Icofort vai produzir alimentos livres de gorduras hidrogenadas em Juazeiro

(Foto: ASCOM)

O grupo Icofort Agroindústrial inaugurou nesta sexta-feira (13) no Distrito Industrial do São Francisco, em Juazeiro (BA), a mais moderna planta industrial de processamento de óleos vegetais e produção de margarina e gordura vegetal do Nordeste. O investimento, da ordem de R$ 30 milhões, vai gerar 500 empregos diretos e 1.200 indiretos com o diferencial de produzir alimentos livres de gordura hidrogenada.

A solenidade que reuniu autoridades, funcionários, fornecedores, parceiros e distribuidores, começou com a benção religiosa e orações de agradecimento pelo padre Clayton Barros. Em seguida, o diretor-presidente do grupo, Décio Alves Barreto Júnior, enfatizou o propósito maior do investimento, afirmando que a nova planta industrial vem consolidar o compromisso com a qualidade e a eficiência dos produtos Icofort em consonância com a sustentabilidade ambiental.

LEIA MAIS

Manutenção na energia do Distrito Industrial altera expediente da SESP amanhã (12)

(Foto: Divulgação)

O atendimento no prédio do setor administrativo da Secretaria de Serviços Públicos de Juazeiro (SESP) será interrompido nesta quinta-feira (12).

O motivo, segundo a Prefeitura de Petrolina, é uma manutenção na rede de energia elétrica que a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) fará no Distrito Industrial.

Dessa forma, o expediente no prédio da SESP será retomado na sexta-feira (13), mas a programação de trabalho da secretaria amanhã está mantido nas comunidades.

Motociclista colide em veículo parado no acostamento no Distrito Industrial 

(Foto: Reprodução/Google Maps)

Um casal passou por um susto na noite da sexta-feira (6), quando trafegava pelo Distrito Industrial de moto. Eles colidiram em um carro que estava parado no acostamento.

De acordo com testemunhas, o condutor da motocicleta apresentava sinais de embriaguez. Eles foram socorridos e encaminhados ao Hospital Universitário de Petrolina.

O motorista do carro relatou que havia parado no acostamento para consertar um dos pneus, quando o casal bateu no seu veículo. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas.

Acidente no Distrito Industrial termina com motociclista morto

Um acidente registrado na manhã dessa sexta-feira (18) no Distrito Industrial terminou com um motociclista morto. Relatos de testemunhas indicam que a vítima pilotava uma moto esportiva, tipo motocross quando foi atingido de frente por um ônibus.

A vítima aparentemente morreu com o impacto da batida. O veículo no qual ele estava pegou fogo e ficou completamente destruído. O ônibus que supostamente transportava funcionários de uma empresa, também ficou com a parte da frente danificada.

Segundo informações a Polícia Civil já havia sido acionada para atender a ocorrência e tentar identificar a vítima. O Corpo de Bombeiros esteve no local para conter o incêndio na moto.

Vereador Ronaldo Silva pede iluminação em trecho do Distrito Industrial

Escuridão traz perigo para a população. (Foto: Blog Waldiney Passos)

O vereador Ronaldo Silva, por meio da indicação 359/2018, deve requerer ao prefeito Miguel Coelho, nesta terça-feira (10), a instalação de iluminação pública na Via de acesso às Micro Empresas, que liga a Avenida José Nunes Santana até a Cohab Massangano, próximo à pista de MotoCross.

LEIA TAMBÉM

Escuridão em rua do Distrito Industrial traz perigo a quem trafega pelo local

Condutores denunciam entulho invadindo pista do Distrito Industrial; órgãos se manifestam sobre limpeza

A reivindicação da população para a iluminação do local é antiga, já que o tráfego tem aumento no lugar. A falta de luz traz perigo para quem passa pelo local, pois há um grande volume de entulhos que são jogados diariamente e que praticamente fecham a via.

Em julho do ano passado, nosso blog já havia alertado para a falta de iluminação e o perigo no local. Em março deste ano alertamos ainda para a quantidade de lixo e entulho que se acumula na avenida.

