Candidata a deputada estadual, Cristina Costa afirma que Congresso Nacional não representa interesse dos brasileiros

Vereadora se licenciou da Casa Plínio Amorim na terça-feira (Foto: Ascom)

Licenciada da Câmara de Vereadores, Cristina Costa (PT) se lança em um desafio maior: ser candidata a deputada estadual na busca por emplacar uma dobradinha com Marília Arraes (PT), nome escolhido pelo partido para federal. Depois de discursar se despedindo dos colegas, Costa conversou com o Blog e falou sobre sua campanha.

“Estamos nos organizando. Oficialmente a gente já pode fazer campanha, mas a gente vem organizando todo o processo. Foi uma decisão que a gente relutou e quando veio tomar a decisão, depois do imbróglio todo dessa discussão do Partido dos Trabalhadores, a gente está reunindo, discutindo os apoios”, destaca.

LEIA TAMBÉM:

“Me lanço a um novo desafio porque sou uma mulher de coragem”, afirma Cristina Costa em discurso de despedida

Na segunda-feira (20) a vereadora licenciada esteve com Marília cumprindo agenda na cidade e afirma estar aberta ao diálogo, buscando fortalecer seu apoio político. “Estamos visitando aonde estão nos chamando para debater o nosso projeto, para debater a realidade não só de Petrolina, mas no Estado de Pernambuco. A gente está aberto ao diálogo“, comenta.

LEIA MAIS

Em ritmo de campanha, candidatas de Petrolina cumprem agenda na cidade

Petrolina tem nomes conhecidos para as eleições de outubro a nível estadual e federal, mas a força feminina vem chamando atenção nessa campanha. Escolhidas por seus partidos para serem candidatas a deputada estadual, Cristina Costa (PT), Andréa Lóssio (Rede) e Lucinha Mota (PSOL) cumpriram agenda política na cidade na segunda-feira (20).

Ex-primeira dama, Andréa se encontrou com comerciantes e recebeu apoio para sua candidatura rumo à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Lóssio já tinha iniciado sua agenda no interior, em Izacolândia e busca fortalecer seu nome no seu reduto eleitoral.

Outra estreante na política é Lucinha Mota, mãe de Beatriz Angélica Mota. Candidata a deputada estadual, Lucinha visitou a Feira do José e Maria e reforçou a bandeira da justiça. Ouvindo palavras de apoio, a socialista voltou a cobrar celeridade dos órgãos para punir o assassino da menina Beatriz.

Já licenciada da Câmara de Vereadores de Petrolina, Cristina Costa esteve na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), acompanhada da também candidata a deputada federal, Marília Arraes (PT). Em seguida, a dupla se reuniu com representantes dos povos de terreiros.

Petrolina tem ainda nomes como Antônio Coelho (DEM), Lucas Ramos (PSB), Rosalvo Antônio (PSOL) e Fernando Filho (DEM) disputando as eleições para a Alepe ou Câmara dos Deputados. Júlio Lóssio, esposo de Andréa foi escolhido pela Rede para ser o candidato ao Governo do Estado e está no Recife cumprindo agenda nessa tarde (21).

“Me lanço a um novo desafio porque sou uma mulher de coragem”, afirma Cristina Costa em discurso de despedida

Vereadora se licenciará para disputar eleições (Foto: Wesley Lopes/Ascom Câmara)

A sessão dessa terça-feira (21) na Casa Plínio Amorim foi marcada pelo discurso de despedida da vereadora Cristina Costa (PT), que se afastará da Câmara para disputar as eleições de outubro. Candidata a deputada estadual, pela lei a edil não precisava se licenciar, mas optou por isso.

Conforme já havia comentando antes, a decisão foi tomada para cumprir uma promessa feita ao seu suplente, o sargento Horácio Freire (PMN). Utilizando a Tribuna Livre, a petista afirmou que o novo desafio foi uma decisão coletiva do Partido dos Trabalhadores.

“Cristina Costa não tem mandato por ter. O mandato não é meu, é do meu partido. É do projeto social que defende os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. Me lanço a um novo desafio porque sou uma mulher de coragem”, afirmou a vereadora.

LEIA MAIS

“Paulo Câmara tem que rever a política que ele tem a nível de Pernambuco”, afirma vereadora Cristina Costa

(Foto: Reprodução/Internet)

A retirada da candidatura de Marília Arraes (PT) ao Governo de Pernambuco escancarou a divisão no partido, já que a decisão final veio como ordem do Diretório Nacional, mesmo com a executiva estadual ter apoiado a vereadora do Recife.

