada-que poderá levar inclusive, à absolvição suméria do acusado, caso constatada as hipóteses do art. 397 do CPP, designo de imediato audiência de instrução e julgamento para o dia 13.08.2019, às 8h,” informou o Juiz Elder Muniz.

Deixe uma resposta