Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Manoel da Acosap troca farpas com Cristina Costa após vereadora apresentar requerimento sobre reajuste dos Agentes Comunitários de Saúde

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Cristina Costa (PT) e Manoel da Acosap (PTB) protagonizaram uma cena que deixou vereadores e público presente na Câmara de Vereadores na manhã de hoje (14) sem entender  o que estava acontecendo. Tudo começou quando a petista apresentou um Requerimento no qual solicitou ao secretário municipal de Planejamento e Gestão Administrativa informações sobre o repasse do aumento salarial concedido aos Agentes Comunitários de Saúde, garantido através da Lei Federal nº 13.708/2018.

O pedido de Costa nada tinha de anormal, afinal é prerrogativa dos legisladores solicitarem informações ao Poder Público. Contudo, Manoel – que é agente comunitário de saúde – não recebeu bem o pedido e se mostrou incomodado com a reivindicação da edil.

Utilizando sua palavra, ele direcionou sua fala ao PT e ao governo de Dilma Rousseff. Quando Cristina pediu a palavra para esclarecer sua solicitação, Acosap mandou a colega “se colocar no lugar dela”, ouvindo de volta da vereadora que ela jamais “baixará a cabeça para machista”.

Vereadores comentam embate

“Não entendi a postura, não sei se é porque o vereador Manoel é da categoria ou se está havendo algum atrito ou algum descrédito da categoria em relação a atuação do representante deles. Ele é um vereador que não tem postura, acho que ele tem algum problema pessoal comigo, me estranha essa atitude de ele agora querer tirar a nossa prerrogativa [de apresentar demandas]”, disse Cristina em coletiva de imprensa.

Manoel rebateu a edil e se defendeu criticando o governo petista. “Ciúme de quê? Eu não vou passar a minha categoria o que não existe. Na verdade, ela quer atrapalhar o movimento porque a presidente dela vetou nosso reajuste”, pontuou o vereador.

O requerimento de Costa foi aprovado por 18 votos a zero, juntamente com todas as Indicações e demais Requerimentos. Inclusive Manoel votou favorável ao pedido da vereadora. Agora cabe à Prefeitura de Petrolina prestar as informações solicitadas no documento.

6 Comentários

  • Mirtis

    14 de março de 2019 at 15:10

    Cristina Costa deve lembrar que a categoria é tão importante e legítima quanto a dos professores pela qual ela é ferrenha em defender… Esse discurso ideológico já está ficando infantil… Machista , humorista tudo que é Ista… Deveria apoiar o colega pela conquista, foi uma luta de 5 anos com piso parado… Engraçado é que ela não faz mais o favor de voltar às salas de aulas porque lá sim ela prestaria um papel a sociedade, e não implicar com servidores que levam sol na moleira enquanto ela se quer precisa gastar seu rico dinheirinho com protetor solar… Nossa categoria é unida e não iremos esquecer… Nunca fui a favor mas agora farei campanha contra… Palavras de uma negra que exerce um cargo praticamente escravo diante das condições climáticas de nossa região…Nos respeite

    Responder
  • Maria Cleide Callou Passos

    14 de março de 2019 at 21:08

    Será se os Agentes de Saúde não tem interesses ao reajuste? Vereadora nós estamos a mais de quatro anos sem reajuste salarial seria hipócrita da minha parte permanecer calada e aceita esse desafeto a nossa categoria que é seu e não do nosso colega parlamentar e não tem que ser discutido o nosso reajusto salarial é lei e lei é pra ser cumprida e não discutida.

    Responder
  • Souza

    14 de março de 2019 at 21:12

    A categoria dos acs é unida e sempre buscaram ir atras das suas conquistas com seus representantes, não é justo agora que conseguimos depois de muitas lutas e anos de espera, um reajuste salarial que não é o ideal, mas foi o que pode nesse momento em decorrência de um governo que destruiu as financas do país, vir agora uma vereadora do partido dos trabalhadores a nível municipal estragar a nossa conquista. Para mim não é motivo de surpresa, pois o partido que se diz dos trabalhadores, sempre lutaram contra os trabalhadores.

    Responder
  • Gilvângela

    14 de março de 2019 at 23:05

    Se engana a vereadora Cristina Costa quando frisa o enfraquecimento da categoria junto ao nosso representante,Manoel da Acosap.A causa não conquistada não é uma luta isolada,pelo contrário, choramos juntos e juntos fomos felizes com a conquista.Nosso piso estava defasado a quase 5 anos.Nós,profissionais que damos nossa cara á luta,sem medir sol,chuva,ou até mesmo cara feia daqueles que não valorizam nossa profissão. Então, não é justo que uma vereadora queira levar pelo lado pessoal,a conquista que a classe deve nos últimos dias.Nossa conquista é Federal,cabe ao município cumprir sua obrigação de fazer o repasse da União para os ACS.Por isso,senhora Cristina Costa,seja ciente de que,nós, ACS,somos isso duro de roer.Faremos nos presentes a qualquer hora que for necessário para mostrar a força que une a categoria.

    Responder
  • Adelita

    15 de março de 2019 at 06:41

    Veriadora Cristina todos tem direito a um salário digno o que conseguimos até hoje foi através de muitas lutas e trabalho agradeço a Deus ter um representante a na nossa categoria

    Responder
    • Mirtis

      15 de março de 2019 at 08:40

      É até divertido ouvir a observação feita pela parlamentar sobre consulta com Psicólogo, Analista e Psiquiatra… Como o colega pode pagar tratamento tão caro onde a carência desses profissionais não suprem se quer a demanda das comunidades, e mesmo com reajuste dona Cristina, foge da nossa realidade pois uma consulta custa no mínimo 400 reais… Não é o caso do colega Manoel, mas é um insulto sua desdenha a pessoas que precisam de atenção e atendimento de profissionais tão importantes para o cuidado da saúde mental,que são orientados pelos ACS e encaminhado pelo médico da saúde da família. Enfim,está claro sua insistência em perseguir o colega e isso sim pode ser considerado algum tipo de distúrbio e aconselho uma avaliação. Nada há de anormal em seu requerimento, tão pouco na indignação de quem tánto lutou por ele. Dentro da câmara seu diploma não vale nada pois está servidora pelo voto do povo, pois você insiste em arrotar que é educadora e crítica posturas não só de Manoel mas dos demais que não tiveram oportunidade de se graduar , mas são formados nas ruas, ouvindo a demanda do povo. Respeite os profissionais que são tão admirados por médicos, que colaboraram inclusive com formações a estudantes universitários e servem de motivação para continuar estudando para os mesmos…Se a senhora insiste em fazer carreira parlamentar olhe para todos os servidores com igualdade,porque insiste em apoiar apenas quem tem ensino superior como fez com os Enfermeiros e nos tirou o direito de receber o Pemaq igualmente? Essa perseguição é antiga , Manoel é apenas a pessoa direta a qual você tem oportunidade de atacar e depois se vitimizar… Típico de seu partido que não se conforma com as reais conquistas dos trabalhadores de verdade deste país…

      Responder

Deixe uma resposta