Parceria entre prefeitura e Facape promoverá consultoria gratuita a empreendedores de Petrolina

(Foto: Ilustração)

Para aprimorar os serviços ofertados pelas empresas do município, a prefeitura de Petrolina fechou uma parceria com a Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina e lança o projeto ‘Empreender Mais’. O pontapé inicial será dado pelo prefeito Miguel Coelho na próxima terça-feira (29), às 19h, no auditório central da Facape.

No total, 50 empresas que solicitaram financiamentos da agência receberão consultorias e capacitações para melhorar a gestão dos seus empreendimentos, através do trabalho conjunto entre a AGE e alunos de diversos cursos da instituição. Será feito um diagnóstico com o objetivo de potencializar a administração das empresas, refletindo no faturamento e consequente lucro das mesmas.

“A AGE identifica as necessidades das empresas quando os gestores vêm aqui solicitar empréstimos. Nós aqui não só concedemos financiamentos, mas um trabalho completo, vendo quais são os pontos que precisam melhorar e quais devem ser potencializados. Com o lançamento do projeto Empreender Mais, vamos fazer um diagnóstico ainda mais completo com essa exitosa parceria com a FACAPE. Iniciaremos com 50 empresas, mas pretendemos expandir, por entender a importância da administração em sintonia com a realidade atual do mercado”, explica o diretor-presidente da AGE, Sebastião Amorim.

Empresas devem investir mais de R$135 milhões em Pernambuco

Governo do Estado conseguiu atrair, em indústrias, os investimentos de R$ 135 milhões e R$ 600 mil. (Foto: Jornal do Commercio)

O Conselho Estadual de Política Industrial, Comercial e de Serviços se reuniu oficialmente pela segunda vez este ano para analisar projetos de concessão de incentivos fiscais de empreendimentos interessados em se implantar ou ao ampliar atividades em Pernambuco.

No encontro, foram aprovados 20 projetos, sendo 14 indústrias, seis no interior do estado, três de importadores e três de centrais de distribuição. Ao todo, 14 municípios foram contemplados, sete na região metropolitana do Recife e sete no interior.

O presidente da agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD-Diper), Roberto Abreu e Lima, destacou alguns dos projetos aprovados. “A empresa Brazil Right que vai investir R$ 63 milhões. Outro destaque é a empresa JMG que pretende montar um moinho para trabalhar, não só derivados de milho, como também a parte de farinha de trigo”, disse.

LEIA MAIS

Inadimplência das empresas volta a acelerar e cresce 4,02% em junho

(Foto: Internet)

O volume de empresas com contas em atraso e registradas em cadastros de inadimplentes, que vinha desacelerando no país, voltou a crescer no último mês de junho. Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apontam que a quantidade de pessoas jurídicas negativadas apresentou alta de 4,02% no último mês de junho frente igual período do ano passado. O número é superior que o constatado em maio, que fora de 2,90% e o maior desde março deste ano, quando havia crescido 3,30%.

Na comparação mensal – entre maio e junho deste ano, sem ajuste sazonal – houve uma alta de 1,55% no volume de empresas com alguma conta em atraso. Trata-se de maior alta mensal desde novembro do ano passado, quando o crescimento observado fora de 2,17%.

LEIA MAIS

Número de empresas inadimplentes cresce 2,90% em maio, segundo CNDL e SPC Brasil

(Foto: Internet)

O número de empresas com contas em atraso e inseridas no cadastro de inadimplentes segue crescendo, porém as taxas são menores do que aquelas observadas no período mais agudo da crise econômica. De acordo com o indicador calculado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a alta foi de 2,90% na comparação entre maio e o mesmo mês do ano anterior. Trata-se do menor aumento na quantidade de empresas inadimplentes desde 2011, considerando apenas os meses de maio, quando a alta fora de 13,48%. Em maio de 2018, o crescimento havia sido de 9,37%. Apesar do aumento no número de empresas inadimplentes, houve um pequeno recuo na quantidade de dívidas em atraso no nome de pessoas jurídicas: 0,80% menor em maio frente ao mesmo mês de 2018.

LEIA MAIS

Inadimplência de empresas cresce 5,02% em fevereiro no país

(Foto: Internet)

O número de empresas com contas em atraso e registradas no cadastro de inadimplentes cresceu 5,02% em fevereiro na comparação com o mesmo mês do ano de 2018. No entanto, o ritmo de alta perdeu força em todas as regiões do país. O número de dívidas contraídas em nome de pessoas jurídicas avançou 1,84% na comparação anual.

