Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Senadores pernambucanos divergem em votação sobre reajuste salarial do STF

Humberto Costa (PT) foi único pernambucano ausente (Foto: Arquivo)

O Senado Federal aprovou na quarta-feira (7) o reajuste salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do titular da Procuradoria-Geral da República (PGR) em 16,38%. A partir de agora os ministros receberão R$ 39,2 mil, quando recebiam R$ 33,7 mil.

Foram 41 votos a favor, 16 contra e uma abstenção. Os representantes pernambucanos – um deles relator da matéria – no Senado divergiram de opinião. Armando Monteiro Neto (PTB) e Fernando Bezerra Coelho (MDB) votaram a favor e Humberto Costa (PT) se ausentou da votação.

A medida foi duramente criticada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e analistas afirmam que o reajuste provocará um efeito cascata nas contas públicas do país. A matéria teve relatoria de Fernando Bezerra. Confira a seguir como votaram os senadores:

A favor

Acir Gurgacz (PDT-RO)
Aécio Neves (PSDB-MG)
Ângela Portela (PDT-RR)
Antonio Anastasia (PSDB-MG)
Antônio Valadares (PSB-SE)
Armando Monteiro (PTB-PE)
Ataídes Oliveira (PSDB-TO)
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)
Cidinho Santos (PR-MT)
Ciro Nogueira (PP-PI)
Dalirio Beber (PSDB-SC)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Edison Lobão (MDB-MA)
Eduardo Amorim (PSDB-SE)
Eduardo Braga (MDB-AM)
Eduardo Lopes (PRB-RJ)
Fernando Coelho (MDB-PE)
Garibaldi Alves Filho (MDB-RN)
Hélio José (PROS-DF)
Ivo Cassol (PP-RO)
Jorge Viana (PT-AC)
José Agripino (DEM-RN)
José Amauri (PODE-PI)
José Medeiros (PODE-MT)
José Serra (PSDB-SP)
Otto Alencar (PSD-BA)
Paulo Bauer (PSDB-SC)
Paulo Rocha (PT-PA)
Raimundo Lira (PSD-PB)
Renan Calheiros (MDB-AL)
Roberto Rocha (PSDB-MA)
Romero Jucá (MDB-RR)
Rose de Freitas (PODE-ES)
Sérgio Petecão (PSD-AC)
Tasso Jereissati (PSDB-CE)
Telmário Mota (PTB-RR)
Valdir Raupp (MDB-RO)
Vicentinho Alves (PR-TO)
Walter Pinheiro (Sem partido-BA)
Wellington Fagundes (PR-MT)
Zeze Perrella (MDB-MG)

Contra 

Airton Sandoval (MDB-SP)
Cristóvam Buarque (PPS-DF)
Fátima Bezerra (PT-RN)
Givago Tenório (PP-AL)
José Pimentel (PT-CE)
Lídice da Mata (PSB-BA)
Lúcia Vânia (PSB-GO)
Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
Regina Sousa (PT-PI)
Reguffe (Sem partido-DF)
Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
Roberto Requião (MDB-PR)
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Vanessa Graziottin (PCdoB-AM)
Wilder Morais (DEM-GO)

Abstenção

José Maranhão (MDB-PB)

Ausentes

Alvaro Dias (Podemos-PR)
Ana Amélia (PP-RS)
Dário Berger (MDB-SC)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Eunício Oliveira (MDB-CE)
Fernando Collor (PTC-AL)
Flexa Ribeiro (PSDB-PA)
Gladson Cameli (PP-AC)
Gleisi Hoffmann (PT-PR)
Humberto Costa (PT-PE)
Jader Barbalho (MDB-PA)
João Alberto Souza (MDB-MA)
João Capiberibe (PSB-AP)
Lasier Martins (PSD-RS)
Lindbergh Farias (PT-RJ)
Magno Malta (PR-ES)
Marta Suplicy (MDB-SP)
Omar Aziz (PSD-AM)
Paulo Paim (PT-RS)
Pedro Chaves (PRB-MS)
08/11/2018 Como votaram os senadores de PE no aumento de salário de ministros do STF – Jornal do Commercio
https://jconline.ne10.uol.com.br/canal/politica/pernambuco/noticia/2018/11/08/como-votaram-os-senadores-de-pe-no-aumento-de-salario-de-mini… 4/4
Romário (Podemos-RJ)
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Simone Tebet (MDB-MS)
Waldemir Moka (MDB-MS)
Guaracy Silveira (DC-TO)

Deixe uma resposta