Condutores denunciam entulho invadindo pista do Distrito Industrial; órgãos se manifestam sobre limpeza

Quem transita pelo Distrito Industrial de Petrolina se depara com uma cena comum no local. O lixo despejado em alguns terrenos está invadindo a pista e tem provocado crítica dos condutores de veículos.

Em contato com a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), nossa equipe foi informada que a responsabilidade para resolver tais problemas é da Prefeitura de Petrolina.

De acordo com a AD Diper, a Agência está respaldada na Lei Federal nº 6.766, de 19 de dezembro de 1979, que diz em seu artigo 22 que, “desde a data de registro do loteamento, passam a integrar o domínio do Município as vias e praças, os espaços livres e as áreas destinadas a edifícios públicos e outros equipamentos urbanos, constantes do projeto e do memorial descritivo”.

Prefeitura afirma que responsabilidade é do Estado

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS), por outro lado, afirmou através da Assessoria de Comunicação que a lei citada pela AD Diper trata do loteamento, mas a área do Distrito é comercial e a competência da manutenção cabe à Agência.

De acordo com a SEDURBS, a AD Diper e o Governo de Pernambuco serão notificados para que a limpeza do Distrito Industrial seja feita.

Entulhos dificultam passagem de veículos no Distrito Industrial

O bom-senso parece não fazer parte da vida de alguns petrolinenses. Em uma das vias do Distrito Industrial, zona leste da cidade, a quantidade de entulhos jogados na via tem dificultado a passagem de veículos. Na via de acesso às microempresas e na Avenida José Santana é possível encontrar desde móveis domésticos a restos de asfalto.

Mesmo com áreas que contém placas que autorizam o despejo de entulhos, os cidadãos insistem em jogar no acostamento da via. Agora, já é possível registrar cascalhos tomando conta da pista.

“Daqui uns dias não vai ter mais como passar aqui. Vamos ter que fazer a volta lá em cima para chegar em casa”, disse um condutor que preferiu não se identificar.

Juazeiro: moradores dos Bairros Distrito Industrial e João Paulo II estão sem água

(Foto: Ilustração)

O motivo da falta de água nos Bairros Distrito Industrial e João Paulo II,em Juazeiro (BA), segundo o  Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE), foi o rompimento da rede principal.

Segundo o órgão, as equipes já estão fazendo o devido reparo e o abastecimento será normalizado por volta das 13h.

A equipe vai aproveitar o período sem água para tirar o vazamento da quadra 14, número 19 – serviço solicitado por moradores.

Falta água no bairro Atrás da Banca; Compesa informa que está trabalhando para solucionar problema

(Foto: Arquivo)

Moradores do bairro Atrás da Banca entraram em contato com a nossa equipe, para denunciar a falta d’água na comunidade, desde o meio dia da quinta-feira (22). Segundo o leitor Adriano Silva Cavalcante relatou ao Blog, os moradores estão vivendo uma situação difícil com o abastecimento interrompido.

Nossa equipe entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) em Petrolina, para saber o motivo do corte de abastecimento.

A Assessoria de Comunicação informou, através de uma nota, que desde o dia 16 de fevereiro ficou constatado uma queda de pressão nos bairros Atrás da Banca, Cohab Massangano, Distrito Industrial, Gercino Coelho, Palhinhas, Park Massangano e Orla 2, devido à um vazamento.

LEIA MAIS

Feto é encontrado no Distrito Industrial, em Petrolina

(Foto: Internet)

Na tarde desta terça-feira (16), um feto foi encontrado no Distrito Industrial, zona leste de Petrolina (PE).

Segundo informações do Instituto de Medicina Legal (IML), o bebê foi encontrado em um terreno baldio e deu entrada no instituto por volta das 13h30.

Ainda de acordo com o IML, o feto era do sexo masculino. Mais informações em breve.

Via do Distrito Industrial de Petrolina vira depósito de entulho e lixo

O Distrito Industrial de Petrolina foi criado para ser o polo de indústrias da cidade. Pelo dinamismo e crescimento do município, mais fábricas têm se instalado no local a cada ano. No entanto, há muitos terrenos sem empreendimentos que tem servido como verdadeiros depósito de entulho e lixo.

