Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Compesa não terá expediente no feriado de São João

(Foto: Ilustração)

Na próxima segunda-feira (24), feriado de São João, não haverá expediente administrativo nem comercial na Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Todas as lojas de atendimento do estado, assim como as unidades do Expresso Cidadão, estarão fechadas. As unidades retornam às atividades na terça-feira (25). A companhia esclarece que optou por transferir o ponto facultativo do dia 20 de junho, dedicado ao Dia de Corpus Christi, para o dia 24 de junho.

No feriado, os serviços essenciais serão mantidos, assim como uma equipe de plantão para atuar também em situações emergenciais. O cliente poderá ainda contar com o serviço de atendimento pelo call center (teleatendimento) que funcionará durante 24 horas, por dia. Reclamações sobre vazamento de água e extravasamento de esgoto devem feitas pelo telefone 0800 081 0185, enquanto que para os demais serviços e informações é preciso ligar para 0800 081 0195.

Miguel disse ter notificado Compesa por reparo não adequado na Avenida da Integração

Miguel Coelho afirmou que não aceitará um mau serviço de reparo da Integração.

A prefeitura de Petrolina tem realizado um grande programa de recapeamento das principais avenidas da cidade. A Avenida da Integração foi uma das vias a receberem o novo asfalto.

No entanto, logo após o serviço da prefeitura, alguns trechos têm sido quebrados pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) para manutenção de tubulações e o reparo da via não é feito com qualidade.

Por esse motivo, o prefeito Miguel Coelho afirmou – em entrevista ao programa “Super Manhã”, com Waldiney Passos, na Rádio jornal – que notificou a empresa responsável pelo reparo da via e a Compesa para refazer o trecho. “A prefeitura não gastou quase R$ 2 milhões na Integração para a Compesa vir e fazer uma bagaceira daquela e deixar de qualquer jeito”, criticou.

No início do mês, o prefeito gravou um vídeo na Av. da Integração ao lado do secretário de Infraestrutura de Petrolina, Fred Machado, mostrando a cratera feita pela Compesa para manutenção de uma tubulação. “Vamos cobrar a Compesa para que faça o reparo do pavimento como ela encontrou, um reparo digno, dentro das normas técnicas”, disse Fred.

Nosso blog entrou em contato com a Compesa e aguarda resposta.

Compesa rebate versão do morador da Vila dos Imbiras sobre problemas da comunidade

(Foto: Ilustração)

O Blog Waldiney Passos publicou nesta terça-feira (11), uma matéria sobre a denúncia de um morador da Vila dos Imbiras, em Petrolina (PE), dando conta de diversos transtornos enfrentados pela comunidade, que segundo ele, foram provocados por ações da Compesa.

LEIA TAMBÉM

Morador da Vila dos Imbiras, em Petrolina, cobra resposta da Compesa para serviços no bairro

De acordo com o relato do morador, um serviço executado pela Companhia, na Rua Estrela Fênix, destruiu o calçamento. A outra situação é um esgoto a céu aberto que tem deixado a população local preocupada. Em nota, enviada ao Blog, a Compesa rebateu a versão do morador. Confira a íntegra da nota:

“A Compesa informa que a foto enviada não condiz com a realidade, pois a vala já se encontra aterrada desde o dia 4 quando o reparo foi feito. O transtorno no terreno foi fruto desse conserto para reparar um estouramento da rede de água. Na próxima sexta-feira, 14, conforme a programação da Companhia, será feita a reposição do piso com tijolo intertravado, como estava antes do estouramento.”

Morador da Vila dos Imbiras, em Petrolina, cobra resposta da Compesa para serviços no bairro

Obra inacabada irrita moradores

Nossa produção recebeu através do WhatsApp reclamações de moradores da Vila dos Imbiras, em Petrolina, a respeito do serviço prestado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na comunidade. Segundo um leitor, dois problemas têm tirado o sossego dos moradores.

O primeiro deles foi um serviço executado na Rua Estrela Fênix, próximo à Unidade Básica de Saúde (UBS) que está sendo construída no bairro São José. “A primeira denúncia é que, aqui está sendo construída uma UBS, a rua tem o calçamento com tijolo intertravado e eles quebraram tudo pra fazer o esgoto da unidade, mas até hoje não voltaram para fazer o conserto“, disse um morador.

