Prefeitura intensifica ações para coibir soltura de animais de grande porte nas ruas de Petrolina

Coibir a soltura de animais de grande porte nas ruas e eliminar os criatórios na área urbana de Petrolina, são prioridades do trabalho dos órgãos sanitários da prefeitura municipal. Tanto que, na última terça-feira (10), representantes da Agência Municipal de Vigilância Sanitária, Centro de Controle de Zoonoses e da Agência Municipal do Meio Ambiente, participaram de uma reunião provocada pelo Ministério Público. Cerca de 40 proprietários que tiveram seus animais apreendidos pelos órgãos também participaram no encontro.

A promotora do Meio Ambiente, Rosane Cavalcanti, explicou aos presentes as normas firmadas através do Termo de Cooperação com o Ministério Público, assinado no final do ano passado, reforçando que a pessoa que tiver seu animal apreendido na rua, pela segunda vez, vai responder judicialmente.

“Antes, os donos dos animais, mesmo reincidentes, poderiam pagar a taxa no Centro de Controle de Zoonoses e retirar o animal, porém, como observamos que, mesmo pagando a taxa , muitas pessoas estavam toda semana no órgão com seu animal preso”, explicou o diretor da Vigilância Sanitária, Marcelo Gama.

Além disso, a prefeitura implantou o horário noturno para captura de animais de grande porte soltos nas ruas, que acontece três vezes por semana. Diariamente, um caminhão da prefeitura percorre as ruas no horário de 7h às 12h e 14h às 19h. De acordo com a coordenadora do Centro de Zoonoses, Graziella Correia, o número de animais capturados aumentou, consideravelmente, após a ronda noturna. “Os proprietários aproveitavam o horário noturno para soltar os animais”, frisou.

Deixe uma resposta