Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Mercado do Produtor de Juazeiro recebe ação sobre alerta do trabalho infantil durante o carnaval

(Foto: Ascom PMJ)

Durante a manhã desta terça-feira (12), equipes do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), ligado à Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) realizaram  ação preventiva de combate ao trabalho infantil no Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) focada no carnaval que acontece de 15 a 17 deste mês. O objetivo é alertar a população sobre os malefícios causados pelo trabalho para crianças e adolescentes.

Durante a ação, foram distribuídos panfletos,  adesivos aos transeuntes e permissionários com informações acerca da proteção e garantia de direitos da criança e do adolescente, erradicação do trabalho infantil e combate ao abuso e exploração sexual. O carrinheiro Cícero Pedro escutou as orientações dos profissionais. “Interessante essa ação no Mercado, pois vemos muitas crianças que às vezes são obrigadas a trabalhar e deveriam estar estudando e brincando. Gostei muito dessa iniciativa aqui no Ceasa”, disse.

Já Edvan Anísio da Silva passava em frente ao local da campanha e se interessou pelo assunto. “Minha esposa trabalha durante a festa de carnaval e é bom saber que podemos deixar nossa filha em um local seguro enquanto trabalhamos. É de muita importância falar sobre o trabalho infantil, principalmente nesse período de festa”, pontuou o vendedor.

A técnica social Adriana Alves Leal  destacou a importância da iniciativa. “Temos discutido muito políticas públicas voltadas às crianças e aos adolescentes. Nossa equipe já esteve em outros pontos da cidade abordando os perigos do trabalho infantil e exploração sexual e aproveitamos para divulgar também o Observatório Social que funciona no Carnaval de Juazeiro. Agradecemos a parceria com a AMA por contribuir com nosso trabalho e na defesa das nossas crianças e adolescentes”, externou.

O diretor executivo da AMA, Agnaldo Meira, destacou que esse é “um assunto extremamente importante e de responsabilidade de todos nós. Ficamos felizes com essa ação em nosso entreposto para que transeuntes, permissionários, caminhoneiros, carrinheiros conheçam os riscos do trabalho infantil e da exploração sexual”.

A ação segue até o dia 14, com atividades de conscientização, além do Mercado do Produtor, no centro da cidade, orla, nos semáforos do circuito do carnaval, e praças.

Deixe uma resposta