Secretário interino de Justiça assina ordem de serviço para reformas em cadeias públicas do Sertão

O secretário interino de Justiça e Direitos Humanos, Eduardo Figueiredo, assinou, na tarde desta quarta (11.09), na sede da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, no Bairro do Recife, as ordens de serviço para reformas das cadeias públicas de Belém de São Francisco e Cabrobó, no Sertão de Pernambuco.

Os dois estabelecimentos penais passarão por melhorias na estrutura física incluindo pintura, piso e instalações elétricas e hidrosanitárias. O secretário Eduardo Figueiredo destacou a importância do ato. “É o início de uma perspectiva de ampliação de vagas nas duas cadeias. A presença de representantes do poder executivo municipal busca, acima de tudo, o aumento do aproveitamento da mão de obra local nesse investimento, que é fruto da parceria de Pernambuco com o Depen [Departamento Penitenciário Nacional]”.

As duas reformas estão orçadas em R$141.044,47 e R$ 158.955,37, Cabrobó e Belém, respectivamente. Os recursos são provenientes do Governo Federal através  do Fundo Penitenciário (Funpen). As empresas executoras dos serviços são WM Construções, em Cabrobó, e a AB Engenharia, na cadeia de Belém do São Francisco. O secretário-executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues, presente no ato, considera a ação “importante porque, principalmente, vai proporcionar mais dignidade aos presos, uma reforma oferece melhores condições na infraestrutura, mas também facilita a implementação de ações ressocializadoras como cursos profissionalizantes”, destacou. A previsão de conclusão das obras é janeiro de 2020.

Estiveram presentes na SJDH o prefeito de Belém de São Francisco, Licinio Lustosa Roriz; os gerentes da Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), Murilo Ramos (Administrativo e Financeiro) e Jose Roberto (Cadeias Públicas); e o proprietário da empresa WM, Danúbio Wagner Silvestre. “Recuperar cadeia pública é muito importante porque as pessoas, embora tenham cometido crimes, têm de ser tratadas com dignidade, como seres humanos”, afirmou o prefeito Licinio.

Deixe uma resposta