Esgoto faz rua virar “lagoa”

A segunda demanda é na Rua Constelação Cruzeiro do Sul, onde existe uma “lagoa” de esgoto no local de uma rua. “Este problema de esgoto é recorrente, mensalmente e esta rede traz esgoto do Hospital Unimed. Até hoje não foi feita nenhuma melhoria”, continuou.

Outro lado

O Blog entrou em contato com a Compesa para apresentar as demandas expostas na matéria. Até o momento não tivemos retorno da Companhia, mas deixamos o espaço aberto a uma resposta .

Em Audiência Pública, Prefeitura de Petrolina busca soluções para abastecimento de água em Rajada

Cerca de 300 moradores participaram do evento.

Estiveram reunidos na manhã desse domingo (9), na Escola Municipal José Cícero de Amorim, representantes da Prefeitura de Petrolina para participar de uma Audiência Pública requerida pela Câmara de Vereadores de Petrolina para debater, junto à comunidade do distrito de Rajada e autoridades competentes, os problemas no abastecimento de água daquela região.

Compareceram ao evento cerca de 300 moradores que tiveram a oportunidade de pontuar as dificuldades enfrentadas para o gerente regional da Compesa, João Rafael Queiroz, os deputados estaduais Lucas Ramos, Odacy Amorim e Ducicleide Amorim e o diretor-presidente da Agência Reguladora do Município de Petrolina (ARMUP), Rubem Franca.

Durante a ocasião, foi formalizado um documento de acordo com a solicitação da comunidade, para que seja unificado o serviço de distribuição de água em Rajada e demais localidades de seu entorno que têm enfrentado, constantemente, a falta do líquido em suas moradias e propriedades.

Representando o prefeito Miguel Coelho, o secretário de Governo e Agricultura, Simão Durando, destacou a importância da realização da audiência. “A gente tem que estar realmente reunido e trocando ideias com a população. Quem é que mexe com energia senão a Celpe? Quem é responsável por água e esgoto senão a Compesa? Não existe jogo de empurra-empurra, o que o prefeito de Petrolina quer fazer é tirar realmente de vez uma empresa que está arrecadando dinheiro e não está investindo na cidade. O prefeito Miguel Coelho está com coragem para puxar para si a responsabilidade”, ressaltou o gestor.

Abastecimento de água em Rajada é tema de audiência pública neste domingo

(Foto: Ilustração)

Às 9h deste domingo (9) os vereadores de Petrolina realizarão uma Audiência Pública no Distrito de Rajada, zona rural da cidade, para debater o abastecimento de água na comunidade. O debate será realizado na Escola Municipal José Cícero de Amorim.

A Audiência Pública foi um requerimento do vereador e líder da Bancada de Oposição Paulo Valgueiro (MDB) e de Manoel da Acosap (PTB). Eles buscam discutir com autoridades competentes a dificuldade do abastecimento das comunidades rurais, sobretudo na comunidade de Rajada.

Entre os convidados estão o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), deputados federais, estaduais, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) e representantes da comunidade, os quais poderão expor suas demandas.

“É incompreensível que comunidades de sequeiro sejam abnegadas, pois estamos às margens do Velho Chico e ainda assim sofrendo com o descaso, os problemas de falta d’água. É uma calamidade vivida no interior do município como Petrolina que tem como sua principal fonte de subsistência a produção agrícola. As autoridades competentes precisam encontrar uma solução para este problema e nós autoridades políticas temos a obrigação de cobrar”, destaca Valgueiro.

Serviço não concluído da Compesa no Portal da Cidade irrita moradores

Serviço deveria reparar vazamento e provocou transtorno maior

O Blog recebeu uma queixa de moradores do bairro Portal da Cidade, em Petrolina, a respeito de um serviço inacabado da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Segundo uma leitora, o problema mostrado na foto acontece na Rua do Saxofone.

Ela relata que o problema é antigo. “Ali é água limpa, a gente chamou a Compesa e a equipe veio. Solucionou o extravasamento de água limpa. Então eles quebraram a boca de lobo de esgoto, fizeram um buraco para encontrar o vazamento e deixaram a rua sem saída com um paredão de terra“, disse à nossa produção.

Para piorar a situação, a rua não é pavimentada, o que facilita a formação de um lamaçal devido ao espaço acumular água, se transformando em uma lagoa em plena via pública. “Tem mais de mês que tá esse esgoto, é um mau cheiro e está juntando uma quantidade absurda de muriçocas”, desabafou.

Nossa produção procurou a Compesa para saber quando o serviço será finalizado. Até o momento não recebemos um posicionamento da Companhia.

