Juazeiro: dos três casos de dengue notificados, dois continuam em análise

(Foto: Salmo Duarte/Agencia RBS)

As notificações de casos de dengue na Bahia preocupam o Governo do Estado, tanto que na última semana a secretaria de Saúde (Sesab) emitiu um alerta a 55 municípios para que intensifiquem o trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti e capacitem as equipes de saúde básica.

No interior do Estado, Casa Nova, Campo Alegra de Lourdes, Curaçá, Jacobina, Juazeiro e Remanso são alguns dos municípios listados pela Sesab. O Blog Waldiney Passos entrou em contato com todos as prefeituras mencionadas, em busca de informações sobre o combate ao mosquito da dengue e somente a de Juazeiro nos retornou.

LEIA TAMBÉM:

Governo da Bahia emite alerta a municípios sobre casos de dengue

De acordo com a secretaria Municipal de Saúde (SESAU), os trabalhos de combate ao mosquito da dengue acontecem diariamente, com visita domiciliar, orientações aos moradores. “O trabalho também é de equipar os Agentes de Combates as Endemias para que o combate aos focos seja feio com mais precisão”, disse a pasta através de nota.

LEIA MAIS

Sento Sé: mutirão realiza combate ao mosquito Aedes Aegypti

(Foto: ASCOM)

O ‘Dia D’ de combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e Chikungunya foi realizado na sexta-feira (2), na cidade de Sento Sé. A ação foi coordenada pela Secretaria de Saúde, que visitou as residências do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’.

Durante o mutirão foram recolhidos materiais que servem de criadouro para o mosquito, como pneus, garrafas, tampas e recipientes. As equipes também fizeram o trabalho de conscientização nos bairros Bela Vista, Elias Alves e Santa Terezinha, além das casas populares do programa federal.

Segundo o secretário de Saúde, Luiz Rezende, foram recolhidas cinco caçambas de materiais. “Quero agradecer a todos os parceiros, iremos continuar com essas ações em outros bairros e no interior. O governo está fazendo seu papel e com a ajuda de todos iremos vencer a luta contra esse mosquito que causa tantos prejuízos a nossa população, vamos lá, todos contra o mosquito”, frisou o secretário.

Ações contra o mosquito da Dengue serão realizadas no Domingo na orla de Petrolina

Domingo sem Dengue 1

Com o objetivo de conscientizar e informar a população sobre os cuidados para prevenir a reprodução do mosquito Aedes aegypti, a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) irá promover o “Domingo recreativo na orla contra o Aedes aegypti”. A ação será realizada durante a manhã deste domingo (20), na Orla de Petrolina (PE), e contará com intervenções educativas e recreativas para abordar questões relacionadas ao mosquito e às doenças provocadas pelo inseto. A atividade será promovida por meio do Colegiado de Educação Física da Universidade e faz parte do conjunto de ações da campanha “Univasf sem Aedes”.

Na ocasião, serão realizadas atividades lúdicas e recreativas que ampliem o conhecimento de adultos e crianças, como os mecanismos mais eficazes de combater o mosquito transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya. Haverá gincana, produção de brinquedos e brincadeiras com material reciclável, material para desenhar e colorir. A ação será realizada por dez estudantes, como atividade avaliativa da disciplina “Teoria e Prática” do curso de Educação Física, ministrada pelo professor Bruno Lacerda, que também irá orientar os alunos no evento.

Lacerda espera que estas práticas educativas contribuam para ampliar o conhecimento da população sobre o mosquito. “Tendo em vista o avanço destas doenças no Brasil e no estado de Pernambuco, um dos mais infectados, acredito ser importante esta iniciativa uma vez que a conscientização da população é um dos mecanismos mais eficazes de combate ao mosquito”, ressalta.

Com informações da Ascom

Codevasf entra na rota de combate ao Aedes aegypti a partir da sexta

MOSQUITO

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) entrou na mobilização nacional da Administração Federal para o combate do mosquito Aedes aegypti – uma convocação da presidenta Dilma Rousseff que marcou uma semana de combate ostensivo, com a participação inclusive do Exército Brasileiro. O que está sendo chamada de “faxinaço” contra o mosquito terá início na sexta-feira dia 29 de janeiro e vai até o dia 4 de fevereiro.

O presidente da empresa, Felipe Mendes, que é vinculada ao Ministério da Integração Nacional, seguiu as orientações do ministro Gilberto Occhi e está incorporando todo o pessoal disponível na sede em Brasília e nas oito Superintendências Regionais – SRs – nessa “cruzada contra o mosquito”, como definiu Mendes.

Nesta quarta-feira, o presidente participa de uma reunião no Ministério do Planejamento para orientações adicionais sobre a mobilização. Na quinta-feira, a sede da empresa será vistoriada por um agente de saúde e uma equipe multidisciplinar da empresa para identificar possíveis focos de reprodução do mosquito. Na sexta-feira, haverá uma palestra no auditório da empresa com orientações de saúde a serem divulgadas internamente e difundidas pelos empregados que serão agentes multiplicadores na divulgação de informações.

