Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Férias escolares: Celpe alerta para prevenção de acidentes domésticos envolvendo energia elétrica

(Foto: Ilustração)

A curiosidade das crianças pode levá-las a algumas situações perigosas, principalmente no período de férias escolares, quando elas ficam mais tempo em casa. Para minimizar os riscos com a energia elétrica, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa da Neoenergia, recomenda atenção redobrada dos pais ou responsáveis para prevenir e evitar acidentes domésticos, e também alerta para alguns cuidados que garantem a segurança dos pequenos e tranquilidade dos adultos.

Mais expostas ao uso da energia elétrica e contato com aparelhos eletroeletrônicos, as crianças não tem como avaliar os riscos na hora de recarregar celulares, tablets e notebooks. Sendo assim, a primeira ação, e a mais básica, é mantê-las longe de tomadas, fios e aparelhos elétricos. No caso de tomadas, devem ser utilizados protetores para que não sejam introduzidos objetos metálicos, caso muito comum devido à curiosidade das crianças. Usar o “T” (benjamim) e extensões de maneira definitiva também é perigoso, além de sobrecarregar as tomadas, pode causar curtos circuitos e incêndios.

Equipamentos eletrônicos como videogames e computadores somente devem ser ligados ou desligados da tomada por um adulto, sempre utilizando o plugue e jamais puxando diretamente o fio. A fiação, inclusive, deve estar em perfeitas condições. Se o cabo apresentar algum desgaste no isolamento, o aparelho não deve ser conectado à tomado, caso contrário pode representar perigo de choque elétrico.

LEIA MAIS

Prefeitura de Juazeiro afirma que vai resolver problema de desperdício de energia elétrica

(Foto: Nilson Rodrigues)

Mais cedo o blog Waldiney Passos publicou reportagem sobre desperdício de energia elétrica pública na avenida Carmela Dutra, mais conhecida como Orla 1 de Juazeiro (BA). O morador Nilson Rodrigues registrou postes com lâmpadas acesas no início da manhã desta quinta-feira (19) e enviou as fotos.

O problema já havia sido mostrado por nossa reportagem no mês de fevereiro, quando na época, a prefeitura garantiu que a situação seria resolvida até março.

LEIA TAMBÉM

Morador registra desperdício de energia pública em Juazeiro

Prefeitura de Juazeiro diz que problema de desperdício de energia pública só será resolvido em março

Procurada novamente pelo blog, a Secretaria de Serviços Públicos (SESP) informou através de nota, que o trabalho de apagar as lâmpadas acesas que se encontram na cidade já está na programação da SESP. Os serviços serão realizados tanto no centro como nos bairros de Juazeiro.

A SESP lembra ainda a importância dos moradores de ligarem para a SESP no número (74) 3612 5411 para que possa ser realizado o registro de protocolo, fornecendo o endereço completo.

Câmara aprova gratuidade na conta de luz para famílias de baixa renda

(Foto: André Dusek/Estadão)

A Câmara dos Deputados aprovou a isenção do pagamento de conta de luz para famílias de baixa renda. A medida foi incluída no projeto de lei que destrava a venda das distribuidoras da Eletrobrás. O texto-base já havia sido aprovado na semana passada,mas ainda era preciso apreciar 11 destaques (mudanças) à proposta, o que foi feito na noite desta terça-feira (10).

Dos 11 destaques à proposta, quatro foram aprovados e cinco foram rejeitados; um era igual a outro destaque aprovado e um foi retirado de pauta. O projeto agora segue para votação no Senado Federal e, depois, precisa ser sancionado pela Presidência da República para entrar em vigor.

LEIA MAIS

Conta de luz ficará mais cara em junho

(Foto: Ilustração)

As contas de luz ficarão mais caras em junho. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira (25) que irá aplicar a bandeira tarifária vermelha no patamar 2 no próximo mês. Com isso, haverá uma cobrança extra de R$ 5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Será a primeira vez neste ano que a bandeira vermelha 2, a mais cara desse sistema, é aplicada. Em maio, vigora a bandeira amarela, com a cobrança de R$ 1 a cada 100 kWh. A mudança ocorreu por conta do início do período seco e das chuvas abaixo da média nos reservatórios de hidrelétricas.

LEIA MAIS

Brasil tem uma das contas de luz mais caras do mundo

(Foto: Ilustração)

A conta de luz tem pesado cada vez mais no bolso do brasileiro. O país tem uma das maiores tarifas de energia do mundo, o que deixa salgado o orçamento familiar do cidadão, todos os meses. Comissão de privatização da Eletrobras aposta na redução desses custos com venda de cotas da companhia e maior concorrência no serviço.