Além disso, cada empresa devedora continua acumulando, em média, duas pendências financeiras. Os dados, divulgados hoje (29), são da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

De acordo com o indicador de inadimplência das empresas, o maior crescimento quanto ao número de empresas negativadas foi observado no Sudeste, com alta de 8,65%. No Sul chegou a 2,99%, no Centro-Oeste a 1,54% e no Nordeste a 1,31%. O Norte apresentou a menor variação entre as cinco regiões, com -0,03%.

LEIA MAIS

Inadimplência das empresas abre o ano em desaceleração e fecha janeiro com alta de 5,91%

(Foto: Internet)

Mesmo com a melhora do cenário econômico, a inadimplência entre empresas ainda cresce, mas em ritmo menor do que o observado em meses anteriores e no auge da crise. Em janeiro, o número de empresas com contas em atraso e registradas no cadastro de inadimplentes cresceu 5,91% ante o mesmo período de 2018. Na comparação com dezembro de 2018, o avanço foi de 7,44%.

O mesmo acontece com o número de dívidas contraídas em nome de pessoas jurídicas, que desacelerou na comparação anual, atingindo uma alta de 2,78%. Os dados são da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

LEIA MAIS

IF Sertão-PE lança edital de chamada pública para celebração de convênios com empresas de diversos ramos

(Cartaz/Divulgação/Ascom)

Na última terça-feira (12) o Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), publicou o edital de chamada pública nº 07/2019, que estabelece as normas para celebração de convênios junto a pessoas jurídicas e microempreendedores individuais. Os segmentos de atuação são os mais diversos: Alimentação, Conveniência, Hotelaria, Entretenimento, Farmácia, Vestuário, Turismo, Transporte, Educação, Saúde, Beleza, Lazer, Cultura, Esporte, Derivados de Petróleo, entre outros.

O objetivo do convênio é aproximar os laços entre a instituição e os empreendedores locais, e estimular o comércio local por meio da concessão de descontos integrais e/ou parciais dos produtos e/ou serviços para servidores do IF Sertão-PE, ativos e inativos, independente da unidade de lotação, bem como aos respectivos cônjuges e seus descendentes. De acordo com o edital o IF Sertão-PE possui atualmente 1.051 servidores, que se tornariam cliente em potencial para os empreendedores conveniados.

LEIA MAIS

Recomendação do Ministério Público da Bahia proíbe uso de drones durante o carnaval de Juazeiro

Ministério Público da Bahia recomenda que empresas não utilizem drones durante o carnaval de Juazeiro (Foto: Ascom PMJ)

Na última terça-feira (12), a Coordenação do Carnaval de Juazeiro (BA) informou que recebeu do Ministério Público da Bahia, em nome do Promotor de Justiça Raimundo Moinhos, a recomendação de que nenhuma instituição que venha a trabalhar durante a festa de Momo utilize drones.

De acordo com a recomendação do MP, quem usar as aeronaves para qualquer que seja a finalidade, “estará sob pena de responsabilidade penal na forma prevista da legislação pertinente”.

LEIA MAIS

Inadimplência das empresas tem alta de 9,01%, apontam CNDL/SPC Brasil

(Foto: Internet)

O cenário econômico continua afetando o resultado das empresas, que seguem com elevado índice de inadimplência. Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que o volume de empresas com o CNPJ inscrito nos cadastros de devedores cresceu 9,01% em novembro de 2018 na comparação com o mesmo período de 2017, quando houve um avanço de 3,71%. Já em relação ao mês de outubro, o aumento foi de 2,17%.

A alta foi puxada, principalmente, pela região Sudeste, com crescimento de 16,76%. A região Sul, que teve a segunda maior variação, registrou um aumento de 4,00%. Em terceiro lugar, aparece o Nordeste, com 2,22%. Na sequência vem Centro-Oeste (1,84%) e Norte (0,49%).

LEIA MAIS

Café empresarial discute melhoria nas relações de trabalho

(Foto: A+comunicação)

Engajar pessoas, aumentar a produtividade dos negócios e contribuir para formação de novos talentos profissionais. Esses foram os principais objetivos do 1º Encontro de Gestores de Empresas e Profissionais de Recursos Humanos, realizado pelo Sebrae e Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), na manhã desta quarta-feira, 7, no Rapport Hotel, em Juazeiro.

O evento reuniu mais de 50 empresários e profissionais de Juazeiro e região para tratar de temas ligados às rotinas de trabalho na dinâmica empresarial. Entre as abordagens, estavam questões relacionadas a como criar um clima organizacional favorável ao desenvolvimento da empresa, como estreitar as relações de empregadores e funcionários e investimentos na capacitação dos colaboradores.