Pneus abandonados são recolhidos em Casa Nova para evitar criatório da Dengue

Pneus recolhidos em Casa Nova

Após as fortes chuvas acontece em Casa Nova na Bahia, ação para recolher pneus velhos espalhados na cidade. De acordo com o executivo municipal, a ação tem como objetivo evitar focos de  proliferação das larvas do Aedes Egiptys que transmite a dengue, zika e chikungunya.

A equipe que monitora os locais onde foram encontrados o acúmulo de pneus velhos,  intensificam a campanha de combate ao mosquito Aedes Egyptis, transmissor da dengue e passou a fazer a coleta de forma mais incisiva. Após o recolhimento, os pneus recebem a destinação própria.
O secretário da saúde, Luiz Rezende,  disse que, “esse é o momento em que a população deve ficar bastante alerta e eliminar os nascedouros dos mosquitos.

Combate à muriçoca e Dengue continuam em Juazeiro, (BA), afirma secretaria da saúde

MOSQUITO

Com o período das chuvas a Secretaria de Saúde de Juazeiro, no norte da Bahia, alerta a população sobre as medidas preventivas, com o objetivo de evitar a proliferação do mosquito da dengue. “É importante evitar o acúmulo de água da chuva em recipientes como pneus, tampas de garrafas e não acumular materiais descartáveis desnecessários e sem uso em terrenos baldios”, destacou o diretor de Vigilância e Promoção à Saúde, Klynger Farias.

Outra estratégia do governo foi à criação do Denguezapp, para que a população envie fotos e vídeos de possíveis focos do mosquito transmissor da Dengue. As denúncias são repassadas para as equipes de combate às endemias, que fazem a vistoria nos locais indicados pelos contatos via What’s App. O número do serviço é (74) 9 9198-3057.

Programação desta semana:

João XXIII- Rodoviária 25/01/2016 18h às 20h30
Itaberaba 26/01/2016 18h às 20h30
Lagoa do Salitre 27/01/2016 18h às 20h30
Nova Esperança 28/01/2016 18h às 20h30
Carnaíba 29/01/2016 18h às 20h30
Alto do Alencar 30/01/2016 6h às 8h

Petrolina se prepara para mutirões de combate ao Aedes Aegypti aos finais de semana

Sec. Lúcia Giesta

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o objetivo é intensificar as ações de controle do Aedes Aegypti, eliminando locais pesquisados como possíveis focos da proliferação do mosquito.

A secretária da pasta, Lucia Giesta, se reuniu com Agentes de Combate às Endemias (ACE), nesta segunda-feira (21), para articular mutirões aos finais de semana e feriados. “A ideia é realizar a fiscalização dos imóveis que durante a semana estão fechados, além de orientar a população dos riscos da circulação do mosquito em sua residência. Grupos serão montados para visitar todos os bairros, em especial, aqueles com maior presença de focos do Aedes”, pontuou Lucia.

Para a presidente da Associação dos Agentes de Combate às Endemias de Petrolina (AACEP), Marineide Monteiro, a iniciativa é importante. “Vivemos um momento crítico no país, principalmente, com o surgimento do Zika Vírus, e esta intensificação das visitas é de grande importância”.

Funcionários da Compesa ajudarão no combate ao mosquito da Dengue

mosquito-da-dengue

 

450 leituristas da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) começam a ser capacitados para atuar como agentes identificadores de focos do mosquito nas residências do Estado nesta quarta-feira (16).

Segundo a companhia com a ação todas as caixas d’água que são abastecidas pela Compesa, principalmente no interior, serão inspecionadas para prevenir e eliminar focos.

As ações foram estabelecidas pelo comitê interno da Compesa criado para determinar e coordenar medidas de combate ao Aedes nas áreas de atuação da companhia.

Presidida pelo diretor de Articulação e Meio Ambiente (DAM), Aldo dos Santos, a comissão, atua em conformidade com o comitê estadual para o monitoramento emergencial do enfrentamento das doenças transmitidas pelo mosquito.

Na reunião do comitê interno, foi estabelecido que os funcionários da Compesa que têm contato direto com o público atuariam como agentes multiplicadores na luta contra a proliferação do mosquito. “Temos um pessoal que já circula nos bairros e tem acesso às residências e às lideranças comunitárias. Então, ao capacitarmos esses colaboradores, estamos colocando na rua um exército no combate ao Aedes”, avaliou o diretor Aldo dos Santos.

Ainda de acordo com a Compesa até o final de dezembro, haverá capacitações em Petrolina, Garanhuns e Caruaru, onde há um grande número de ocorrências de Dengue, Zika e Chikungunya.