Para ampliar número de crianças imunizadas contra gripe, prefeitura faz vacinação em creches de Petrolina

(Foto: ASCOM)

Para alcançar um número maior de crianças entre seis meses e seis anos incompletos, que fazem parte do público-alvo da campanha nacional de vacinação contra a gripe, a prefeitura municipal, desenvolveu a estratégia de vacinar os alunos das creches e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIS) de Petrolina.

A ação coordenada  pelas secretarias de Saúde e Educação em paralelo à vacinação nas unidades básicas de saúde, será voltada às crianças e professores que atuam nas escolas e será realizada por servidores de unidades de saúde dos respectivos bairros. As crianças serão vacinadas mediante autorização prévia dos pais e apresentação da carteira de vacinação.

De acordo com a secretária-executiva de Atenção à Saúde, Ana Carolina Freire, a estratégia visa aumentar a cobertura vacinal das crianças, um dos públicos-alvo que geralmente não alcança a meta de 90% preconizada pelo Ministério da Saúde. “A gente percebe que, a nível nacional, as crianças são as que menos são vacinadas, pelos mais variados fatores. Em Petrolina, observamos o mesmo. Um dos argumentos é de que as unidades de saúde funcionam no mesmo horário das creches e CMEIs, impossibilitando a vacinação. Por isso, junto com a Vigilância em Saúde e a Secretaria de Educação do município, iniciamos essa estratégia, que deve seguir um cronograma combinado previamente entre unidades de ensino e saúde até o final da campanha, em 31 de maio”, explica .

Público-Alvo

Além das crianças entre seis meses e seis anos incompletos, devem se vacinar: trabalhadores da saúde (área pública e privada); gestantes; puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto); povos indígenas; idosos (a partir dos 60 anos); professores (rede pública e privada); pessoas com doenças crônicas e outras categorias de risco clínico; população privada de liberdade, incluindo adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema prisional e policiais, bombeiros e militares ativos das Forças Armadas. A vacinação está disponível em todas as unidades de saúde de Petrolina, que funcionam das 8h às 17 h na zona urbana, e das 8h às 13h na zona rural.

Deixe uma resposta