Uma das principais apoiadoras de Marília, a vereadora Cristina Costa (PT) e agora candidata a deputada estadual conversou com Waldiney Passos por telefone no programa Super Manhã de quarta-feira (15), onde reafirmou que não apoiará Paulo Câmara (PSB) em sua caminhada à reeleição.

LEIA TAMBÉM:

Cristina Costa ratifica sua saída da Câmara de Vereadores e confirma Cabo Horácio em sua vaga

“A vereadora Cristina Costa está decidida a votar em Paulo Câmara? De jeito nenhum, não estou. Estou a esperar, estamos debatendo, tenho um compromisso com o partido, sempre coloquei que o mandato não era meu, o mandato pertence ao partido”, disse Costa.

LEIA MAIS

Cristina Costa ratifica sua saída da Câmara de Vereadores e confirma Cabo Horácio em sua vaga

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A vereadora Cristina Costa (PT) participou do programa Super Manhã com Waldiney Passos por telefone na manhã dessa quarta-feira (15) e confirmou seu afastamento da Câmara de Vereadores de Petrolina, para disputar as eleições de outubro como deputada estadual.

Segundo a vereadora, seu substituto será Cabo Horácio (PMN). Entretanto, sua saída não acontecerá de imediato, isso porque a lei eleitoral permite que ela continue com seu mandato enquanto disputa o pleito no estado. Mas para Cristina, a espera se deve a uma organização dela e de Horácio.

Hoje Cabo Horácio trabalha em Afogados da Ingazeira, depois de ser transferido no que a vereadora chamou de “perseguição política” por ele ser uma liderança dentro da polícia. Mas sua posse na Casa Plínio Amorim somente acontecerá com 15 dias.

LEIA MAIS

Convenção do PSOL vai confirmar Lucinha Mota como candidata a deputada estadual

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Mais um partido agendou sua convenção partidária para este sábado (4). Depois da frente oposicionista “Pernambuco Quer Mudar” se reunir durante a manhã no Recife (PE), o PSOL marcou para 15h a reunião que confirmará o nome de Lucinha Mota como candidata a deputada estadual.

LEIA TAMBÉM:

Pré-candidata a deputada estadual, Lucinha Mota tem segurança pública como principal bandeira

PSOL de Petrolina lança pré-candidatos às eleições de 2018, entre eles Lucinha Mota

A pré-candidatura de Lucinha, mãe de Beatriz Angélica Mota foi anunciada pelo partido em maio desse ano, com a presença de membros do partido no estado. Além dela, nomes como o de Rosalvo Antônio e Edvaldo Landim também foram colocados à disposição do partido para disputar vagas na Câmara dos Deputados.

Durante a convenção o partido fará uma homenagem à Beatriz, conforme o pai da garota e esposo de Lucinha, Sandro Romilton adiantou ao Blog Waldiney Passos.

Em Pernambuco, a aliança com o PCB resultou em uma chapa majoritária formada por mulheres, na disputa ao Governo do Estado e Senado Federal.

Pré-candidata à Presidência, Manuela D’Ávila vem a Petrolina nesse final de semana

(Foto: Reprodução/Facebook)

Petrolina receberá neste domingo (10) a visita da pré-candidata à Presidência da República, Manuela D’Ávila (PC do B). Ex-vereadora, deputada federal e atual deputado estadual pelo Rio Grande do Sul, Manuela foi presidente do partido na Câmara dos Deputados e se destacou por sua luta pelos estudantes e trabalhadores.

Em Petrolina ela participará de uma coletiva de imprensa às 8h30 no Petrolina Palace. Em seguida ela seguirá para Juazeiro onde participará de um ato público. Manuela tem 36 anos e é vista como um dos nomes para a renovação política nacional.

Além da presença de Manuela D’Ávila, a professora e escritora petrolinense Socorro Lacerda que é pré-candidata pelo partido a uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (PC do B) também estará no ato. “Sou filha de trabalhadores, não sou filha de gente rica. É diferente quando você vai escolher alguém, você não vota só porque ela é mulher, mas porque ela tem uma história para contar e eu tenho em Petrolina. Temos esperança de que o voto vai valer e a mudança vai acontecer“, disse Socorro.

Em nota, Miguel afirma que nunca faltou apoio político a Maria Elena

Um dia após a vereadora Maria Elena (PRTB) anunciar a desistência de ser pré-candidata pelo grupo da família Coelho, o prefeito de Petrolina afirmou surpresa com a decisão da edil. Através de uma nota, Miguel alegou estranhamento com as declarações de Elena durante sua fala na Tribuna Livre da Câmara de Vereadores na sessão da quinta-feira (24).

