Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Luiz Caldas é atração confirmada no Festival Edésio Santos em Juazeiro

Além de Luiz Caldas, Império Afro, Camilla Yasmine e Deijane Dieh também irão se apresentar no FESC. (Foto: Divulgação/ASCOM)

O Festival Edésio Santos da Canção (FESC) começa na próxima quinta-feira (29), no Centro de Cultura João Gilberto em Juazeiro (BA) às 20h, e o cantor baiano Luiz Caldas fará o show de encerramento, numa homenagem aos 60 anos da Bossa Nova. Império Afro, Camilla Yasmine e Deijane Dieh também irão se apresentar no FESC.

Vinte e quatro canções concorrem ao prêmio total de R$33 mil. Na quinta-feira (29) 12 canções são apresentadas; na sexta-feira (30) mais 12 músicas serão interpretadas. “Dessas 24, doze serão classificadas pelos jurados e irão se apresentar no sábado”, explica o Superintendente de Cultura Maurício Dias. 

Na quinta-feira (29), o público terá o show da Banda Império Afro, que está completando 25 anos de carreira e vai fazer homenagem ao Novembro Negro. Na sexta-feira (30) Deijane Dieh abrirá o evento, numa participação especial e Camilla Yasmine fará o encerramento com o show Ribeirinha.

O Superintendente de Cultura conta que o segundo dia de festival vai homenagear o samba. “Faremos homenagem antecipada ao Dia do Samba, comemorado nacionalmente dia 02 de dezembro. Camilla Yasmine é uma das intérpretes que já se apresentaram no FESC e promete um grande show, com sambas consagrados. Deijane é uma artista de São Paulo que também canta samba e vai encantar o público, com certeza”, conta Maurício.

Fazendo parte da organização do FESC, o assessor de gabinete Samuel Morais explica que numa homenagem aos 60 anos da Bossa Nova, o cantor Luiz Caldas, que tem uma relação estreita com a cidade de Juazeiro, sendo sempre uma atração solicitada e esperada nos carnavais, fará o show ‘No Tom de João’.

“Luiz é um dos melhores músicos baianos, tem discos gravados só com músicas no ritmo da Bossa Nova e adorou nosso convite para abrilhantar ainda mais o Festival Edésio Santos. Os juazeirenses gostam de Luiz Caldas e nós acreditamos que teremos um show lindo de encerramento”, afirma Samuel.

Deixe uma resposta