Favorável à municipalização, Antônio Coelho critica Estado: “a Compesa arrecada em Petrolina e o governador investe onde tem aliado”

“A gente vai acompanhar o prefeito nessa luta contra a Compesa”, foi o que afirmou o deputado estadual Antônio Coelho (DEM) nessa sexta-feira (7), durante participação do programa Super Manhã com Waldiney Passos na Rádio Jornal de Petrolina.

Vice-líder da Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Antônio afirma que o Governo do Estado não tem interesse em mudar a situação da Compesa no município. “A gente tem essa luta da Compesa há muito tempo, infelizmente a Compesa nunca corrige seu rumo e continua a tratar a cidade de Petrolina com muito desprezo. É uma empresa que arrecada quase R$ 10 milhões de reais por mês, a gente estima que ela vá arrecadar esse ano R$ 120 milhões só na nossa cidade e a questão é, quanto da arrecadação é revestido em investimento para nossa gente“, disse.

Investimentos apenas para aliados

Para Antônio o petrolinense “está cansado de ser tratado desse jeito por esse empresa e pelo Governo do Estado”.  Na visão do deputado, “a Compesa arrecada em Petrolina e o governador investe onde tem aliado”, o que não é justo com a cidade.

Municipalização

A solução, na opinião de Antônio, é municipalizar o serviço de saneamento e abastecimento de água em Petrolina. “Defendo o caminho que o prefeito Miguel Coelho está apontando: a questão da municipalização dos serviços de saneamento básico em Petrolina. A gente precisa ter uma empresa para investir em Petrolina”, finalizou.

Gabriel Menezes culpa Miguel por mau serviço da Compesa e Ronaldo Silva rebate

Vereadores protagonizaram embate na Câmara de Vereadores. (Foto: Blog Waldiney Passos/Jean Brito)

Na manhã dessa quinta-feira (06), durante sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Petrolina, os parlamentares Gabriel Menezes (PSL) e Ronaldo Silva (PSDB) protagonizaram um embate sobre os serviços prestados pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) no município.

Durante seu discurso no plenário, Gabriel atribuiu a culpa do mau serviço prestado pela empresa ao prefeito Miguel Coelho. Segundo o vereador, o asfalto da Avenida da Integração precisou ser quebrado pela companhia devido ao trabalho do maquinário da prefeitura, que teria causado danos à tubulação.

“Eu não estou defendendo a Compesa, porque é difícil alguém aparecer para defender algo que tem tirado a paz dos petrolinenses. Moro há quase 23 anos em Petrolina e é verdade que a Compesa nunca prestou um serviço a contento na cidade. Mas depois que Miguel entrou, piorou muito mais. O que está prejudicando os serviços da Compesa em Petrolina é a falta da parceria”, disse.

LEIA MAIS

Compesa participa de ação no Rio São Francisco pelo Dia do Meio Ambiente

As atividades se concentraram na Porta do Rio, às margens do Rio São Francisco. 

Um abraço coletivo no Rio São Francisco. Assim foi marcado este 05 de junho, em Petrolina, para comemorar o Dia do Meio Ambiente. Cerca de  cem estudantes de escolas públicas municipais e estaduais participaram da ação promovida pelo Projeto Escola Verde, da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) campus Petrolina, que contou com a parceria da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

O foco das ações foi a preservação do Velho Chico com o plantio de mudas margeando o Rio, peixamento com alevinos, limpeza simbólica e passeio de caiaque. Os técnicos da Compesa também distribuíram copos com água e realizaram atividades lúdicas com os estudantes.

“O Rio São Francisco é o maior patrimônio de Petrolina e temos que ensinar às crianças, desde cedo, a importância de preservá-lo”, afirmou o gerente de Unidade de Negócios do Sertão do São Francisco, João Raphael de Queiroz.

“É revoltante”, desabafa moradora de Rajada sobre falta d’água

Imagine passar 30 dias sem um pingo de água na torneira de sua residência. É assim que os moradores do Distrito de Rajada, no interior de Petrolina estão vivendo. Segundo uma leitora que procurou o Blog através do WhatsApp, há mais de um mês ela não sabe o que é ter água para cozinhar, lavar a roupa e cuidar da casa.

“Já estamos com mais de 30 dias sem água e a situação só piora. É revoltante, sou moradora da Rajada, moro na rua Antônio Vaz Figueira e quando abrimos as torneiras não pinga água”, contou à nossa produção.

