Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Representantes do Banco do Nordeste participam da sessão na Casa Plínio Amorim para tratar do FIES II

Rosilene Duarte explicou como funciona o FIES II (Foto: Blog Waldiney Passos)

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES II) foi tema de uma breve discussão na Câmara de Vereadores de Petrolina na sessão dessa quinta-feira (23). Representantes do Banco do Nordeste de Petrolina estiveram no plenário para tratar da operacionalização do financiamento através da instituição financeira.

Depois de apresentar as linhas de crédito disponíveis no banco aos vereadores, a Agente de Desenvolvimento do Banco do Nordeste, Rosilene Duarte conversou com a imprensa sobre a modalidade II do FIES.

“A gente está mostrando que o Banco do Nordeste trabalha com a modalidade dois do FIES, então a gente está fazendo um acordo de cooperação com as faculdades para que eles fechem o acordo com o banco e na hora do aluno se inscrever no site do MEC no FIES, ele escolha o Banco do Nordeste como instituição operadora”, explica.

Exclusividade de financiamento

Segundo Rosilene, a modalidade II através do FNE é exclusivamente ofertado pelo banco e por isso é necessário estar ocupando os espaços públicos para informar não apenas aos estudantes, mas instituições e poderes. Com o FIES II, famílias até então excluídas do financiamento estão contempladas.

“Tem o enquadramento maior de aluno porque a renda per capita é maior, de cinco salários mínimos, ou seja, uma família que ficava desenquadrada do FIES, agora ela tem oportunidade de participar do programa. O aluno tem que ter feito o ENEM, tirar uma nota acima de 450 e não ter zerado a redação”, comenta a agente.

Deixe uma resposta