Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Família procura por mulher desaparecida em Petrolina

Ana Lúcia está desaparecida desde segunda.

Desde a noite dessa segunda-feira (12), uma família de Petrolina (PE) procura por Ana Lúcia de Oliveira Dantas, de 35 anos. Segundo informações de familiares, Ana mora no Projeto Senador Nilo Coelho, N-5.

Após receber uma ligação, Ana Lúcia disse a sua mãe que iria na casa dos avós, na Cohab Massangano e não retornou. Por volta das 19h30 da segunda-feira, ela mandou uma mensagem se despedindo, quando falou que estava na Orla de Petrolina.

Depois da mensagem, a família não conseguiu mais entrar em contato com Ana. Ela saiu de casa com uma calça jeans, jaqueta preta e blusa florida. Quem tiver informações sobre o paradeiro de Ana Lúcia pode entrar em contato com o número (87) 98801-8826.

Petrolina: Polícia Civil espera conclusão de perícia para saber se jovem encontrada morta foi abusada sexualmente

Jovem estava desaparecida desde a última sexta-feira (12).

Na tarde desta segunda-feira (15), a jovem Estefany Eduarda, de 13 anos, que estava desaparecida desde a última sexta-feira (12), foi encontrada morta por volta das 15h na rua 12, no São Gonçalo, em Petrolina (PE).

No entanto, a Polícia Civil não conseguiu determinar a possível causa da morte, nem se houve violação sexual, devido ao estado avançado de putrefação em que foi encontrado o corpo da adolescente.

Segundo informações do Instituto de Medicina Legal (IML), tudo indica que a jovem tenha sido assassinada da sexta-feira para o sábado (13). Além disso, a informação de que a vítima teria sido carbonizada não procede. Ainda de acordo o IML, o corpo ficou com aparência de queimado devido ao sol intenso durante esses dias.

A Polícia Civil seguirá em diligências para identificar o autor do crime.

Alívio: família encontra mulher que estava desaparecida desde a véspera do feriado

Jeani Josefa da Silva (Foto: Arquivo da família)

No domingo (9) o Blog mostrou a busca de uma família petrolinense que procurava Jeani Josefa da Silva, moradora da Tapera que desapareceu na quinta-feira (6), véspera do feriado da Independência. A última informação dos parentes de Josefa era que ela tinha ido à Casa Nova (BA), mas não deu retorno.

LEIA TAMBÉM:

Família procura parente desaparecida há três dias

A boa notícia é que, de acordo com a família, Jeani – que tem problemas mentais – foi encontrada ainda na noite de ontem, na cidade baiana e passa bem. Seus pais estão viajando até Casa Nova nessa manhã (10), para trazer a filha de volta.

Família procura parente desaparecida há três dias

Jeani Josefa da Silva (Foto: Arquivo da família)

Uma mulher está desaparecida desde a última quinta-feira (06). Segundo familiares, Jeani Josefa da Silva foi vista pela última vez no povoado de Tapera, em Petrolina (PE). Os parentes relataram que ela saiu do povoado dizendo que ia para Casa Nova (BA).

Jeani tem problemas mentais e faz uso de remédios controlados. No dia que desapareceu, estava usando uma calça jeans e blusa branca. Quem tiver alguma informação sobre o paradeiro dela, a família pede que entre em contato, através dos números (74)988039836/ (87)988336616/ (87)988286725.

Alívio: família encontra mulher que estava desaparecida em Petrolina

Cleocineide está sumida há cerca de seis meses.(Foto: Arquivo Família)

A família de Cleocineide da Silva Souza conseguiu localizá-la, após uma mobilização nas redes sociais. Na quarta-feira (9) o Blog publicou uma matéria sobre o fato. Nessa quinta-feira (10) chegou à nossa Redação a informação de que Coió, como é mais conhecida foi encontrada e passa bem.

LEIA TAMBÉM:

Família procura por mulher desaparecida em Petrolina

Ela já está em casa, no Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 8. Cleocineide estava desaparecida desde a terça-feira (8), quando foi vista pela última vez nas proximidades da Caixa Econômica Federal, no Centro de Petrolina, acompanhada de um homem.

Família procura por mulher desaparecida em Petrolina

Cleocineide está sumida há cerca de seis meses. (Foto: Arquivo Família)

A família de Cleocineide da Silva Souza, de aproximadamente 40 anos, está a sua procura em Petrolina (PE). De acordo com informações de sua irmã, identificada como Lucineide, ela morava no Projeto Senador Nilo coelho, N-7, mas teria se mudado para o N-8 e deixado de entrar em contato com os familiares há cerca de seis meses.

