Embate entre Armando e Câmara marca último debate de candidatos ao governo de Pernambuco

Candidatos ao governo de PE participam de último debate antes das eleições de primeiro turno. (Foto: Guga Matos/JC Imagem)

O último debate entre os candidatos ao governo de Pernambuco, promovido pela TV Globo na noite dessa terça-feira (02), foi marcado por um forte embate entre os líderes das pesquisas Armando Monteiro (PTB) e Paulo Câmara (PSB).

Em segundo lugar nas intenções de voto, Armando adotou a estratégia de ataque ao atual governador do estado, Paulo Câmara. O petebista questionou o apoio de Câmara ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). “Quem colocou Temer lá? A culpa é de Paulo. Foi Paulo que colocou Temer lá”, afirmou.

Paulo Câmara rebateu e afirmou que Armando tenta enganar os eleitores com imagens vinculadas ao ex-presidente Lula (PT) e a Eduardo Campos, ex-governador do estado.

LEIA MAIS

Paulo Câmara continua liderando seguido por Armando Monteiro em Pernambuco, segundo pesquisa JC/Ibope/TV Globo

(Foto: Reprodução/Internet)

Em pesquisa divulgada nessa quinta-feira (27) pelo Ibope, em parceria com o Jornal do Commercio e a TV Globo, Paulo Câmara (PSB), candidato à reeleição, cresceu dois pontos, chegando a 35% das intenções de voto.

O governador é seguido por Armando Monteiro (PTB), que também subiu dois pontos, e agora tem 27%. O crescimento foi dentro da margem de erro da pesquisa, que é de três pontos percentuais.

Os demais candidatos também variam dentro da margem de erro e têm, cada um, até 3% das intenções de voto. Julio Lossio (Rede) oscilou de 2% para 3%. Maurício Rands (Pros) permaneceu com 2%. Ana Patrícia Alves (PCO), Simone Fontana (PSTU) e Dani Portela (PSOL) continuam com 1%.

Brancos e nulos oscilaram de 24% para 23%. Os que não sabem ou não responderam caíram de 10% para 7%. A pesquisa anterior foi divulgada no último dia 17.

2º turno

Em um eventual segundo turno, as intenções de voto em Paulo Câmara aumentaram de 41% para 43%. Enquanto isso, Armando Monteiro caiu de 37% para 34%. Brancos e nulos oscilaram de 17% para 18%. Os que não sabem ou preferem não opinar se mantiveram em 6%.

Na disputa eleitoral, Câmara e Armando estão empatados, segundo pesquisa divulgada pela TV Record

Paulo Câmara e Armando devem polarizar disputa para governador do estado.

Após o início da exibição do guia eleitoral o Instituto Real Time Big Data, registrado no TSE sob o número 2352/2018, realizou a primeira pesquisa, em Pernambuco, para identificar a intenção de votos dos eleitores aos candidatos ao governo do estado. A pesquisa foi divulgada pela TV Record.

A pesquisa apresenta o candidato Paulo Câmara (PSB) em empate técnico com Armando Monteiro (PTB), com 26% e 23% respectivamente. O levantamento tem margem de erro de 3 pontos percentuais.

Maurício Rands (PROS) aparece com 6%; Júlio Lóssio (REDE) 5%; Dani Portela (Psol) e Ana Patrícia Alves (PCO), cada uma com 2 pontos percentuais. Simone Fontana (PSTU) não pontuou.

Mais uma vez a quantidade de votos Brancos e Nulos chama atenção, nessa pesquisa chegaram a 25%, e o número de indecisos corresponde a 8%. A pesquisa ouviu 1.200 eleitores e foi a campo entre os dias 31 de agosto e 1º de setembro.

O empate se repete na simulação de segundo turno, com Paulo Câmara e Armando no mesmo patamar, 35% a 32%, respectivamente. (Com informações do Diário de Pernambuco)

Confira a agenda dos candidatos ao Governo de Pernambuco

(Foto: Paulo Paiva/DP)

O primeiro final de semana de setembro começou com muito trabalho aos candidatos a governador de Pernambuco. Ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio (Rede) participa de uma Caravana Verde em Paulista nessa manhã. No domingo (2) o pleiteante inaugura a Estação 18 no Recife.

