Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Moradores do Vale Dourado não serão mais cobrados por taxa de esgoto, afirma ARMUP

(Foto: Ascom/PMP)

O impasse gerado entre a Prefeitura de Petrolina e a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) sobre a responsabilidade do Vale Dourado chegou a mais um capítulo. Hoje (12) a Agência Reguladora de Serviços Públicos do Município de Petrolina (ARMUP) revelou ter conseguido a isenção do pagamento da taxa de esgoto.

Durante quatro anos os moradores do local foram cobrados pela companhia, mas segundo Rubem Franca, diretor-presidente da ARMUP, não existe tratamento no esgoto da comunidade.

LEIA TAMBÉM:

Compesa volta a afirmar que não tem responsabilidade pelo esgotamento do Vale Dourado

Diretor-presidente da ARMUP afirma que documentação comprova responsabilidade da Compesa sobre Vale Dourado

“De fato, foram mais de 4 anos que os moradores do Vale Dourado vinham pagando estas taxas de esgoto e do outro lado a Compesa não fazia o serviço pelo qual vinha cobrando. Se a Compesa cobrava taxa de esgoto ela deveria coletar, bombear e tratar os resíduos e isso não era feito”, disse.

Segundo o município, o esgoto do Vale Dourado segue diretamente para o Riacho das Porteiras, sendo despejado no Rio São Francisco sem o tratamento adequado. A ARMUP já havia denunciado o problema há alguns meses e classificou a cobrança como “abusiva”.

O Blog Waldiney Passos procurou a Compesa de Petrolina para saber mais a respeito da suspensão na cobrança e estamos aguardando uma resposta da companhia que está apurando a situação juntamente ao setor jurídico.

Deixe uma resposta