Em sua decisão, Maria Elena disse que a conjuntura não era favorável ao seu nome, já que o irmão de Miguel, Antônio Coelho é o principal nome do grupo político nas eleições para uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), conforme disse a própria vereadora durante conversa com a imprensa.

LEIA TAMBÉM:

Maria Elena desiste de concorrer a uma vaga na Alepe

Apesar da possível rusga com a fala da vereadora e ex-secretária de Cultura, Turismo e Esportes durante o primeiro ano de sua gestão, Miguel Coelho afirmou que continuará contando com o apoio de Maria Elena dentro do grupo político na cidade.

Confira a íntegra da nota assinada pelo prefeito de Petrolina:

LEIA MAIS

Maria Elena desiste de concorrer a uma vaga na Alepe

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A sessão dessa quinta-feira (24) na Câmara de Vereadores de Petrolina foi marcada pelo anúncio da desistência de Maria Elena a uma sua pré-candidatura para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Cotada para ser o segundo nome pelo grupo do prefeito Miguel Coelho, a edil explicou sua decisão durante o uso da Tribuna Livre.

A vereadora que recentemente se filiou ao PRTB para disputar as eleições estaduais, creditou sua decisão devido a atual conjuntura política. “A conjuntura política nos mostra um quadro incógnito do ponto de vista da viabilidade e a gente se reportando a uma Petrolina do passado bem recente, a gente via que as forças políticas, existia a condição de um grupo político fazer dois candidatos e a nossa realidade agora é que existem muitas forças políticas e a gente não sabe como eleitor vai reagir agora”, afirmou.

Após discursar na Casa Plínio Amorim, Maria Elena atendeu a imprensa e chamou sua pré-candidatura de uma “aventura” na qual ela não poderia submeter a família e os amigos a um caminho de incerteza. Ela também ressaltou que o grupo Coelho sempre foi claro que a primeira opção era o nome de Antônio Coelho, filho mais novo do senador Fernando Bezerra. “O combinando foi tratado, é claro que o Antônio é o candidato da Casa Grande e eles em momento nenhum me trataram fora do combinando. Eles disseram que ia ter a pessoa da casa deles e eu seria a segunda”.

Questionada sobre sua saída do PSB para o PRTB, decisão tomada para concorrer à Alepe, a vereadora disse ter a intenção de fazer um teste no novo partido. “Eu vou fazer uma experiência no PRTB, é uma coisa que agora não dá [pra dizer] que eu só queria alugar a sigla, confesso a vocês que me doeu muito sair do PSB e agora estou no PRTB que ia me oferecer as condições partidárias e eu não posso ser desleal”, destacou.

Grupo de Lóssio fala em repetir caminhada das eleições municipais para chegar ao Governo de Pernambuco

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O domingo (20) foi marcado pelo lançamento da pré-candidatura de Andrea Lóssio a deputada estadual pela Rede Sustentabilidade, partido no qual seu esposo Julio Lóssio é pré-candidato ao Governo de Pernambuco. O evento reuniu correligionários da família e o tom dos discursos foi de repetir a caminhada feita por Julio até chegar à Prefeitura de Petrolina em 2008 e 2012.

Porta-voz do diretório estadual da Rede, Clécio Araújo destacou a luta da sigla contra o atual sistema político. “Em Pernambuco nós temos um palanque majoritário passando por cima de pau e pedra, nossos opositores o tempo todo vêm negando essa possibilidade da Rede ser uma alternativa e a gente veio buscar em Petrolina uma pessoa com uma história de ganhar uma eleição numa cidade historicamente pautada pelas oligarquias”, afirmou Clécio.

LEIA TAMBÉM:

Ao lado de amigos, Júlio Lóssio oficializa nome de Andrea como pré-candidata a deputada estadual

Julio Lóssio Filho que foi especulado como pré-candidato no lugar de sua mãe pediu mais uma vez a união do grupo político montado por seu pai durante os anos de prefeito, para buscar uma vaga ao Governo de Pernambuco. “Essa é a nossa especialidade, vencer a descrença e com a ajuda de cada um de vocês a gente conseguiu e nesse ano a gente vai conseguir de novo para ajudar Pernambuco. Vamos pedir um pouco das pernas, da voz, dos braços, da força, do suor e da luta de cada um de voz para que a gente nos próximos dias, nas próximas semanas e nos próximos meses possamos construir um Pernambuco que pode mais, uma Petrolina que cuide das pessoas, um Pernambuco que realmente cuide daqueles que mais precisam”, disse o filho dos pré-candidatos.

