Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Cosme e Damião fica sem água neste final de semana em Petrolina

Segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o Cosme e Damião, em Petrolina (PE), ficará sem água neste final de semana. De acordo com a companhia, foi constatado um estouro na rede do bairro nessa sexta-feira (14).

O abastecimento de água foi interrompido para que seja realizado o conserto da rede. A previsão de conclusão do serviço de reparo é neste sábado (15), no entanto, o abastecimento só deve ser normalizado em 48h.

Problema no Alto da Boa Vista será solucionado até amanhã, informa Compesa

Em resposta à reclamação de um leitor sobre o problema na Rua 11 do bairro Alto da Boa Vista, a respeito de um esgoto estourado há cerca de 20 dias, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) disse que a situação será resolvida até esta sexta-feira (14).

LEIA TAMBÉM:

Morador reclama de esgoto estourado há cerca de 20 dias no Alto da Boa Vista, em Petrolina

A situação foi mostrada pelo Blog nesta quinta-feira (13), após o leitor Edmilson Vieira entrar em contato com a nossa produção. Ele afirma que o mau cheiro está incomodando a comunidade. “Estamos fazendo nossas refeições em restaurante, porque não conseguimos comer em casa”, disse.

Morador reclama de esgoto estourado há cerca de 20 dias no Alto da Boa Vista, em Petrolina

Um esgoto estourado há cerca de 20 dias no bairro Alto da Boa Vista, na rua 11, em Petrolina (PE), tem sido alvo de reclamação de um morador da localidade. Edmilson Vieira entrou em contato com o nosso blog e informou que a água já está retornando para os banheiros.

A dificuldade em conseguir resolver a situação também foi alvo de reclamação do morador. “A gente liga para a Compesa e a Compesa manda ligar para a prefeitura e vice-versa. O mau cheiro é insuportável. Estamos fazendo nossas refeições em restaurantes, porque não conseguimos comer em casa”, afirmou.

Nosso blog entrou em contato com a Compesa  e com a prefeitura e aguarda resposta.

Reajuste tarifário da Compesa deve ficar para 2019

Esperada para o começo desse ano, a revisão tarifária da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) deverá sair apenas em 2019. De acordo com a Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe), a companhia já havia apresentado um novo estudo sobre a revisão, mas não há tempo hábil para concluí-lo em 2018.

A Compesa quer a revisão para corrigir a insuficiência no orçamento, a princípio de R$250,2 milhões. Segundo a companhia, a cada quatro anos há esse reajuste para o atual ano e o próximo ciclo. Na última revisão, em 2014, houve um acréscimo de 8,75% na conta de água.

“A revisão é muito importante, mas não necessariamente joga a tarifa para cima, depende muito da situação. Se temos circunstâncias desfavoráveis, como uma crise hídrica, com redução da oferta de água e gasto mais alto da empresa, em geral ela (a tarifa) fica maior (do que no reajuste)”, diz a coordenadora de reajustes da Arpe, Ângela Freitas.

Desde maio a Arpe autorizou a Compesa a aplicar um reajuste provisório de 2,78%, apenas para efeito de compensação da inflação. A companhia não quis comentar sobre a possibilidade de a revisão resultar na alta da conta de água.

Com informações do JC Online

Moradores da Cohab VI reclamam de falta d’água

(Foto: Ilustração)

Mais uma reclamação sobre a falta de água em bairros de Petrolina (PE). Dessa vez, os moradores da Cohab VI reclamam dos transtornos causados pelo desabastecimento de água. Há meses o Blog Waldiney Passos acompanha a situação da população petrolinense que cobra da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), uma solução para o problema.

Sobre a falta d’água no bairro Cohab VI, a Compesa informou que o estouramento de um cano provocado pela prefeitura de Petrolina, ocasionou o desabastecimento na zona oeste da cidade. Ainda de acordo com a Companhia, já foram feitos reparos no local, e o abastecimento deve ser normalizado nas próximas 48h.

“Falsa acusação”: Compesa contesta multa da AMMA

Depois de ser multada pela Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA) a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) afirmou em nota que a decisão do órgão municipal é uma falsa acusação. Na sexta-feira (7) a AMMA identificou um crime ambiental no Rio São Francisco e aplicou multa no valor de R$ 400 mil à Compesa.

LEIA TAMBÉM:

Compesa recebe multa de R$ 400 mil, após prefeitura flagrar despejo de esgoto no Rio São Francisco

Segundo a companhia, o rompimento na rede coleta ocorreu “devido à sobrecarga da água das chuvas” e que isso é resultado da não construção de galerias pluviais, competência da Prefeitura de Petrolina. Na nota a Compesa disse que tomará as providências processuais contra “a falsa acusação”.