Há cerca de um ano, este blog havia chamado a atenção para umas das vias do Distrito Industrial que teria ficado intransitável devido ao acúmulo de entulho e lixo. A prefeitura percebeu o problema e realizou a limpeza do local.

Contudo, as pessoas que jogavam os materiais no local apenas mudaram a rua. Agora o lixo se acumula na Via de Acesso às Microempresas, próximo à pista de motocross. Quem passa pela rua se depara com uma grande quantidade de restos de construção e todo tipo de detritos.

Confira vídeo da situação da via

Mais um cano estourado em Petrolina; dessa vez no Distrito Industrial

Grande quantidade de água limpa sendo desperdiçada. (Foto: WhatsApp)

Depois da grande quantidade de água desperdiçada na Avenida da Integração, em Petrolina (PE), no último sábado (6), mais um cano estourado foi registrado no Distrito Industrial na manhã desta terça-feira (9). Segundo informações, há muita água sendo derramada no local.

Crise na Compesa

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) tem apresentado grande dificuldade em atender as solicitações da população petrolinense. Com prêmios de melhor empresa na área de saneamento do país, a companhia não consegue resolver problemas como falta de água constante em bairros da cidade, esgotos estourados e canos que se rompem.

Pequeno incêndio é registrado no Distrito Industrial, em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Na manhã desta sexta-feira (17), por volta das 10h, o Corpo de Bombeiros foi acionado para combater um pequeno incêndio no Distrito Industrial, em Petrolina (PE).

No local foi possível ver muita fumaça e um pouco de fogo que atingiu uma boa parte da vegetação. Aparentemente, os bombeiros controlaram as chamas. Ainda não se sabe o que deu início ao incêndio.

Saída do Distrito Industrial para Cohab VI e Rio Corrente precisa de rotatória urgente

Caos toma de conta do local em horários de maior movimentação de veículos. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Quem trafega pela área do Distrito Industrial na Zona Oeste de Petrolina, principalmente na Av. José Santana, que dá acesso as entradas dos bairros Rio Corrente e Cohab VI, e a Avenida Mário Rodrigues Coelho, tem percebido a necessidade da instalação de uma rotatória no local.

Nos horários de maior movimentação de veículos, o cruzamento se torna um caos. Além da falta de sinalização, a má educação de grande parte dos motoristas contribui para a desordem no local.

(Foto: Blog Waldiney Passos)

É necessário que as autoridades responsáveis pela gestão do trânsito da cidade criem uma estratégia para mudar a realidade do cruzamento. Uma rotatória parece a resolução mais plausível para o problema, já que a instalação de sinais comprometeria o fluxo de veículos, que é muito alto no Distrito Industrial, o que criaria longas filas de espera.

Uma rotatória, criada de acordo com as diretrizes nacional de trânsito, facilitaria a fluidez do trânsito e preveniria o acontecimento de acidentes do local, já que, da forma que se encontra o local, volta e meia são registradas colisões de veículos.

Populares denunciam poluição causada por empresa de reciclagem de plásticos no Distrito Industrial

É do conhecimento de todos que o objetivo do Distrito Industrial de Petrolina é gerar emprego e renda através das indústrias ali instaladas, o que não se pode admitir no entanto, é a poluição e a falta de responsabilidade para com o meio ambiente que uma empresa de reciclagem de plásticos vem fazendo.

Os plásticos são triturados a céu aberto sem nenhuma proteção, levado pelo vento o material se espalha por toda a parte poluído uma grande área. Empresários e moradores das imediações, cobram providências dos órgãos do meio ambiente da cidade e até mesmo do Ministério Público no sentido de fiscalizar e coibir essa agressão à natureza.

Até mesmo plantações estão sendo atingidas com os restos de plásticos triturados causando prejuízos e poluindo toda a área. Se nenhuma providência for tomada, em poucos dias boa parte do Distrito Industrial irá se transformar num verdadeiro lixão trazendo mais transtornos para o município.

12