Armando Monteiro (PTB) visita nesse momento a Feira de Casa Amarela e faz caminhada na UR-5, na capital. Pela tarde o candidato da oposição se reúne com lideranças e vereadores de Cabo de Santo Agostinho, participa de inauguração de comitê em Ipojuca e pela noite tem reunião com o deputado Betinho Gomes, finalizando sua agenda com ato em Vitória de Santo Antão.

No domingo, Armando faz carreata em Caruaru pela manhã. Durante a tarde, estará na Romaria de Frei Damião, em São Joaquim do Monte, participa de ato em Lajedo e visita Jupi, na noite de amanhã.

Paulo Câmara (PSB) visita Garanhuns na tarde de hoje, ao lado de Fernando Haddad (PT). A dupla participa de uma caminhada por Lula Presidente. Os demais candidatos não enviaram agenda à nossa Redação.

Armando garante apoio de grupos políticos de Santa Cruz do Capibaribe

(Foto: ASCOM)

Armando Monteiro (PTB), que é candidato a governador pela coligação “Pernambuco Vai Mudar”, comemorou a união de forças políticas de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do estado.

“Se eu passei no teste de Santa Cruz, terei condições de juntar todas as torcidas de Pernambuco”, afirmou Armando durante o lançamento de Alessandra Vieira (PSDB) como candidata a deputada estadual, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste.

Alessandra é esposa do prefeito de Santa Cruz, Edson Vieira (PSDB), que lidera um dos dois grupos locais que apoiam Armando. O outro grupo é encabeçado pelo ex-prefeito José Augusto Maia (Avante).

LEIA MAIS

Armando critica PSB por forçar retirada de candidatura de Marília Arraes

A convenção que vai oficializar a candidatura do petebista ocorre neste sábado (4), no Classic Hall, em Olinda, a partir das 9h. (Foto: Internet)

O pré-candidato ao governo do Estado pela frente de oposição “Pernambuco Vai Mudar”, senador Armando Monteiro (PTB), criticou a postura do PSB de forçar a retirada da pré-candidatura da vereadora do Recife Marília Arraes em troca do apoio dos petistas à reeleição do governador Paulo Câmara.

“Lamento que o PSB atue dessa forma, querendo atropelar, querendo ganhar no tapetão. É lamentável, mas o pernambucano vai avaliar isso, se é uma postura correta, se é democrático querer abafar as candidaturas, excluí-las”, disse Armando.

“Eu lamento que o governo atue para tirar candidatos.  Isso não é uma postura democrática. O que o pernambucano queria era ter mais opções para fazer a melhor escolha”, afirmou, completando: “Querem ganhar por WO, querem ganhar tirando os concorrentes do campo”.

LEIA MAIS

Armando, Mendonça e Bruno recebem apoio de mais quatro partidos

A coligação proporcional “Avança Pernambuco”, que reúne as legendas PRTB, PV, PHS e PSL, realizou sua convenção neste sábado (28), em um hotel no Pina, na Zona Sul do Recife, e anunciou o seu apoio às pré-candidaturas do Armando Monteiro (PTB) ao governo do Estado e dos deputados federais Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB) ao Senado. Também neste sábado o PSDC garantiu sua adesão ao projeto de mudança encabeçado pela frente “Pernambuco Vai Mudar”. Agora, são 12 partidos reunidos em torno do nome de Armando, Mendonça e Bruno: PTB, DEM, PSDB, PPS, PSC, Podemos, PV, PRB, PHS, PSL, PSDC E PRTB.

LEIA MAIS

Em ritmo de pré-campanha Armando Monteiro e Mendonça Filho participam da Missa do Vaqueiro de Serrita

(Fotos: Leo Caldas/Divulgação)

O pré-candidato ao governo do Estado pela frente “Pernambuco Vai Mudar”, senador Armando Monteiro (PTB), marcou presença na manhã deste domingo (22) a uma das mais tradicionais demonstrações da cultura popular pernambucana, a Missa do Vaqueiro. A 48ª edição do evento ocorreu, como de costume, no Parque Estadual João Câncio, na zona rural do município de Serrita, no Sertão Central.

LEIA MAIS

Armando Monteiro visita ex-presidente Lula em Curitiba

(Foto: Instituto Lula/Divulgação)

O senador Armando Monteiro (PTB) visitou, nesta terça-feira (17), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na sede da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná. O petebista integrou uma comissão suprapartidária formada por senadores que fazem parte da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal. O objetivo da comitiva foi verificar as condições de todos os presos e a situação da carceragem da PF.

