Prédio de escola no Piranga é particular e Prefeitura não pode fazer reforma, afirma SEDUC

Em nota, SEDUC explicou a situação da unidade escolar (Foto: ASCOM)

A situação preocupante vivida por pais, alunos e professores da Escola Dr. José de Araújo, localizada no bairro Piranga, em Juazeiro (BA) chegou ao conhecimento da gestão municipal. Nessa semana as famílias dos estudantes fizeram uma manifestação denunciando o risco de desabamento na unidade, cobrando melhorias do município no local.

Procurada pelo Blog Waldiney Passos, a Prefeitura de Juazeiro emitiu uma nota esclarecendo a situação. De acordo com a Secretaria de Educação e Juventude (SEDUC), o prédio onde funciona a unidade é particular, o que não permite reformas estruturantes.

“Para oferecer uma escola de qualidade, em prédio próprio, a SEDUC vai inaugurar a Estação do Saber, no antigo prédio da Estação Ferroviária, e vai receber no próximo ano 200 alunos do ciclo de Alfabetização da Escola Dr. José de Araújo e os outros 200, serão matriculados em um novo espaço, com mais conforto e segurança”, ressalta a nota.

Ainda segundo a SEDUC, a pasta está buscando alternativas para “repor os 25 dias letivos restantes ainda em 2019”, já que os pais dos alunos decidiram não mais levar seus filhos para as aulas, temendo de um tragédia.

Confira a íntegra da nota:

A Secretaria de Educação e Juventude esclarece que o prédio da Escola Dr. José de Araújo, localizada no bairro Piranga, é de propriedade particular, o que impede a realização de uma reforma estruturante.

Para oferecer uma escola de qualidade, em prédio próprio, a SEDUC vai inaugurar a Estação do Saber, no antigo prédio da Estação Ferroviária, e vai receber no próximo ano 200 alunos do ciclo de Alfabetização da Escola Dr. José de Araújo e os outros 200, serão matriculados em um novo espaço, com mais conforto e segurança. 

A SEDUC está buscando alternativas junto ao Estado, para repor os 25 dias letivos restantes ainda em 2019. Para 2020, será oferecido um novo prédio para os alunos estudarem com segurança e conforto que já é princípio dessa gestão.

Deixe uma resposta