Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Ronaldo Silva cobra de Cícero Freire e Gilberto Melo posicionamento junto ao PR para elucidação do homicídio de Klebyio Bezerra

Presidente municipal do PR foi assassinado há um ano (Foto: Reprodução/Internet)

A sessão dessa quinta-feira (30) foi encerrada antes de completar 1h30 de duração, com todas as Indicações e Requerimentos aprovados pelos edis presentes. Sem outras matérias para discussão, os vereadores candidatos a deputado estadual utilizaram a Tribuna Livre para apresentar suas propostas.

Um deles foi Cícero Freire (PR), que explicou os motivos para disputar as eleições de outubro. Logo em seguida, Ronaldo Silva (PSDB) cobrou do colega de bancada uma postura mais firme no sentido de elucidar a morte de Klebyo Luciano Bezerra Vieira.

LEIA TAMBÉM: 

Delegado revela detalhes sobre a investigação da morte de Klébyo Bezerra em Petrolina

Klebyo tinha 38 anos, era presidente do PR em Petrolina e foi morto a tiros no dia 12 de agosto de 2017 quando seu carro foi abordado na BR-407, sentido Aeroporto. Até hoje o crime não foi resolvido e Ronaldo chamou atenção do colega.

“Queria pedir o empenho, não só do vereador que é do PR, mas do vereador Gilberto Melo que também é do PR. Sei que todos aqui lembram, tem um ano que o presidente de Vossa Excelência foi assassinado nessa cidade. Peça ao presidente [do PR] e ao governador [Paulo Câmara] que possa dar uma satisfação ao povo de Petrolina”, pontuou Ronaldo.

Omissão

O edil foi duro e fez uma crítica direta à postura de Cícero e Gilberto por serem, de certa forma, omissos. “Isso que vocês deveriam estar preocupados e não vejo se preocupar aqui com o companheiro Klebyo que foi brutalmente assassinado. Peça respostas, que dê respostas a sociedade de Petrolina. Tem um ano e ninguém sabe de nada”, afirmou.

Requerimento

Cícero se prontificou a preparar um Requerimento direcionado a Paulo Câmara (PSB) e Ronaldo foi além, solicitou o apoio de todos os edis nessa busca por respostas pelo homicídio de 2017. “Vamos fazer um Requerimento da Casa Plínio Amorim pedindo explicações do delegado, em nome da Casa e não só no nome dos dois vereadores [do PR]”, finalizou Ronaldo.

Um Comentário

  • Francisco

    30 de agosto de 2018 at 13:25

    A explicação que o delegado vai dar é que assim como em muitos outros casos, regra geral no Brasil, trata-se de um caso de autoria desconhecida. A verdada é que o PR, que ja era uma porcaria, sumirá do mapa no próximo pleito, visto que os dois insignificantes vereadores não serão reeleitos.

    Responder

Deixe uma resposta