Além de Armando Monteiro, que foi ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior de Dilma Rousseff, também estiveram com o ex-presidente Lula os senadores Roberto Requião (MDB-PR), Renan Calheiros (MDB-AL), Edison Lobão (MDB-MA) e Jorge Viana (PT-AC) – autor do requerimento para realização da visita. Lula está preso na carceragem da Polícia Federal há mais de 100 dias.

LEIA MAIS

Nova pesquisa para governador de Pernambuco aponta empate técnico entre Marília e Paulo Câmara; Armando fica em terceiro

Uma nova pesquisa realiza pela Datamétrica – Consultoria, Pesquisa e Telemarketing Ltda, aponta um empate técnico entre a pré-candidata do PT Marília Arraes e o atual governador Paulo Câmara. Houve pouca alteração dos números em relação a primeira pesquisa realizada pela mesma empresa no início do mês de junho.

Na atual pesquisa realizada entre os dias 11 e 12 de julho, a posição dos candidatos não se alteram, tanto na intenção de voto espontânea como na estimulada. Paulo Câmara (PSB) na liderança, seguido de Marília Arraes (PT) e de Armando Monteiro (PTB). Estatisticamente, entretanto, os três continuam num empate técnico. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

LEIA TAMBÉM

Pesquisa aponta vitória de Marília Arraes em segundo turno, em todos os cenários, para governadora de Pernambuco

A intenção espontânea de voto apresenta Paulo Câmara com 13% (em junho ele tinha 12%), Marília Arraes com 11% (em junho ela tinha 8%) e Armando Monteiro com 6% (sendo 4% a registrada em junho)

Os demais candidatos obtiveram, cada um, menos de 1% das intenções de voto. Os indecisos cresceram de 39% para 53%, e aqueles votariam branco ou nulo caíram de 28% para 14%.

A intenção estimulada de voto no cenário, considerando a participação da pré-candidata do PT, repete a ordem dos candidatos da espontânea, sendo todos com índices maiores, como se esperaria das respostas estimuladas.

Os números de 25% (Paulo Câmara), 21% (Marília Arraes) e 17% (Armando Monteiro) confirmam a liderança do governador, ainda que estejam todos empatados dentro da margem de erro. Os números da pesquisa anterior foram: 20%, 17% e 14%, respectivamente. Os demais candidatos ficaram entre 0% e 2%. A mudança expressiva foi dos brancos e nulos, que caíram de 35% para 26%, o que é natural à medida que a eleição se avizinha.

Em Pernambuco, Geraldo Alckmin elogia nome de Guilherme Coelho para vice-governador de Armando

(Foto: Ascom)

Cotado para ser o vice-governador na chapa de Armando Monteiro (PTB), Guilherme Coelho (PSDB) acompanhou o companheiro de partido e pré-candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin nas festas de São João de Caruaru. Os dois foram convidados pela prefeita Raquel Lyra, juntamente com a comitiva de Armando.

Os deputados Mendonça Filho e Bruno Araújo, além do próprio Armando Monteiro estiveram na festa e aproveitaram para conhecer melhor a tradicional festa de São João da cidade. Alckmin elogiou seu aliado de partido e vê como positivo seu nome para a chapa do Governo de Pernambuco.

“Sou suspeito porque tenho um grande carinho por Guilherme Coelho. Ele foi prefeito de Petrolina, um exemplo de sucesso na fruticultura, na agroindústria. […] É um grande líder de Pernambuco. Guilherme Coelho está preparado para grandes missões no Estado”, disse o tucano.

Pré-candidatos ao governo de Pernambuco e ao senado, Armando Monteiro e Mendonça Filho buscam apoio de trabalhadores rurais de Petrolina

(Foto: Leo Caldas/Divulgação)

Os pré-candidatos a governador e a senador, Armando Monteiro (PTB) e Mendonça Filho (DEM), respectivamente, receberam, estiveram nesta sexta-feira (15), no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Petrolina,  em busca de apoio da presidente e das principais lideranças do maior sindicato de trabalhadores rurais assalariados do Norte e Nordeste.

