Por recomendação do MPPE, Compesa não deve se envolver no saneamento do Dom Avelar

Prefeitura resolveu sanear bairro após impasse com Compesa (Foto: Jonas Santos)

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) não deve se envolver na obra de saneamento do bairro Dom Avelar, em Petrolina. A orientação veio do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), na última sexta-feira (11). O MPPE recomendou à Companhia não concluir a licitação n° 193/2019, já que o serviço está em execução por parte da Prefeitura.

Segundo a promotora de Justiça de Defesa do Meio Ambiente de Petrolina, Rosane Cavalcanti, o MPPE identificou que tanto o projeto do município quanto o da Compesa preveem a recuperação da rede de esgotamento sanitário já existente no Dom Avelar. A única diferença no projeto da Compesa é a ampliação da rede.

“O Ministério Público, tendo conhecimento de que existem dois projetos para a mesma área, tem o dever de buscar uma solução mais eficiente para o emprego dos recursos públicos. O município já iniciou os serviços no Dom Avelar. Como a Compesa tem um objeto mais amplo para o Dom Avelar é razoável que ela direcione os recursos para a parte do projeto que não será coberta pelas obras do município”, argumentou a promotora.

Cavalcanti disse ainda que a situação do Dom Avelar já é alvo de um inquérito civil instaurado pelo MPPE e conforme apuração do órgão, os problemas operacionais do equipamento estão gerando danos ambientais, incluindo o despejo de esgoto sem tratamento no Rio São Francisco.

Compesa emite nota sobre falta de água no José e Maria e diz que abastecimento deve ser normalizado ainda neste sábado

(Foto: Ilustração)

O Blog Waldiney Passos publicou, nesta sexta-feira (10), uma matéria sobre a falta de água no bairro José e Maria, em Petrolina (PE). Segundo os moradores da referida comunidade, o desabastecimento ocorre desde quinta-feira (9).

LEIA TAMBÉM:

Moradores do bairro José e Maria denunciam falta d’água que já dura dois dias

Em nota enviada ao Blog, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), informou que uma queda uma queda de vazão no sistema que abastece Petrolina afetou a distribuição de água em alguns bairros  da cidade. Segundo a Companhia, o abastecimento deve ser normalizado ainda hoje (12). Confira a íntegra da nota:

“A Compesa informa que uma queda de vazão no sistema que abastece o município de Petrolina afetou a distribuição de água em alguns bairros  da cidade, a exemplo do José e Maria, Vila Eduardo, Centro e Areia Branca. Os técnicos da Companhia já trabalham na identificação da causa do problema e seguem realizando ajustes a fim de garantir a regularização do abastecimento. A previsão é de que os serviços sejam finalizados até amanhã (12), quando o abastecimento será retomado, gradativamente, nas áreas afetadas com falta de água.”

Moradores do bairro José e Maria denunciam falta d’água que já dura dois dias

Nesta sexta-feira (11), moradores  do bairro José e Maria, em Petrolina (PE), entraram em contato com o Blog Waldiney Passos para denunciar a falta d’água que já dura dois dias, na referida localidade.

De acordo com a população, o desabastecimento ocorre desde ontem (10). Diante dos transtornos, os moradores cobram providências da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Compesa para saber o que motivou a falta de água, bem como quando o abastecimento será normalizado. Até o momento não obtivemos resposta da da Companhia.

Petrolina: minuta de edital de licitação sobre serviços de água e esgoto deverá ser apresentada em audiência pública

Pelo andar da carruagem a queda de braço entre prefeitura e Compesa está perto de ter um fim, pelo menos é o que deixa entender as informações que sinalizam para a realização, em breve, de uma audiência pública por parte da prefeitura, onde deverá ser apresentada a minuta do edital de licitação para contratação de uma nova empresa para gerir os serviços de água e esgotamento sanitário do município, em substituição a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). A data não foi divulgada, mas provavelmente a audiência acontecerá no plenário da Câmara Municipal de Petrolina.

LEIA MAIS

Compesa suspende abastecimento de água em vários bairros devido Intervenção em rede de abastecimento

(Foto: Ascom/Compesa)

A Compesa informa que realizará obra, nesta quarta-feira (2), a partir da 08h30, para interligação de nova rede de abastecimento de água da Rua 11, do bairro Ouro Preto, em Petrolina. Em virtude da intervenção, será preciso suspender o abastecimento nos bairros Jardim Maravilha, Ouro Preto, Vale do Grande Rio e Antônio Cassimiro. A previsão é de que os serviços sejam concluídos às 17h desta quarta (02), quando o abastecimento será retomado, gradativamente, para as áreas afetadas.

A Companhia reforça que a ação tem como objetivo a remoção de redes clandestinas de abastecimento existentes na área e a devida regularização da  situação, a partir da implantação de rede de distribuição executada dentro dos padrões técnicos da companhia. A medida vai permitir que 12 mil moradores da localidade recebam água com qualidade e de forma igualitária.

