Suspeita de H1N1 em estudante que faleceu após viagem é descartada após exames

aluno-facape

A Secretaria de Saúde de Petrolina emitiu uma nota nesta quarta-feira (23) esclarecendo a causa da morte do estudante Lucas de Souza Santos, 26 anos. Segundo a secretaria, após a realização de exames a suspeita de contaminação pelo vírus H1N1 foi descartada. O jovem faleceu por causa de uma meningite meningocócica, causada pela bactéria Neisseria Meningitidis.

Confira a nota: 

A Secretaria de Saúde de Petrolina esclarece, em resposta a ocorrência do óbito de um jovem com suspeita de H1N1 no último dia 16 de novembro, que foi realizada investigação e coleta de exames para ajudar na identificação das causas. Após a analise foi detectada a presença da bactéria Neisseria Meningitidis, através do método PCR em tempo real.

Os contactantes que foram submetidos as coletas de swabs naso e orofaríngeosobtiveram resultado negativo para vírus respiratórios, entre eles, o H1N1, pelo método de Imunoflorescencia Direta. Todas as medidas de prevenção e controle foram realizados pela Secretaria de Saúde, que permanece vigilante para o desenvolvimento de ações preventivas em agravo de importância pública.

Deixe uma resposta