LEIA MAIS

Ao lado de amigos, Júlio Lóssio oficializa nome de Andrea como pré-candidata a deputada estadual

Cercado de amigos e seguidores, o ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio mais uma vez se colocou como pré-candidato ao Governo de Pernambuco em um café da manhã nesse domingo (20) e aproveitou para oficializar o nome da sua esposa, Andrea Lóssio como pré-candidata a deputada estadual pela Rede Sustentabilidade.

O evento reuniu representantes do diretório estadual e nacional da Rede, bem como pré-candidatos a Alepe e Câmara dos Deputados. Ex-primeira dama de Petrolina, Andrea Lóssio confirmou o que já era de conhecimento geral e explicou como foi o processo de aceitação para concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

“Estou muito feliz e gostaria de agradecer a todos que nos ajudaram. Quando eu recebi o convite para sair como pré-candidata a deputada estadual eu disse não. Para quem não sabe meu pai era político, eu praticamente nasci na política. Júlio quando assumiu [a Prefeitura] eu não assumi nenhuma secretaria por opção, eu preferia ficar nos bastidores. Sempre fui de bastidores e tinha decidido a não sair candidata. Eu sai de Petrolina e fui pensar, porque entrar na política você tem que estar na linha de frente, tem que ter consciência. Eu tô ciente e estou como pré-candidata e digo sempre que política é missão”, disse Andrea.

LEIA MAIS

“Está dependendo dela”, afirma Júlio Lossio sobre pré-candidatura de Andreia a deputada estadual

Ex-primeira dama pode concorrer a vaga na Alepe (Foto: Reprodução/Internet)

Contrariando o que muitos imaginavam, Júlio Lóssio anunciou sua pré-candidatura ao Governo de Pernambuco pela Rede Sustentabilidade (REDE). O filho do ex-gestor municipal, Júlio Lóssio Filho despontava como um nome para as eleições de 2018, mas segundo o pai, quem deve concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) é Andreia Lossio.

Segundo Júlio Lóssio, a REDE convidou Andreia primeiramente para uma candidatura a deputada federal, mas a ex-primeira dama está analisando a proposta para a Alepe.

A nossa porta-voz feminina fez o convite a Andreia para que ela pudesse disputar um mandato na Câmara Federal, mas Andreia não tem aptidão para viver em Brasília, acha muito longe e nós estamos discutindo a possibilidade dela ser candidata a deputada estadual. Ela pode ser candidata estadual, está dependendo dela agora“, disse o ex-prefeito em entrevista ao programa Super Manhã, da Rádio Jornal Petrolina.

Mesmo sem a esposa anunciar sua decisão, Júlio Lóssio já adiantou o apoio que ela terá dentro da sigla. “Nós estamos agora só dependendo o ‘OK’ dela, para que a gente possa dar nosso apoio e ela terá o apoio inteiro, total“, afirmou.

De acordo com o ex-prefeito, a REDE pode sair com dois candidatos estaduais, que podem ser da cidade: Andreia Lóssio e Gabriel Menezes, hoje filiado ao PSL e atual vereador de Petrolina.

Roberta Arraes toma posse do cargo de deputada, em Recife

(Foto: Facebook/Roberta Arraes)

No primeiro dia do ano Miguel Coelho foi empossado e iniciou seus trabalhos na prefeitura de Petrolina, enquanto isso nesta segunda-feira (02), Roberta Arraes (PSB) assumiu a vaga do ex-deputado na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

A nova deputada do Araripe, Roberta Arraes (PSB) obteve cerca de 38 mil votos nas eleições de 2014 e ficou com a 4º suplência. Em sua página no Facebook, Roberta Arraes (PSB), falou sobre o novo cargo.

“Hoje foi um dia de grandes emoções e momentos especiais que marcaram o início de minha nova jornada. Tomei posse como Deputada Estadual, reafirmando meu compromisso de trabalhar incansavelmente pelos pernambucanos, junto ao Governo do Estado e prefeitos e com o apoio do povo. A vocês, que me acompanham diariamente e confiam em meu trabalho, meus sinceros agradecimentos. Estou pronta para assumir esse desafio!”

Além de Roberta Arraes, assumiram efetivamente os deputados Jadeval de Lima (PDT), Paulinho Tomé (PT), Isaltino Nascimento (PSB) e Laura Gomes (PSB). Os suplentes Gustavo Negromonte (PMDB) e Teresinha Nunes (PSDB) assumiram porque os deputados Nilton Mota (PSB) e Alberto Feitosa (PR) se licenciaram o primeiro para assumir a Secretaria estadual de Agricultura e o segundo a pasta de Habitação da Prefeitura do Recife.