Ainda segundo informações de sua irmã, uma pessoa afirmou que teria visto Cleocineide, conhecida também como Coió, na noite dessa terça-feira (08), próximo à Caixa Econômica Federal em Petrolina. A família já havia recebido uma informação de que ela havia sido vista com um cateter no Centro da cidade.

Após essas informações, a família ficou ainda mais preocupada com Coió, já que, aparentemente, ela está passando por problemas de saúde. Além disso, os familiares se preocupam porque ela é mãe de uma criança com necessidades especiais.

Quem souber do paradeiro de Cleocineide deve entrar em contato com o número (87) 98825-1901.

Família encontra jovem que estava desaparecida desde ontem em Petrolina

(Foto: WhatsApp)

A família de Laila Priscila Carvalho Amorim encontrou a jovem no início dessa tarde, por volta de 13h15. A informação foi confirmada pela mãe de Laila, que estava desaparecida desde a tarde da segunda-feira (9).

Segundo a mãe da jovem, Laila foi diagnosticada com Síndrome do Pânico e teria sofrido uma crise na quarta-feira passada. A jovem teria saído de casa na tarde de ontem, sem avisar a família e passou a noite na calçada do Hospital Dom Malan.

LEIA TAMBÉM:

Família procura jovem desaparecida em Petrolina

Uma médica teria conversado com a jovem na noite de ontem e hoje pela manhã reconheceu uma foto de Laila, que circulou pelas redes sociais. A médica entrou em contato com a família e os familiares começaram a procurar por Laila no Centro.

A jovem foi encontrada na calçada de uma padaria, nas proximidades da Igreja Catedral, pouco depois do meio dia. Segundo a mãe, Laila está fisicamente bem, mas será encaminhada a um psicólogo para ajudar no tratamento da síndrome do pânico.

Família procura jovem desaparecida em Petrolina

(Foto: WhatsApp)

Família procura pela jovem Laila Priscila Carvalho Amorim, que está desaparecida desde às 13h30 dessa segunda-feira (09). Ela foi vista pela última vez no estacionamento do Hospital Dom Malan/IMIP, no Centro de Petrolina (PE).

Segundo informações da mãe da jovem, Laila foi diagnosticada com Síndrome do Pânico e teria sofrido uma crise na última quarta-feira. Ainda de acordo com a mãe, ela teria passado a noite na recepção da unidade hospitalar, na emergência.

Antes de desaparecer, Laila teria pedido a um primo para deixá-la no shopping. Contudo, o primo não quis levar a jovem ao destino para que ela não ficasse sozinha. Após a recusa, ela ainda foi vista pegando um táxi.

Uma psicóloga disse à mãe que conversou com Laila no IMIP e que ela teria dito seu nome e endereço. Depois disso, ela não foi mais vista. A genitora acredita que sua filha ainda esteja pelo Centro da cidade.

Quem tiver informações sobre o paradeiro da jovem pode entrar em contato com nosso blog através do número (87) 3866-0801 ou com a mãe de Laila pelo telefone (87) 9 8815-8999.

Família procura mulher desaparecida em Senhor do Bonfim

(Foto: Divulgação)

Uma moradora do bairro Pêra, em Senhor do Bonfim, está desaparecida desde o dia 24 de outubro.

Segundo familiares, América Aparecida dos Santos, de 34 anos, saiu de casa por volta das 5h da manhã, afirmando que estava indo para Salvador para um tratamento de saúde e não entrou mais em contato com a família. Mãe de 5 filhos, América já desapareceu em outras ocasiões.

A família ainda não registrou o seu desparecimento e disponibiliza dois contatos para informações sobre América: (74) 99123 7829 e (74) 99137 2486.

 

Adolescente de 14 anos que estava desaparecida volta para casa

(Foto: Divulgação)

Por volta das 12h de hoje (23) Maria Eduarda Ferreira de Andrade, de 14 anos, que desapareceu sábado (21), retornou para a sua residência.

A tia, que cria a jovem, informou que o desaparecimento foi um ato de rebeldia e que a família está dando todo suporte para a garota. Ela estava na casa de amigos, no bairro São Gonçalo.

Jovem some após pegar van de Casa Nova a Juazeiro; Família procura há dois dias e pede ajuda

(Foto: Divulgação)

No último sábado (21), Maria Eduarda Ferreira de Andrade, de 14 anos, desapareceu após pegar uma van que fazia linha entre as cidades de Casa Nova (BA) e Juazeiro (BA). A jovem desceria na cidade de Petrolina.

De acordo com informações de seus familiares, ela estava em uma festa de aniversário no Projeto Senador Nilo Coelho, N-4, onde moram alguns parentes da jovem.

