Ronaldo Silva se retrata e pede desculpas a Gilmar Santos após confusão

Ronaldo Silva em entrevista a Waldiney Passos.

Após a confusão na última sessão da Câmara Municipal de Petrolina, na terça-feira (18), o vereador Ronaldo Silva (PSDB), em entrevista ao programa ‘Super Manhã’ nessa quinta-feira (20), com Waldiney Passos, na rádio jornal, pediu desculpas ao seu colega de Casa, Gilmar Santos (PT), por ter dito que o petista era conhecido como “Gilmar Maconheiro”.

A afirmação foi feita após Ronaldo considerar que Gilmar havia se excedido quando disse que o ex-presidente do seu partido, o então senador Aécio Neves, era conhecido como “Aécio Cheira Pó”.

LEIA TAMBÉM

“O senhor é conhecido como Gilmar Maconheiro”, diz Ronaldo Silva sobre vereador

“Quando o vereador (…) olhava para mim e dizia ‘vereador Ronaldo Silva, o presidente do seu partido é conhecido com Aécio cheira pó’. Se ele cheira pó, é problema dele, eu tenho que respeitar. Vossa Excelência é conhecido como ‘Gilmar Maconheiro’ e eu respeito”, disse Ronaldo na terça-feira.

Nessa quinta, Ronaldo se retratou e considerou que também passou dos limites. “A gente respeita, ele pediu desculpa por dizer que era conhecido como ‘Aécio Cheira Pó’. Eu também tenho a humildade de me retratar e pedir desculpa por aquela colocação. A gente se conhece, se dá bem, é uma pessoa boa, educada, mas tem vez que ele ultrapassa e procura destratar os colegas na Câmara de Vereadores. Mas é como se diz, é o jogo político, acabou ali”, disse.

Deixe uma resposta