Levantamento da Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres, a Abrace, revela que o aumento da conta de luz de 2014 a 2017 foi de 31,5%. Esse índice superou a inflação acumulada no mesmo período, que chegou a 28,86%, de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas, o IBGE.

Os prognósticos para 2018 são ainda piores: estima-se que o encarecimento acumulado da conta de luz desde 2014 chegue a 44%. Na Câmara dos Deputados tramita uma comissão especial que discute a privatização da Centrais Elétricas Brasileiras S.A, a Eletrobras.

LEIA MAIS

Horário de Verão reduziu o consumo de energia em apenas 0,5%

(Foto: Internet)

Dez estados e o Distrito Federal ganharam uma hora a mais a partir da madrugada deste domingo (18). Foram quatro meses de mudança no fuso horário nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país, sob o pretexto do governo de diminuir o uso de energia elétrica durante o verão.

Mas nesses quatro meses, a redução foi de apenas 0,5% no consumo. Só que o valor economizado vem caindo de 2013 para cá. Passou de uma economia de 405 milhões de reais em 2013 para 147,5 milhões em 2016.

É que as pessoas vêm mudando de hábitos. O pico de consumo de energia no verão passou a ser no início da tarde. Por causa do grande uso do ar condicionado. E não mais a noite. Chegar em casa ainda com claridade já não faz tanta diferença assim.

Técnicos do governo chegaram a sugerir o fim do Horário de Verão. Mas com os reservatórios vazios, a conclusão foi a de que qualquer redução no consumo pode ajudar o sistema elétrico. E o próximo Horário de Verão já tem data marcada: 4 de novembro. Vai ser 15 dias mais curto, por causa das eleições.

Tarifa branca de energia entra em vigor em 2018

(Foto: Ilustração)

Com entrada em vigor prevista para 1º de janeiro do ano que vem, a tarifa branca de energia elétrica pode representar uma diminuição no valor da conta de luz para os que consumirem menos nos horários de pico (entre as 19h e as 21h. A adesão é opcional.

A Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) alerta aqueles que queiram aderir à tarifa para que levem em consideração seu perfil de consumo, sob pena de verem o efeito contrário, com aumento na conta.

A nova modalidade permite ao consumidor pagar tarifas diferenciadas de acordo com a hora do dia. Na primeira fase, poderão adotar a tarifa os consumidores de de baixa tensão, como residências, pequenos comércios e indústrias, com consumo médio mensal superior a 500 quilowatts-hora (KWh). Em média, o consumo das famílias brasileiras é de 160 kWh/mês.

Nos horários de pico, a tarifa terá um valor mais alto. Fora desse horário, o preço cobrado será mais baixo. Também haverá uma tarifa de cobrança intermediária que valerá uma hora antes do início do horário de pico, entre as 18h e as 19h, e depois, entre as 21h e as 22h. O consumidor deverá fazer a adesão na concessionária de energia que atende a sua cidade.

Com informações do EBC

Em Olinda, candidatos do Enem prejudicados por falta de energia em escola poderão refazer as provas

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Por meio de nota divulgada nesta segunda (6), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirmou que os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) prejudicados pela falta de energia elétrica em escola pública, em Olinda, na tarde do domingo (5), poderão refazer as provas do primeiro dia.

O Inep lamentou o ocorrido e informou que as provas de redação, linguagens, códigos e suas tecnologias e de ciências humanas e suas tecnologias serão reaplicadas para esse grupo em 12 de dezembro. O contato será feito por e-mail, SMS e telefone, com todos os candidatos que fizeram as provas na escola.

Aneel estuda subir valores das tarifas em contas de luz

(Foto: Ilustração)

Nesta terça-feira (24) a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) votará na abertura de audiência pública para discutir a revisão dos valores das bandeiras tarifárias. O uso das usinas hidrelétricas tem impacto direto no ajuste.

Segundo a instituição, o valor arrecadado com o sistema, que aplica uma taxa extra nas contas de luz, não está sendo suficiente para cobrir a alta no custo da geração de energia provocada pelo uso mais intenso das termelétricas.

Com os reservatórios das usinas hidrelétricas cada vez mais baixos, por causa da falta de chuvas, o sistema elétrico depende cada vez mais de usinas termelétricas, que geram energia mais cara pois funcionam por meio da queima de combustíveis. Quanto maior o uso de térmicas, maior o custo extra que é preciso ser pago pelos consumidores por meio da taxa das bandeiras tarifárias.