Moradores do bairro Vasco da Gama reclamam de falta d’água e questionam esquema de rodízio realizado pela Compesa

As reclamações de falta d’água no bairro Vasco da Gama, em Lagoa Grande (PE), são constantes. O Blog Waldiney Passos recebe diariamente demandas dos moradores que estão insatisfeito com o esquema de rodízio de abastecimento realizado pela Compesa, na localidade.

Na última semana, um morador do bairro Vasco da Gama entrou em contato com nossa equipe, para mais uma vez, denunciar o desabastecimento. ” Todo final de semana falta água”, disse o denunciante.

LEIA MAIS

Compesa emite nota sobre vazamento no bairro Jatobá

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Após a publicação de uma matéria sobre um vazamento na Avenida Maria Coelho Cavalcanti Rodrigues, bairro Jatobá, em Petrolina (PE), a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), informou por meio de nota, que uma equipe esteve no local.

LEIA TAMBÉM:

Vazamento causa transtornos e prejuízos aos moradores do bairro Jatobá

“A Compesa desconhecia o vazamento no Bairro Jatobá até ser informada por este blog, pois não há registros sobre o assunto pelo 0800 081 0185. Uma equipe foi encaminhada hoje (19) ao local e realizou o conserto na tubulação da via”, diz um trecho da nota.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com os moradores da localidade, e os mesmos confirmaram o procedimento realizado pela Compesa. No entanto, durante o conserto ficou constatado que o vazamento não é oriundo da tubulação, e a origem é desconhecida, com isso a água continua vazando.

Vazamento causa transtornos e prejuízos aos moradores do bairro Jatobá

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um vazamento de água no bairro Jatobá, é tão antigo que os moradores não sabem nem informar há quanto tempo a água jorra pela Avenida Maria Coelho Cavalcanti Rodrigues. “Esse vazamento está fazendo aniversário”, disse uma moradora.

Indignados com os transtornos e preocupados com os prejuízos causados pelo vazamento, os moradores do bairro Jatobá denunciam o problema e cobram providências da Compesa.

LEIA MAIS

Vazamento em tubulação da Cohab VI provocou falta d’água em quatro bairros de Petrolina, afirma Compesa

Em nota a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou o motivo da falta d’água nos bairros Cohab VI e Jardim Guararapes, em Petrolina. Segundo a Companhia, houve um vazamento na tubulação da Cohab VI.

LEIA TAMBÉM:

Petrolina: moradores da Cohab VI e Jardim Guararapes acordam sem água nas torneiras

O abastecimento foi interrompido emergencialmente e também afetou os bairros Rio Corrente e Jardim Guanabara. A previsão é que a situação se normalize ainda hoje (17).

Confira a nota da Compesa:

LEIA MAIS

Petrolina: moradores da Cohab VI e Jardim Guararapes acordam sem água nas torneiras

(Foto: Ilustração)

A terça-feira (17) não começou da melhor forma para os moradores de dois bairros em Petrolina. Moradores da Cohab VI e Jardim Guararapes amanheceram sem água em suas torneiras e não sabem o que provocou o desabastecimento das comunidades.

“Hoje pela manhã o Jardim Guararapes simplesmente amanheceu sem água e não houve nenhuma informação prévia de que iria faltar água. Também está faltando em algumas ruas da Cohab VI”, disse uma leitora.

Nossa produção entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), para saber qual o motivo de os dois bairros estarem sem água. Estamos aguardando uma resposta da Companhia.

Com direito a bolo e “Parabéns”, moradores da Zona Norte de Petrolina cobram saneamento

Moradores de três bairros se reuniram em protesto (Foto: Reprodução/WhatsApp)

17 anos. Por pouco os moradores dos bairro São Jorge, São Joaquim e Terras do Sul não comemoravam a maioridade do saneamento básico que deveria contemplar as comunidades, através da Bacia do Dom Avelar. Nessa segunda-feira (16) eles se organizaram para protestar de forma irônica contra as autoridades.

Festa teve direito a bolo

A ideia? Fazer uma “festa” na Avenida do Petróleo com cartazes, teve direito a bolo, “Parabéns” e “Com Quem Será?”, chamando atenção da Prefeitura de Petrolina e da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) sobre a situação.

“Fizemos essa manifestação reivindicando melhorias nos bairros. A gente vê obras em outros locais como Orla e Bodódromo e aqui com essa lagoa de esgoto não tem nada. A gente pede para olhar para a Zona Norte que é esquecida“, contou Pedro Elias, morador e liderança comunitária do Terras do Sul.

LEIA MAIS

Morador do Jardim Petrópolis denuncia esgoto a céu aberto e cobra providências da Compesa

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um morador do bairro Jardim Petrópolis, zona oeste de Petrolina (PE), procurou o Blog Waldiney Passos, no intuito de denunciar a “lagoa de esgoto” a céu aberto que está se formando na Rua 19 do referido bairro.

De acordo com Jeso Alves dos Santos Filho, morador do Jardim Petrópolis, o esgoto é oriundo do bairro São Gonçalo.