Na ocasião, acompanhado do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho e do deputado federal, Fernando Filho (DEM), os pré-candidatos ouviram as demandas da entidade, que reúne cerca de 50 mil trabalhadores em Petrolina.

LEIA MAIS

Pesquisa aponta vitória de Marília Arraes em segundo turno, em todos os cenários, para governadora de Pernambuco

Marília tem crescido nas pesquisas para o governo do estado.

Na pesquisa estimulada realizada pela Datamétrica sobre as eleições deste ano, entre 8 e 9 de junho, aponta um empate técnico no primeiro turno para governador de Pernambuco entre os três primeiros pré-candidatos, Paulo Câmara (PSB), Marília Arraes (PT) e Armando Monteiro (PTB).

O governador, do PSB, vem em primeiro lugar, com 20%, seguido da candidata do PT, com 17%, e do candidato do PTB, com 14%. Os demais pré-candidatos simulados na pesquisa, Júlio Lóssio, Danielle Portela e Coronel Meira, apareceram cada um com 2%, 2% e 1%, respectivamente.

Mas em segundo turno a pré-candidata Marília Arraes venceria as eleições em todos os cenários. Exercitando as possibilidades entre os três principais pré-candidatos, Marília venceria Armando por 29% a 20%, portanto fora da margem de erro – que é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. Marília venceria Paulo com 28% contra 27%, o que constitui um empate técnico. Paulo venceria Armando com 28% contra 24%, novamente configurando empate técnico.

Em cenário entre Marília e Paulo, o eleitor de Armando beneficia mais Marília do que Paulo: 44% preferem Marília, enquanto 24% preferem Paulo. Na hipótese de sair Paulo, seus votos se distribuem mais em favor de Marília: 31% migrariam para a candidata do PT e 19% para Armando.

Em eventual segundo turno entre o governador e Armando, a migração do voto de primeiro turno de Marília é maior para o pré-candidato do PTB do que para o pré-candidato do PSB. A frequência de eleitores de Marília que, diante de um cenário de segundo turno sem ela, disseram que não votariam em ninguém, chama a atenção. São 53% de eleitores que de alguma forma não votariam em nenhum dos dois candidatos.

Fernando Bezerra confirma nome de Armando Monteiro para governador

(Foto: Internet)

O senador Fernando Bezerra Coelho desistiu de vez de concorrer a vaga para governador do estado de Pernambuco. Na noite desta sexta-feira (18), durante a abertura do São João dos Bairros de Petrolina (PE), Fernando concedeu entrevista a imprensa e confirmou que Armando Monteiro é o nome da oposição para candidato a governador do estado.

“A gente tá trabalhando de forma muito integrada, de forma muito unida. Eu, Armando, Mendonça, Bruno, Fernando Filho e diversas outras lideranças do estado e de fato o nome de Armando vem ganhando muita força e deverá ser o nosso candidato a governador, a ser anunciado no dia 28. O nome do deputado federal, o ex-ministro Mendonça Filho deverá disputar uma vaga ao senado. Estamos agora aguardando a definição dos outros dois nomes. Um nome para vice-governador e o nome para o senado, que a gente espera chegar até o dia 28 com essas definições”, confirmou Fernando Bezerra.

O senador disse ainda que se não definirem todos os nomes até o dia 28 de maio, o nome do último candidato do grupo das oposições só será anunciado no mês de junho. “É preciso ampliar a participação daqueles que querem mudar o ciclo político de Pernambuco e inaugurar um novo ciclo político”, disse.

Serra Talhada: Prefeitura decreta luto oficial de três dias após morte de ex-prefeito

(Foto: Reprodução)

Prefeito de Serra Talhada entre 2001 e 2005, Genivaldo Pereira Leite faleceu na manhã dessa quinta-feira (1º), no município de Arcoverde. O ex-prefeito realizava hemodiálise, para tratar um quadro crônico de insuficiência renal e morreu em decorrência da doença.

O atual prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, decretou luto oficial de três dias e lamentou a morte do ex-gestor. “Geni foi um apaixonado por Serra Talhada e um cidadão digno do nosso respeito e admiração, com quem mantive uma relação cordial e amistosa durante toda a nossa convivência. Aos familiares de Geni Pereira, desejamos forças para superar esse momento de grande dor e profunda tristeza. Que Deus conforte o coração de todos vocês”, comentou Duque.

LEIA MAIS
123