Em outubro, bandeira tarifária fica vermelha e taxa extra na conta de luz chega a R$ 3,50

(Foto: Divulgação)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta sexta-feira (29) que a bandeira tarifária vai passar para vermelha patamar 2, o mais caro previsto, e a taxa extra cobrada nas contas de luz vai subir em outubro para R$ 3,50 a cada 100 kWh consumidos.

O aumento é justificado pela estiagem e a necessidade de uso mais intenso das termelétricas. No mês de setembro, vigorou a bandeira amarela, que aplica uma taxa extra de R$ 2 para cada 100 kWh de energia consumidos.

Com informações do G1

Conta de energia deve ficar mais cara em outubro, diz Aneel

(Foto: Divulgação)

Nesta sexta-feira (22) o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino afirmou que devido ao atual regime hidrológico, a tendência é que as tarifas de energia elétrica vigorem em outubro acrescidas da bandeira tarifária vermelha, no patamar 2.

“A lógica, a tendência, é que estamos com um regime hidrológico ainda muito desfavorável. As chuvas atrasaram. A tendência é, para a próxima semana, o CMO estar mais caro. Então, caminha na direção da bandeira vermelha. E é mais provável que chegue ao patamar 2”, afirmou Rufino, pouco antes de dar palestra na Sessão Especial do Fórum Nacional, organizado pelo Instituto Nacional de Altos Estudos (Inae), no Rio.

Com informações do Estadão

Preço da cobrança extra nas contas de luz terá redução em setembro

A cobrança extra caiu de R$ 3 para R$ 2. (Foto: Divulgação)

Boa notícia para os consumidores brasileiros, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta sexta-feira (25) que a bandeira tarifária no mês de setembro será amarela. A cobrança extra caiu de R$ 3 para R$ 2.

A mudança na cor da bandeira, de vermelha para amarela, indica que esse custo na geração de energia baixou nas últimas semanas no Brasil. Isso ocorre quando o país usa menos energia das termelétricas, usinas que geram eletricidade mais cara, por meio da queima de combustíveis.

Normalmente nesta época do ano aumenta o uso das termelétricas porque o nível de armazenamento de água nos reservatórios das principais hidrelétricas do país fica baixo, devido à falta de chuva.

Com informações do G1

Com bandeira tarifária vermelha, conta de luz sobe em agosto

A evolução das cores da bandeira aponta que o custo de produção de energia no país subiu. Isso ocorre porque a falta de chuvas. (Foto: Divulgação)

Depois do combustível, agora é a vez da conta de energia apresentar aumento, é o que informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta sexta-feira (28). Durante o mês de agosto vai vigorar a bandeira tarifária de cor vermelha, patamar 1. I

A cor vermelha, significa que valor da taxa vai subir para R$ 3 para cada 100 kWh de energia consumidos. Ao longo do mês de julho, vigorou a bandeira amarela, que implica na cobrança de R$ 2 para cada 100 kWh consumidos.

Conta de luz de maio terá bandeira tarifária vermelha

(Foto: Ilustração)

As contas de luz de maio terão um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos, com a bandeira tarifária vermelha patamar 1, pelo o segundo mês. O aumento é causado pela falta de chuvas.

Como o sinal para o consumo é vermelho, os consumidores devem fazer uso eficiente de energia elétrica e combater os desperdícios. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

Recentemente, o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, disse que as contas de luz deverão continuar com a bandeira vermelha patamar 1 até o fim do período seco, que vai até novembro.

Com informações do EBC

Lei proíbe que concessionária cobre taxa de religação de energia elétrica na Bahia

corte-de-luz

A lei que proíbe a cobrança de taxa de religação da energia elétrica teve promulgação publicada no Diário Oficial da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (AL-BA) nesta quinta-feira (15), ou seja, passa a vigorar em 30 dias.

A proposta, de autoria do deputado Targino Machado (PPS), prevê que em caso de quitação do débito que originou o corte do fornecimento, a concessionária se responsabilize em normalizar o serviço dentro de prazo de 24 horas sem ônus ao consumidor.

“A via de cobrança natural, dentro de um Estado Democrático de Direito, é a judicial, com obediência ao devido processo legal. O contribuinte não pode ser submetido a constrangimento pela adoção desta via, que, embora aceita, submete-os a danos materiais e morais, de difícil reparação”, disse o deputado Targino Machado, autor do projeto.

Com informações Bocão News

12