O vazamento foi identificado por equipes da AMMA no bairro Alto do Cheiroso, na Orla I, onde esgoto sem tratamento está sendo depositado diretamente no rio. Leia a seguir a nota da Compesa:

LEIA MAIS

Compesa recebe multa de R$ 400 mil, após prefeitura flagrar despejo de esgoto no Rio São Francisco

Após flagra de despejo de dejetos no Rio São Francisco, Compesa recebe multa de R$ 400 mil. (Foto: ASCOM)

Mais um caso de crime ambiental contra o Rio São Francisco foi identificado pela equipe da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) em Petrolina (PE). Dessa vez, os fiscais encontraram um esgoto despejando uma grande quantidade de dejetos, sem qualquer tratamento, no final do canal do Alto Cheiroso, na altura da Orla I da cidade. A ação aconteceu no final da manhã desta sexta-feira (7), dentro das atividades do projeto ‘Orla Nossa’.

A equipe da prefeitura conseguiu localizar a rede de esgoto rompida através de um barulho intenso vindo do local. Ao chegar em um determinado ponto de difícil acesso, foi constatado que os dejetos estavam sendo despejados, através de uma tubulação da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) sem tratamento no canal, que tem com destino o Rio São Francisco. A falta de manutenção visível da tubulação da rede, inclusive com vários pontos de ferrugem, e poços de visita (PV) danificados por ação do tempo, acarretou no rompimento dessa rede.

LEIA MAIS

Cano estourado: morador do bairro Mandacaru denúncia desperdício de água

Enquanto moradores de diversos bairros de Petrolina (PE) sofrem com a falta d’água, um morador do bairro Mandacaru, enviou um vídeo para a equipe do Blog Waldiney Passos, denunciando o desperdício de água na Rua 02 da comunidade, divisa com o bairro Terras do Sul.

Segundo o relato do morador, a água está jorrando há mais de oito dias, o vazamento deve ter sido causado por algum cano estourado. No vídeo, dá para ver que água que brota do chão é limpa, o que deixa os moradores ainda mais revoltados com a situação.

Durante a gravação, os moradores fazem um apelo à Companhia de Saneamento Pernambucana de Saneamento (Compesa), na tentativa de solucionar o problema.

Nossa equipe de produção entrou em contato com a Compesa, para saber o que ocasionou o vazamento e o que será feito para acabar com o desperdício de água que já se arrasta há mais de uma semana. Até o momento não tivemos retornos sobre nossos questionamentos.

 

Abastecimento de água será interrompido em vários bairros de Petrolina neste sábado (1º)

Pelo menos 15 bairros de Petrolina ficarão sem água neste sábado (1º). Segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) a interrupção no abastecimento se deve a manutenções nos sistemas e também, para um conserto em vazamento.

A partir das 8h uma equipe irá ao Quati retirar um vazamento na rede de 400 mm na entrada da comunidade. Dessa forma serão atingidos os bairros Jardim Amazonas, Alto do Cocar, Pedro Raimundo, Pedro Raimundo, Quati, Bela vista, Jardim São Paulo.

A partir de 13h serão paralisadas as captações das Estações de Tratamento de Água (ETA) 1 e 2 com o intuito de realizar uma manutenção elétrica. De acordo com a Compesa a previsão é de que o sistema seja religado às 18h. Os seguintes bairros serão afetados nessa ação:

LEIA MAIS

Leitor reclama de bocas de lobo estouradas no José e Maria, em Petrolina

Em contato com o nosso blog nessa quinta-feira (29), um leitor reclamou de duas bocas de lobo estouradas no José e Maria, em Petrolina (PE). Segundo a denúncia, o problema persiste há três dias e nenhum providência é tomada pela Compesa.

O esgoto tem se acumulado em uma extensão de aproximadamente 300 metros na Avenida Nordeste, esquina com as ruas Ouro Preto e Rua Esperança. Além de atrapalhar o trânsito no local, o cheiro tem incomodado os moradores locais.

Nosso blog entrou em contato com a companhia e aguarda resposta.

“Até o carnaval do ano que vem vamos despachar a Compesa de volta para Recife”, garante Miguel Coelho

Miguel fala durante evento do “Petrolina Cresce”. (Foto: Reprodução/PeD)

Na noite dessa quarta-feira (28), durante evento do programa “Petrolina Cresce” no Loteamento Recife, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, além de falar sobre o investimento na área de pavimentação no bairro, garantiu que até o carnaval de 2019, que acontece no dia 5 de março, vai mandar a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) “de volta para Recife”.

Ainda de acordo com Miguel, o trabalho de saneamento da Compesa deve abranger toda a cidade, o que a companhia não tem feito, mesmo embolsando R$ 9 milhões todo mês, segundo o prefeito. “Agora mesmo acabou de deixar nossa cidade uma semana sem água na periferia, o centro passou três dias. Escola tendo que ser fechada porque não tinha água. Isso é falta de compromisso”, disse.

