Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Pela terceira vez, Compesa é campeã na premiação da Revista IstoÉ Dinheiro

Roberto Tavares recebendo o prêmio. (Foto: ASCOM)

Depois de Pernambuco ter sido destaque no Ranking de Eficiência dos Estados pela Folha de São Paulo, agora foi a vez da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) ser eleita, pela terceira vez, a melhor empresa do setor na premiação “As Melhores da Dinheiro”, da Revista IstoÉ Dinheiro, uma das revistas mais importantes do mundo dos negócios e economia no Brasil.

Na noite da última quinta-feira (13), o presidente da Compesa, Roberto Tavares, acompanhado de gestores da Companhia, recebeu o prêmio, durante a cerimônia realizada em São Paulo, em evento que homenageou as empresas com as melhores práticas de gestão no país. Na edição 2018 do prêmio, a Compesa também se posicionou como a melhor nos critérios de Governança Corporativa e Responsabilidade Social e, em segundo lugar, nos quesitos Sustentabilidade Financeira e Inovação.

“É com muito orgulho que recebemos mais um prêmio. É muito gratificante o sentimento do compromisso com a coisa pública e alcançar patamares nunca imaginados na Compesa. Todas essas conquistas foram possíveis graças ao apoio incondicional do Governador Paulo Câmara e a dedicação do corpo funcional da empresa, que lutam diariamente para prestar serviços de qualidade a 7 milhões de clientes”, afirmou Tavares.

O reconhecimento nacional e os resultados positivos se devem, principalmente, à continuidade da filosofia de gestão adotada pela companhia, pela decisão do governador Paulo Câmara em priorizar as políticas públicas de saneamento, com foco no longo prazo, voltadas para o avanço dos serviços em Pernambuco. A Compesa já tinha sido a vencedora nas edições 2015 e 2017 do prêmio.

Sobre a responsabilidade social da empresa, só no ano passado, a Compesa efetuou o plantio de 238.000 mudas florestais em diversas regiões do Estado, além de contribuir para a conscientização sobre o uso racional da água por meio de palestras e ações socioeducativas envolvendo as comunidades nas regiões mais castigadas pela seca e nas periferias dos centros urbanos. Além disso, em 2017, 15 unidades da companhia receberam a Certificação ISO 14.001/ 2015. A Compesa foi a primeira empresa de saneamento do Brasil a receber a certificação ISO 14.001 na versão 2015, selo que atesta à organização que o seu sistema de gestão ambiental está adequado e que é eficaz.

De acordo com Roberto Tavares, os investimentos aplicados pelo Governo do Estado somam mais R$ 8 bilhões, nos últimos 12 anos. Só na construção do Sistema Pirapama foram aplicados R$ 600 milhões, iniciativa que possibilitou ampliar em 50% a produção de água para a Região Metropolitana do Recife. Outro importante investimento é a Adutora do Agreste, o maior projeto hídrico em execução no país, e cuja primeira fase da obra permitirá o atendimento de 23 cidades, com o investimento de R$ 1,4 bilhão. “Já foram assentados mais de 500 quilômetros de tubulações que começam a transportar água da Transposição do Rio São Francisco para a população, mesmo sem a construção do Ramal do Agreste, obra de responsabilidade do governo federal. Mas isso só foi possível, porque o governador Paulo Câmara pediu alternativas técnicas à Compesa para dar funcionalidade as tubulações já assentadas. E graças a essa decisão, dez cidades já começam a ser atendidas, beneficiando 400 mil pessoas”, esclarece Roberto Tavares, lembrando que a segunda fase da Adutora do Agreste, ainda sem convênio,   beneficiará outros 45 municípios.

Dos grandes investimentos destinados para esgotamento sanitário, destaque para o Programa Cidade Saneada, a Parceria Público Privada do Saneamento em Pernambuco, que irá ampliar os serviços de esgoto na Região Metropolitana do Recife de 30% para 90% de cobertura. Só no ano passado, os investimentos do Cidade Saneada ultrapassaram os R$ 110 milhões.

Deixe uma resposta