Maria Eduarda, ao pegar a van, estava trajando um short preto e um casaco branco amarrado na cintura e calçava uma sandália rasteira. Quem tiver informações sobre a jovem pode entrar em contato através do telefone (87) 9 8844-2302.

Petrolina: família procura garoto de 9 anos que sumiu após sair da escola

(Foto: WhatsApp)

Por volta das 12h desta terça-feira (8), um menino de 9 anos sumiu ao sair da escola próximo ao antigo posto de saúde do bairro Jardim São Paulo, em Petrolina (PE).

Segundo informações repassadas ao blog Waldiney Passos, a mãe da criança percebeu que seu filho havia demorado para chegar em casa e foi até a escola para saber o que teria acontecido. Ao chegar no local, foi informada que o garoto estava muito agitado durante as aulas e que havia agredido um colega.

Ainda de acordo com informações, não é a primeira vez que o garoto some. A situação já teria acontecido outras duas vezes, quando o menino sumiu em um dia e só foi encontrado no outro.

A família da criança, que é adotada, está a sua procura. Quem tiver informações pode entrar em contato com o número (87) 98873-8109.

Idosa continua desaparecida em Petrolina

francisca-lino-desaparecida

Francisca Lino de Barros, de 77 anos,  é residente no bairro Vila Marcela, em Petrolina, Sertão Pernambucano. Os familiares da aposentada estão a procura dela desde a ultima quarta-feira (28). Segundo informações dos familiares, a idosa saiu do bairro onde mora para ir ao bairro Areia Branca e não deu mais notícias.

De acordo com a neta de dona Francisca, a idosa está com suspeita de Alzheimer e há três meses apresenta lapsos de esquecimentos. Segundo relatos, ela foi vista pela última vez hoje (03) pela manhã  no bairro João de Deus, pedindo comida em um mercadinho da rua 22. Segundo a família, dona Francisca está trajando blusa branca e saia marrom de brim.

Quem tiver informações, ou imagens de câmera de segurança onde a senhora foi vista,  pode entrar em contato com seus familiares através dos telefones (87) 98856-2580/ (87) 98862-5037/ (87) 9 8845-9241 / (87) 8804-2469 //

Idosa está desaparecida em Petrolina

francisca-lino-desaparecida

Ela foi vista pela última vez em um ônibus no bairro São Gonçalo, hoje pela manhã (29), por volta das 07h./ Foto: divulgação

Francisca Lino de Barros, de 77 anos,  é residente no bairro Vila Marcela, em Petrolina, Sertão Pernambucano. Os familiares da aposentada estão a sua procura, desde ontem (28). Segundo informações dos familiares, a idosa saiu do bairro onde mora para ir ao bairro Areia Branca e não deu mais notícias.

De acordo com a neta de dona Francisca, a idosa está com suspeita de Alzheimer e há três meses apresenta lapsos de esquecimentos. Segundo relatos, ela foi vista pela última vez em um ônibus no bairro São Gonçalo, hoje pela manhã (29), por volta das 07h. A família acredita que dona Francisca estaria andando de ônibus em ônibus tentando voltar pra casa.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de dona Francisca, pode entrar em contato com seus familiares através dos telefones (87) 98856-2580/ (87) 98862-5037/ 87 9 8845-9241.

 

 

Pai descumpre ordem judicial e desaparece com filha de 1 ano

(Foto: Divulgação)

Júlia Cavalcanti Alencar é morena clara e tem os olhos azuis. (Foto: Divulgação)

Um pai sumiu com sua filha bebê de um ano e nove meses desde o último domingo descumprindo uma decisão judicial. Segundo a mãe, Cláudia Rogéria Cavalcanti, Janderson Rodrigo Salgado de Alencar só podia passar o dia com a neném, mas ele não entregou a menina no horário previsto e não deu satisfações. A mãe procurou a polícia para denunciar. A Divisão de Desaparecidos do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente já investiga o caso.

Júlia Cavalcanti Alencar é morena clara e tem os olhos azuis. Ela foi vista pela última vez em casa, em Olinda, quando o pai, que é separado da mãe, a levou para passear. A queixa foi registrada ainda no domingo à noite. “O pai tinha o direito de passar o dia com a criança, mas ele não a entregou. Está em local incerto e desconhecido. É um caso de desobediência de ordem judicial, mas a mãe já esteve aqui na Divisão de Desaparecidos e começamos a investigar”, explicou o comissário Jamil Mansur, da DPCA. O caso está sob a responsabilidade do delegado Ademir Soares.

LEIA MAIS
12