Após falar sobre o mau serviço prestado pela empresa na cidade, Miguel garantiu que a companhia deixará de atuar em Petrolina. “É por isso que até o carnaval do ano que vem eu coloco a licitação na rua e nós vamos embrulhar e despachar a Compesa de volta para Recife”, finalizou.

Manutenção emergencial deixa parte de Petrolina sem água

Boa parte de Petrolina ficou sem água na manhã de hoje (22) devido à uma manutenção emergencial na Estação de Tratamento (ETA) Petrolina. Segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o restabelecimento deve ser feito até o final do dia.

Devido ao serviço emergencial executado pela Compesa ficaram sem água os bairros Jardim Amazonas, Alto do Cocar, Pedro Raimundo, Quati, Jardim São paulo, Vila Eduardo, Vila dos Ingas, Loteamento Nossa senhora Rainha dos Anjos, Vitivinicola, Alto Cheiroso, São José, Henrique Leite, Jatobá, Novo Horizonte, Carneiros, Cidade Universitária, parte do Gercino Coelho, Vila Vitoria, Vila Moco, Areia Branca, Dom Malan, Caminho do Sol e  Maria Auxiliadora, além do Centro.

Compesa emite nota sobre falta d’água em bairros de Petrolina

(Foto: Ilustração)

Constantemente, a nossa produção recebe reclamação de moradores de vários bairros de Petrolina (PE), dando conta de que a falta d’água nas comunidades tem tirado o sossego da população petrolinense. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), responsável pelo abastecimento de água na cidade, emitiu uma nota esclarecendo o problema. Mais uma vez, a Compesa atribuiu a falta d’água ao aumento das temperaturas. Confira a nota na íntegra:

“Em relação às reclamações da falta de água em alguns locais da cidade, a Compesa esclarece que com o aumento da temperatura, aumentou também o consumo de água na cidade e em virtude disso, a Companhia vem realizando testes de adequação das pressões da água na rede para melhor atender a  população, tentando evitar estouramentos na rede de distribuição. Mesmo assim ocorre em algumas áreas, como aconteceu ontem(20) , em  algumas redes, como uma rede na avenida da Integração, o que comprometeu ainda mais o  abastecimento nos bairros, onde já estava sendo feita, paralelamente, a manutenção da rede do Jardim Amazonas.  Também houve estouramentos que já foram resolvidos e que  comprometeu o abastecimento do centro e também do bairro São Gonçalo, este último que ainda está sendo consertado, com previsão de conclusão até hoje(21) as 17 horas.  

Sobre o estouramentos ocorridos, imediatamente é  iniciado o reparo nas redes. Sobre o do  Quati ocorrido ontem,  o conserto só  terminou essa madrugada(21)  e o abastecimento foi restabelecido em alguns locais  e já está  sendo normalizado  em outras regiões que, de acordo com as pressões , há lentidão no abastecimento. São eles: Jardim Amazonas, Alto do Cocar, Quati, Jardim São Paulo, Bela Vista e Pedro Raimundo”

Prefeitura de Petrolina rebate Compesa e afirma que responsabilidade sobre Dom Avelar é da companhia

(Foto: Arquivo Pessoal/Luis Henrique)

Em resposta à demanda do leitor Luis Henrique, morador do bairro Dom Avelar, a Prefeitura de Petrolina informou que a responsabilidade sobre a recolocação das tampas nos bueiros da Avenida da Redenção cabe à Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

LEIA TAMBÉM:

Bueiros sem tampa tiram sossego de moradores do Dom Avelar, em Petrolina

Através de nota a secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA) alega o seguinte: a falta de investimentos da Compesa tem como consequência os problemas sofridos no abastecimento de água e esgoto na comunidade.

Leia a íntegra da nota da SEINFRA:

LEIA MAIS

Bueiros sem tampa tiram sossego de moradores do Dom Avelar, em Petrolina

O leitor Luis Henrique entrou em contato com a nossa produção para denunciar uma situação que vem preocupando a comunidade do Dom Avelar, em Petrolina. De acordo com Luis, três bueiros estão sem tampa na Avenida da Redenção, via de acesso ao bairro.

“As boca de lobo estão abrindo cratera, pondo em risco os condutores de veículos e transporte coletivo, pois já não existe mais canteiro central, os veículos tem que fazer o desvio por cima do canteiro central beirando dois postes de iluminação pública”, relatou à nossa produção.

Outro lado

A equipe do Blog entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e fomos informados que a responsabilidade pelo reparo é da Prefeitura de Petrolina, já que a concessão sobre o sistema não foi passada à Compesa. Até o momento a Prefeitura não se pronunciou sobre essa demanda.

123