Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Membro da situação, Cícero Freire afirma que Requerimento foi pensado para ajudar gestão de Miguel Coelho

(Foto: Arquivo)

A sessão de quinta-feira (9) foi marcada por muita discussão em relação ao Requerimento nº 157/2018 proposto pelo vereador Cícero Freire (PR), que solicitava ao prefeito Miguel Coelho o envio de um Projeto de Lei à Casa Plínio Amorim para alterar o Código Tributário, cancelando a cobrança da taxa de lixo na cidade.

O Requerimento foi rejeitado pela bancada da situação, da qual Cícero faz parte, por 10 votos a oito e uma abstenção. Em conversa com a imprensa, o autor da proposta afirma que o pedido foi pensado para ajudar a gestão de Miguel.

LEIA TAMBÉM:

Depois de voto contrário dos colegas de bancada, Cícero Freire afirma que respeita posição dos vereadores

Pedidos de Cícero Freire provocam discussão na Câmara de Vereadores de Petrolina

“Eu votei, ajudar a eleger o prefeito Miguel Coelho e estou querendo com isso, estou querendo ajudar muito mais porque se ele vier a derrubar essa taxa de lixo, ele vai ficar botar o povo de Petrolina no coração dele, ele vai ficar marcado como o prefeito que derrubou essa taxa de lixo”, disse à imprensa.

Nos bastidores correram especulações de que o pedido de Cícero foi rejeitado porque seu partido – o PR – e o próprio vereador já declararam apoio ao governador Paulo Câmara (PSB). Mas o edil nega esse tipo de retaliação.

“O prefeito é um homem democrático, ele é um homem inteligente. Ele não vai deixar de maneira nenhuma de respeita o posicionamento político do Partido da República que apoiou ele”, destacou.

Questionado sobre sua ajuda contínua a Miguel, apesar do posicionamento do PR, Cícero garantiu que continuará ao lado do prefeito enquanto o gestor apresentar matérias de interesse da população.

“A ajuda ao governo de Miguel Coelho aqui na Câmara Municipal é contínua, porque ele tem neste vereador um aliado para ajudar ele nos projetos que vão beneficiar o povo. Mas se houver algum projeto para tributar o povo, eu não vou concordar e não estou concordando”, finalizou.

Deixe uma resposta