Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Prefeitura de Petrolina orientará pessoas com deficiência sobre acesso a crédito

(Foto: ASCOM)

Para garantir que pessoas com deficiência tenham acesso ao crédito, a Agência Municipal do Empreendedor de Petrolina (AGE), está discutindo ações que auxiliem este público a investir de forma assertiva em um negócio.

Durante encontro recente, o diretor-presidente da AGE, Sebastião Amorim, falou sobre o papel da agência e discutiu com os demais parceiros as principais atividades que serão desenvolvidas no intuito de garantir a inclusão das pessoas com deficiência às linhas de crédito da AGE, além de todo acompanhamento técnico de consultorias.

“É uma preocupação da gestão municipal, desenvolver ações que garantam o direito à cidadania e promovam a acessibilidade. E esta parceria é de fundamental importância para o trabalho que estamos desenvolvendo aqui na AGE. É importante também dizer que, além de oferecermos linhas de financiamento para o microempreendedor, a AGE é uma referência no atendimento direto aos informais, apoiando para a formalização com capacitações e consultorias para uma melhor administração do negócio”, relatou Sebastião.

Participaram da reunião os representantes das seguintes instituições: Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência-COMUD, Núcleo de Apoio Psicopedagógico às Pessoas com Deficiência da Secretaria de Educação da Prefeitura; Associação de Pessoas com Deficiência do Vale do São Francisco- APCDVASF; Grupo de Mães com Síndrome Raras; Estudantes da Escola Eduardo Coelho e Adelina Almeida; Vara Regional da Infância e da Juventude; Central de Intérpretes de Libras-CIL, Secretaria Executiva da Juventude e Direitos Humanos e consultores da AGE.

Ao final, ficou acordado de agendar uma palestra para todas as pessoas com deficiência da região de Petrolina nas escolas de referência com ensino aos deficientes Escola Eduardo Coelho e Adelina Almeida.

Deixe uma resposta