Durante a programação o gerente regional do Sebrae em Juazeiro, Carlos Cointeiro, ressaltou a importância de estabelecer novos formatos de relacionamento empregador-empregado dentro das empresas. “É preciso conhecer o perfil e realidade dos profissionais que compõem a equipe, criar diálogos contínuos no ambiente de trabalho e investir no aperfeiçoamento desses profissionais. Tudo isso será revertido para a empresa em forma de vendas, aumento da produtividade e lucros. Reconhecido e valorizado qualquer profissional vai vestir a camisa da empresa”, frisou.

(Foto: A+comunicação)

A qualificação profissional e a formação de parcerias também foram apontadas como premissas para o crescimento das empresas. No encontro foi anunciada a instalação do escritório regional do CIEE em Juazeiro, que está funcionando na sede da Faculdade São Francisco de Juazeiro (Fasj).

O supervisor de unidade de operação do CIEE, Cláudio Moreira, revelou que há muito tempo era um desejo trazer os serviços do CIEE para Juazeiro. “Vamos intensificar a atuação do programa de estágio e do Jovem Aprendiz na região, que são importantes ferramentas para a formação profissional de estudantes e também contribuem para as empresas cumprirem um papel social e formar talentos”, garantiu.

O empresário Jamyson Junior, que atua no setor de educação privada na cidade, ficou bastante satisfeito em participar do evento, trocar experiências e adquirir novos conhecimentos. “Nossa empresa possui mais de 60 colaboradores, já é uma prática investir 48 horas anuais em capacitações dos profissionais, mas a lição que fica é que precisamos intensificar, esse processo deve ser constante”, destacou.

Além dos empresários, também participaram do Café Empresarial em Juazeiro representantes do Sesi e Senai, prefeitura e Delegacia Regional do Trabalho e Emprego.

Em Petrolina, renovação de alvará de funcionamento de empresas e ISSQN já podem ser feitos

(Foto: ASCOM)

Termina no dia 31 de janeiro o prazo para o pagamento da taxa de renovação da licença de funcionamento (alvará) dos estabelecimentos instalados em Petrolina, quer sejam industriais, comerciais ou prestadores de serviço.

O mesmo prazo vale para o pagamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), para profissionais liberais e prestadores de serviço. Os valores dos tributos variam de acordo com o tamanho do estabelecimento e com a atividade desempenhada por cada profissional.

O tributo deverá ser pago em parcela única ou em até cinco vezes, vencendo a primeira parcela em 31 de janeiro e as demais parcelas a cada 30 dias, de acordo com os valores impressos nos carnês, não podendo a parcela ser inferior a R$ 50.

Quem não receber o carnê de pagamento das taxas até o dia 20 de janeiro, deverá procurar a Diretoria de Administração Tributária, da Prefeitura de Petrolina, instalada na Secretaria Executiva de Tributação, na Avenida Guararapes, 2114, centro da cidade, para retirada da taxa, de segunda a sexta-feira, entre 07h e 13h.

Ministério da Transparência decide suspender investigações da Lava-Jato

(Foto: Arquivo)

A investigação dos desvios praticados na Petrobras estão suspensos por dois anos após decisão do Ministério da Transparência. A alegação é de que foi proposta uma delação premiada à pessoas jurídicas pela empreiteira.

Em documentos obtidos pela Folha de São Paulo, ficou evidente que durante a paralisação das apurações, a construtora não colaborou com a investigação, não confessou ilícitos e as negociações não prosseguiram.

O congelamento das investigações está sendo utilizado para a proposta de uma negociação mais interessante entre as partes e aceleração do processo.

Apesar dos nomes das empresas não terem sido divulgados pelo Ministério, apurações levantam possibilidade de empresas como a Engevix, Galvão Engenharia e a SBM (Holanda).

o Tribunal de Contas da união não suporta o pedido de pausa na investigação, entendendo que favorece de forma errada as empresas, que podem continuar a fechar contatos públicos enquanto as irregularidades podem prescrever.

Um pedido da Corte propõe um relatório com as causas que estão em andamento, que deveria ser entregue dentro de 60 dias. O caso, que corre em sigilo, seria julgado na última quarta-feira (25) mas houve pedido de vista.

LEIA MAIS

Prefeitura convoca empresas de publicidade para recadastramento em Petrolina

(Foto: ASCOM)

Como forma de reorganizar os espaços públicos de Petrolina destinados à instalação de equipamentos de publicidade, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS) está convocando os proprietários das empresas do ramo para atualizarem seus cadastros junto ao poder público municipal.