Outro lado

Ontem (4) nossa produção procurou a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), para saber o que estaria acontecendo na rua citada nessa matéria. Em nota a Companhia respondeu hoje (5) que “por causa de um vazamento ocorrido no sistema adutor que abastece a localidade, na última segunda-feira (3), o sistema precisou ser desligado para reparo”.

Os técnicos ainda estão no local fazendo o reparo e o prazo para conclusão do serviço é na tarde dessa quarta-feira. “Após esse prazo, o sistema de rodízio no abastecimento, será normalizado, conforme o calendário da localidade que é de dois dias com e dois dias sem água”, finaliza a nota.

Tubulação da Compesa é atingida por máquina e moradores da zona oeste de Petrolina ficam sem água

A distribuição de água será retomada no início da noite de hoje. (Foto: Ilustração)

Uma tubulação da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi atingida, no final da manhã de hoje (4), por uma máquina, durante a execução de uma obra da Prefeitura de Petrolina. De acordo com a empresa, o acidente provocou danos a uma tubulação da rede de abastecimento de água, nas proximidades do Pátio de Eventos Ana das Carrancas, zona oeste da cidade.

Em nota, a Compesa explicou que “para realizar os serviços de reparo da tubulação, precisou suspender o abastecimento de água para os seguintes bairros: Alto da Boa Vista, Jardim Imperial, Portal da Cidade e São Gonçalo. A previsão é finalizar os trabalhos no início da noite, quando será retomada a distribuição de água para as áreas afetadas.”

Moradores do São José e Cassimiro estão sem água desde sábado; Compesa responde

(Foto: Ilustração)

Desde o início dessa segunda-feira (3) o Blog tem recebido diversas reclamações de petrolinenses, alegando que estão sem água em casa. O problema começou na manhã de sábado (1°) no bairro São José, mas também foi percebido no Antônio Cassimiro, Jatobá e Ouro Preto.

“Desde sábado, às 10h estamos sem abastecimento água. Até o momento estamos sem. No sábados o pessoal da Compesa veio até o local, foram embora sem nos dar um retorno. É uma falta de respeito com a população”, disse uma moradora do São José.

Um leitor que reside no Cassimiro afirmou que o problema também se repete no bairro. “Está faltando água desde sábado, não veio nenhum pronunciamento [da Compesa] e não temos com quem reclamar, porque o telefone da Compesa só faz ligação de telefone fixo”, relatou.

Outro lado

Procurada pela nossa produção a Compesa informou que houve um estouramento na Avenida da Integração, durante o domingo (2), o que teria motivado a interrupção no abastecimento de alguns bairros. Segundo a Companhia, “equipes estão no local realizando os reparos e a previsão que o retorno do abastecimento ocorra ainda nesta segunda-feira, dia 3, com normalização do sistema em até 48 horas”, disse.

Confira a seguir a íntegra da nota da Compesa:

LEIA MAIS

Compesa emite nota sobre reclamação de moradora do Jatobá

Na última sexta-feira (31), o Blog Waldiney Passos publicou uma matéria sobre a reclamação de uma moradora do bairro Jatobá, em Petrolina. Segundo ela, uma obra de saneamento iniciada no ano passado tem tirado o sossego da comunidade.

LEIA TAMBÉM:

Moradora do Jatobá fica na bronca com a Compesa por não concluir serviço no bairro

De acordo com o relato da denunciante, a Compesa, responsável pela obra, quebrou calçadas, causando transtornos e até hoje não finalizou a obra.

LEIA MAIS

Moradora do Jatobá fica na bronca com a Compesa por não concluir serviço no bairro

Uma obra iniciada em 2018 que, ao invés de trazer melhorias, acabou gerando mais dor de cabeça aos moradores do Bairro Jatobá, em Petrolina. Segundo uma leitora do Blog, a Companhia Pernambucana de Saneamento (COMPESA) iniciou o trabalho de saneamento, porém o que se vê hoje é abandono.

“A Compesa começou o trabalho de saneamento há meses, quebrou nossas calçadas e não terminam. Nem vêm ajeitar as calçadas e os moradores tiram do bolso para botar canos na rua”, relatou à nossa produção.

Nessa semana ela registrou um ônibus que atolou devido aos buracos e lama na pista da principal avenida do bairro. Desde a quarta-feira (29) nossa produção aguarda um posicionamento da Compesa a respeito do serviço, contudo, até o momento não tivemos retorno. O espaço do Blog segue aberto aos esclarecimentos.

123