“O esgoto já está quase invadindo o posto médico. Nós pedimos que a Compesa venha aqui ver essa situação. É uma calamidade, um mau cheiro que ninguém aguenta, é um descaso com a população”, disse Jeso Alves.

O Blog procurou a Compesa para saber as providências que serão tomadas para resolver o problema. Até o momento a Companhia não se pronunciou sobre a denúncia.

Leitor denuncia vazamento de água limpa no Dom Avelar; Compesa fará o reparo neste final de semana

Via precisará ser interditada para reparo (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um vazamento de água limpa vem tirando o sossego dos moradores do bairro Dom Avelar, em Petrolina. Há cerca de cinco dias um leitor identificou que água limpa está jorrando na Avenida da Caridade. A população afirma ter acionado a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), mas nenhuma equipe foi ao local.

Nossa produção entrou em contato com a Companhia e fomos informados que uma “equipe já está em campo nesta sexta-feira, 6, para realizar o diagnóstico da demanda e providenciar o conserto na rede danificada na Avenida”.

Ainda segundo a Compesa, os técnicos constataram que o fluxo na referida via é intenso e por isso, o reparo na rede somente poderá ser feito neste sábado (7), pois é necessário interditar a Avenida da Caridade.

Cícero Freire pede à Compesa para não incluir Petrolina no reajuste de 6,72%

(Foto: Ilustração)

Na sessão que se iniciou há poucos minutos na Câmara de Vereadores de Petrolina, um dos pedidos colocado na pauta dessa quinta-feira (5) reivindica que o município fique de fora do aumento do valor cobrado na taxa de consumo de água.

O reajuste de 6,72% foi aprovado nesse ano e começou a valer no mês passado. A demanda foi apresentada através do Requerimento nº 275/2019, do vereador Cícero Freire (PR). Ele já havia cobrado uma ação da Câmara de Vereadores, justificando que Petrolina não tem déficit na Compesa e portanto, não merece ser incluída no aumento.

Se aprovado, o Requerimento deve ser encaminhado ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB). Hoje ainda será realizada uma audiência pública, às 10h para debater o Plano de Arborização Municipal.

Manuela Marinho empossa novos diretores da Compesa

A presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Manuela Marinho, empossou a nova diretoria da empresa, nesta quarta-feira (4), para o biênio 2019 a 2021. Dos sete diretores da companhia, cinco são “pratas da casa” – do quadro de carreira da estatal. A escolha dos diretores foi motivada pelo sentimento de valorização dos profissionais de carreira, da meritocracia e do talento dos compesianos, decisão que foi apoiada pelo governador Paulo Câmara, conforme explicou a presidente da Compesa, durante a solenidade de posse, que ocorreu na sede administrativa da empresa, no bairro de Santo Amaro. “Essa valorização dos compesianos na alta gestão da empresa foi iniciada na administração do ex-governador Eduardo Campos e segue com o atual governador, priorizando as qualificações técnicas dos escolhidos”, ressaltou a presidente.

O engenheiro civil Flávio Coutinho assumiu a Diretoria de Novos Negócios, em substituição ao engenheiro civil  Ricardo Barretto, que passará a comandar a Diretoria de Gestão Corporativa. O economista  Carlos Júnior trocou de lugar, deixou a Diretoria de Gestão Corporativa para atuar na Diretoria de Mercado e Atendimento. A engenheira civil Nyadja Menezes estreia como diretora Regional Metropolitana e o diretor Técnico e de Engenharia, o engenheiro civil Rômulo Aurélio Souza permanece no cargo, assim como a administradora Camila Godoy que continua à frente da Diretoria de Articulação e Meio Ambiente. A Diretoria Regional do Interior volta a ser gerenciada pelo engenheiro civil Marconi de Azevedo. Dos sete empossados, apenas Carlos Júnior e Camila Godoy não são do quadro efetivo da Compesa.

Ainda durante a posse, Manuela Marinho conclamou a nova diretoria a focar  na satisfação do cliente, que é a razão de ser da empresa, a partir da melhoria da prestação dos serviços  de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Estado. “Todas as nossas ações, em qualquer área de atuação, precisam ser focadas no melhor atendimento aos mais de sete milhões de pernambucanos que têm os serviços da Compesa no seu cotidiano”, reforçou a presidente da Compesa. Em nome da nova diretoria, o diretor Regional do Interior, Marconi de Azevedo, também compartilhou do sentimento de Manuela Marinho, afirmando que todos os  gestores estão conscientes do desafio e responsabilidade  para atender bem o cliente. “A gestão da Compesa hoje é referência para muitas empresas do setor de saneamento e continuaremos buscando, cada vez mais, a excelência na prestação dos nossos serviços, ressaltando que o cliente é quem, de fato, manda na empresa”, complementou Azevedo.

Novos diretores da Compesa:

RÔMULO AURÉLIO DE MELO SOUZA – Diretoria Técnica e de Engenharia

LEIA MAIS
123