A partir deste trabalho, que integra um conjunto de ações que visa o ordenamento público, a ideia é fazer com que os empreendedores que trabalham com publicidade possam adequar todo e qualquer anúncio ou veículo de divulgação de publicidade, a exemplo de outdor’s, balões, faixas, possam estar de acordo com os padrões estabelecidos pela prefeitura, de forma a garantir a preservação e a proteção da paisagem urbana, assim como assegurar a função estética da cidade e o bem-estar da população.

Para realizar a atualização de cadastro, o proprietário e/ou empresa de publicidade deve preencher a ficha cadastral disponível no site da prefeitura, www.petrolina.pe.gov.br, e dar entrada no processo na Diretoria de Disciplinamento Urbano e Atividades Licenciadas que fica na sede da SEDURBS, localizada na Av. da Integração, nº 948, no bairro Dom Malan.

O prazo vai até o próximo dia 31 de agosto. Após esta data, os materiais e/ou veículos de publicidade que não estiverem devidamente regulamentados, sob o novo cadastro que a empresa responsável irá efetuar, vão estar sujeitos a remoção.

Prefeitura realiza fiscalização ambiental e de funcionamento em postos de combustíveis e empresas de Juazeiro

(Foto: ASCOM)

Na última semana, a Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano intensificou fiscalização em postos de combustíveis e estabelecimentos de médio e grande porte na cidade. A ação teve como objetivo a verificação da licença ambiental e de funcionamento.

Além dos postos de combustíveis as lojas de conveniências, churrascarias, mecânicas, transportadoras, concessionárias, autoescolas e empresas agrícolas foram fiscalizadas. Ao todo 61 estabelecimentos foram visitados, destes, 27 foram notificados por não portarem a licença de funcionamento no estabelecimento, 15 estabelecimentos foram autuados por não possuírem a licença 2017, os outros 19 estabelecimentos estão regulares.  Para os que estão em débito com as licenças, o prazo dado para que os mesmos se regularizem foi de 5 a 10 dias.

Os estabelecimentos visitados estavam localizados nos bairros: João XXIII, Castelo Branco, Piranga, João Paulo II, Itaberaba, Tabuleiro, Santo Antônio, Palmares, Malhada da Areia, Vila Tiradentes, Tancredo Neves, Jardim Vitória, Avenida Adolfo Viana e Rua Oscar Ribeiro.

LEIA MAIS

Senadores demonstram preocupação com efeitos da Operação Carne Fraca

Senador José Medeiros (PSD-MT)

A preocupação com a credibilidade da carne brasileira no mercado externo marcou a sessão desta segunda-feira (20) no plenário do Senado. Os senadores citaram a Operação Carne Fraca, deflagrada na última sexta-feira (17) pela Polícia Federal. As denúncias envolvem a corrupção de fiscais que facilitavam a venda de carne vendida e adulterada com produtos químicos.

A situação dos pequenos produtores que vendem os animais para os frigoríficos foi lembrada por Ana Amélia (PP-RS), Cidinho Santos (PR-MT) e José Medeiros (PSD-MT). Para os senadores, são eles que vão sentir os efeitos da desconfiança gerada pela operação.

“Sabe quem vai ser punido? Vai ser o coitado daquele pecuarista que tem as suas vaquinhas lá e para quem a esperança era vendê-las para poder sobreviver. A carne, com certeza, vai lá embaixo, não vai sobrar para pagar o capim que a vaca comeu”, lamentou Medeiros.

Ana Amélia lembrou que o próprio fiscal agropecuário responsável pela denúncia, Daniel Gouveia Teixeira, disse que o número de empresas que fraudaram a qualidade dos produtos é pequeno. Para ela, é preciso uma investigação mais profunda para que se separe essa minoria e para que todo o esforço do Brasil para melhorar a qualidade das carnes não seja em vão.

Para Ana Amélia, é preciso tirar lições da operação. A primeira delas é punir exemplarmente os responsáveis para evitar que as irregularidades voltem a ocorrer. Além disso, o governo precisa ser transparente e explicar para os compradores estrangeiros e para o mercado interno o que está acontecendo.

“E a Polícia Federal, nesse processo, tem uma responsabilidade dupla, que é a agilidade na revelação das fraudes apuradas, do ponto de vista técnico e do ponto de vista da questão sanitária. Ela não pode fugir dessa responsabilidade”, frisou.

LEIA MAIS
12